You are on page 1of 2

Sairei da prova como o ouro

“Sairei da prova como o ouro” (Jó 23:10)

Depois de quase ter-se perdido num labirinto de conselhos, Jó sossega seu


espírito com este pensamento: “Embora eu não conheça o caminho dEle (porque seu
caminho é no mar e sua trilha nas grandes águas, seus pensamentos e caminhos estão
infinitamente acima dos nossos e seria presunção nossa fingir julgá-los),
contudo, Ele conhece o caminho por onde ando” vs. 10. Isto é:

1. Deus está familiarizado com ele. Seus amigos julgaram o que eles não
conheciam, e por isso o acusavam de coisas das quais ele nunca fora
culpado; mas Deus, que conhecia cada passo que ele tinha dado, não
faria isso, Salmos 139:3 Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os
meus caminhos. Note, isto é um grande conforto para aqueles que
honestamente compreendem que Deus entende seu intento, embora
os homens não o compreendam por não poderem ou por não o
desejarem.
2. Deus o aprova. “Ele sabe que, embora eu possa algumas vezes ter dado
um passo em falso, contudo eu ainda tenho andado no bom caminho, tenho
escolhido o caminho da verdade e, portanto, Ele sabe disto, “isto é, Ele o
aceita, e se agrada dele, pois dEle é dito que conhece o caminho dos justos Sl
1:6. Foi isto que reconfortou o profeta Jeremias: Porém tu, Senhor,
conheces-me; vês o que eu faço, e sabes que te amo. (Jr.12:3a). Disto Jó infere
que provando-me ele, sairei como o ouro. Aqueles que andam no caminho do Senhor
podem confortar-se a si mesmos, quando estão em aflição, com estas
três coisas:
a. Que eles estão sendo testados. Isto não está sendo feito para
feri-los, mas para honrá-los e beneficiá-los; é a prova da sua fé:
“Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é
provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus
Cristo”(1Pe 1:7).
b. Para que, quando tiverem sido suficientemente provados,
possam sair da fornalha, e não serem deixados nela para serem
consumidos como escória ou como prata reprovada. A prova
terá fim. Deus não contenderá para sempre.
c. Para que eles saiam como ouro, puro em si mesmo e precioso
para o ourives. Eles sairão como ouro aprovado e melhorado,
achado bom e mudado para melhor. As aflições são para nós
como nós somos; aqueles que entram na fornalha sendo ouro
não sairão senão melhores do que quando entraram.

Agora, o que encorajou Jó a ter esperança de que as suas aflições


terminariam bem, foi o testemunho de sua consciência a respeito de si
mesmo, de que ele tinha vivido uma boa vida no temor de Deus. Nas suas
pisadas os meus pés se firmaram; guardei o seu caminho, e não me desviei dele. Do preceito de
seus lábios nunca me apartei, e as palavras da sua boca guardei mais do que a minha porção. (Jó
23:11-12)