You are on page 1of 59

MÓDULO II Formas de tratamento: concordância, uniformidade de tratamento e emprego dos pronomes de tratamento, fechos para as comunicações e identificação do signatário

.

PRONOMES

DE Concordância

TRATAMENTO

Os pronomes de tratamento representam a 2ª pessoa do discurso (com quem se fala), porém toda a concordância deve ser feita com a 3ª pessoa (singular ou plural).

1

Exemplos: Vossa Excelência saístes com vossos assessores. Vossa Excelência saiu com seus assessores. Vossa Senhoria nomeareis o vosso substituto. Vossa Senhoria nomeará o seu substituto.

Gênero gramatical Deve coincidir com o sexo da pessoa a que se refere, e não com o substantivo que compõe a locução. Assim, se o destinatário do texto oficial pertencer ao sexo masculino, o correto será “Vossa Excelência está atarefado”, “Vossa Senhoria deve estar satisfeito”; se pertencer ao sexo feminino, “Vossa Excelência está atarefada”, “Vossa Senhoria deve estar satisfeita”.

2

Importante! Devemos usar o pronome VOSSA, quando nos dirigirmos diretamente à autoridade, e o pronome SUA, quando nos referirmos a ela. Exemplos: Vossa Excelência, Senhor Prefeito, discursou muito bem. – dirige-se ao prefeito. (“com quem se fala”) Sua Excelência, o prefeito, discursou muito bem. – refere-se ao prefeito. (“de quem se fala”)

UNIFORMIDADE DE TRATAMENTO A forma pronominal VOCÊ Refere-se à segunda pessoa do discurso (com quem se fala). Embora seja de segunda pessoa, tanto o verbo quanto o pronome (oblíquo, possessivo) devem ser correlacionados na terceira pessoa. Esse pronome é marca de informalidade do discurso.

3

Exemplos: Você conheces vossa necessidade. Você conhece sua necessidade. Se você chegar tarde, irei ao teu encontro. Se você chegar tarde, irei ao seu encontro.

O pronome TU Refere-se à segunda pessoa do discurso (com quem se fala). Nesse caso, tanto o verbo quanto o pronome (oblíquo, possessivo) devem ser correlacionados na segunda pessoa.

4

Exemplos: Tu conhece suas necessidades. Tu conheces tuas necessidades. Se tu chegar tarde, irei ao seu encontro. Se tu chegares tarde, irei ao teu encontro.

Verifique se o período a seguir está adequado quanto à uniformidade de tratamento: Se preferires, apresenta-me tua amiga.

5

a redação deve ser clara e precisa. Sendo assim. é preciso conhecer o emprego mais cerimonioso de Vossa Senhoria e Vossa Excelência. (FCC-2009/TRT-16ª Região) "A correspondência oficial não dispensa nem os protocolos de rigor que lhe são próprios." (Diogénes Moreyra. apresenta-me tua amiga. do verbo “preferir”. conforme ocorreu no período. No exemplo acima. marcado pela desinência número-pessoal “-s”. incoerências e quebras sintáticas. inédito) 6 . há o sujeito desinencial “tu”. 29.Verifique se o período a seguir está adequado quanto à uniformidade de tratamento: Se preferires. Quanto à disposição da matéria tratada. nem a máxima objetividade no tratamento do assunto em tela. Não cabendo o coloquialismo do tratamento na pessoa você. para os casos em que essas ou outras formas mais respeitadas se impõem. para que se evitem ambiguidades. por exemplo. o verbo “apresentar” e o pronome possessivo devem ser empregados em segunda pessoa.

antecipadamente. razão pela qual. seja a consideração. (D) Diga a Vossa Senhoria que estamos à espera de suas providências. deixamos-lhe aqui nosso profundo reconhecimento. meu caro senhor. que lhe dispensamos. 7 . ao nosso ver justos e precisados de toda a vossa atenção. adiaremos o simpósio para que não nos privemos de sua coordenação. (B) Sempre contaremos com os préstimos com que Vossa Senhoria nos tem honrado. (E) Esperamos que Vossa Senhoria sejais capaz de atender aos nossos reclamos. bem como das sugestões que certamente tereis a nos oferecer. Excelência.(A) Se preferires. das quais não nos cabe tratar com o seu adjunto . embora. (C) Vimos comunicar a Vossa Excelência que já se encontra à vossa disposição o relatório que nos incumbiste de providenciar há cerca de uma semana.grande.

grande. São de uso consagrado: 8 . que lhe dispensamos. (E) Esperamos que Vossa Senhoria sejais capaz de atender aos nossos reclamos. embora. das quais não nos cabe tratar com o seu adjunto .(D) Diga a Vossa Senhoria que estamos à espera de suas providências. ao nosso ver justos e precisados de toda a vossa atenção. EMPREGO DOS PRONOMES TRATAMENTO DE O emprego dos pronomes de tratamento obedece à tradição secular. meu caro senhor. Gabarito: B. seja a consideração.

Ministros dos Tribunais Superiores. Vossa Excelência. .Membros de Tribunais.Presidentes das Câmaras Legislativas Municipais.Prefeitos Municipais.Governadores e Vice-Governadores de Estado e do Distrito Federal. para as seguintes autoridades: a) do Poder Executivo. . 9 . . . .Vossa Excelência. .Deputados Estaduais e Distritais. .Ministros do Tribunal de Contas da União.Secretários-Executivos de Ministérios. .Vice-Presidente da República.Embaixadores. e . . .Conselheiros dos Tribunais de Contas Estaduais. c) do Poder Judiciário: .demais ocupantes de cargos de natureza especial. .Presidente da República. .Ministros de Estado. para as seguintes autoridades: b) do Poder Legislativo: .Auditores da Justiça Militar.Oficiais-Generais das Forças Armadas. . .Juízes.Deputados Federais e Senadores. . .Secretários de Estado dos Governos Estaduais.

seguido do cargo respectivo: . . .Senhor Juiz.Excelentíssimo Senhor Presidente do Supremo Tribunal Federal. . . .Excelentíssimo Senhor Presidente do Congresso Nacional. 10 .O vocativo a ser empregado em comunicações dirigidas aos Chefes de Poder é Excelentíssimo Senhor. As demais autoridades serão tratadas com o vocativo Senhor.Excelentíssimo Senhor Presidente da República.Senhor Governador. . seguido do cargo respectivo: .Senhor Ministro.Senhor Prefeito.Senhor Senador.

o endereçamento das comunicações dirigidas às autoridades tratadas por Vossa Excelência. está abolido o uso do tratamento Digníssimo (DD) às autoridades arroladas na lista anterior. 11 .No envelope. A dignidade é pressuposto para que se ocupe qualquer cargo público. sendo desnecessária sua repetida evocação. DF Cuidado! Em comunicações oficiais. terá a seguinte forma: A Sua Excelência o Senhor Fulano de Tal Ministro de Estado da Justiça 70064-900 – Brasília. DF A Sua Excelência o Senhor Senador Fulano de Tal Senado Federal 70165-900 – Brasília.

No envelope. É suficiente o uso do pronome de tratamento Senhor. PR Conclusão: Fica dispensado o emprego do superlativo ilustríssimo para as autoridades que recebem o tratamento de Vossa Senhoria e para particulares. 12 . no 123 12345-000 – Curitiba.Vossa Senhoria é empregado para as demais autoridades e para particulares. O vocativo adequado é: Senhor Fulano de Tal. deve constar do endereçamento: Ao Senhor Fulano de Tal Rua ABC.

Evite usá-lo indiscriminadamente. 13 . doutor não é forma de tratamento. especialmente os bacharéis em Direito e em Medicina. Nos demais casos. e sim título acadêmico.Importantíssimo! Segundo o Manual de Redação da Presidência da república. empregue-o apenas em comunicações dirigidas a pessoas que tenham tal grau por terem concluído curso universitário de doutorado. Como regra geral. o tratamento Senhor confere a desejada formalidade às comunicações. É costume designar por doutor os bacharéis.

(D) Presidentes das Câmaras de Vereadores. 14 . (B) Conselheiros dos Tribunais de Contas Estaduais. NÃO se deve usar Vossa Excelência para: (A) Embaixadores. (B) Conselheiros dos Tribunais de Contas Estaduais. (E) Vereadores. (D) Presidentes das Câmaras de Vereadores. (C) Prefeitos municipais. (FGV-2011/TRE-PA) Segundo o Manual de Redação da Presidência da República. (FGV-2011/TRE-PA) Segundo o Manual de Redação da Presidência da República. (C) Prefeitos municipais. NÃO se deve usar Vossa Excelência para: (A) Embaixadores. (E) Vereadores.30. 30. Gabarito: E.

(FGV-2011/TRE-PA) De acordo com o que rege o Manual de Redação da Presidência da República. em um envelope dirigido ao fictício juiz eleitoral Caio Mévio. o tratamento deve ser: (A) A Vossa Excelência o Senhor Caio Mévio (B) A Sua Excelência o Senhor Caio Mévio (C) A Sua Excelência o Juiz Caio Mévio (D) A Vossa Excelência o Juiz Caio Mévio (E) A Vossa Excelência o Sr. (FGV-2011/TRE-PA) De acordo com o que rege o Manual de Redação da Presidência da República. em um envelope dirigido ao fictício juiz eleitoral Caio Mévio. 15 . o tratamento deve ser: (A) A Vossa Excelência o Senhor Caio Mévio (B) A Sua Excelência o Senhor Caio Mévio (C) A Sua Excelência o Juiz Caio Mévio (D) A Vossa Excelência o Juiz Caio Mévio (E) A Vossa Excelência o Sr. Juiz Caio Mévio Gabarito: B. Juiz Caio Mévio 31.31.

Gabarito: Errados. 16 .32. I. no caso de ter sido escolhida a forma de tratamento "Vossa Excelência". II. usar o pronome "vosso". III. usar a expressão "Digníssimo Senhor" para o destinatário em posição hierárquica superior. (Cesgranrio-2010/BB-Adaptada) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. se o destinatário for mulher. no caso de ter sido escolhida a forma de tratamento "Vossa Excelência". III. (Cesgranrio-2010/BB-Adaptada) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. II. escolher a forma de tratamento "Vossa Senhoria". julgue os itens a seguir. usar o pronome "vosso". usar a expressão "Digníssimo Senhor" para o destinatário em posição hierárquica superior. I. se o destinatário for mulher. escolher a forma de tratamento "Vossa Senhoria". julgue os itens a seguir. 32.

III. e sim título acadêmico. Fica dispensado o emprego do superlativo Ilustríssimo para as autoridades que recebem o tratamento de Vossa Senhoria e para particulares. (B) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. às autoridades. (FGV-2011/TRE-PA) Analise as afirmativas a seguir: I. está abolido o uso do tratamento digníssimo (DD). Deve-se evitar usá-lo indiscriminadamente. É suficiente o uso do pronome de tratamento Senhor. (C) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. II. (E) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas. Como regra geral. (D) se todas as afirmativas estiverem corretas. A dignidade é pressuposto para que se ocupe qualquer cargo público. 17 . Doutor não é forma de tratamento.33. deve ser empregado apenas em comunicações dirigidas a pessoas que tenham tal grau por terem concluído curso universitário de doutorado. Assinale: (A) se nenhuma afirmativa estiver correta. sendo desnecessária sua repetida evocação. Em comunicações oficiais.

e sim título acadêmico. A dignidade é pressuposto para que se ocupe qualquer cargo público. Como regra geral.III. Em comunicações oficiais. Deve-se evitar usá-lo indiscriminadamente. É recomendável evitar expressões como “Tenho a honra de”. II. está abolido o uso do tratamento “digníssimo”. 34. analise as afirmativas a seguir: I. 18 . Doutor não é forma de tratamento. (D) se todas as afirmativas estiverem corretas. (B) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. (C) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. Gabarito: D. (FGV-2008/Senado Federal) Com base no Manual de Redação da Presidência da República. sendo desnecessária sua repetida evocação. é correto usar o vocativo “Excelentíssimo Senhor Senador”. Assinale: (A) se nenhuma afirmativa estiver correta. III. deve ser empregado apenas em comunicações dirigidas a pessoas que tenham tal grau por terem concluído curso universitário de doutorado. Em comunicações oficiais. (E) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.

(B) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas. (D) se nenhuma afirmativa estiver correta. (C) se todas as afirmativas estiverem corretas. Gabarito: A. (C) se todas as afirmativas estiverem corretas.Assinale: (A) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas. 19 . (B) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas. (E) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas. Assinale: (A) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas. (D) se nenhuma afirmativa estiver correta. (E) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.

são Vossa Santidade. em comunicações dirigidas a reitores de universidade. 20 . Vossa Eminência ou Vossa Eminência Reverendíssima. por força da tradição. Corresponde-lhe o vocativo: Eminentíssimo Senhor Cardeal. Os pronomes de tratamento para religiosos. ou Eminentíssimo e Reverendíssimo Senhor Cardeal. em comunicações aos Cardeais. em comunicações dirigidas ao Papa. Corresponde-lhe o vocativo: Magnífico Reitor. de acordo com a hierarquia eclesiástica. O vocativo correspondente é: Santíssimo Padre.A forma Vossa Magnificência é empregada.

Vossa Reverendíssima. Cônegos e superiores religiosos. O vocativo correspondente é: Excelentíssimo e Reverendíssimo Senhor Arcebispo.Vossa Excelência Reverendíssima é usado em comunicações dirigidas a Arcebispos e Bispos. Como vocativo. Reverendíssimo Cônego. 21 . emprega-se: Reverendíssimo Monsenhor. para Monsenhores. Excelentíssimo e Reverendíssimo Senhor Bispo.

Reverendíssimo Senhor Clérigo. clérigos e demais religiosos. 22 . O vocativo correspondente é: Reverendíssimo Senhor Sacerdote.Vossa Reverência é empregado em documentos oficiais encaminhados a sacerdotes.

23 .

24 .

tornando possível a montagem de tão importante peça que. Atenciosamente. em que um Diretor Cultural busca patrocínio para suas atividades. atrairá grande público. Dirijo-me a _______ para solicitar _______ atenção a nosso pedido.35. (FCC-2006/TRT-20ª Região) Considere o final de um pedido endereçado a um industrial. sem dúvida. Diretor do Grupo de Teatro Raios e Trovões A____________ Senhor Peri dos Montes Verdes Diretor-Presidente da Artefatos Quaisquer Nesta Cidade 25 .

.Sª. 26 . .sua – Vossa Senhoria. (B) S. (E) V. . (C) Sua Sª.As lacunas estão corretamente preenchidas.Sª. Exª.sua – Sua Senhoria. vossa – Sua Excelência. As lacunas estão corretamente preenchidas.Sª.vossa – Vossa Excelência.vossa – Vossa Senhoria.vossa – Vossa Excelência.sua – Sua Senhoria. (D) V. Exª. . (D) V. . por: (A) V. .sua – Vossa Senhoria. Exª. por: (A) V. Exª. (E) V.Sª. . (B) S. . respectivamente. respectivamente. (C) Sua Sª.vossa – Vossa Senhoria. Gabarito: D. vossa – Sua Excelência.

Exª. – vossa .Vossa Senhoria (C) Sua Sª.Vossa Senhoria Gabarito: A. 27 .36. – vossa . – sua . (FCC-2006/TRT-20ª Região) Se o convite estiver sendo enviado ao Prefeito de sua cidade.Sua Senhoria (E) a Sua Sª. . – vossa .Vossa Excelência (D) A Sua Sª.vossa . Sª.Vossa Excelência (D) A Sua Sª. .vossa .Vossa Senhoria (C) Sua Sª. – sua . – sua . Sª.Sua Excelência (B) V. Exª. – vossa . (FCC-2006/TRT-20ª Região) Se o convite estiver sendo enviado ao Prefeito de sua cidade. as lacunas estarão corretamente preenchidas por: (A) V.Sua Excelência (B) V. – sua . as lacunas estarão corretamente preenchidas por: (A) V.Sua Senhoria (E) a Sua Sª.Vossa Senhoria 36.

– sua – Vossa Excelência (D) a vós – sua – Sua Senhoria (E) a vós – vossa – Vossa Senhoria 28 . Esperamos contar com a _____ presença nesse evento. A ______ Senhor Leonardo Pataca. – sua – Sua Excelência (B) a V. considere o fragmento. – vossa – Sua Excelência (C) a V. (FCC-2005/TRT-24ª Região) Atenção: Para responder à questão. Exª. Se o convite estiver sendo enviado ao Presidente do Tribunal Superior do Trabalho. como parte de um convite enviado a uma Autoridade. Enviamos ______ o convite para a cerimônia de inauguração do nosso Espaço Cultural. no próximo sábado.37. Exª. as lacunas estarão corretamente preenchidas por: (A) a V. Exª. tão importante para nossa sociedade. transcrito abaixo.

