Estruturas de Concreto I Prof.

Geraldo Barros

1 Transmissão de Cargas 2 Capacidade de Carga do Solo
2.1 Amostrador de Ensaio SPT 2.2 Valores Empíricos

5 Sapatas Quadradas
5.1 Momento Atuante 5.2 Altura da Sapata 5.3 Verificação da Punção 5.4 Armadura 5.5 Detalhamento

3 Blocos de Concreto Simples 4 Sapatas de Concreto Armado
4.1 Sapata Rígida 4.2 Sapata Flexível

6 Sapatas Retangulares
6.1 Momentos Atuantes 6.2 Verificação da Punção

Prof. Geraldo Barros

compacta Areia grossa fofa e areia fina compacta Areia fina fofa Argila dura Argila média Argila mole ou muito mole e aterros p=5 kg/cm2 p=3 kg/cm2 p=2 kg/cm2 p=1 kg/cm2 p=3 kg/cm2 p=1 kg/cm2 estudos especiais ou experiência local Prof. Geraldo Barros 2. Areia grossa. Geraldo Barros .2 Valores empíricos (para ante-projeto) Pedregulhos compactos e misturas compactas de areia e pedregulho Pedregulhos fofos e mistura de areia e pedregulho.Prof.1 Amostrador de ensaio SPT (Standart Penetration Test) 2.

n Trabalho à flexão nas duas direções.S = B= N p S h = 0 . não apresentando ruptura por tração diagonal.b ) S = área do bloco N = carga atuante B = cada um dos lados (bloco h = altura do bloco b = menor dimensão do pilar quadrado) Refazer o cálculo com o acréscimo do peso próprio ou Prof.ap 3 h altura da sapata a e ap dimensão da sapata e do pilar em uma determinada dimensão Comportamento Estrutural: n Pode-se admitir plana a distribuição de tensões normais no contato sapataterreno. 4. n Trabalho ao cisalhamento também em duas direções. Prof.5 ( B .05.1 Sapata Rígida h³ a . Geraldo Barros multiplicar N por 1. Geraldo Barros .

Geraldo Barros B S = B= N p S b b B 5. n Trabalho à flexão nas duas direções. Geraldo Barros .2 Altura da Sapata – h h d = K II Md b h = d + 4cm Prof. Prof.2 Sapata Flexível h< a .÷ 4 è 3 2ø B/3 M M B = lado da sapata b = menor lado do pilar 5.ap 3 Comportamento Estrutural: n A distribuição plana de tensões normais no contato sapata-terreno deve ser revista.4.1 Momento Atuante – M M= N æB bö ç . n Trabalho ao cisalhamento que pode ser descrito pelo fenômeno da punção.

Geraldo Barros 5.3 Verificação da Punção f ck Nd < 4 d (d + b ) 1.B 5. Geraldo Barros .5 Detalhamento Prof.4 Armadura – As Md As = ´d B/3 M M h Prof. 4 = b b B kg e cm 5.

÷ 4ç 2÷ è 3 ø M1 = B1 6.2 Verificação da Punção = Nd d 2(b1 + d ) + 2(b2 + d ) b1 [ ] b2 B2 Prof. Prof. O pilar de 25 X 25cm está carregado com N = 50t.15 MPa).Dimensionar e detalhar uma sapata quadrada apoiada em solo com capacidade de carga de 15t/m2 (1.1 Momentos Atuantes N æ B1 b1 ö ç . Geraldo Barros .÷ 4ç 2÷ è 3 ø N æ B2 b2 ö M2 = ç .5 kg/cm2 = 0. Geraldo Barros 6.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful