You are on page 1of 3

O estudo da teoria de Antoine Culioli expressa grandes dificuldades no que trata do acesso de materiais (um problema específico, mas não

exclusivo do Brasil, os textos de Culioli até hoje não receberam uma edição e uma tradução para o vernáculo, o que torna seu conhecimento restrito a círculos de pesquisadores bem específicos, que gozem de um domínio da língua francesa e das particularidades técnicas do estilo culioliano) e na quase inexistência de uma apresentação de conjunto feita pelo próprio autor. Como se sabe a maior parte da produção de Culioli foi, por um grande período, esparsa, tendo em vista que se compõe (a parte publicada) por uma série de artigos publicados em diversos revistas, periódicos e anais de encontros acadêmicos desde os anos de 1960 até os dias atuais. Este caráter quase fragmentário de sua produção dificultou a divulgação de seu modelo das “operações enunciativas”, fato que só começou a ser revertido com a coletânea de artigos em três volumes intitulada Pour une linguistique de l’énonciation (1990-1999), organizada por Janine Bouscaren, em colaboração de Jean-Luc Duchet, Denis Paillard, Sarah de Vogüé e Jean-Jacques Franckel, estes últimos, alunos de Antoine Culioli. No prefácio ao terceiro volume de PLG, Culioli esclarece os argumentos para não publicar uma obra de conjunto:
I. La première question que l’on peut se poser est : pourquoi encore des articles, et non pas l’ouvrage de synthèse qui permettrait au lecteur d’avoir la version définitive de cette entreprise ? La réponse est simple: 1) parce qu’il n’y a pas de version définitive ; 2) parce que la construction de problèmes (et de solutions raisonnées) se trouve plus à l’aise dans un réseau d’articles que dans un ouvrage qui au- rait Ia prétention de fournir un tout constítué (même si l’on ajoute, avec une modestie feinte, que tout cela n’est que provisoire) ; 3) enfin, l’expérience m’a enseigné que les hypothèses se figent vite en certitudes, les opérations en procédures d’étiquetage, bref que l’esprit, c’est-à-dire l’inquiétude et la curiosité, abandonne vite une entreprise, quand l’impatience d’aboutir l’emporte sur Ia rationalité patiente (surtout quand cette rationalité n’écarte pas les phénomènes qui pourraient la

3) Finalmente. limitam o pensamento. esquemas e gráficos. quando o peso da impaciência supera a racionalidade paciente (especialmente quando a racionalidade não exclui os fenômenos que possam interferir.gêner. as operações baseadas na rotulagem. au contraire. tenta levar em conta a sua complexidade) – Tradução livre. 1995. Outra grande vantagem deste é que o seminário revela um excelente pedagogo com uma classe em que nem todos estavam familiarizados com a gênese da teoria que era apresentada. se ajunta com a modéstia fingida. ou seja. mas. all terminology and procedures benefiting from explanations replete with images and graphic examples2 (LIDDLE. A primeira pergunta que se poderia fazer é: por que mesmo os artigos. Dentre as produções de Culioli. a experiência me ensinou que as hipóteses que se engessam em certezas. organizadas com simplicidade. além disto. Este texto demonstra-se ainda mais interessante pelo fato de sistematizar as matérias relativas à teoria das operações enunciativas. no Departamento de Estudos Linguísticos da Universidade de Paris 7. 05). lts other great advantage is that the seminar matches an outstanding pedagogue with a class not all of whose members are familiar with the genesis of the theory being taught. p. s’efforce de prendre en compte leur complexité)1 (CULIOLI. logo abandonando a investigação. mais. ofertando ao leitor um panorama claro e pontual do modelo linguístico culioliano. 1 I. 5).1999. 2) porque a contrução de problemas (e as soluções razoáveis) se encontra mais acomodável em uma rede de artigos do que em um trabalho que tenha a pretensão de oferecer um todo acabado (mesmo. toda terminologia e procedimentos são beneficiados com explicações repletas de figuras. ao contrário. 2 Este trabalho é a melhor síntese do pensamento de Culioli sobre as operações enunciativas e predicativas. The lectures are therefore simply structured. a ansiedade e a curiosidade. As lições são. que tudo isso é apenas temporário). e não uma obra de síntese que permita ao leitor ter uma visão definitiva desta problemática? A resposta é simples: 1) porque não existe uma versão definitiva. a que apresenta um caráter mais programático de sua teoria é a transcrição do seminário de doutoramento ministrado por este entre os anos de 1983 e 1984. Michel Liddle: This work is the best synthesis of Culioli’s thoughts on the linguistics of enunciative and predicative operations. Conforme descreve o editor inglês. . p.