– sua – Vossa Excelência (D) a vós – sua – Sua Senhoria (E) a vós – vossa – Vossa Senhoria Gabarito: A. – vossa – Sua Excelência (C) a V. Exª. Com relação à forma de endereçamento que deve constar no envelope de ofício ao general. e) Senhor General José da Rocha. Exª. d) Eminente Senhor General José da Rocha. b) Ilustríssimo Senhor General José da Rocha. (CESPE/UnB-2010/DPU) Suponha que o general José da Rocha seja assessor do Ministro da Defesa. c) A Sua Excelência o Senhor General José da Rocha. 29 .Se o convite estiver sendo enviado ao Presidente do Tribunal Superior do Trabalho. as lacunas estarão corretamente preenchidas por: (A) a V. assinale a opção correta: a) Excelentíssimo Assessor José da Rocha. – sua – Sua Excelência (B) a V. 38. Exª.

b) Ilustríssimo Senhor General José da Rocha. d) Eminente Senhor General José da Rocha. e) reitor de universidade. 39. assinale a opção correta: a) Excelentíssimo Assessor José da Rocha. b) insigne artista popular que tenha sido convidado para participar de espetáculo promovido pelo Estado. um: a) presidente de nação estrangeira. (CESPE/UnB-2010/DPU) Faz jus ao tratamento formal de magnífico. d) cardeal. Gabarito: C. c) ex-presidente da República. 30 . e) Senhor General José da Rocha. c) A Sua Excelência o Senhor General José da Rocha. em redações oficiais. Com relação à forma de endereçamento que deve constar no envelope de ofício ao general. (CESPE/UnB-2010/DPU) Suponha que o general José da Rocha seja assessor do Ministro da Defesa.38.

em redações oficiais. (CESPE/UnB-2009/DETRAN-DF) A respeito da redação de expediente. Gabarito: E. deverão ser empregados o vocativo "Senhora Senadora. d) cardeal." 31 . (CESPE/UnB-2010/DPU) Faz jus ao tratamento formal de magnífico. 40. e) reitor de universidade. b) insigne artista popular que tenha sido convidado para participar de espetáculo promovido pelo Estado. um: a) presidente de nação estrangeira. como se verifica no seguinte enunciado: "Vossa Excelência ficará satisfeita ao saber que foi indicada para presidir a sessão. devendo estar flexionados no feminino os adjetivos que se refiram à destinatária. c) ex-presidente da República." e o pronome de tratamento "Vossa Excelência".39. julgue o próximo item. Em ofício dirigido a uma senadora e cujo signatário seja um diretor de um órgão público.

(CESPE/UnB-2009/DETRAN-DF) A respeito da redação de expediente. o remetente." Gabarito: Certo. como se verifica no seguinte enunciado: "Vossa Excelência ficará satisfeita ao saber que foi indicada para presidir a sessão. devendo estar flexionados no feminino os adjetivos que se refiram à destinatária. julgue o próximo item. deverão ser empregados o vocativo "Senhora Senadora. Legislativo ou Judiciário. 41. 40. deve empregar o pronome de tratamento Vossa Excelência. 32 . quando a ele se dirigir. Em ofício dirigido a uma senadora e cujo signatário seja um diretor de um órgão público." e o pronome de tratamento "Vossa Excelência". (CESPE/UnB-2009/Fiscal-CE) No caso de o destinatário de expediente oficial ser uma alta autoridade do Poder Executivo.

o remetente. (A) Papa: Vossa Santidade. Gabarito: Certo. 33 . (Cesgranrio-2007/EPE) Assinale a correlação INCORRETA entre o cargo/título e o referido pronome de tratamento. (CESPE/UnB-2009/Fiscal-CE) No caso de o destinatário de expediente oficial ser uma alta autoridade do Poder Executivo. (E) Diretor de escola: Vossa Senhoria.41. (D) Príncipe: Vossa Majestade. (C) Senador: Vossa Excelência. deve empregar o pronome de tratamento Vossa Excelência. Legislativo ou Judiciário. (B) Reitor: Vossa Magnificência. quando a ele se dirigir. 42.

