O ENFOQUE SISTÊMICO NA ADMINISTRAÇÃO

Na sociedade moderna aparecem problemas de natureza intrinsecamente complexa, causados pela interação de diferentes fatores, que nas décadas anteriores eram inexistentes, tais como: grandes concentrações urbanas, esgotamento de recursos naturais, transportes, ecologia, educação, evolução tecnológica avançada, catástrofes naturais ou causadas pelo homem, dentre outros. Tais aspectos constituem a complexidade da situação contemporânea para os administradores das organizações públicas e privadas, influenciando em suas decisões. Vale dizer que a ferramenta para enfrentar a complexidade consiste no enfoque sistêmico, também chamado de pensamento sistêmico. Esse novo pensamento possibilita:   Entender a multiplicidade e interdependência das causas e variáveis dos problemas complexos; Organizar soluções para problemas complexos. Como aponta MAXIMIANO (2000), o pensamento sistêmico complementa e integra teorias especializadas através de sua nova ótica, interpretação e soluções para enfrentar os problemas complexos. Vale lembrar que o enfoque da administração científica se preocupava mais com a eficiência fabril do que com o desempenho da organização. Todavia, a administração que focar em enfrentar

Roborando o assunto. Retomando as origens do pensamento sistêmico. O enfoque sistêmico é um sistema de idéias. como aponta MAXIMIANO (2000). interpretar e utilizar conhecimentos. mas também os efeitos dos fatores externos. Systems analysis and Project management.. que pode ser entendido como filosofia ou forma de produzir. em 1918. Adquirir uma visão holística (do grego holos. de acordo com o autor supramencionado. devido à interdependência de suas partes. Convém ressaltar que o enfoque sistêmico não surgiu após os outros. O enfoque sistêmico tem como base a idéia de sistema. KING R. dentre outras. que se organizam em três partes: entradas (elementos ou recursos físicos e abstratos que o sistema é constituído) processo (interligam os componentes e transformam os elementos de entrada em resultados) e saída (resultados do sistema. New York: McGraw Hill. Mary Parker imaginava um modelo holístico de gerência. sendo que a idéia de sistema vem dos gregos antigos. objetivos que o sistema pretende atingir ou efetivamente atinge). o administrador adquire uma visão integrada das organizações e do processo administrativo além de ser uma ferramenta para organizar sistemas que produzam resultados. David I. Convém citar outros pensadores que se destacaram por terem retomado a mesma proposição e desenvolvido novas linhas de pensamento que convergiram para o . como afirma MAXIMIANO (2000). Um sistema é um todo que funciona como todo. ambientais.aspectos de eficiência sem considerar as implicações da poluição. economia e biologia. irá estabelecer mais problemas ao invés de resolvê-los. que consiste: em um todo complexo ou organizado. qualquer sistema pode ser representado como um conjunto de elementos interdependentes. do processo administrativo e da qualidade total. Através do enfoque sistêmico. todo) de gerência incluía não apenas os indivíduos e os grupos. tais como a política. 1975). apontando a necessidade da “situação total” ser considerada pelos administradores. porém o enfoque sistêmico moderno teve suas origens na mesma época em que os pioneiros lançavam as fundações da administração científica. A fábrica é a representação concreta que mais facilmente ilustra um sistema. podendo ser aplicado em todas as áreas da atividade e do raciocínio humanos além de ser um método de resolver problemas e organizar conjuntos complexos de componentes. é um conjunto de partes ou elementos que formam um todo unitário ou complexo (CLERAND. do comportamento humano.

é preciso aprender a delimitar fronteiras de sistemas para entendê-los e manejá-los. Principal figura: Norbert Wiener. sendo que as três linhas de pensamento mais importante foram: Gestalt – Teoria da Forma: Desenvolvida a partir de 1912 na Alemanha. como aponto MAXIMIANO (2000).moderno enfoque sistêmico. Há duas idéias principais do enfoque sistêmico na administração: as organizações como sistemas e eficácia global. que considera qualquer objeto. Segundo MAXIMIANO (2000). A principal aplicação dessa idéia consiste no conceito de que todo sistema deve ser autocontrolado através de algum fluxo de informações que lhe permita manter constantemente o funcionamento desejado. Teoria Geral dos Sistemas: Desenvolvida na década de 1920 na Alemanhã. KAST. Idéia principal: as totalidades são formadas de partes interdependentes. As organizações que utilizam o enfoque sistêmico aprendem a “enxergar sistemas” e sua complexidade e para isso é necessário passar por um processo de educação para possuir capacidade de perceber os elementos da realidade como parte de sistemas. O objetivo dessa teoria consiste em classificar os sistemas segundo a maneira como seus componentes se organizam e identificar as “leis” ou padrões característicos de comportamento de cada categoria de sistemas (JOHNSON. pois sua idéia principal conduz a um raciocínio integrativo. Idéia principal: a natureza e o comportamento de um elemento são determinados pelo conjunto a que pertence. Principal figura: Max Wertheimer. Idéia principal: autocontrole dos sistemas. Para adquirir o pensamento sistêmico. esta teoria já é suficiente para induzir o enfoque sistêmico. evento ou sistema do ponto de vista do conjunto a que pertence. Principal figura: Ludwing Von Bertalanffy. 1973). fazer “recortes na realidade”. ROSENZWEIG. com base em informações sobre esse mesmo comportamento e sobre o objetivo que pretende atingir. . The theory and management of systems. Cibernética: Desenvolvida da década de 1940 nos Estados Unidos. um sistema pode controlar seu comportamento.

por sua vez. E. além do técnico e social. Antonio Cesar Amaru. Por exemplo. . de maneira a otimizar o sistema. a organização é constituída por um conjunto de pelo menos dois sistemas que se interligam. e devem apresentar resultados econômicos.Organizações como sistemas: uma organização é um sistema composto de elementos ou componentes interdependentes. etc. etc. 1946).). deixando em segundo plano. o sistema técnico (objetivos. que podem ter cada um seus próprios objetivos – esta idéia foi explorada por diversos autores.. isso só depende do observador. que corresponde ao desempenho do sistema na realização dos objetivos. clima. Teoria Geral Da Administração – Da Escola Científica à Competitividade na Economia Globalizada. TRIST. divisão do trabalho. São Paulo. os requisitos sociais e técnicos da tarefa são interdependentes. estrutura e normas e procedimentos. máquinas.) e o sistema social (relações sociais. emoções. F. motivação. Alcançar condições ideais.A. De acordo com Emery e Trist. Eficácia global: consiste num outro aspecto relevante do pensamento sistêmico. Socio-technical systems. E. L. Mariana Lorenzo Referência Bibliográfica: MAXIMIANO. é o objetivo do enfoque sistêmico (EMERY. cultura. Vale citar Emery e Trist. constituído por grupos formais. Por outro lado. A administração sistêmica. que segundo eles. atitudes. É possível imaginar outros sistemas além do social e do técnico. 2000. deixando as pessoas em segundo plano. a escola das relações humanas focaliza no sistema social. Vale lembrar que a administração científica tradicional enfatiza apenas a eficiência do sistema técnico. Editora Atlas S. abordando as organizações como sistemas sociotécnicos. sob a perspectiva do pensamento sistêmico. sentimentos.. pode-se incluir o sistema estrutural. A eficácia global dos sistemas enfatiza mais a eficiência à realização dos objetivos dos sistemas a eficiência das partes isoladas. a tarefa. oferece uma visão integrada. nessas três dimensões.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful