You are on page 1of 48

REDAÇÃO OFICIAL

(cf. o Manual de Redação da Presidência da República)

OBJETIVO DO CURSO APRESENTAR TEORIA E QUESTÕES DAS PRINCIPAIS BANCAS EXAMINADORAS (CESPE, FCC, FGV E CESGRANRIO).

1

EMENTA DO CURSO (cf. Manual de Redação da Presidência) Quatro módulos Módulo I Redação Oficial: conceito Características (atributos): impessoalidade, clareza, concisão, uniformidade e padrão culto de linguagem.

Módulo II Formas de tratamento: concordância, uniformidade de tratamento e emprego dos pronomes de tratamento, fechos para as comunicações e identificação do signatário.

2

Módulo III O padrão ofício: partes do documento e forma de diagramação.

Módulo IV Tipos de expedientes oficiais: aviso, ofício, memorando, exposição de motivos, mensagem, telegrama, fax e correio eletrônico.

3

SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDO Manual de Redação da Presidência da República (site da Presidência da República) Manual de Redação da Câmara dos Deputados (site da Câmara dos Deputados) KASPARY, Adalberto J. Redação oficial – normas e modelos. Editora: Edita, 2007. OLIVEIRA LIMA, A. Redação Oficial – teoria, modelos e exercícios. Editora: Impetus, 2003.

A REDAÇÃO OFICIAL NOS EDITAIS

Correspondência oficial (conforme Manual da Presidência da República e respectivas atualizações). Adequação da linguagem ao tipo de documento. Adequação do formato do texto ao gênero.

4

E a quem se dirigem os documentos oficiais? a) ao próprio Poder Público . 5 . b) a particulares. ou seja. O emissor dos expedientes oficiais é SEMPRE o serviço público.REDAÇÃO OFICIAL Aspectos gerais Conceito Segundo o Manual de Redação da Presidência da República. Exemplo: Conjunto de cidadãos ou instituições tratados de forma homogênea. o público). Exemplo: órgão público. redação oficial é “a maneira pela qual o Poder Público redige atos normativos e comunicações”.

(C) governamental. (FCC-2010/Sergipe Gás S.A. (E) estadual. (D) mercadológica. (D) mercadológica. (FCC-2010/Sergipe Gás S. (C) governamental. 6 . (E) estadual.A. (B) oficial.1.) A maneira pela qual o poder público redige atos normativos e comunicações denomina-se redação: (A) empresarial. 1.) A maneira pela qual o poder público redige atos normativos e comunicações denomina-se redação: (A) empresarial. (B) oficial.

é SEMPRE o serviço público. * Alguém que receba essa comunicação (receptor): o órgão público ou os cidadãos. * Algo a ser comunicado (mensagem): assuntos referentes às atribuições do órgão que comunica.O ato de comunicar ocorre com os seguintes elementos: O ato de comunicar ocorre com os seguintes elementos: * Alguém que comunique (emissor): em se tratando de documentos oficiais. 7 .

sempre concebidos de forma homogênea e impessoal. * Redação oficial é a maneira pela qual o Poder Público * O emissor dos expedientes oficiais é sempre o serviço público.o próprio Poder Público ou os particulares. Características (Atributos) da Redação Oficial I mpessoalidade C lareza U niformidade (formalidade e padronização) C oncisão U so do padrão culto de linguagem 8 . * Os destinatários das comunicações oficiais podem ser: .Sintetizando: redige atos normativos e comunicações.

ou a outro órgão público. Departamento. sempre concebido como público. Consequência: mantém-se a elaboração padronizada e uniforme dos expedientes oficiais. Sendo assim.Decorrências da impessoalidade a) Ausência de marcas individuais de quem comunica. Divisão ou Seção. A comunicação oficial pode ser dirigida a um cidadão. 9 . sempre haverá um destinatário concebido de forma homogênea e impessoal. O universo das comunicações oficiais se restringe a questões que dizem respeito ao interesse público. a comunicação oficial é sempre feita em nome do serviço público. b) impessoalidade de quem recebe a comunicação. ainda que as comunicações oficiais sejam redigidas em diferentes setores da Administração. c) caráter impessoal da mensagem tratada. Ainda que se trate de um expediente assinado por Chefe de determinada Secretaria. é natural que NÃO caiba qualquer caráter particular ou pessoal na mensagem tratada. Em ambos os casos.

(FCC-2009/TRT-7ª Região-Adaptada) É correto o que se afirma no período abaixo ? Um dos princípios da redação oficial é a impessoalidade na comunicação de determinado assunto. também impessoal. Gabarito: Certo. 10 .2. portanto. 2. considerando-se que ela é feita em nome do serviço público para um destinatário entendido como público. portanto. considerando-se que ela é feita em nome do serviço público para um destinatário entendido como público. também impessoal. (FCC-2009/TRT-7ª Região-Adaptada) É correto o que se afirma no período abaixo ? Um dos princípios da redação oficial é a impessoalidade na comunicação de determinado assunto.

A impessoalidade que deve caracterizar a redação oficial é percebida. 11 . julgue o item a seguir. o qual deve ser sempre concebido como homogêneo e impessoal. (CESPE/UnB-2010/ANEEL) Considerando a redação de correspondências oficiais. no tratamento que é dado ao destinatário. entre outros aspectos. seja ele um cidadão ou um órgão público.(CESPE/UnB-2010/ANEEL) Considerando a redação de correspondências oficiais. Gabarito: Certo. seja ele um cidadão ou um órgão público. o qual deve ser sempre concebido como homogêneo e impessoal. 3. A impessoalidade que deve caracterizar a redação oficial é percebida. julgue o item a seguir. entre outros aspectos. 3. no tratamento que é dado ao destinatário.

(CESPE/UnB-2009/TCU) Considerando a redação de correspondências oficiais. julgue o item a seguir. 12 . Apesar de nomear o emissor do texto pelo nome próprio. 4. o documento acima não fere o princípio da impessoalidade exigido nos documentos oficiais.

4. 13 . LINGUAGEM DOS ATOS E COMUNICAÇÕES OFICIAIS As comunicações que partem dos órgãos públicos devem ser compreendidas por todo e qualquer cidadão brasileiro. Como atingir esse objetivo? Evitando o uso de uma linguagem restrita a determinados grupos. os regionalismos vocabulares ou o jargão técnico. pois um texto marcado por expressões de circulação restrita. por exemplo. como a gíria. tem sua compreensão dificultada. Gabarito: Certo. Apesar de nomear o emissor do texto pelo nome próprio. o documento acima não fere o princípio da impessoalidade exigido nos documentos oficiais.

por sua finalidade de informar com o máximo de clareza e concisão. de acordo com o uso que dela se faça. compreende diferentes níveis. em um parecer jurídico. em uma carta a um amigo. podemos empregar determinado padrão de linguagem que incorpore expressões extremamente pessoais ou coloquiais. O mesmo ocorre com os textos oficiais: por seu caráter impessoal. 14 . há um padrão de linguagem que atende ao uso que se faz da língua. eles requerem o uso do padrão culto (escrito) da língua. assim como a língua falada. Em ambos os casos. cotidianas. a finalidade com que a empregamos. não é de se estranhar a presença do vocabulário técnico correspondente.A língua escrita. Por exemplo.

deve ser privilegiado em expedientes destinados a órgãos públicos. (CESPE/UnB-2011/Correios) Tendo em vista as normas que regem a redação de correspondências oficiais. julgue os itens seguintes.(CESPE/UnB-2011/Correios) Tendo em vista as normas que regem a redação de correspondências oficiais. 5. deve ser privilegiado em expedientes destinados a órgãos públicos. 15 . 5. julgue os itens seguintes. O emprego da linguagem técnica. O emprego da linguagem técnica. com a utilização de termos específicos de determinada área do conhecimento. com a utilização de termos específicos de determinada área do conhecimento. Gabarito: Errado.

a informação deve ser prestada com clareza e concisão. 6. Nas correspondências oficiais. a informação deve ser prestada com clareza e concisão. Gabarito: Certo. utilizando-se o padrão culto da linguagem. 16 . Nas correspondências oficiais.6. utilizando-se o padrão culto da linguagem.

o emprego da língua em sua modalidade formal decorre da necessidade de se informar algo o mais claramente possível. 7. o emprego dos termos técnicos próprios da área de que se trata. Na comunicação oficial. de maneira concisa e não pessoal. Gabarito: Errado. 7. Na comunicação oficial. sendo imprescindível. julgue o item a seguir. de maneira concisa e não pessoal. seja qual for o destinatário.(CESPE/UnB-2010/ANEEL) Considerando a redação de correspondências oficiais. sendo imprescindível. 17 . seja qual for o destinatário. o emprego da língua em sua modalidade formal decorre da necessidade de se informar algo o mais claramente possível. (CESPE/UnB-2010/ANEEL) Considerando a redação de correspondências oficiais. julgue o item a seguir. o emprego dos termos técnicos próprios da área de que se trata.

