You are on page 1of 6

PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE PATENTE

PATENTE PATENTE PATENTE
dúvidas e respostas

O que é uma patente?
Patente é um título (carta patente), concedido pelo Estado, que confere ao autor do invento a exclusividade de uso e exploração de sua invenção durante certo período de tempo. A carta patente, portanto, nada mais é que um título de propriedade temporário que confere ao seu titular o direito de impedir que terceiros, na ausência de seu consentimento, produzam, comercializem, utilizem ou importem o produto objeto da patente. A carta patente é concedida pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) ao final do processo administrativo e após o cumprimento de todas as exigências e requisitos legais.

O que pode ser protegido
Invenções de novos produtos ou processos - protegidas pelas chamadas patentes de invenção (PI). Melhorias funcionais de produtos já existentes - protegidas pelas chamadas patentes de modelo de utilidade (MU).

O que NÃO é considerado invenção nem MU
Identificação ou descoberta de fenômenos da natureza; concepções puramente intelectuais e abstratas (métodos matemáticos, métodos de ensino de idiomas, teorias científicas, métodos comerciais, educativos, publicitários, de fiscalização etc); criações puramente artísticas ou estéticas e programas de computador que são protegidos pelo direito autoral; técnicas e métodos operatórios ou cirúrgicos, bem como métodos terapêuticos ou de diagnósticos, para aplicação no corpo humano ou animal; o todo ou parte de seres vivos naturais e materiais biológicos encontrados na natureza ou, ainda que dela isolados, inclusive o genoma ou germoplasma de qualquer ser vivo natural e os processos biológicos.

Tempo de vigência de uma patente
A patente de invenção (PI) tem vigência de 20 anos. Já a patente de modelo de utilidade (MU) tem vigência de 15 anos, ambos contados da data do depósito do pedido.

NOTA
A patente não é válida no mundo inteiro. Ela tem efeitos territoriais. O que significa que ela é válida somente nos países em que for concedida.

Requisitos da patente de invenção (PI)
Novidade: vinculado à ideia de originalidade ou seja, algo substancialmente diferente de qualquer coisa que já esteja patenteada ou que já exista no mercado e que não se tornaram acessíveis ao público; Atividade inventiva: a invenção possui atividade inventiva quando, para um técnico no assunto, o objeto do pedido de patente não decorra de maneira evidente ou óbvia daquilo que já se conhece; Aplicação industrial: possibilidade de realizar a invenção diversas vezes chegando-se ao mesmo resultado, afim de viabilizar sua produção em escala industrial.

2

Requisitos do modelo de utilidade (MU)
Nova forma ou disposição: nova configuração em objetos conhecidos, que resulta em melhor utilização sem revelar, necessariamente, uma nova função; Ato inventivo: necessidade de um certo grau de inventabilidade (em menor proporção do que aquele exigido para uma PI); Melhoria funcional: quando o invento dá maior eficiência e comodidade na utilização de um objeto já existente; Aplicação industrial: quando possam ser utilizados ou produzidos em qualquer tipo de indústria e em escala industrial.

Publicar artigos ou depositar patente?
O pesquisador pode fazer as duas coisas, porém primeiramente, deve patentear para depois publicar. “Publicar para liberar o conhecimento para a sociedade e deve depositar a patente, para garantir a proteção da pesquisa e do dinheiro público, evitando que outros que não investiram tempo, pessoal e recursos financeiros, se aproveitem graciosamente desse esforço” (FEDERMAN, Sonia Regina, Publicar ou depositar a patente?).

A invenção já foi divulgada. É possível patentear?
Embora a regra geral determine que a invenção não deve se tornar acessível ao público antes do depósito do respectivo pedido de patente, sob pena de perda do requisito de “novidade”, a Lei brasileira de Propriedade Industrial (L. nº 9.279/96) admite a divulgação prévia quando ocorrida durante 12 (doze) meses que precederem a data de depósito. Logo, o depósito de pedido de patente deve ocorrer até um ano depois da primeira divulgação - conhecido como período de graça. Transcorrido o prazo legal, a divulgação prejudicará o próprio pedido de patente que será considerado como estado da técnica (ou estado da arte).

