You are on page 1of 6

LTD UM LOUCO TRABALHO

DIRIGIDO!!!!







ENCONTRO DE
MATEMÁTICA





















Professor: Judson Santos / Luciano Santos


Aluno(a): ____________________________________________________________________ nº _______________
Data: ________/________/2009


Polinômios Simétricos



Polinômio Lagrange






PROFESSORES
JUDSON SANTOS / LUCIANO SANTOS

POLINÔMIOS SIMÉTRICOS OU FÓRMULA DE NEWTON
I. Polinômios Simétricos

Um polinômio f, a duas variáveis x, y, é dito simétrico quando f(x, y) = f (y, x)
para todos os valores x, y.

Exemplos:
a) σ
1
= x + y e σ
2
= x · y, são evidentemente polinômios simétricos (chamados
polinômios simétricos elementares).

b) Os polinômios da forma S
n
= x
n
+ y
n
, com n ∈ N também são simétricos. Um
fato importante a ser observado é que um polinômio simétrico f(x, y) pode ser
representado como um polinômio em função de σ
1
e σ
2
. Vejamos:

Se S
n
= x
n
+ y
n
, n ∈ N, (n ≥ 2), então:
S
n
= x
n
+ y
n
= (x + y) (x
n–1
+ y
n–1
) – xy (x
n – 2
+ y
n – 2
) = σ
1
· S
n – 1
– σ
2
· S
n – 2
(n
≥ 2)
Mas,
S
0
= x
0
+ y
0
= 1 + 1 = 2
S
1
= x
1
+ y
1
= x + y = σ
1


Assim temos que:
S
0
= 2
S
1
= σ
1

S
2
= σ
1
· S
1
–σ
2
· S
0
= σ
1
· σ
1
–σ
2
· 2 = σ
1
2
– 2σ
2

S
3
= σ
1
· S
2
–σ
2
· S
1
= σ
1

1
2
– 2σ
2
) –σ
2
· σ
1
= σ
1
3
– 3σ
1
· σ
2

E daí usando a lei de recorrência S
n
= σ
1
S
n – 1
– σ
2
S
n – 2
(n ≥ 2) podemos
determinar S
n
em função de σ
1
e σ
2
para qualquer número natural n.
Agora para garantirmos a afirmação anterior que todo polinômio simétrico f(x,
y) pode ser representado como um polinômio em σ
1
e σ
2
observemos o
seguinte fato:

Num polinômio simétrico f(x, y) para os termos da forma a . x
K
. y
K
não temos
nenhum problema pois a · x
K
· y
K
= a(x · y)
K
= a · σ
2
K
. Agora com os termos da
forma b · x
i
· y
K
, com i < k devemos observar o seguinte fato: Como, por
hipótese, f(x, y) é simétrico se b · x
i
· y
k
, com i < k estiver presente em f(x, y)
temos que b · x
k
· y
i
também deve estar presente em f(x, y), visto que deve ser



satisfeita a condição f(x, y) = f(y, x). Assim se agruparmos os termos b · x
i
· y
k

+ b · x
k
· y
i

(i < k) temos que:

b · x
i
· y
k
+ b · x
k
· y
i
= b · x
i
· y
i
(x
k - i
+ y
k - i
) = b · σ
2
i
· S
k – i
,

mas como já mostramos anteriormente S
k – i

pode ser escrito como um
polinômio em σ
1
e σ
2
, pois k – i ∈ N, visto que i < k.




(Funções simétricas elementares a 3 variáveis)

Definido:
σ
1
= x + y + z
σ
2
= xy + xz + yz
σ
3
= x · y · z
S
n
= x
n
+ y
n
+ z
n
, com n ∈

N (n ≥ 2)


EXERCICIOS RESOLVIDOS

01)Mostre que:
a) S
n
= σ
1
· S
n – 1
–σ
2
· S
n – 2
+ σ
3
· S
n – 3
(n ≥ 3 , com n∈ N )

b) S
3
= σ
1
3
– 3σ
1
σ
2
+ 3σ
3


Resolução:
Observe inicialmente que:
x
n
+ y
n
+ z
n
= (x + y + z)(x
n – 1
+ y
n –1
+ z
n – 1
)–(xy + xz + yz)(x
n – 2
+ y
n – 2
+ z
n – 2
)
+ xyz (x
n – 3
+ y
n - 3
+ z
n – 3
)

e daí temos que:
S
n
= σ
1
· S
n – 1
–σ
2
· S
n – 2
+ σ
3
· S
n – 3
(n ≥ 3, com n ∈ N)

Agora temos que:
S
0
= x
0
+ y
0
+ z
0
= 1 + 1 + 1 = 3

S
1
= x + y + z = σ
1


S
2
= x
2
+ y
2
+ z
2
= (x + y + z)
2
– 2 (xy + xz + yz) = σ
1
2
– 2σ
2


Agora fazendo n = 3 temos na lei de recorrência S
n
= σ
1
· S
n – 1
–σ
2
· S
n – 2
+ σ
3

· S
n – 3
temos que:




S
3
= σ
1
· S
2
–σ
2
· S
1
+ σ
3
· S
0
= σ
1

1
2
– 2σ
2
) –σ
2
· σ
1
+ σ
3
· 3

S
3
= σ
1
3
– 3σ
1
· σ
2
+ 3σ
3


LISTA DE EXERCICIOS
01)
a)(OMRUSSIA)Fatore x
3
+ y
3
+ z
3
– 3xyz

b) Usando a fatoração obtida em (a), verifique a famosa desigualdade das
médias aritmética e geométrica. Se a, b, c ∈ R
+
então
3
3
a b c
abc
+ +
≤ e a
igualdade ocorre, se, e somente se, a = b = c.




02) Fatore (x + y + z)
3
– (x
3
+ y
3
+ z
3
)

03) Se x
1
e x
2
são as raízes da equação x
2
– 6x + 1 = 0 determine o valor de
x
1
5
+ x
2
5
.

04) Determine todas as soluções reais do sistema

3 3 3 4 4 4
1
1
x y z
x y z xyz x y z
+ + = ¦
´
+ + + = + + +
¹


05) Determine todas as raízes reais da equação abaixo:

4 4
272 6 x x − + =
06)Determine o coeficiente c do polinômio x
2
+ x + c tais que x
1
e x
2
são as
raízes que satisfaz a equação 1
2
2
2
2
1
3
2
2
3
1
− =
+
+
+ x
x
x
x

07)Calcule o valor de a є R tais que x
1
, x
2
e x
3
são as raízes do polinômio x
3
-
6x
2
+ ax + a que satisfaz a equação 0 ) 3 ( ) 3 ( ) 3 (
3
3
3
2
3
1
= − + − + − x x x

08)Se γ β α e , são as raízes da equação x
3
+ 3x
2
– 7x + 1 = 0. Determine o
valor de
3 3 3
γ + β + α +
4 4 4
γ + β + α
09)Mostre que se o sistema
2 2
3 3
x y a
x y b
x y c
+ = ¦
¦
+ =
´
¦
+ =
¹
tem solução, então a
3
– 3ab + 2c = 0
10)Determine as raízes reais da equação
5 5
33 3 x x − + = .




11)(Croácia-2001) Se 0 = + + z y x , simplifique
( )
4 4 4
7 7 7
z y x xyz
z y x
+ +
+ +

12) Dados a, b e c números reais positivos tais que
a b c
log b log c log a 0 + + = ,determine o valor de ( ) ( ) ( )
3 3 3
a b c
log b log c log a + + .

13)Se α, β e γ são números complexos tais que 1 α + β + γ = ,
2 2 2
3 α + β + γ = e
3 3 3
7 α + β + γ = , determine o valor de
21 21 21
α + β + γ .

14)(TREINAMENTO PARA IBEROAMERICANA – 2004)Sejam a, b, c e d
números reais tais que
d d e c c b b a a + + = + − = − + = − − = 21 45 21 45 , 21 45 , 21 45 .Calc
ule o valor de a.b.c.d .

15)(PERU/2001)A partir de
¦
¹
¦
´
¦
= + +
= + +
= + +
1
9
1
3 3 3
2 2 2
z y x
z y x
z y x
. O valor de
4 4 4
4
z y x + +
é igual a:
a) 1/33 b) 2/33 c) 4/33 d) 16/33 e) 64/33

16)(EUA – 1997)Os números reais α e β são tais que
¦
¹
¦
´
¦
= + + −
= − + −
0 11 5 3
0 17 5 3
2 3
2 3
β β β
α α α
.
Calcule α + β.

17)(O.M.ISRAEL – 1997)Determine as soluções reais da equação
3 4 13
4 4
= − + + x x

18)(HONG KONG – 1997)Se a, b e c são as raízes da equação x
3
– 2x
2
– 3x –
4 = 0. O valor da expressão
a c
a c
c b
c b
b a
b a


+


+


5 5 5 5 5 5
é igual a:
a) 180 b) 181 c) 182 d) 183 e) 184

19)(EUA)Se a, b e c são as raízes da equação x
3
– x
2
+ 2 = 0. Calcule:

a) a
2
+ b
2
+ c
2
b) a
3
+ b
3
+ c
3
c) a
4
+ b
4
+ c
4


20)Se x + y + z = 0, Calcule o valor da expressão
|
¹
|

\
|
+ + |
¹
|

\
|
+ +
|
¹
|

\
|
+ +
2 2 2 3 3 3
5 5 5
z y x z y x
z y x





21)(C.N – 87) A equação do 2º grau 0 2
2
= + − m x x , 0 < m , tem raízes
1
x e
2
x .
Se a x x
n n
= +
− − 2
2
2
1
e b x x
n n
= +
− − 1
2
1
1
, então
n n
x x
2 1
+ é igual a:
a) mb a + 2
b) ma b − 2
c) b ma 2 +
d) b ma 2 −
e) ( ) b a m 2 −

22)(C.N – 94) Os números a , b e c são inteiros não nulos , tais que :
¹
´
¦
= + +
= + +
0 c b 16 a 256
0 c b 12 a 144
, logo c . a 4 b
2
⋅ ⋅ − pode ser
(A) 151 (B) 152 (C) 153
(D) 154 (E) 155