(CESPE/UnB-2010/Instituto Rio Branco) Julgue o item seguinte. por isso. Gabarito: Certo. por isso. (CESPE/UnB-2010/Instituto Rio Branco) Julgue o item seguinte. palavras incomuns ou desconhecidas devem ser evitadas mesmo quando o redator tem bom domínio da língua portuguesa. A redação da correspondência oficial deve-se pautar pela correção gramatical e pelo uso de linguagem clara. 8. palavras incomuns ou desconhecidas devem ser evitadas mesmo quando o redator tem bom domínio da língua portuguesa. acerca de correspondências oficiais. A redação da correspondência oficial deve-se pautar pela correção gramatical e pelo uso de linguagem clara. 8. acerca de correspondências oficiais. 18 .

das idiossincrasias linguísticas. permitindo.PADRÃO CULTO DA LÍNGUA O padrão culto é aquele que: a) respeita as regras da gramática formal. e que b) permite o emprego de um vocabulário comum ao conjunto dos usuários do idioma. morfológicas ou sintáticas regionais. por essa razão. que se atinja a pretendida compreensão por todos os cidadãos. dos modismos vocabulares. Importante! 1º) O padrão culto está acima das diferenças lexicais. 19 .

como todo jargão. o que existe é o uso do padrão culto nos atos e nas comunicações oficiais. Certos rebuscamentos acadêmicos. tampouco dos contorcionismos sintáticos e figuras de linguagem próprios da linguagem literária.2º) O uso do padrão culto não implica o emprego de linguagem rebuscada. e mesmo o vocabulário próprio a determinada área. sendo fundamental evitar seu uso indiscriminado. pois terá sempre sua compreensão limitada a determinado grupo. 20 . podemos concluir que não existe propriamente um “padrão oficial de linguagem”. A linguagem técnica deve ser empregada apenas em situações que a exijam. deve ser evitado. Dessa forma. são de difícil entendimento por quem não esteja familiarizado com eles. 3º) O jargão burocrático.

(D) nenhuma das afirmativas. O padrão culto da linguagem é estabelecido por seu uso específico nos atos e comunicações oficiais. A necessidade de se empregar o padrão culto da língua na redação oficial decorre tanto do caráter público dos atos emitidos quanto de sua qualidade. (C) I e II. tendo em vista tratar-se de uma variante da linguagem técnica. somente. É correto o que se afirma em: (A) I. 21 .9. (FCC-2009/TRT-7ª Região-Adaptada) Considere as afirmativas seguintes: I. somente. II. (B) II. que é informar os cidadãos com clareza e objetividade. com preferência por determinadas expressões e formas sintáticas.

É correto o que se afirma em: (A) I. julgue o item seguinte. (D) nenhuma das afirmativas. A necessidade de se empregar o padrão culto da língua na redação oficial decorre tanto do caráter público dos atos emitidos quanto de sua qualidade. que é informar os cidadãos com clareza e objetividade. 10. somente. (C) I e II. existe um padrão oficial de linguagem que deve ser usado na redação de correspondências oficiais. somente. (CESPE/UnB-2010/AGU) Acerca das correspondências oficiais. (B) II.II. 22 . Segundo o Manual de Redação da Presidência da República.

(CESPE/UnB-2010/AGU) Acerca das correspondências oficiais. julgue o item seguinte. 23 . Segundo o Manual de Redação da Presidência da República. 10. a respeito da redação de correspondência oficial. existe um padrão oficial de linguagem que deve ser usado na redação de correspondências oficiais. julgue os itens a seguir. (CESPE/UnB-2007/TCU) Com base na normatização de redação de documentos oficiais. e tomando como exemplo o modelo de ofício abaixo. Gabarito: Errado.

será obrigatório substituir o termo “em anexo” por anexa. será obrigatório substituir o termo “em anexo” por anexa. 11. 24 . Para respeitar as regras gramaticais do padrão de língua exigido em documentos oficiais. Para respeitar as regras gramaticais do padrão de língua exigido em documentos oficiais.11. Gabarito: Errado.

12. Por causa da continuidade do texto. Gabarito: Errado. integrando o fecho ao corpo do documento. integrando o fecho ao corpo do documento. o ponto final depois de “servidores” deve ser substituído por vírgula ou ponto e vírgula. o ponto final depois de “servidores” deve ser substituído por vírgula ou ponto e vírgula.12. Por causa da continuidade do texto. 25 .

