You are on page 1of 55

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

GDT0864- DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA
Prof.ª M.Sc. Eng.ª Agr.ª Rosianne Thomé
GDT0864 - DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA

Aula 2
CONCEITOS EM FITOPATOLOGIA
Fonte: BLUM, L. E. B. Capítulo 1: Conceito em Fitopatologia. In: _______. Fitopatologia: O estudo das doenças de Plantas. 1ª ed. Brasília: Otimismo, 2006. p. 20-27. 2
GDT0864 - DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA

CONCEITOS
• O estudo e o entendimento sobre as doenças de plantas são importantíssimos para a produção agrícola (BLUM, 2006).

• ??Qual é a ciência que estuda as doenças de plantas??

• “F I T O P AT O L O G I A ”
3
GDT0864 - DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA

O que é "Fitopatologia" ?
Fito (phyton) = Planta Pato (pathos) = Doença Logia (logos) = Estudo

“CIÊNCIA QUE ESTUDA AS DOENÇAS QUE AFETAM AS PLANTAS”
Diagnose + Sintomatologia + Etiologia + + Epidemiologia + Controle

• ABRANGE

“REDUÇÃO DOS DANOS”
4
GDT0864 - DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA

Doença de Planta
• Alteração deletérias ou maléficas, de ordem bioquímica
(reações),

fisiológica (atividades vitais), citológica (células), histológica
ou morfológica (tecidos e órgãos) na planta.

ALTERAÇÕES

“SINTOMAS”

AGENTES CAUSAIS
5

GDT0864 - DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA

G. 2004 6 GDT0864 .Doença de Planta Podridão negra das crucíferas (Xanthomonas campestris pv.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . Campestris) Fonte: AGRIOS.. N.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .Agente Causal de Doença Agentes que causam as doenças AGENTES CAUSAIS BIÓTICOS ABIÓTICOS DOENÇAS INFECCIOSAS DOENÇAS NÃO INFECCIOSAS 7 GDT0864 .

Agente Causal de Doença BIÓTICOS = FITOPATÓGENOS • • • • • • • • ALGAS FUNGOS BACTÉRIAS FITOPLASMAS. VIRÓIDES NEMATÓIDES PROTOZOÁRIOS PLANTAS PARASITAS 8 GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . ESPIROPLASMAS VÍRUS.

Agente Causal Biótico A Corpo do fungo (Micélio) Fungo (Plasmopara lactucae-radicis) GDT0864 . N. G. 2004 9 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA Fonte: AGRIOS..

2004 10 .Agente Causal Biótico Bactérias (Xylella fastidiosa) Pierce’s da videira GDT0864 . N. G.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA Fonte: AGRIOS..

2004 11 ..DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA Fonte: AGRIOS. G.Agente Causal Biótico Vírus do Mosaico do Tabaco (Tobamovirus) Mosaico do tabaco GDT0864 . N.

) Lesões causadas por Nematóides Fonte: AGRIOS. G.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . N.. 2004 12 GDT0864 .Agente Causal Biótico Nematóide (Pratylenchus sp.

Agente Causal de Doença ABIÓTICOS Edáficos Climáticos pH Textura Falta ou excesso de nutrientes Falta ou excesso de chuvas Luminosidade Alta ou baixa Umidade do ar Alta ou baixa temperatura 13 GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .

Agente Causal Abiótico Climático Baixas temperaturas GDT0864 . 2004 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA Altas temperaturas 14 Fonte: AGRIOS. G. N..

. N. 2004 . G.Agente Causal Abiótico Climático Baixa Umidade do solo GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 15 Fonte: AGRIOS.

G.Agente Causal Abiótico Climático Excesso de umidade no solo GDT0864 . N.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 16 Fonte: AGRIOS. 2004 ..

2004 Deficiência de Molibdênio 17 GDT0864 ..Agente Causal Abiótico Edáfico Deficiência de Cálcio Fonte: AGRIOS.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . G. N.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . funcional ou morfológica se comparada às plantas sadias.Planta Doente • Planta que se apresenta em estado de anormalidade bioquímica. Ação deletéria. dinâmica e contínua AGENTE BIÓTICO AGENTE ABIÓTICO Anormalidades na Planta doente 18 GDT0864 .

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 19 Fonte: AGRIOS. G. N.Requeima da batata (Phytophthora infestans) PLANTA SADIA (RESISTENTE) X PLANTA DOENTE (SUSCETÍVEL) GDT0864 . 2004 ..

) Fonte: GOOGLE 20 GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . INJÚRIAS Injúria em folha de mamona causada por causa da alimentação de percevejo de renda (Corytucha sp. • Aplicações inadequadas de agrotóxicos. • Práticas agrícolas inadequadas. • Excesso em fatores ambientais. • Ferimentos provocados por implementos agrícolas e animais.Injúria em Planta • Fenômeno não infeccioso. geralmente estático e danoso à planta.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 21 . Fonte: GOOGLE GDT0864 .Injúria em Planta Galerias Injúria na superfície de folha de laranjeira causada pela larva do minador dos citros (Phyllocnistis citrella ).

bem como.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .Fitopatógeno e a Doença Como um fitopatógeno causa doença em plantas? • O fitopatógeno através de seus mecanismos de ataque. alterar o metabolismo e a morfologia da planta. pode degradar as substâncias de reserva e componentes morfológicos de defesa das plantas. destruir e bloquear tecidos fotossintetizantes e de transporte de fotoassimilados. 22 GDT0864 . interromper a absorção de água e nutrientes.

Fitopatógeno e a Doença Planta Fungo Fonte: GOOGLE 23 GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .

G.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA Fonte: AGRIOS.Fitopatógeno e a Doença Murcha de plantas de tomateiro infectadas com a bactéria vascular Ralstonia solanacearum.. GDT0864 . 2004 24 . N.

Fitopatógeno e Fitoparasita • Patógeno: Organismo ou entidade biológica capaz de exercer parasitismo e induzir doença em seu hospedeiro (planta). • Fitoparasita: Organismo que obtém seus nutrientes de uma planta viva. • Fitopatógeno: Agente biótico capaz instalar e causar doença em plantas.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . 25 GDT0864 .Patógeno. com prejuízos significantes para a hospedeira.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . 2004 26 GDT0864 .. G.Patógeno. N. Fitopatógeno e Fitoparasita Brusone Entidade biológica (Vírus) Organismo (Fungo) Mosaico Tobacco Mosaic Virus Magnaporthe grisea Fonte: AGRIOS.

Patógeno. Fitopatógeno e Fitoparasita Organismo que vive e se alimenta de outro organismo.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . PARASITAS Obrigatório Facultativo Endoparasita Ectoparasita 27 GDT0864 .

Parasita Obrigatório (Biotrófico) • Parasita que obrigatoriamente obtém seus nutrientes. 2004 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA Fonte: AGRIOS.. sobrevive e se multiplica em um hospedeiro vivo. Fonte: GOOGLE Nematóide das galhas 28 GDT0864 . N. G.

Parasita Facultativo (Necrotrófico) • Organismo que pode sobreviver. G..DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . N. Moko da banana (Ralstonia solanacearum) 29 GDT0864 . obter seus nutrientes e se Fonte: AGRIOS. 2004 multiplicar parasitando hospedeiros vivos ou colonizando saprofiticamente restos de plantas mortas.

Míldio da Videira (Plasmopara viticola) 30 GDT0864 . • A planta hospedeira pode sofrer a ação de um ou mais organismos fitopatogênicos em conjunto ou separadamente.Planta Hospedeira • É a planta que recebe.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . permite o estabelecimento e sofre um processo infeccioso compatível incitado pelo fitopatógeno.

Planta Hospedeira Ferrugem da Videira (Phakopsora euvitis) Mal das Folhas (Pseudocercospora vitis) 31 GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .

Círculo de Hospedeiras • É o conjunto de plantas hospedeiras que podem ser infectadas por um determinado fitopatógeno. 32 GDT0864 . • Fitopatógeno específicos são capazes de infectar uma ou poucas hospedeiras.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . • Fitopatógeno polífagos são capazes de infectar um grupo maior de plantas de diferentes espécies em mais de uma família.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . ervilhas. feijões Fonte: GOOGLE 33 GDT0864 .Círculo de Hospedeiras: Fitopatógeno específicos • Cercospora beticola • Peronospora manshurica – Mancha de Cercospora – Míldio em soja.

2007 34 GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .Círculo de Hospedeiras: Fitopatógeno polífagos • Colletotrichum gloeosporioides – Antracnose • Sclerotium rolfssi – Murcha-de-esclerócio 500 espécies Fonte: GOOGLE Fonte: Halfeld-Vieira.