(Cesgranrio-2007/EPE) Assinale a correlação INCORRETA entre o cargo/título e o referido pronome de tratamento. (E) Diretor de escola: Vossa Senhoria. (C) Ministro de Estado e Reitor de Universidade. (Cesgranrio-2007/EPE) Assinale a opção em que o pronome pessoal de tratamento referente ao cargo NÃO deve ser abreviado. Gabarito: D. (D) Chefe de empresa e Prefeito. (E) Representante militar e Embaixador. (A) Presidente da República e Papa. (A) Papa: Vossa Santidade. (B) Reitor: Vossa Magnificência. 34 . (C) Senador: Vossa Excelência. (B) Cônsul e Deputado. 43.42. (D) Príncipe: Vossa Majestade.

I. Deve-se tratar o Governador por Vossa Excelência. (E) Representante militar e Embaixador. Gabarito: A. (B) Cônsul e Deputado. 44. (C) Ministro de Estado e Reitor de Universidade. (FGV-2010-CODEBA-Adaptada) Com base no Manual de Redação da Presidência da República. 35 .43. (Cesgranrio-2007/EPE) Assinale a opção em que o pronome pessoal de tratamento referente ao cargo NÃO deve ser abreviado. (A) Presidente da República e Papa. julgue o item a seguir. (D) Chefe de empresa e Prefeito.

a de saudar o destinatário. julgue o item a seguir. (FGV-2010-CODEBA-Adaptada) Com base no Manual de Redação da Presidência da República. I. Os modelos para fecho que vinham sendo utilizados foram regulados pela Portaria no 1 do Ministério da Justiça. que estabelecia quinze padrões. além da finalidade óbvia de arrematar o texto. 36 .44. de 1937. Gabarito: Certo. FECHOS PARA AS COMUNICAÇÕES O fecho das comunicações oficiais possui. Deve-se tratar o Governador por Vossa Excelência.

37 . b) para autoridades de mesma hierarquia ou de hierarquia inferior: Atenciosamente.Contudo. o Manual de Redação da Presidência da República estabelece o emprego de somente dois fechos diferentes para todas as modalidades de comunicação oficial: a) para autoridades superiores. com a finalidade de simplificá-los e uniformizá-los. inclusive o Presidente da República: Respeitosamente.

Sa. devidamente disciplinados no Manual de Redação do Ministério das Relações Exteriores. O fecho deverá caracterizar-se pela polidez. (FCC-2010/Banco do Brasil-Adaptada) A respeito dos padrões de redação de correspondências oficiais. I. que atendem a rito e tradição próprios. julgue o item a seguir.Importante! Ficam excluídas dessa fórmula as comunicações dirigidas a autoridades estrangeiras. como por exemplo: Agradeço a V. 45. 38 . a atenção dispensada.

I.45. (FCC-2010/Banco do Brasil-Adaptada) A respeito dos padrões de redação de correspondências oficiais. 39 . Sa. Gabarito: Errado. julgue o item a seguir. O fecho deve conter as expressões Respeitosamente ou Atenciosamente. de acordo com a autoridade a que se destina o documento. 46. I. como por exemplo: Agradeço a V. O fecho deverá caracterizar-se pela polidez. a atenção dispensada. (FCC-2010/DPE-SP-Adaptada) A respeito dos padrões de redação de correspondências oficiais. julgue o item a seguir.

julgue o item a seguir.46. O fecho deve conter as expressões Respeitosamente ou Atenciosamente. 40 . Gabarito: Certo. I. (CESPE/UnB-2007/TCU) Com base na normatização de redação de documentos oficiais. de acordo com a autoridade a que se destina o documento. e tomando como exemplo o modelo de ofício abaixo. julgue o item a seguir. (FCC-2010/DPE-SP-Adaptada) A respeito dos padrões de redação de correspondências oficiais. a respeito da redação de correspondência oficial.

47.47. recomenda-se substituir “Com os meus maiores respeitos e consideração” por Atenciosamente. 41 . como é o caso de diretores. recomenda-se substituir “Com os meus maiores respeitos e consideração” por Atenciosamente. No fecho de um ofício ou memorando entre autoridades de mesma hierarquia. Gabarito: Certo. No fecho de um ofício ou memorando entre autoridades de mesma hierarquia. como é o caso de diretores.

