You are on page 1of 9

Professor: Eden Correia Carli HABILIDADES e COMPETÊNCIAS 1.

1 Saber ler e interpretar um mapa temático;

Escola Estadual Professor Mariano de Oliveira Planejamento 2011 Série – 1° ano / Ensino Médio CONTEÚDOS

Disciplina: Geografia ESTRATÉGIAS AVALIAÇÃO

1.2 Compreender o uso, o significado e a importância de técnicas e tecnologia espaciais; 1.3 Construir e aplicar conceitos relativos à Cartografia (projeção, escala, legenda, etc).

1º Bimestre  Cartografia e poder 1.4 Construir e trabalhar a noção de tempo humano e da natureza e a relatividade do tempo;  Geopolítica do mundo contemporâneo 1.5 Construir e aplicar as habilidades relativas ao domínio da 2º Bimestre linguagem escrita (leitura), como meio de vislumbrar as dimensões presentes num texto;  Os sentidos da globalização  A economia global 1.6 Selecionar, organizar e interpretar dados e informações, 3º Bimestre representados de diferentes formas (gráficos, tabelas, textos, mapas, blocos diagrama, etc).  Natureza e riscos ambientais 1.7 Construir e aplicar conceitos trabalhados pela Geografia, 4º Bimestre originários da Geofísica e da Geologia, e que permitem uma apreensão estrutural da crosta terrestre e de sua dinâmica;  Globalização e urgência ambiental 1.8 Construir um olhar e apreender a lógica dos fenômenos naturais na superfície terrestre segundo diversas escalas geográficas; 1.9 Interpretar dados e informações para tomar decisões e enfrentar situações problemas, tais como a prevenção de riscos naturais, ocasionadas pelas dinâmicas estruturais e esculturais da superfície terrestre.

Leitura e interpretação de Avaliações bimestrais; textos, tabelas, mapas e gráficos; Trabalhos individuais, em duplas e em grupos; Utilização de recursos audiovisuais (filmes, Participação em sala de animações, imagens de aula; satélite); Exercícios em sala de aula; Trabalhos individuais e em grupos; Pesquisa extraclasse; Aulas expositivas; Leitura em sala de aula; Comprometimento com os estudos; Freqüência;

Em consonância com os objetivos definidos pelo planejamento escolar da disciplina.E. com vocabulário limitado.  Relacionar as situações problemas relacionadas ao cotidiano e ao desenvolvimento das ciências. análise de imagens de satélite. OBJETIVO Capacitar a prática dos discentes.  provoquem a reflexão sobre o potencial dos saberes na vida prática.  Pouca participação e importância dada pelos discentes às capacidades ou competências a serem desenvolvidas na disciplina. o significado e a importância de técnicas e tecnologia espaciais.  Vivências que potencializem a representação da escola e dos saberes discutidos na disciplina Situação Problema 1 . O desafio é a necessidade de compreensão da cartografia moderna que objetiva a representação do planeta com o menor grau de distorção ou erro. através de experiência prática.PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Identificação dos aspectos relevantes Como representar um objeto “esférico” (um geóide) e em 3D em uma folha de papel plana (2D)? Vídeo: Que hipóteses podem ser relacionadas para explicar o erro na construção do viaduto e túnel em Salvador Alternativas de solução Proporcionaremos aos discentes momentos de formação que:  estimulem a experiência com diferentes linguagens. construção de objetos de engenharia e análise de fenômenos espaciais.  Ampliar a possibilidade de desenvolver a sensibilidade do olhar. visando facilitar o desenvolvimento de competências com o uso de diferentes linguagens.  Ampliar o repertório para resolução de problemas. RESULTADOS ESPERADOS /METAS Esperamos que através de práticas e resolução de situação problemas os discentes aperfeiçoem suas capacidades.  Pouca participação e importância dada pelos discentes às ações da escola. Saberes estes relacionados ao aprimoramento da análise espacial. situações problemas e material audiovisual. a saber:  Desestimulo dos discentes do ensino médio que justificam entre tantos outros motivos o distanciamento entre o saber escolar e a praticidade desse conhecimento.  permitam o debate/reflexão sobre situações-problemas e proposição de ações no coletivo.  Pouca proficiência leitora e escritora dos discentes que revela insuficiente domínio das normas gramaticais e ortográficas. para de uma forma técnica responder a crescente demanda de observação. tais como:  Compreender o uso.  O senso crítico na produção e interpretação de textos e nas questões que se apresentem ao problema. Professor Mariano de Oliveira Nº de horas: 02 Projeto: Técnicas Cartográficas – ANO 2013 Professor: Éden Correia Carli JUSTIFICATIVA Diante da necessidade de promover e incentivar os discentes a desenvolverem a capacidade de analisar o significado das técnicas e das tecnologias espaciais o plano de aula a seguir busca a promoção de um saber prático sobre situações problemas. o projeto se justifica pelo entendimento que o desenvolvimento das competências espaciais favorece no aluno a ampliação da criticidade. Desenvolvendo a partir desses momentos ações/estratégias diversificadas que articulem a competência leitora e escritora com a ampliação da criticidade e da autonomia do aluno: . da autonomia e da percepção do seu papel no meio em que vive e enfrentamento dos desafios da vida cotidiana e social.E. que resulta em dificuldades na interpretação de textos de diferentes gêneros. Tal plano de aula se justifica pelas observações realizadas pelo professor durante suas práticas pedagógicas nos anos de 2009 a 2011.

Material audiovisual 2: reportagem veiculada no jornal da Globo sobre o erro na construção de um viaduto que não se conectou com um túnel já construído.PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Identificação dos aspectos relevantes Imagens de Satélite: Para que servem essas novas ferramentas espaciais? Alternativas de solução Proporcionaremos aos discentes momentos de formação que:  estimulem a experiência da observação e análise de imagens de satélite.  Sala de informática. Elaboração dos exercícios da apostila (Caderno do Aluno) das páginas 11 a 15. * A data deve ser fechada respeitando a seqüência didática do planejamento Carga horária semanal: 01 hora Material Utilizado  Projetor Multimídia.  Caixa amplificadora de som.  permitam o debate/reflexão sobre situações-problemas e proposição de ações no coletivo.  Apresentação em Power Point do histórico de pesquisa.Experiência prática sobre projeções. * A data deve ser fechada respeitando a seqüência didática do planejamento Carga horária semanal: 01 hora Material Utilizado  Projetor Multimídia. Material audiovisual 1: Apresentação em Power Point dos modelos de projeção em consonância com o observado na experiência.  Caixa amplificadora de som. Data: Durante o 1º Bimestre a programar com o coordenador da escola.     .  Lanternas 20w (quantidade necessária – mínimo 08)  Folha de papel A4  Objeto confeccionado pelo professor a partir de garrafas PET que simulam um dos hemisfério da Terra. Indicadores e instrumentos de registro para aferição de resultados Correção das atividades da apostila (caderno do aluno) Situações problema 2 . Data: Durante o 1º Bimestre a programar com o coordenador da escola. Desenvolvendo a partir desses momentos ações/estratégias diversificadas que articulem a competência leitora e escritora com a ampliação da criticidade e da autonomia do aluno:  Material audiovisual: Apresentação de imagens de satélite para que os discentes promovam a interpretação destas. AVALIAÇÃO Periodicidade  Observação da participação dos discentes Indicadores e instrumentos para acompanhamento do processo  Realização das atividades da apostila e participação.  provoquem a reflexão sobre o potencial dos saberes na vida prática. projetos e lançamento de satélites  Elaboração dos exercícios da apostila (Caderno do Aluno) das páginas 22 a 28.

AVALIAÇÃO Periodicidade  Observação da participação dos discentes Indicadores e instrumentos para acompanhamento do processo  Realização das atividades da apostila e participação. Indicadores e instrumentos de registro para aferição de resultados Correção das atividades da apostila (caderno do aluno) .