G. 35 GDT0864 .. 2004 • É o processo que começa logo após a penetração e segue com a invasão ou colonização dos tecidos vegetais da hospedeira pelo fitopatógeno. N. Penetração entre as células Penetração dentro das células Fonte: AGRIOS.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .Infecção • É o estabelecimento e desenvolvimento de um fitoparasita entre ou dentro das células de uma planta hospedeira.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 36 . das plantas infectadas para as plantas sadias. através das mais diversas maneiras. G. N. Doença TRANSMITIDA de planta a planta PATÓGENOS Fonte: AGRIOS. 2004 Gomose em melancia causada Didymella bryoniae GDT0864 .Doença Infecciosa • Doença de planta causada por um FITOPATÓGENO que pode se estabelecer e propagar..

• São doenças causadas por fatores abióticos e não por fitopatógenos capazes de se disseminarem e penetrarem em outras plantas hospedeiras.Doença Não Infecciosa • Tipo de doença vegetal incapaz de ser transmitida de uma planta para outra devido a ausência de um fator biótico infeccioso apto a disseminar-se. 37 GDT0864 .DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .

. 2004 38 .Doença Não Infecciosa Doença NÃO TRANSMITIDA de planta a planta Fatores Ambientais PLANTAS SADIAS Stress Hídrico em Pimentão GDT0864 . N.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA Fonte: AGRIOS. G.

• Virulência: Termo usado para expressar os diferentes graus de patogenicidade apresentados por um patógeno. Virulência e Fitotoxemia • Patogenicidade: É a capacidade absoluta que um microrganismo parasita possui para causar doença. 39 GDT0864 . • Fitotoxemia: Fenômeno resultante da ação toxicogênica da saliva de insetos e ácaros nos tecidos da planta.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .Patogenicidade.

interrompendo o fluxo da seiva e o processo vegetativo. 40 Folhas mortas Pasto morto GDT0864 .Fitotoxemia Listas cloróticas Necrose Cigarrinha das Pastagens (Prosapia bicincta) Cigarrinha suga a seiva e inocula toxinas.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .

Fitopatologia Doença de planta Agente causal Agente causal biótico Agente causal abiótico Planta doente Parasita obrigatório Parasita Facultativo Planta hospedeira Doença infecciosa Doença não infecciosa ( ) Apresenta anomalias em funções. funções. 7. 11. ( ) Permite a penetração e a colonização de seus tecidos pelo fitopatógeno. ( ) Só sobrevive em uma planta hospedeira viva. ( ) Provoca o aparecimento de uma doença infecciosa na planta hospedeira. 6. 2.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . células. ( ) É transmitida da planta doente para a sadia. 3. 9. órgãos e tecidos da planta. órgãos e/ou tecidos quando comparada a planta sadia. ( ) Causa o aparecimento da doença na planta. ( ) Provoca o aparecimento de uma doença não infecciosa na planta hospedeira. 4.Vamos Tirar as Dúvidas?? • Faça a correspondência entre a 1ª e a 2ª coluna: 1. ( ) Não é transmitida da planta doente para a sadia. 41 GDT0864 . ( ) Estuda as doenças de plantas. 5. 8. ( ) Alterações danosas em reações. 10. ( ) Sobrevive em plantas vivas e em restos culturais.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 42 .gov. DE 20/11/1998 DISPOSITIVOS REFERENTES À DEFESA AGROPECUÁRIA Fonte: Ministério da Agricultura.agricultura. http://www.712.Aula 2: LEGISLAÇÃO LEI N° 9. Sistema de Consulta à Legislação (SISLEGIS). Pecuária e Abastecimento.br/legislacao GDT0864 .

em todo território nacional. • Idoneidade dos insumos e serviços usados na agropecuária. sob o princípio aglutinador da preservação ou melhoria da condição zoofitossanitária.O que é Defesa Agropecuária? • Estrutura formada de leis e ações que integram sistemas públicos e privados. e • Identidade. qualidade e segurança higiênico sanitária dos alimentos e demais produtos agropecuários. Fonte: Evaldo F. Vilela 43 GDT0864 . garantindo a: • Proteção da saúde animal e sanidade vegetal.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .

– IV .A idoneidade dos insumos e dos serviços utilizados na agropecuária.A saúde dos rebanhos animais. – III .Quais são os objetivos da Defesa Agropecuária? “Art.712.A sanidade das populações vegetais. 44 GDT0864 . 27-A”.A identidade e a segurança higiênico sanitária e tecnológica dos produtos agropecuários finais destinados aos consumidores.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . LEI N° 9. – II . de 20 de novembro de 1998” • São objetivos da Defesa Agropecuária assegurar: – I .

