50 ideias, perspectivas e soluções para a Europa

Sociedade e Cultura
"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar" Helena Vaz da Silva

Vivemos num mundo onde impera e domina a Sociedade da Informação, onde proliferam os modos de aceder a conteúdos, de maneira cada vez mais célere e cómoda, na simples distância de um click. A aplicação de novas tecnologias e mecanismos comunicacionais podem dar um contributo importante para a introdução de novos paradigmas de desenvolvimento. O saber constitui pilar fundamental para a competitividade económica e para o bem-estar social. A criatividade transformou-se no factor decisivo na competitividade e desenvolvimento sustentável de comunidades, empresas, cidades e países, onde os mercados amadurecem mais depressa e a complexidade é cada vez maior. As características da sociedade de informação, o desenvolvimento das novas tecnologias de informação e de comunicação originaram alterações profundas na esfera dos Direitos de Autor e no acesso a informação nominal. A sua abordagem situa-se num contexto diferente e a sua importância continua a ser reconhecida a nível internacional e como tal, procurou-se legislar sobre a matéria, numa tentativa de harmonização e de adaptação deste ramo do direito às novas condições do mundo actual. Não nos alongamos neste ponto pois daria por si só origem a uma grande reflexão. A qualificação e o conhecimento assumem então vital importância nestes novos tempos sendo o grau de qualificação das populações o grande elemento diferenciador das sociedades desenvolvidas nos dias de hoje. O conhecimento, tendo uma forte dimensão humana, social e económica, é um importante vector para qualquer processo de progresso e desenvolvimento. A história da evolução do Homem confunde-se com a própria história da comunicação. Hoje, são cada vez mais e em maior número os instrumentos existentes que possibilitam uma melhor comunicação e uma significativa redução das acessibilidades e do espaço temporal. O Mundo apresenta hoje mais e maiores desafios. As ferramentas que um processo de desenvolvimento tecnológico proporciona exigem que as sociedades estejam aptas a responder a estas inovações. Só assim será possível a uma comunidade acompanhar um processo integrado de desenvolvimento.
Sociedade e Cultura Ana Rita Leitão -1-

quem não dominar estes novos conceitos não será um infoexcluido mas sim um analfabeto. por isso. que assenta sobre o sentimento de uma comunidade geográfica. com impacto positivo no crescimento adequado de qualquer comunidade. a importância da proximidade das novas tecnologias e da inovação e conhecimento junto das populações porque. Nos dias de hoje. Por outro lado. desde o mais pequeno grupo até ao que hoje conhecemos por país. assume-se a identidade cultural como face de determinada cultura. de património ou de acesso à Educação ou aos cuidados de saúde. entre sociedades como o enfraquecimento dos princípios de igualdade que estruturam as dinâmicas sociais. Este conceito de desenvolvimento sustentável deve ser desenvolvido através de processos de índole social. importante reforçar. linguística. cultural. A Identidade traduz a convicção a diferentes escalas de um indivíduo de pertencer a um grupo social. até mesmo. entre comunidades e. promove essa globalização sustentada. também os modos de trabalhar a terra se modificam e os valores culturais se dissipam. onde todos têm acesso aos benefícios proporcionados pelo sistema. Qualquer projecto político deve ter como pressuposto basilar o gradual e progressivo equilíbrio social entre todos os cidadãos. a breve prazo. entre cidadãos. a localização geográfica do local onde cada cidadão vive. não deve nem pode o conceito de assimilação cultural tornar-se pretexto ou justificação para a violação da identidade cultural de um determinado grupo social. económicas ou sociais ou as crescentes tendências de novos proteccionismos nacionalistas. a preservação do diálogo entre as várias culturas. económica ou política que devem ter a capacidade de diminuir as disparidades e o fosso entre cada indivíduo. nação ou estado. gradualmente. Sociedade e Cultura Ana Rita Leitão -2- . o crescimento de novas formas de desigualdades correlacionados com as evoluções tecnológicas. cultural e que acarreta determinados comportamentos específicos. as diferenças de rendimento. de despesas. também as línguas desaparecem. qualquer País ou Região têm de se fazer valer das competências e capacidades das suas pessoas enquanto forças motrizes de um desenvolvimento sustentável. Construída na inter-relação dos indivíduos que os constituem. Na senda de uma sociedade europeia equilibrada. também religiões ancestrais se perdem. Tal como se extinguem biologicamente as espécies. ou de um determinado indivíduo. A evolução dos tempos mostra-nos razões para a existência de disparidades entre estratos sociais. perspectivas e soluções para a Europa Será.50 ideias.

Existem necessidades e actividades básicas que se assumem como grandes organizadores do quotidiano e assumem particular relevo ao contribuir para uma estabilidade pessoal. as incompreensões. não deixamos de saber que é necessário continuar a investir nesta área. na senda e apanágio de uma comunidade democrática. participativa. Na verdade. A infoinclusão compete hoje com práticas culturais hegemónicas como a televisão e também com práticas sociais determinantes para o bem-estar das pessoas. Com efeito. Ana Rita Leitão 1 DELORS. na educação). trata-se de um caminho que todos os agentes educativos. A maioria da população está refém da ditadura audiovisual. p. Sociedade e Cultura Ana Rita Leitão -3- . Estamos certos que. directa ou indirectamente. Acreditando nesta premissa. perspectivas e soluções para a Europa Uma cultura à escala europeia apresenta-se gradualmente como um facto irreversível cada vez mais consolidado. 11. 10ª edição. São Paulo. de modo a fazer recuar a pobreza. mais autêntico. as opressões. Nas palavras de Jacques Delors. De entre todos os direitos do ser humano. Jacques et alii. a exclusão social. enquanto Presidente da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI da United Nations Educational. Isto porque a educação está em constante devir. Educação: um tesouro a descobrir. assim. a educação tem uma função primordial no seio da nossa sociedade. julgamos que é necessário centrar as nossas atenções nas potencialidades. Cortez Editora. Scientific and Cultural Organization (UNESCO). o direito à educação assume-se como um dos principais. (por agentes educativos entendemos todos aqueles que intervêm. afectiva e financeira. “como uma via que conduza a um desenvolvimento humano mais harmonioso. um projecto europeu de sucesso assentará numa sociedade civil mais interventiva porque esclarecida e. as guerras…”1. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre educação para o século XXI . potenciado que é pelo contacto intenso e incontornável entre diferentes culturas mais ou menos distantes entre si. mesmo assim. todos temos a consciência das várias atribuições e infinitos resultados da educação e. a educação deve estar sempre na ordem do dia.50 ideias. Fevereiro de 2006. não basta reconhecermos que é um direito universal. devido ao seu papel central na formação dos cidadãos. estratégias e consequências da educação e da cultura. têm de percorrer e aceitar como seu.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful