You are on page 1of 3

Teoria Literária I Terceira Avaliação Escrita Semestre 2010.

1

Analisando um Poema
Num comentário poético devem seguintes pontos:  Estrutura externa  Estrutura interna  Linguagem poética tratar-se os
Escolha um dos poemas estudados em sala de aula durante o semestre, ou outro poema de sua preferência, e proceda a análise do mesmo. (700 palavras). Data de entrega: 02 de julho, em sala de aula, momento no qual também ocorrerá a reposição.

Estrutura externa

Geralmente, o poema apresenta-se em verso. Prova final: 06 de julho. O primeiro a fazer será a análise métrica do poema, com inclusão de um comentário sobre todos os aspectos métricos: versos, pausas, acentos, rimas e estrofes. É preciso ter em conta que alguns poemas não apresentam uma métrica tradicional, mas verso livre, o qual não responde a nenhum dos aspectos métricos citados. No verso, indica-se o nome, classificação e origem, ( por exemplo: o verso alexandrino é um verso de arte maior, composto por versos heptassílabos, de origem medieval). As pausas finais são as que marcam verdadeiramente o verso, por isso se deve também fazer referência. Pode-se fazer ainda alusão aos ritmos presentes no poema. A rima é outro aspecto formal importante, não esquecer de assinalar o tipo e o esquema rimático. Finalmente, comenta-se a estrofe. Na formulação tradicional são frequentes as composições de formas fixas: sonetos, p.ex., mas desde o Modernismo que aparecem esquemas métricos sem esquema fixo, para permitir a livre criação ao poeta.

Estrutura interna

Na estrutura interna analisam-se as diversas partes em que podemos dividir o conteúdo do poema, adiantando, em parte , o significado do poema. A estrutura interna, por vezes, está muito ligada à estrutura externa. Muitas vezes são os recursos próprios da linguagem poética os facilitadores da divisão do poema, porém a sua delimitação é complexa e necessita que se atenda a diversos aspectos que a seguir se apresentam. A análise da linguagem poética é a parte mais árdua da análise. Apresenta múltiplas aberturas e os recursos são muito variados, por isso se deve ir analisando os elementos, atribuindo-lhes valores significativos. Apresentar uma enumeração de elementos poéticos sem valor não tem grande interesse para o comentário do poema. Dizer que o poema apresenta muitas metáforas, repetições, ou aliterações carece de
1

Linguagem poética

e cada poema imporá a ordem em que se comentam estes materiais. nos diferentes planos de análise. Outro aspecto a evitar é limitar-se a definir as figuras de estilo. Estes dois aspectos são muito importantes e funcionam quase sempre no mesmo plano.  Fonologia. o importante é procurar o seu valor poético no poema em análise..  Sintaxe Os recursos sintáticos mais frequentes são: paralelismo. A maior complexidade dos textos poéticos radica do predomínio dos valores conotativos frente aos denotativos.] no local em que se interrompe a transcrição. A seguir apresento alguns elementos que podem servir de guia em qualquer análise poética. O principal recurso fonológico que apresenta o texto já foi abordado na estrutura externa. repetição. articulando aquilo que o autor disse. Chamo atenção para o fato destes elementos poderem não aparecer todos em todos os poemas. é observar as conotações e os sentidos implícitos. Deve-se sempre referir o valor expressivo das figuras de estilo e o valor expressivo que apresentam os materiais linguísticos ( palavras). pois todos os elementos métricos são fonológicos.  Semântica. assíndeto e polissíndeto. (por exemplo: a aliteração é a repetição de fonemas). As citações devem aparecer entre aspas. hipérbato. o modo como o fez. Quando se desejar citar mais do que um verso e essa citação seguir exatamente a ordem do poema em 2 .interesse se não for acrescentado a expressividade desses recursos. isto não interessa para o comentário. O texto deve ser uno e coerente. expondo a sua sensibilidade estética. é um momento em que o leitor estabelece afinidade com o texto que lê.. Para realizar um bom comentário deve-se evitar as listas e explicações que não trazem nada sobre o texto. com a sua subjetividade de quem analisa e comenta. relacionando ambos os conceitos. muito presente em muitos poemas pode apresentar valores expressivos importantes conforme os sons que se repetem. Aspectos a considerar quanto à feitura da análise textual Comentar um texto é verificar o que o autor disse e como o transmitiu. Podem remeter para determinados temas constantes em cada poeta. interligando-os com as ideias explícitas. Quando não for necessário citar um verso completo ou uma frase completa deve-se utilizar o sinal [. A aliteração. resultado da articulação de todos os aspectos a tratar.

pt/analisapoema.no.htm 3 .análise. deverá separar-se os respectivos versos por meio da utilização de uma barra oblíqua [/].sapo. Referência: http://aulaportugues.