 Pouca proficiência leitora e escritora dos discentes que revela insuficiente domínio das normas gramaticais e ortográficas. conhecida como Mata Atlântica e identificar as manchas de cerrado existentes). que resulta em dificuldades na interpretação de textos de diferentes gêneros.  Pouca participação e importância dada pelos discentes às ações da escola. o parque estadual do Jaraguá reflete dentre tantas outras coisas a importância de sua delimitação devido ao crescente processo de urbanização que região Norte/Oeste. da Cidade de São Paulo e adjacências metropolitanas. Saberes estes relacionados ao aprimoramento da análise espacial. tais como:  Relacionar as situações problemas encontradas em campo com o conteúdo expositivo em sala de aula. a transposição do conhecimento sobre a formação estrutural e escultural do terreno e o sítio urbano (aproveitando-nos da visão do mirante instalado no cume do Pico). a formação cultural brasileira . situada próxima a este testemunho da dinâmica da natureza.  Pouca participação e importância dada pelos discentes às capacidades ou competências a serem desenvolvidas na disciplina.no caso do processo de “transplante” de índios de outras regiões para lá e sua inserção em políticas públicas e na sociedade. de formação metamórfica. RESULTADOS ESPERADOS /METAS Esperamos que através de práticas e resolução de situação problemas os discentes aperfeiçoem suas capacidades. – Ano 2013 Professor: Éden Correia Carli JUSTIFICATIVA A cidade de São Paulo disponibiliza um espaço incrível de ambientação. o projeto se justifica pelo entendimento que o desenvolvimento das competências espaciais favorece no aluno a ampliação da criticidade.E. a criação da reserva do parque estadual do Jaraguá e sua importância ambiental. por ser uma paisagem que chama a atenção em todos os pontos das localidades da região Oeste/Norte da cidade de São Paulo. Tal plano de aula se justifica pelas observações realizadas pelo professor durante suas práticas pedagógicas nos anos de 2009 a 2012. amigos ou colegas de escola que vivenciam a realidade do bairro ou conhecem a toponímia dos locais. não é raro que vários professores de Geografia sejam interpelados por educandos curiosos em saber: É verdade que o Pico do Jaraguá foi um vulcão antigamente? Como uma das únicas áreas de paisagem natural remanescentes da Região Metropolitano. Em consonância com os objetivos definidos pelo planejamento escolar da disciplina. da autonomia e da percepção do seu papel no meio em que vive e enfrentamento dos desafios da vida cotidiana e social.  Ampliar o repertório para resolução de problemas. Professor Mariano de Oliveira Nº de horas: 05 Projeto de Visitação: Ambientação e experimentação em uma paisagem remanescente da Região Metropolitana de São Paulo – Pico do Jaraguá.  Ampliar a possibilidade de desenvolver a sensibilidade do olhar. Uma ocupação que passou por diversas etapas no passado. Essa explicação inicial sobre a formação da área compreendida como Pico do Jaraguá é importante por inserir-se no contexto de aprendizagem dos educandos do 1º Ano (3º Bimestre) da Escola Mariano de Oliveira. características morfoclimáticas da floresta (Floresta Ombrófila Densa. Além disso.E. visualização e experimentação da formação estrutural de paisagens que é o Pico do Jaraguá com seus 1.  Vivências que potencializem a representação da escola e dos saberes discutidos na disciplina. . com vocabulário limitado. OBJETIVO A Ambientação e experimentação deste projeto de visitação poderão inscrever para os alunos que vivem ou possuem parentes. com modificações promovidas pela ocupação de indígenas. tem sofrido. pela ocupação do período colonial com a criação de minas de explotação de ouro e a ocupação recente feita pelo modelo de expansão da cidade moderna capitalista. em uma estrutura quartizitíca.135 metros de altitude. predominantemente do grupo Tupi. traz para estes a possibilidade de conhecer a primeira ocupação do bairro. a saber:  Desestimulo dos discentes do ensino médio que justificam entre tantos outros motivos o distanciamento entre o saber escolar e a praticidade desse conhecimento. etc. resistente a processos erosivos intensos do clima tropical úmido que predomina na região.

 Trabalho de Campo ao Parque Estadual do Jaraguá. portanto além da recuperação de nota será oferecida a compensação de ausências.  ampliem o repertório sobre as dinâmicas da natureza.  provoquem a reflexão sobre o potencial dos saberes na vida prática. * A data deve ser fechada respeitando a seqüência didática do planejamento Carga horária semanal: 05 horas ** Devido a grande quantidade de discentes o foco das inscrições se concentrará em alunos em processo de recuperação do conteúdo do 3º Bimestre (Dinâmicas da Natureza e Formação do Relevo). realizar observações. AVALIAÇÃO Periodicidade  Observação da participação dos discentes Indicadores e instrumentos para acompanhamento do processo  Realização de relatório de campo a partir de situações-problemas elaboradas a partir da observação em campo. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS Identificação dos aspectos relevantes Como valorizar as dinâmicas expositivas em sala de aula em um processo de investigação e intervenção do educando? Como estabelecer no olhar sobre o meio ambiente em que eles convivem uma conexão com os processos e dinâmicas da natureza? Alternativas de solução Proporcionaremos aos discentes momentos de formação que:  facilitem a compreensão das dinâmicas da natureza. Material Utilizado  Material impresso a ser entregue aos alunos em campo. Investigar e intervir em situações reais: Formular questões.  Elaboração de relatório a partir dos procedimentos listados no material impresso e observados em campo. selecionar variáveis e estabelecer relações. .  permitam o debate/reflexão e a capacidade de intervenção dos educandos. *** Devido às dificuldades de horários para os alunos do ensino noturno a visitação deve ocorrer em um sábado não letivo. a partir das seguintes etapas:  Divulgação do projeto e abertura de inscrições. Indicadores e instrumentos de registro para aferição de resultados  Correção dos relatórios. Data: Durante o 4º Bimestre a programar com a coordenação da escola.  Material impresso elaborado a partir de situações problemas observado em campo. Desenvolvendo a partir desse momento ações/estratégias que articulem dinâmicas da natureza ao contexto social e ambiental em que vivem.  auxiliem na valorização da natureza e do meio em que vivem.

3 % Avaliação 1º K.3% dos alunos conseguindo realizar essa competência. 13.E. . Tal projeto se justifica pelas observações realizadas pelo professor durante suas práticas pedagógicas nos anos de 2009 a 2012 e a sistematização dessas dificuldades no ano 2012 após a aplicação de avaliação diagnóstica realizada. comuns a rede pública. Localização de informações. promovido pelo governo Federal).1 % Avaliação 1º J.3 % Avaliação 1ºI.4 % Avaliação 1º K.2012 Alunos que atingiram os objetivos (em %) Avaliação 1ºI. Visando aprimorar o processo de avaliação da aprendizagem do aluno e de reorientar a pratica pedagógica em sala de aula este projeto tem como proposta a reorganização das informações trazidas pelos alunos em tais instrumentos. As principais dificuldades apontadas nessa avaliação foram na interpretação dos dados na legenda e a localização espacial das informações no mapa. Interpretação . 9.2 % Avaliação 1º J.5 % Avaliação 1º K. Dados obtidos da avaliação diagnóstica .3 % Avaliação 1º J. 93. A reflexão sobre as informações no mapa acabou sendo um dos piores dados coletados nessa avaliação diagnóstica.6 % As questões propostas foram condizentes com exercícios que estavam presentes na Apostila (Caderno do Aluno. volume 1. Localização de informações.8 % Avaliação 1ºI. 43. Interpretação . 29. páginas 4-9) que haviam sido respondidos em sala de aula pelos alunos. 86. mas com a ajuda do professor. Localização Espacial. podem ser constatados através de referenciais como o Saresp (promovido pela rede pública estadual) e o ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio. Reflexão. 2.8 % Avaliação 1ºI. 20.E. Localização de informações. Localização Espacial. 90. Interpretação . Reflexão.9 % Avaliação 1º J. com turmas como o 1ºK tendo apenas 2. Localização Espacial. Reflexão. 45.8 % Avaliação 1º K. Professor Mariano de Oliveira Nº de horas: Durante todo o ano letivo Projeto: Aperfeiçoamento do processo de avaliação – ANO 2013 Professor: Éden Correia Carli JUSTIFICATIVA Os problemas de aprendizado dos alunos. 24. 28.

% de alunos abaixo da média 5 em Geografia 1ºJ . Durante o bimestre eram realizadas diferentes avaliações seguindo o mesmo princípio. além de avaliações com esse foco. ocasionadas pelas dinâmicas estruturais e esculturais da superfície terrestre.2 Compreender o uso. originários da Geofísica e da Geologia. legenda. A análise pretende ser individualizada. este projeto visa organizar as habilidades e competências necessárias para responder as questões problemas apresentadas aos alunos. tais como a prevenção de riscos naturais. Por isso. buscou-se construir planos de aula que tentassem promover atividades práticas de interpretação e reflexão. Foram usados como diagnóstico da evolução dos objetivos traçados o quadro de notas apresentado bimestralmente ao conselho de escola.Em vista de tais resultados e do currículo da disciplina.9 Interpretar dados e informações para tomar decisões e enfrentar situações problemas.4 Construir e trabalhar a noção de tempo humano e da natureza e a relatividade do tempo. escala. e que permitem uma apreensão estrutural da crosta terrestre e de sua dinâmica. 1. o significado e a importância de técnicas e tecnologia espaciais. tabelas.% de alunos abaixo da média 5 em Geografia 1º BIM 2º BIM 3º BIM 4º BIM % DESISTENTES 1º BIM 2º BIM 3º BIM 4º BIM % DESISTENTES Não Não 31 44 38 Analisado 26 40 43 17 Analisado 39 Mas. 1ºH . METODOLOGIA Através da análise das avaliações organizadas pelo professor. representados de diferentes formas (gráficos. blocos diagrama. 1. etc). OBJETIVO Aperfeiçoar o processo de avaliação da aprendizagem na disciplina de geografia e com isso aperfeiçoar processos de aprendizagem e recuperação de alunos que não atingiram as metas esperadas pela avaliação.8 Construir um olhar e apreender a lógica dos fenômenos naturais na superfície terrestre segundo diversas escalas geográficas.5 Construir e aplicar as habilidades relativas ao domínio da linguagem escrita (leitura).6 Selecionar. foi construída uma tabela de competência através da proposta curricular do Governo do Estado de São Paulo. 1. a continuidade da sistematização dos dados por habilidades e competências acabou por ser abandonada pelo professor o que dificultou apreender a evolução dos alunos sobre estas dificuldades. 1. mapas. como meio de vislumbrar as dimensões presentes num texto. 1. A tabela foi apresentada no planejamento escolar e visa ser uma importante diretriz do trabalho de docência.% de alunos abaixo da média 5 em Geografia 1ºK .3 Construir e aplicar conceitos relativos à Cartografia (projeção. 1.1 Saber ler e interpretar um mapa temático. A saber: Tabela de Competências 1. ou ainda. um plano de metas dos saberes a serem aperfeiçoados pelos alunos da escola. Para isso. 1. 1.7 Construir e aplicar conceitos trabalhados pela Geografia. com o objetivo de construir processos de recuperação que tentem minimizar os problemas apresentados pelos alunos e organizar planos de ação em cooperação com a coordenação da escola e professores de diferentes disciplinas. o projeto se justifica pelo entendimento que a avaliação é uma importante etapa para o aprimoramento do processo de aprendizagem e que esta sistematização pode auxiliar na reorientação dos planos de aulas. textos. em consonância com os objetivos definidos pelo planejamento escolar da disciplina. Os resultados das avaliações ao serem transmitidas para os alunos passavam por um exercício de comentários das respostas e das expectativas para cada questão. . etc). organizar e interpretar dados e informações.% de alunos abaixo da média 5 em Geografia 1º BIM 2º BIM 3º BIM 4º BIM % DESISTENTES 1º BIM 2º BIM 3º BIM 4º BIM % DESISTENTES Não Não 50 34 34 analisado 27 40 57 33 Analisado 39 1ºI .

.  Construir uma relação de diálogo com o aluno de forma a aproximar através das observações as necessidades de aprendizado destes.  Produzir um senso de responsabilidade dos alunos sobre o processo de aprendizagem.RESULTADOS ESPERADOS /METAS Tais ações tem como objetivo:  Melhorar o baixo desempenho de alunos nas avaliações e a necessidade de compreender melhor que fatores justificam tais desempenhos.