(CESPE/UnB-2009/DETRAN-DF) Considerando que a mesóclise é desaconselhável em expedientes oficiais.13. é preferível iniciar período com a construção “Lhe enviaremos mais informações oportunamente” a iniciá-lo com a construção “Enviar-lhe-emos mais informações oportunamente”.(CESPE/UnB-2009/DETRAN-DF) Considerando que a mesóclise é desaconselhável em expedientes oficiais. Gabarito: Errado. 26 . é preferível iniciar período com a construção “Lhe enviaremos mais informações oportunamente” a iniciá-lo com a construção “Enviar-lhe-emos mais informações oportunamente”. 13.

pela concisão. de acordo com o Manual de Redação da Presidência da República. pelo que a realização de concurso público para provimento de vagas no Departamento de Polícia Federal consiste em benefício a toda a sociedade. que. pela formalidade e pela uniformidade. deve caracterizar-se pela impessoalidade. 27 . pelo emprego do padrão culto de linguagem.(CESPE/UnB-2012/Polícia Federal) Julgue os fragmentos contidos nos itens a seguir quanto à sua correção gramatical e à sua adequação para compor um documento oficial. 14. pela clareza. Cumpre destacar a necessidade de aumento do contingente policial e que é imperioso a ação desses indivíduos em âmbito nacional.

Gabarito: ERRADO. Convidamos Vossa Senhoria a participar do evento “Destaques do ano”. 28 . pelo que a realização de concurso público para provimento de vagas no Departamento de Polícia Federal consiste em benefício a toda a sociedade. Cumpre destacar a necessidade de aumento do contingente policial e que é imperioso a ação desses indivíduos em âmbito nacional. Por gentileza.14. em que será homenageado pelo belo e admirável trabalho realizado na Polícia Federal. Caro Senhor Perito Criminal. 15. confirme sua presença a fim de que possamos providenciar as honrarias de praxe.

Caro Senhor Perito Criminal. sob cuja responsabilidade está também a escolha do local do evento. 29 . não se manifestou até o momento. Gabarito: ERRADO. 16.15. em que será homenageado pelo belo e admirável trabalho realizado na Polícia Federal. Por gentileza. confirme sua presença a fim de que possamos providenciar as honrarias de praxe. O departamento que planejará o treinamento de pessoal para a execução de investigações e de operações policiais. Convidamos Vossa Senhoria a participar do evento “Destaques do ano”.

30 . Senhor Delegado. não se manifestou até o momento. O departamento que planejará o treinamento de pessoal para a execução de investigações e de operações policiais. a fim de fazer cumprir a lei vigente. Segue para divulgação os relatórios das investigações realizadas no órgão. sob cuja responsabilidade está também a escolha do local do evento.16. 17. Gabarito: CERTO.

Solicito a Vossa Senhoria a indicação de cinco agentes de polícia aptos a ministrar aulas de direção no curso de formação de agentes. Gabarito: ERRADO. está previsto para o segundo semestre deste ano. 31 . Segue para divulgação os relatórios das investigações realizadas no órgão. 18. Senhor Delegado. O início do curso.17. que será realizado na capital federal. a fim de fazer cumprir a lei vigente.

está previsto para o segundo semestre deste ano. Gabarito: CERTO. Solicito a Vossa Senhoria a indicação de cinco agentes de polícia aptos a ministrar aulas de direção no curso de formação de agentes. (Cesgranrio-2011/FINEP-Adaptada) Uma das características de um documento oficial bem redigido é o(a): (A) discurso acadêmico (B) jargão burocrático (C) padrão culto da língua (D) linguagem figurada (E) linguagem rebuscada 32 . 19. O início do curso.18. que será realizado na capital federal.

19. (Cesgranrio-2011/FINEP-Adaptada) Uma das características de um documento oficial bem redigido é o(a): (A) discurso acadêmico (B) jargão burocrático (C) padrão culto da língua (D) linguagem figurada (E) linguagem rebuscada 20. (B) A linguagem técnica deve ser empregada apenas em situações que a exijam. deve-se avaliar se ele será de fácil compreensão por seu destinatário. 33 . assinale a afirmativa INCORRETA. (C) Na revisão de um expediente. sendo de evitar o seu uso indiscriminado. (FGV-2008/Senado Federal) Com base no Manual de Redação da Presidência da República. nem dos contorcionismos sintáticos e figuras de linguagem próprios da língua literária. (A) De nenhuma forma o uso do padrão culto implica emprego de linguagem rebuscada.

independentemente do padrão culto nos atos e comunicações oficiais. independentemente do padrão culto nos atos e comunicações oficiais. (E) A necessidade de empregar determinado nível de linguagem nos atos e expedientes oficiais decorre. (E) A necessidade de empregar determinado nível de linguagem nos atos e expedientes oficiais decorre. (D) Existe adequadamente um “padrão oficial de linguagem”. de sua finalidade.(D) Existe adequadamente um “padrão oficial de linguagem”. de outro. de um lado. do próprio caráter público desses atos e comunicações. de sua finalidade. 34 . de outro. do próprio caráter público desses atos e comunicações. de um lado.

deve ser evitado. O jargão burocrático. II. De nenhuma forma o uso do padrão culto implica emprego de linguagem rebuscada. desde que não seja confundido com pobreza de expressão. Deve-se ter o cuidado. sendo de evitar o seu uso indiscriminado. de explicitá-los em comunicações encaminhadas a outros órgãos da administração em expedientes dirigidos aos cidadãos. analise as afirmativas a seguir: I. são de difícil entendimento por quem não esteja com eles familiarizado.21. (FGV-2010/CODESP) Com base no Manual de Redação da Presidência da República. Certos rebuscamentos acadêmicos. 35 . o que há é o uso do padrão culto nos atos e comunicações oficiais. Não existe propriamente um “padrão oficial de linguagem”. e mesmo o vocabulário próprio a determinada área. como todo jargão. pois terá sempre sua compreensão limitada. III. A linguagem técnica deve ser empregada apenas em situações que a exijam. O padrão culto nada tem contra a simplicidade de expressão. portanto.

(B) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. Assinale: (A) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas. (D) se nenhuma afirmativa estiver correta. (E) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.Assinale: (A) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas. (C) se todas as afirmativas estiverem corretas. (D) se nenhuma afirmativa estiver correta. (E) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. 36 . (C) se todas as afirmativas estiverem corretas. (B) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.

incorporam-se os jargões jurídicos. são requisitos do próprio Estado de Direito: é inaceitável que um texto legal não seja entendido pelos cidadãos. formalidade e uniformidade. Além disso. concisão. (C) se todos os itens estiverem corretos. (D) se somente o item II estiver correto. A transparência do sentido dos atos oficiais. uso do padrão culto de linguagem.22. (FGV-2008/Senado Federal) A respeito do Manual de Redação da Presidência da República. II. Assinale: (A) se somente o item I estiver correto. 37 . analise os itens a seguir: I. (B) se nenhum item estiver correto. A redação oficial deve caracterizar-se pela impessoalidade. bem como sua inteligibilidade. clareza.

Assinale: (A) se somente o item I estiver correto. CONCISÃO O que é um texto conciso? É aquele que transmite o máximo de informações com o mínimo de palavras. (D) se somente o item II estiver correto. (C) se todos os itens estiverem corretos. (B) se nenhum item estiver correto. 38 .

CLAREZA Claro é o texto que possibilita a imediata compreensão pelo leitor.Importante! O uso do padrão culto da linguagem em um texto oficial reduz o tempo despendido com sua revisão. 39 . É fundamental que o emissor tenha necessário tempo para revisar o texto após sua elaboração.

de modo a que poucas palavras possam trazer muita informação. que evita a duplicidade de interpretações que poderia decorrer de um tratamento pessoal dado ao texto. (FCC-2010/TRT-12ª Região) Ao se redigir um documento oficial. como a gíria e o jargão. 40 . não deixando dúvida quanto à significação do conjunto do texto. 23. por definição. de entendimento geral e. d) concisão. deve-se atentar para as seguintes recomendações: I. em princípio. Praticar a concisão e a clareza. b) uso do padrão culto da linguagem. que faz desaparecer do texto os excessos linguísticos que nada lhe acrescentam.A clareza depende dos seguintes fatores: a) impessoalidade. por meio de opiniões criativas e do posicionamento estritamente pessoal diante de uma questão. II. que possibilitam a imprescindível uniformidade dos textos. contrário a vocábulos de circulação restrita. c) formalidade e padronização. A comunicação oficial não exime o redator de manifestar claramente sua subjetividade.

(D) I e III. fazendo-se notar. (C) III. (E) II e III. por exemplo. (B) II. A formalidade da linguagem é uma característica imprescindível da redação oficial. fazendo-se notar. pela observância da norma culta e pelas formas protocolares de tratamento. A formalidade da linguagem é uma característica imprescindível da redação oficial. III. 41 . (C) III. Está correto o que consta APENAS em: (A) I. por exemplo. (B) II. (E) II e III. (D) I e III.III. pela observância da norma culta e pelas formas protocolares de tratamento. Está correto o que consta APENAS em: (A) I.

a possibilidade de interpretações equivocadas. associada ao princípio da finalidade.24. dispensando detalhes irrelevantes e evitando elementos de subjetividade. exige que a redação de um documento seja feita em nome do serviço público e tenha por objetivo o interesse geral dos cidadãos. 42 . está INCORRETA a afirmativa: (A) A concisão procura evitar excessos linguísticos que nada acrescentam ao objetivo imediato do documento a ser redigido. como na afirmativa: O Diretor informou ao seu secretário que os relatórios deveriam ser encaminhados a ele. (D) A linguagem empregada na correspondência oficial. não sendo permitido seu uso no interesse próprio ou de terceiros. (C) Clareza e precisão são importantes na comunicação oficial e devem ser empregados termos de conhecimento geral. inapropriados ao texto oficial. (FCC-2011/TRE-RN) Considerando-se as qualidades exigidas na redação de documentos oficiais. ainda que respeite a norma culta. principalmente. deve apresentar termos de acordo com a região e com requinte adequado à importância da função desempenhada pela autoridade a quem se dirige o documento. evitando-se. B) A impessoalidade.

ou seja. como cortesia e polidez. expressos na forma específica de tratamento. 43 . ou seja.(E) Textos oficiais devem ser redigidos de acordo com a formalidade. como cortesia e polidez. normas e padrões que devem ser respeitados com base na observância de princípios ditados pela civilidade. há certos procedimentos. (E) Textos oficiais devem ser redigidos de acordo com a formalidade. Gabarito: D. normas e padrões que devem ser respeitados com base na observância de princípios ditados pela civilidade. expressos na forma específica de tratamento. há certos procedimentos.

julgue o seguinte item. 44 . segundo o Manual de Redação da Presidência da República. concisão. 25. clareza. formalidade e uniformidade. uso do padrão culto da linguagem. pela impessoalidade. objetividade e uso do padrão culto da língua portuguesa o seguinte parágrafo em um documento oficial. Respeita os quesitos de clareza.(CESPE/UnB-2010/TCU) Considerando que a redação de documentos oficiais deve caracterizar-se.

45 .Gabarito: Errado. (CESPE/UnB-2009/TCU) Considerando a redação de correspondências oficiais. julgue o item a seguir.

26. Trechos com informações vagas. provocam falta de clareza e concisão. e com uso de tempo verbal de futuro. características estas que devem ser respeitadas nos documentos oficiais. como “e de outros decorrentes de aposentadorias e vacâncias”. como “deverá ser publicado” e “disporá sobre”. características estas que devem ser respeitadas nos documentos oficiais. Gabarito: Errado. como “deverá ser publicado” e “disporá sobre”. como “e de outros decorrentes de aposentadorias e vacâncias”. e com uso de tempo verbal de futuro. Trechos com informações vagas. provocam falta de clareza e concisão.26. 46 .

(Cesgranrio-2011/FINEP) O trecho abaixo foi extraído de um convite oficial. (Cesgranrio-2011/FINEP) O trecho abaixo foi extraído de um convite oficial.27. O trecho se distancia da redação oficial. pois: (A) contém erros ortográficos (B) tem traços de intimidade (C) apresenta pouca clareza (D) é repetitivo e prolixo (E) omite o endereço 47 . pois: (A) contém erros ortográficos (B) tem traços de intimidade (C) apresenta pouca clareza (D) é repetitivo e prolixo (E) omite o endereço 27. O trecho se distancia da redação oficial.

a clareza.28. 48 . a concisão e o paralelismo gramatical são qualidades necessárias à boa redação. a concisão e o paralelismo gramatical são qualidades necessárias à boa redação. (Cesgranrio-2006/PETROBRAS-Adaptada) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. I. A impessoalidade. I. 28. (Cesgranrio-2006/PETROBRAS-Adaptada) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. julgue o item a seguir. Gabarito: Certo. julgue o item a seguir. a clareza. A impessoalidade.