SÉRIE BLACKWATER 01 – A PROMESSA DE SAM

Disponibilização: Angéllica Revisão Inicial: Mimi Revisão Final: Angéllica Gênero: Hetero / Contemporâneo

Sam Jennings prometeu ao seu pai que ele sempre cuidaria da mulher que puxou ele e seus quatro irmãos para fora de um orfanato. Quando sua mãe adotiva tem um ataque cardíaco quase fatal, Sam sabe que é hora de começar a viver de acordo com sua promessa. Quando ele se propõe a colocar o Restaurante Blackwater de volta aos seus pés, ele corre em seu primeiro obstáculo. Curvas doces e pernas longas da garçonete Julie Rose estão dirigindo Sam para distração. Mesmo seus irmãos não são imunes ao seu coração amável. Mas Sam está determinado a ser o único homem em sua cama. Julie não se arrepende dos anos, que perdeu em cuidar de sua avó, mas agora, entre aulas de negócio e seu trabalho, ela ficou com muito pouco tempo e energia para namorar. Depois, há a política de nunca se misturar com o filho do chefe. Mas o corpo duro de Sam e ideias perversas têm Julie esquecendo tudo sobre coisas irritantes como as regras, e ela aceita seu convite para mostrar tudo o que está perdendo. Sam está mais do que disposto a levar as coisas devagar enquanto ele ensina-lhe tudo sobre os prazeres da carne. Felizmente para ele, Julie é uma aluna enervantemente boa...

Página 2

COMENTÁRIOS DA REVISÃO

MIMI

Sabe aquela regra de não transar no primeiro encontro, então com o Sam ela vai pro espaço. O gostoso TDB tem Julie quente pra ele, e sua vida que é praticamente de virgem, depois de 13 anos sem sexo, é definitivamente ativada com ele. Com cenas sexys e muitos homens TDB. Leiam com um ventilador. Ou melhor, com pezinhos quentes de preferencia de frente a uma lareira.!!!!!!!

ANGÉLLICA

OMC!!! E pensar que vamos passar por este sofrimento mais 4 vezes é quase uma tortura! Afinal são cinco os irmãos. Achei muito quente toda a sedução de Sam e a descarada da Julie...safadinha! Então, leiam e se preparem para os próximos.

Página 3

então eu estou preocupado. Sam começou a sair de seu SUV. Ela parecia inconsolável. Se ela está preocupada. “Soa como pode haver problemas no paraíso. eu já perdi a Ação de Graças?" Seu irmão estava certo. Sam olhou para fora da janela do lado do motorista na grande casa de tijolos. Quase um mês.” Murmurou Brodix na outra extremidade do telefone celular. "Por causa da chamada da Mãe no telefone?" Brodix finalmente perguntou. Merda. Eu estou meio que na borda é tudo. "Desculpe por bater. "Cristo. Alguém que não era um garoto que nunca tinha conhecido o pai e tinha uma viciada em drogas por mãe." Sam não queria pensar em sua mãe como qualquer outra coisa do que feliz. de dois andares." Quando ele desligou o motor. e preparou-se. Que o pai queria que ele ficasse na família. desde sua última visita. Alguém que não era o ninguém que ele tinha sido. desde o primeiro dia que ele a conheceu. “Estou indo. mas imagino que sim.Capítulo Um Sam revirou os olhos. Ela entrou no escritório do assistente social e sorriu para ele como se fosse alguém digno. que ele e seus quatro irmãos já haviam conhecido. hein?" "O Restaurante Blackwater sempre fez um bom negócio. maldição." Fez uma pausa. Página 4 . mas as palavras de Brodix o pararam. depois acrescentou: "Ela me disse que o restaurante é o nosso legado. A culpa tomou conta dele quando percebeu quanto tempo havia sido. E como qualquer menino de doze anos de idade beligerante que tinha sido arrastado através do sistema chutando e gritando. "Ela ligou para você também?" Brodix suspirou. Legal. Você prometeu a mãe. "É melhor você estar no seu caminho." "Eu não falei com eles sobre isso. "Eu me pergunto se ela chamou os outros. relaxe. como se a deixasse para baixo ou algo assim." Disse Sam. Além disso. Ela tinha sido o seu anjo da guarda. mas minha mãe parecia preocupada. Sam. Sam havia amaldiçoado para ela. Ele já sabia o que viria." Houve um silêncio na outra extremidade da linha. Tinha sido a primeira casa real.

e o instinto de Sam tinha estado incomodando desde então. até a hora. "O que for preciso. Não tinha levado muito tempo para saber que ela era diferente de todo o resto." “Bom. e não vou embora até que as coisas estejam de volta no caminho certo. Quando ele chamou sua mãe para confirmar a hora do jantar. mas meu apartamento é uma viagem de duas horas. "Sim. você é pior do que uma mulher velha. Sam sabia que ele estava mentindo para ambos. Pode não ser necessário." Mesmo quando disse isso. Agora pegue sua bunda aqui. cara. eu pretendo ir para o restaurante amanhã e conferir os livros. O gesto amável tinha sugado toda a raiva direto dele. "Eu estou indo para obter algumas respostas após o jantar. Brodix poderia descobrir em segundos. Relaxe. simplesmente por se concentrar. você é o único com a cabeça para o negócio. Entre eu e você.esperando a tapa. Enquanto a maioria das pessoas teve que olhar para o seu calendário. "Desde que eu sou o único com a flexibilidade de trabalho por aqui." Uma das vantagens de ser um faz-tudo ao redor / carpinteiro era que ele poderia definir suas próprias horas." "Vamos esperar e ver o que está acontecendo antes de fazer planos. Ela era especial.” Seu irmão cérebro finalmente respondeu. o que pareciam as próximas quatro semanas. " "Eu posso ficar por alguns dias. Eu estou menos de quinze minutos para fora. então talvez você possa me dar uma mão. para ver o que estava em sua agenda para no dia seguinte. "Que é parte da razão pela qual eu estou chamando." "Deus." Sam saiu e foi em direção à varanda da frente. "Na verdade. eu provavelmente poderia demorar algumas semanas fora. e não posso exatamente fazer um improviso de licença prolongada do trabalho. e Sam deixou um sorriso deslizar.” Página 5 . ela parecia estressada. ou pior. Wanda havia apenas dado um tapinha nas costas dele." "Você tem qualquer tempo de férias vindo?" Brodix ficou em silêncio.

eles fizeram o seu caminho em direção a ele. maior e mais cruel do que nunca. Sam enfiou o celular de volta para o coldre na cintura e observou como seus irmãos estacionavam e saiam. O intestino de Sam apertou. BMW prata. quando pensou que seu pai teria dito sobre isso. mano. "Peguei um pouco de pão fresco da padaria na Quinta. se fosse possível. Possuir a sua própria empresa de construção civil lhe convinha. Inferno." Página 6 . se ainda estivesse vivo. Vance parecia bom. seu pai sempre disse. "Brodix está a caminho. Sam não os tinha visto desde início do verão. Família. "Em sua defesa. Como de costume. mas bom do mesmo jeito. River tem estado a salivar por todo o caminho até aqui. Sam deu para o instinto de olhar a cada um deles mais. “Ótimo. qual é a novidade?" Sam riu. Atrás dele estava um novo. Eles tinham estado todos ocupados." Disse Sam por meio de saudação. brilhante. Um por um. ele vive mais longe do que o resto de nós. aparentemente. cabelo preto desgrenhado e de construção magra de 1." "Obrigado por esclarecer isso. Por que eu sou sempre o último?" Sam riu.95m. Vance bufou." Reilly sorriu e ergueu a sacola. Muito ocupados para visitar? Ele fez uma careta. é tudo o que realmente importa nesse mundo. A única diferença entre os gêmeos foi a constante carranca de River. Eu sou o último. Ele poderia contar em uma mão a quantidade de vezes que seu irmão mais novo tinha esboçado um sorriso na última década. "Porque você chupa mais do que o resto de nós." "Isso é o que os irmãos mais velhos fazem. Ele precisava ver por si mesmo que eles estavam bem. Ele se virou a tempo de ver Vance entrando na garagem com sua caminhonete preta. usava botas pretas de trabalho. depois desligou. "Atrasado.Sam ouviu o som característico de um motor diesel de trás." Ele ouviu a maldição de Brodix. ele parecia mais musculoso. River e Reilly estão bem atrás dele. "Vance acaba de chegar. Reilly e River eram imagens de espelho um do outro com seus pálidos olhos verdes." Brodix ofereceu algumas ideias anatomicamente impossíveis. um par de jeans desbotados e casaco de couro marrom que sua mãe tinha lhe dado quatro ou cinco Natais atrás.

" "Brodix está a caminho. Sam abriu o zíper do Carhartt1 preto e jogou-o sobre uma cadeira. e seu cabelo cinza normalmente arrumado com grampos estava confuso. Sua figura arredondada e o perfume de madressilvas sempre lhe deu uma sensação de paz." Reilly revirou os olhos. De casa. Sam pensou. Sua mãe estava na porta com um pano de prato na mão e um sorriso largo curvando os lábios. rapazes. mamãe. Preocupações de Sam subiram mais um grau. "Você é um poço sem fundo. Sammy. Nenhum deles falou quando eles fecharam a distância. e você sabe disso. sempre puderam suportar o frio mais fácil do que eu. Ela pareceu ruborizada. como se ela tivesse estado correndo os dedos por ele. droga. Ela conduziu-os e rapidamente fechou a porta atrás deles." “Eu estou aqui!“ 1 Página 7 ." Sam balançou a cabeça. River." "Isso porque nossas peles são mais resistentes do que a sua. "Eu ainda não vejo porque eu não poderia ter um pedaço. "Vocês. "Feliz Ação de Graças." Disse ele quando ela colocou os braços ao redor de seus ombros. "Feliz Ação de Graças." Vance disse quando inclinou-se para um abraço. "Deve estar aqui a qualquer minuto. "Mãe teria esfolado nós dois.River encarou seu irmão gêmeo e bateu um punho em seu ombro." "Vocês meninos vão ficar aqui fora no frio durante todo o dia ou o quê?" A voz suave e feminina fez com que todos virassem." Sam respondeu a pergunta silenciosa nos olhos azuis de sua mãe quando se afastou para deixar Reilly e River terem sua vez.

quando pensou o quanto ele sentia a falta do homem que o tinha criado. Vamos pegar esse jantar na mesa para que os meninos possam encher-me sobre o que andam fazendo." "Falando de idade. Você acha que ele gostaria que mudasse. Brodix." River disse quando atravessou a sala para pegar o prato. A dor bateu quadrada no peito de Sam." Vance riu. “Sim. Brodix desabotoou o casaco. e ela sorriu. só porque o bom Deus escolheu levá-lo para casa?" Quando todos balançaram a cabeça. "Não faz absolutamente nenhum sentido lógico como você é tão magro. não é?" Página 8 . Ele olhou para seus irmãos e viu as mesmas expressões infelizes. "Bom. vestindo um casaco de lã cinza escuro e carregando uma torta numa bandeja de vidro. "Se essa é a sua torta de abóbora. mãe. Chet Jennings mostrou-lhes como serem homens dignos de respeito." Suas sobrancelhas se juntaram. o nosso único verdadeiro amor. então." Brodix riu e abriu os braços. "Você só quer saber se qualquer um de nós ainda não encontrou. River. eu só poderia beijá-lo. "Você quer dizer me aposentar." Sam disse quando percebeu que sua mãe transpirava. "Pode ser hora de pensar em abrandar um pouco. Brodix ficou parado na porta.Sam virou-se. Sam ainda sentia falta de ouvir a sua potente voz e sentindo seus abraços esmagarem sua costela num abraço de urso. e gostaria de ter netos enquanto ainda sou capaz de me alimentar. Por exemplo. A única coisa que faltava era o pai. e assim como você podem pará-lo agora. senhora. "Sempre tivemos o riso e o amor preenchendo esta casa quando seu pai estava vivo. eu não estou ficando mais jovem." Sua mãe castigou. "Bem. Seria seu segundo dia de Ação de Graças sem ele." "Deixe o seu irmão e dê a sua mãe um abraço. "Eu sei que você é todo o pensamento.” Sam assistiu à medida que sua mãe entrou no abraço de seu irmão." Ela estalou.

