You are on page 1of 8

O Mundo Plano

Um mundo cada vez menos, e mais interligado

O mundo é plano - O livro
Os tópicos citados no livro são completamente ligados à nossa vida contemporânea, e seus impactos, perceptíveis:   Vivemos em uma sociedade interligada; A diferença nos Fusos proporciona uma rede de trabalho 24hrs, o que transforma o mundo em uma grande máquina, em constante operação;  Quando menos esperamos, somos bombardiados por modernidade e informações; temos que nos atualizar sempre, para não nos tornarmos obsoletos na sociedade.  

O mundo é plano - O livro
O capitalismo rege as regras da vivência e sobrevivência em uma sociedade que tem base na ganância;  Hoje não mais interligamos redes, mas sim pessoas, que estão ritualmente conectadas.  Países diferentes completamente dependentes; Mundo cada vez menor, fácil acesso à informações, pessoas, bens. Vida virtual regendo a vida social. Consumidores, funcionários, cidadãos, contribuintes, acionistas - uma pessoa só pode desempenhar multiplos papéis na sociedade.

O 11 de setembro ainda assombra
Um acontecimento consideravelmente recente e mundialmente conhecido, o 11 de setembro, ainda ronda a sociedade com sua carga de influência na atual sociedade.   Guerra declarada como contra-ataque em uma região riquíssima em Petróleo - Coincidência?!  Desestruturação da economia - Destruição do World Trade Center - Maior símbolo do capitalismo do século XXI Dificuldade de entrada nos EUA, o que fortaleceu as relações virtuais.

Competição da Índia
Por ser um país pobre e emergente, a Índia proporciona ao mercado melhores preços (mão-de-obra barata). Isso a faz ganhar cada vez marcado, com o setor tercerizado. Esse setor vem crescendo absurdamente, pois as grandes empresas e até mesmo algumas pessoas preferem não contratar mão-de-obra local e criar vínculos trabalhistas. Dessa forma, contratam empresas tercerizadas especializadas. No caso sa Índia, o setor que predomina é o de Call Center, por fazer o trabalho todo virtualmente, acentuando ainda mais os processos da Globalização.

China como o Elefante de Bicicleta
A China é um país que cresce muito, todo o ano. Essa expressão de 'Elefante de Bicicleta' dá-se pelo fato de a China andar muito rápido, ou seja, crescer muito. E se parar, treme tudo, pois a China é hoje um país de muita influência. Mais uma vez por ser um país onde milhões de pessoas vivem abaixo da linha da miséria, a mão-de-obra barata proporciona 'condições' de muita produtividade.

China como o Elefante de Bicicleta
Essa produtividade só é possivel pois as pessoas necessitam dos empregos e não questionam suas condições. Dessa forma, são explorados para produzir muitos produtos, proncipalmente de tecnologia barata e com obsolescência planejada, o que a torna uma exportadora em potencial. Sendo assim, a China influencia diretamente o mercado mundial por sua potencialidade, e se parar, pode levar consigo toda a economia global - Interdependêcia.  

Conclusão
O mundo está cada vez mais ligado, as pessoas cada vez mais conectadas e os países, cada vez mais dependentes. Cada vez mais procuramos nos atualizar, nos modernizarmos, estarmos conectados com o que acontece, não somente ao nosso redor. Nosso desejo rege as forças do mercado, que investe cada vez mais em nos proporcionar o mundo em nossas próprias mãos. Vivemos em uma sociedade cada vez menos e mais MULTIligada do que nunca se registrara na história.