Gabarito: Errado. (CESPE/UnB-2010/ANEEL) O fecho das comunicações é obrigatório em qualquer tipo de documento oficial e restringe-se a apenas dois: Respeitosamente e Atenciosamente. 48. 42 . a depender da relação hierárquica existente entre o remetente e o destinatário.48. a depender da relação hierárquica existente entre o remetente e o destinatário. (CESPE/UnB-2010/ANEEL) O fecho das comunicações é obrigatório em qualquer tipo de documento oficial e restringe-se a apenas dois: Respeitosamente e Atenciosamente.

49. Gabarito: ERRADO. além do nome da pessoa que as expede. (CESPE/UnB-2012/Polícia Federal) Com relação ao formato e à linguagem das comunicações oficiais. As comunicações oficiais emitidas pelo presidente da República. 49. por chefes de poderes e por ministros de Estado devem apresentar ao final. o cargo ocupado por ela. As comunicações oficiais emitidas pelo presidente da República. 43 . julgue os itens que se seguem com base no Manual de Redação da Presidência da República. julgue os itens que se seguem com base no Manual de Redação da Presidência da República. além do nome da pessoa que as expede. o cargo ocupado por ela.(CESPE/UnB-2012/Polícia Federal) Com relação ao formato e à linguagem das comunicações oficiais. por chefes de poderes e por ministros de Estado devem apresentar ao final.

Tal regra. para autoridades de mesma hierarquia ou de hierarquia inferior. não é aplicável a comunicações dirigidas a autoridades estrangeiras. Gabarito: CERTO. no entanto. e Atenciosamente. para autoridades superiores. 44 . 50. O referido manual estabelece o emprego de dois fechos para comunicações oficiais: Respeitosamente. Tal regra. O referido manual estabelece o emprego de dois fechos para comunicações oficiais: Respeitosamente. não é aplicável a comunicações dirigidas a autoridades estrangeiras. e Atenciosamente.50. no entanto. para autoridades superiores. para autoridades de mesma hierarquia ou de hierarquia inferior.

É certo fechar o texto com "respeitosamente". I. julgue o item a seguir.51. julgue o item a seguir. (Cesgranrio-2010/Banco do Brasil) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. I. 45 . 51. Gabarito: Errado. para pessoas do mesmo nível hierárquico. (Cesgranrio-2010/Banco do Brasil) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. É certo fechar o texto com "respeitosamente". para pessoas do mesmo nível hierárquico.

e o cargo da autoridade que as expede. Exemplo: (espaço para assinatura) NOME Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República 46 . TODAS as demais comunicações oficiais devem trazer: o nome da autoridade que as expede.IDENTIFICAÇÃO DO SIGNATÁRIO Excluídas as comunicações assinadas pelo Presidente da República. É importante frisar que tanto o nome quanto o cargo da autoridade deve localizar-se abaixo do local de sua assinatura.

julgue o item a seguir.Importante! Em comunicação oficial expedida pelo Presidente da República. I. o espaço relativo à identificação deve conter apenas a assinatura. (FCC-2010/DPE-SP-Adaptada) A respeito dos padrões de redação de correspondências oficiais. 52. constando nome e cargo abaixo da assinatura. exceto se for o Presidente da República. Deve haver identificação do signatário. 47 .

(FCC-2010/DPE-SP-Adaptada) A respeito dos padrões de redação de correspondências oficiais. I. Deve haver identificação do signatário. julgue o item a seguir. e tomando como exemplo o modelo de ofício abaixo. Gabarito: Certo. exceto se for o Presidente da República.52. (CESPE/UnB-2007/TCU) Com base na normatização de redação de documentos oficiais. julgue o item a seguir. 48 . constando nome e cargo abaixo da assinatura.

na redação de documentos oficiais. como um ofício ou um memorando. como se verifica no exemplo. Apesar de a assinatura já identificar o signatário. Apesar de a assinatura já identificar o signatário. 53. como se verifica no exemplo. são obrigatórios também o nome e o cargo do signatário. são obrigatórios também o nome e o cargo do signatário. como um ofício ou um memorando. na redação de documentos oficiais. Gabarito: Certo.53. 49 .

Como medida de proteção aos servidores da Administração Pública. a identificação do signatário é facultativa nos expedientes oficiais. 54. a identificação do signatário é facultativa nos expedientes oficiais. Gabarito: Errado. 50 . Como medida de proteção aos servidores da Administração Pública.54.

o nome do cargo: CHEFE DO PODER EXECUTIVO FEDERAL. o espaço relativo à identificação deve conter: a) apenas a assinatura do presidente. na linha seguinte. o nome por extenso (Luís Inácio Lula da Silva). b) a assinatura do presidente.55. e) apenas a assinatura do presidente e. do nome por extenso (Luís Inácio Lula da Silva) e do cargo de PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. 51 . d) apenas a assinatura do presidente e. em linhas sucessivas. na linha seguinte. na linha seguinte. c) apenas a assinatura do presidente e. o nome do cargo: PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. (CESPE/UnB-2010/DPU) Em comunicação oficial expedida pelo Presidente da República.

na linha seguinte. 52 . É certo identificar o autor da correspondência com seu nome e cargo abaixo da assinatura. (Cesgranrio-2010/BB-Adaptada) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. o nome do cargo: PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.d) apenas a assinatura do presidente e. I. julgue o item a seguir. 56. e) apenas a assinatura do presidente e. o nome do cargo: CHEFE DO PODER EXECUTIVO FEDERAL. Gabarito: A. na linha seguinte.

53 . É certo identificar o autor da correspondência com seu nome e cargo abaixo da assinatura. (Cesgranrio-2006/EPE-Adaptada) Em relação à redação de correspondências oficiais.56. abaixo do local da assinatura. I. incluindo as assinadas pelo Presidente da República. devem trazer o nome e o cargo da autoridade que as expede. As comunicações oficiais. Gabarito: Certo. julgue o item a seguir. julgue o item abaixo. (Cesgranrio-2010/BB-Adaptada) Com relação às características estabelecidas para correspondências oficiais. 57. I.

julgue o item abaixo. As comunicações oficiais. (B) escolher a forma de tratamento "Vossa Senhoria". é certo: (A) usar o pronome "vosso". se o destinatário for mulher. 58. devem trazer o nome e o cargo da autoridade que as expede. I. (Cesgranrio-2010/Banco do Brasil) Em redações oficiais. no caso de ter sido escolhida a forma de tratamento "Vossa Excelência". abaixo do local da assinatura. Gabarito: Errado. (Cesgranrio-2006/EPE-Adaptada) Em relação à redação de correspondências oficiais. 54 . incluindo as assinadas pelo Presidente da República. (C) fechar o texto com "respeitosamente". para pessoas do mesmo nível hierárquico.57.

(D) usar a expressão "Digníssimo Senhor" para o destinatário em posição hierárquica superior. (E) identificar o autor da correspondência com seu nome e cargo abaixo da assinatura. (E) identificar o autor da correspondência com seu nome e cargo abaixo da assinatura.(D) usar a expressão "Digníssimo Senhor" para o destinatário em posição hierárquica superior. Gabarito: E. 55 .

III. Deve-se tratar o Governador por Vossa Excelência. Os modelos para fecho foram regulados pela Portaria nº 1 do Ministério da Justiça. deve-se usar Respeitosamente. O fecho das comunicações oficiais possui. além da finalidade óbvia de arrematar o texto. de 1937. a de saudar o destinatário. (FGV-2010-CODEBA) Com base no Manual de Redação da Presidência da República. que estabelece quinze padrões. Para o Presidente da República. II. 56 . analise as afirmativas a seguir: I.59.

Gabarito: A. (B) se todas as afirmativas estiverem corretas.Assinale: (A) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. 57 . Assinale: (A) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. (E) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. (C) se nenhuma afirmativa estiver correta. (C) se nenhuma afirmativa estiver correta. (E) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. (D) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas. (B) se todas as afirmativas estiverem corretas. (D) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.

60. os fechos para comunicação. (C) somente “cordialmente” e “respeitosamente”. são: (A) somente “atenciosamente” e “respeitosamente”. (FGV-2008/Senado Federal) Contemporaneamente. (E) somente “atenciosamente” e “cordialmente”. 58 . (B) preferencialmente “atenciosamente” e “cordialmente”. com base no Manual de Redação da Presidência da República. (D) preferencialmente “cordialmente” e “respeitosamente”.

59 . (E) somente “atenciosamente” e “cordialmente”.(D) preferencialmente “cordialmente” e “respeitosamente”. Gabarito: A.