You are on page 1of 2
Resenha do RESENHA DO (Up in the Psicologia filme " AMOR SEM ESCALAS" FILME AMOR SEM ESCALAS Air, 2009), de Jason Reitman. Aplicada O filme Amor sem Escalas (Up in the Air, 2009), de Jason Reitman, retrata a vida de um executivo que tem a missão de demitir pessoas pelo país, o que faz com muita intensidade já que o serviço vive a cerca da crise econômica que afeta agressivamente os EUA. Ryan Bingham (George Clooney) exerce sua função com bastante habilidade e é co nsiderado pela empresa um dos melhores funcionários. Ele consegue manter-se alheio a realidade das pessoas que demite e os transtornos que um momento tão delicado c omo esse podem gerar são completamente indiferentes a ele, e por mais frio que pos sa parecer, devemos admitir que realmente desempenha com maior destreza sua tare fa. O personagem de Ryan Bingham, exímio vendedor, demonstra extrema competência interpe ssoal e inteligência emocional. Todos os aspectos negativos atrelados ao processo não o afetam em nada, ele não absorve nenhuma carga emocional, as ofensas e ameaças pa recem não ser direcionadas a ele, além disso, sabe agir de acordo com cada individuo , tento um raciocínio muito rápido e uma percepção incrível sobre como conduzir a situação de forma a amenizar o conflito, e muitas vezes, consegue dar nova perspectiva a vid a de algumas pessoas que demite. Sua vida é controlada pela total falta de comprom issos e o desprendimento em relação às interações humanas, mas tudo isso muda quando uma j ovem executiva tenta implementar um novo sistema na empresa e Ryan vê seu estilo d e vida ser ameaçado. Podemos perceber no filme o impacto que as mudanças organizacionais têm na vida dos funcionários, como até pessoas competentes e com prestígio dentro da empresa tem dific uldade em lidar com essa situação. Na realidade atual, devido a um ambiente de alta instabilidade econômica, o surgimento de novas tecnologias e a satisfação do cliente s e tornar cada vez mais difícil de se atingir, as organizações veem a necessidade de se mpre estar acompanhando as oscilações mercadológicas, mudando continuamente a fim de c riar um diferencial competitivo procurando maximizar a qualidade de seu produto/ serviço e minimizar seus custos operacionais. Em Amor sem Escalas esse cenário é bem retratado quando propõem a utilização de vídeo conferê cia para fazer as demissões e assim, diminuir estrondosamente os custos de viagens da empresa. A idéia é muito bem aceita pela diretoria, pois vem nela a maximização dos lucros, já o personagem principal é extremamente contra e relutante a novidade, muit o por questões pessoais, já que vai de encontro ao estilo de vida que tem como perfe ito, e da interferência em seu projeto de vida de juntar 1 milhão de milhas, além diss o acredita também que aquele modo não era a maneira mais adequada de se executar a t arefa que conhecia tão bem. De fato, apesar da grande economia que a empresa teria com adesão dessa nova ferra menta, a mudança não se mostrou eficiente, já que a empresa não avaliou todos os aspecto s envolvidos no serviço delicado que vendia que envolve uma questão emocional e de g rande impacto na vida das pessoas, e que poderia gerar as mais diversas reações nas pessoas demitidas. Optaram por uma mudança organizacional pensando exclusivamente no lucro, assim, foi mal planejada e consequentemente apresentou falhas, sendo q ue precisaram voltar ao modelo organizacional antigo. Postado por Administração com Etica às 10:56 Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar no Orkut Nenhum comentário: Postar um comentário Postagem mais antiga Início Assinar: Postar comentários (Atom) Arquivo do blog ? 2012 (7) ? Junho (4) Resenha do filme " AMOR SEM ESCALAS" Metas e Resultados - Educação das Emoções A Relação do Individuo Com a Organização Componentes