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .Vigilância e defesa sanitária animal. LEI N° 9. subprodutos e resíduos de valor econômico.Vigilância e defesa sanitária vegetal.Inspeção e classificação de produtos de origem animal.Atividades Permanentes desenvolvidas para garantir os objetivos da Defesa Agropecuária “Art. seus derivados.712. • III .Inspeção e classificação de produtos de origem vegetal. § 1°”. subprodutos e resíduos de valor econômico. de 20 de novembro de 1998” • I . 27-A.Fiscalização dos insumos e dos serviços usados nas atividades agropecuárias. • V . 45 GDT0864 . • IV . seus derivados. • II .

712. suas associações e técnicos que lhes prestam assistência. de 20 de novembro de 1998” • I .Quem participa da Defesa Agropecuária? “Art. CREA. • III . ADERR • II .Entidades gestoras de fundos organizados pelo setor privado para complementar as ações públicas no campo da defesa agropecuária. 28-A”. LEI N° 9.Serviços e instituições oficiais.Órgãos de fiscalização das categorias profissionais diretamente vinculadas à sanidade agropecuária.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 46 . CRMV • IV . FUNDECITRUS Promoção da saúde e ações de vigilância e defesa sanitária dos animais e vegetais GDT0864 . MAPA.Produtores e trabalhadores rurais.

Cadastro das casas de comércio de produtos de uso agronômico e veterinário. § 2°”.Inventário das populações animais e vegetais.Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Local ADERR “Art.Cadastro dos profissionais de sanidade atuantes.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA 47 . • IV . • II . GDT0864 . de 20 de novembro de 1998” • I .712.Controle de trânsito de animais e plantas. • III . • V . 28-A. LEI N° 9.Cadastro das propriedades.

Execução de campanhas de controle de doenças. LEI N° 9.Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Local “Art. • VIII .712.Participação em projetos de erradicação de doenças e pragas.Educação e vigilância sanitária.Inventário das doenças diagnosticadas.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . 48 GDT0864 . • X . • VII . • IX .Cadastro dos laboratórios de diagnósticos de doenças. de 20 de novembro de 1998” ADERR • VI . § 2°”. 28-A.

Coordenação das campanhas de controle e erradicação de pragas e doenças.Vigilância do trânsito interestadual de plantas e animais. • III . 28-A.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . • II . LEI N° 9. § 3°”.Manutenção dos informes nosográficos (Descrição das pragas e doenças).712.Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Intermediária ADERR “Art. de 20 de novembro de 1998” • I . 49 GDT0864 .

• VI . 28-A. de 20 de novembro de 1998” ADERR • IV . 50 GDT0864 .Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Intermediária “Art.712. LEI N° 9.Coordenação das ações de epidemiologia. • V .controle de rede de diagnóstico e dos profissionais de sanidade credenciados.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . § 3°”.Coordenação das ações de educação sanitária.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . 51 GDT0864 . 28-A. • II . • III .Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Central e Superior MAPA “Art.712. aeroportos e postos de fronteira internacionais. de 20 de novembro de 1998” • I . LEI N° 9.A fixação de normas referentes a campanhas de controle e erradicação de pragas e doenças. § 4°”.A vigilância de portos.A aprovação dos métodos de diagnóstico e dos produtos de uso veterinário e agronômico.

Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Central e Superior “Art.A avaliação das ações desenvolvidas nas instâncias locais e intermediárias do sistema unificado de atenção à sanidade agropecuária. 28-A. LEI N° 9. 52 GDT0864 .A manutenção do sistema de informações epidemiológicas.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . de 20 de novembro de 1998” MAPA • IV . • V .712. § 4°”.

A representação do País nos fóruns internacionais que tratam da defesa agropecuária.Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Central e Superior MAPA “Art.A realização de estudos de epidemiologia e de apoio ao desenvolvimento do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . • VII . 53 GDT0864 . § 4°”. de 20 de novembro de 1998” • VI . LEI N° 9. 28-A.712.

§ 4°”.A cooperação técnica às outras instâncias do Sistema Unificado. 28-A. • IX .A manutenção do Código de Defesa Agropecuária. de 20 de novembro de 1998” MAPA • VIII .712.A coordenação do Sistema Unificado. • X .O aprimoramento do Sistema Unificado.DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA . 54 GDT0864 . • XI .Atividades de Defesa Agropecuária desenvolvidas na Instância Central e Superior “Art. LEI N° 9.

DEFESA SANITÁRIA AGROPECUÁRIA .OBRIGADA E ATÉ A PRÓXIMA AULA! Fonte: GOOGLE 55 GDT0864 .