Como obter uma patente
o inventor deve verificar se está diante de uma PI ou de um MU, considerando a diferença da legislação e o trâmite do pedido junto ao Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI); realizar busca de anterioridade nos bancos de patentes para verificar se a patente pretendida preenche o requisito de novidade. A busca deve ser feita no Brasil e no exterior; redigir o pedido de patente observando a forma e as condições estabelecidas pela Lei da Propriedade Intelectual. A redação deverá conter, respectivamente, relatório descritivo, reivindicações, desenhos (se for o caso) e resumo.

1.

2. 3.

Pedido de patente: itens do relatório descritivo
título; descrição da matéria-motivo da patente; descrição do estado da técnica (troca realizada entre o inventor e a sociedade); descrição dos pontos deficientes do estado da técnica; definir os objetivos da invenção (atividade inventiva); relacionar as figuras e desenhos; descrição detalhada da invenção.

3

Pedido de patente: as reivindicações
É considerada a parte mais importante do pedido, pois estabelece e delimita os direitos do titular da patente. Devem ter sido devidamemente fundamentada no relatório descritivo, podendo conter mais de uma categoria (produto, processo, sistema etc), desde que ligadas por um mesmo conceito inventivo. Devem ser apresentadas com a seguinte estrutura: preâmbulo - parte introdutória da reivindicação que descreve a matéria do estado da
técnica;

cláusula caracterizante - define o início da descrição da matéria objeto do pedido; matéria nova e inventiva - define o objeto de proteção da invenção, nada mais do que
uma breve explicação da invenção).

Ex: “(...) 1. Meio de conexão para conectar eletricamente um reator e demais componentes de um sistema de iluminação, caracterizado por ser constituído por conectores (...).

Pedido de patente: redação do resumo
A descrição da invenção deve ser sintética para, especialmente, servir de auxílio nas buscas. Deve constar: sumário do exposto no relatório descritivo, reivindicações e desenhos; 50 a 200 palavras, preferencialmente em 20 linhas; indicação do setor técnico ao qual pertence a invenção.

Quais documentos devem instruir o pedido de patente quando do protocolo junto ao INPI?
Requerimento (formulário do INPI); a redação constando relatório descritivo, reivindicações, desenhos e o resumo; comprovante de pagamento das taxas; outros documentos que se façam necessários (procurações, termo de cessão etc.).

O que acontece com o pedido de patente após o depósito?
Ao depositar um pedido de patente, o interessado receberá um número de protocolo. O exame formal do pedido de patente será analisado em aproximadamente 30 dias. Sigilo/Publicação: O pedido será mantido em sigilo pelo INPI até sua publicação que deverá ocorrer após 18 meses contados da data de depósito ou da prioridade, para pedidos do exterior. Pedido de exame: deverá ser solicitado pelo interessado em até 36 meses da data de depósito. Caso não seja realizado o requerimento do pedido de exame o pedido de patente será arquivado. Exame técnico: requerido o exame técnico, o examinador do INPI fará uma busca e poderá requer o cumprimento de alguma exigência ou poderá deferir ou indeferir o pedido. Esta fase leva cerca de 6 anos contados da data de depósito.

4

Anuidades: as anuidades são devidas a partir do 24º mês de depósito de um pedido até o fim da vigência da patente. Concluído o exame técnico, será proferida decisão, deferindo ou indeferindo o pedido de patente. Se indeferido o pedido o requerente terá o prazo de 60 dias para recorrer. Deferido o pedido, deverá ser comprovado junto ao INPI o pagamento da retribuição, no prazo de 60 dias contados do deferimento, após o que será expedida a carta patente. TRAJETÓRIA DO DEPÓSITO NACIONAL
meses 0

Depósito nº PI provisório

Exame formal em até 30 dias + Nº PI definitivo

1

Início das Anuidades

Expedição da carta-patente/Recurso Prazo: 60 dias

SIGILO
12 18 24 36

Depósito Internacional (Prioridade)

EXAME TÉCNICO

Caso o exame técnico não seja solicitado, o pedido é arquivado.

Deferimento/Indeferimento da patente

5

Conteúdo, organização e design gráfico:

Rua Lauro Müller 455/Sl. 300 Urca - Rio de Janeiro - RJ CEP: 22290-160 Tel: (21) 2141-7277 ou 2141-7301

www.nitrio.org.br

Apoio: