You are on page 1of 4

Ecossistemas aquáticos e seus organismos

• • • •    

Características do meio Adaptações dos organismos ao meio aquático Habitats disponíveis no meio aquático Classificação de organismos

Características específicas do meio aquático Produtores primários “diluídos”´.

Limitação na produtividade primária e no tamanho e abundância dos organismos produtores. Oceanos são desertos aquáticos. Costa e regiões de ressurgência são mais produtivas, mas não alcançam os ecossistemas terrestres. Limite de espaço na distribuição dos organismos, devido a falta de luminosidade nas camadas profundas. Zona fótica. Na zona afótica, há dependência da caída de partículas. A pesar da viscosidade e da densidade da água (775 x a do ar!!) o meio aquático é uma excelente via de transporte! Excrementos são lavados, transporta nutrientes, dispersa larvas, disponibiliza alimentos de fácil acesso (filtradores).

     

Capacidade de solubilização dos compostos orgânicos e inorgânicos permite que os autotrofos absorvam nutrientes pela superfície do corpo. Existência de gradientes verticais e as vezes horizontais de características físicoquímica. Explica a distribuição desigual de nutrientes e de organismos. Teor de sais na água determina as adaptações dos organismos no que diz respeito a regulação osmótica. Organismos de água doce possuem meio interno hiperosmótico em relação à agua. Assim desenvolvem mecanismos para assegurar o sal. Nos organismos marinhos, há mecanismos para não perder água. Adaptações ao meio físico envolvem modificações dos fluxos que atravessam superfícies bem como o ajuste metabólico com as condições externas do ambiente. Enquanto organismos aquáticos não tem perigo de dessecar, organismos terrestres evitam a perda de água, concentrando sais e substâncias nitrogenadas na urina. Relações osmóticas nos organismos aquáticos, funcionam de acordo com a salinidade do meio ambiente. Assim organismos de água doce são hipertônicos em relação ao meio e marinhos são hipotônicos. Estes últimos precisam eliminar sal ativamente enquanto os primeiros retêm sais enquanto eliminam água.

Formas hidrodinâmicas. Inclui: – Bactérias.   Peixes cartilaginosos produzem e retém uréia no sangue. Espécies são identificadas de acordo com a classificação binomial desenvolvida por Carolus Linnaeus in 1735.São organismos uni-celulares e sem núcleo. como forma de atingir o equilibro osmótico a entrada de água. Para eliminar nitrogênio consumido em excesso principalmente pelos carnívoros os organismos aquáticos excretam amônia na água. peixes. mas não é suficiente para a fotossíntese. Algas verde azuladas (cianoficeas) . medusas. Como para todos os outros organismos vivos. Classificação dos organismos • Reino Monera . – – Na zona fótica há suficiente luz para a fotossíntese. Na zona afótica não há luz provinda de camadas superiores. • Ecologia é o estudo das inter-relações entre o meio físico e a biota em um determinado meio ambiente. ele vai tomando contato com água com maior teor de oxigênio. • Na linha vertical. como as baleias azuis.que são muito importantes porque • • – Decompõem plantas e animais mortos. que permite que a água e o sangue nunca chegem a um equilibro. Na zona disfótica há ainda um pouco de luz.que são importantes porque: . Transporte de oxigênio pelas branquias no sistema contracorrente. retornando nutrientes para a água. segue regras físicas de movimento nos fluídos. que reflete a importancia da luz para os organismos aquáticos. Os ecossistemas aquáticos possuem uma tremenda diversidade de organismos vivos. Transporte do organismos. podendo excretar o sal. que variam desde as microscópicas bactérias até os maiores animais da terra. leves. estes seres podem ser organizados em grupos taxonômicos. a medida que o sangue extrai oxigênio da água. existe a classificação das zonas de penetração da luz. Desta forma alguns animais aquáticos possuem concentrações de O2 quase iguais que o meio ambiente. São consumidas por animais muito pequenos. etc.

São críricos para a cadeia alimentar são importantes nos sedimentos. Inclui plantas e animais. Nécton e Bentos • Contudo. de caráter mais ecológico. São os mais comuns: foraminifera. os cientistas de ecossistemas aquáticos optam freqüentemente por outra classificação. dinoflagelados. São restritas a regiões de pouca profundidade. Reino Metaphytae .• • Podem utilizar amônio and nitrogênio para realizar fotossíntese. – • • Reino Fungi .São uni-celulares e possuem núcleo verdadeiro. a pesar da classificação com base taxonômica. bem como intermediários.Saõ importantes agentes decompositores. Grupo diverso que inclui invertebrados e vertebrados. Os maiores grupos são: – – – Plâncton Nécton Bentos . os cientistas de ecossistemas aquáticos optam freqüentemente por outra classificação. Os maiores grupos são: Plâncton.São plantas superiores associadas ao substrato ou ao fundo.São animais multicelulares. • Contudo. • Reino Protista . de caráter mais ecológico. flagelados. que categoriza a biota de acordo com o seu estilo de vida. Tem importante função na solidificação de arrecifes de corais. coccolitoforos e diatomáceas. Inclui – – – Gramíneas marinhas Marismas e pântanos costeiros Manguezais Reino Metazoa . que categoriza a biota de acordo com o seu estilo de vida.

Podem ser divididos. A pesar de conveniente. nadadores ativos. capazes de ir contra a corrente. a maior parte dos organismos bentônicos. Este grupo inclui plantas e animais. são reconhecidos por estar sempre flutuando e sendo carregados pelas correntes da água. Por exemplo. o estilo de vida de uma espécie pode mudar ao longo do seu desenvolvimento. Já animais bentônicos ocorrem em qualquer profundidade. como estrelas de mar.• Plâncton são organismos vegetais e animais que não tem muita capacidade de natação. Infauna vive dentro do sedimento. Por exemplo. caranguejos e caramujos. Plantas bentônicas são restritas a águas rasas. Inclui vários grupos. Inclui: – – Fitoplâncton (plantas) Zooplâncton (animais) • Nécton são animais. possuem estádios larvais planctônicos . como: – – – – Mamíferos Peixes Lulas Répteis Aves • O bentos inclui organismos que vivem dentro ou sobre o fundo ou substrato. esta classificação de plâncton. (Endofauna) cavadores. ou de organismos nectónicos. bentos e nécton tem algumas complicações. como peixes e lulas. devido aos requerimentos de luz solar para a fotossíntese. em – – – Epiflora or epifauna vivem sobre o substrato.