Longos cabelos escuros eram tudo o que podia ver para fora. eu estou atrasada. "Você está esperando alguém. não. Ele tinha sido assim desde que Sam se lembrava. Ela usava um suéter apertado vermelho que se estendia sobre os peitos que ele desesperadamente queria tocar. Todos eles deram de ombros e olharam para a porta. Mais do que um bocado. e o peru está quase pronto para sair do forno. O primeiro lote queimou." Sua mãe disse quando ela levou a bolsa das mãos da mulher. Sua mente foi Página 9 . e o casaco pesado preto cobria tudo. e não gostava de variação real. "Julie. Sam observou e esperou. você está na hora certa. mas a campainha tocou." Vance se adiantou e levou a bolsa de sua mãe. Ela tinha curvas doces. Eu temo que tenha me distraído um pouco estudando. Quando ela abriu a porta. mas tive que fazer um segundo lote de batata-doce. Wanda." "Não. igualmente curiosos. O azul da grande sacola que ela carregava bloqueava parte de sua vista. "Eu estive aqui antes. "Eu quase esqueci Julie!" "Julie?" River perguntou quando ele olhou para Reilly. A saia longa preta não seria nada muito sexy para a mulher média. "É a garçonete que estava me contando sobre o outro dia? Do restaurante?" Julie? A boca de Sam fez quando olhou para seus irmãos. pensou ele. e um sorriso melado que chutou o seu coração em uma corrida. um pouco ofegante. estou tão feliz que você pode fazer isso. ele pensou que Julie deve ser muito especial ou sua mãe nunca teria convidado seu encontro privado. Ele franziu a testa. Considerando que nunca tinha pedido um estranho para o jantar de Ação de Graças antes. Os olhos de sua mãe iluminaram. Sam estava muito ocupado olhando para ser de alguma utilidade real. Sam conseguiu seu primeiro olhar para a mulher misteriosa. "Os meninos acabaram de chegar. Curvas. Houve um inferno de um lote do mesmo. Um inferno de muito mais. querida. enquanto Brodix ajudou a mulher a tirar o casaco grande demais. Ele podia vê-las agora que o casaco não estava atrapalhando sua visão. mãe?" Seus jantares de Ação de Graças sempre foram para parentes próximos." "Me desculpe.Sam começou a responder. e ela se virou e se dirigiu para a porta." Ela disse. Ela tinha quadris largos e pernas malditamente longas. mas nela parecia quente como o inferno.

Ele simplesmente cutucou Vance fora do caminho e tomou posse da mão de Julie." Reilly piscou. "Sim. "Você é o único com o negócio da construção?" Vance sorriu. Julie. Sam olhou para seu irmão mais novo. "É o executivo do grupo. “Obrigada! Igualmente. "Brodix. dessa forma irritantemente encantadora que ele tinha. Ele teve a ideia maluca de tirar as pregas dele. Ele é o tipo mais velho e é um pau para toda obra. quando ele imaginou-as envoltas apertadas nele.” Por alguma razão desconhecida. Sam tinha o desejo de jogar Brodix em sua bunda. eu gostaria que você conhecesse meus filhos. Julie. enquanto ela o montou no esquecimento. "Feliz Ação de Graças. Julie corou." Disse Brodix. Julie. "É bom conhecer você. "Você é muito bem-vinda." Sua mãe aconselhou quando bateu em seu antebraço. Brodix. "Você conheceu Reilly. em seguida. mas não falou enquanto enfiou uma mecha de cabelo atrás da orelha. "Prazer em conhecê-la.” Sua mãe continuou. "Um rosto bonito é uma refrescante mudança por aqui. o Promíscuo. "E o de sorriso de orelha a orelha é Vance. se comporte. só balançou as sobrancelhas." Sam notou que Brodix ainda não havia se preocupado em largar a mão de Julie." Brodix não sorriu." Ela olhou para River. O olhar de Julie foi para o seu irmão. Reilly. "Reilly disse-me um pouco sobre você. olhou para ele. se adiantando e apertando a mão dela. "Julie Rose." "E Brodix lá." Ele murmurou. O mais alto é Sam.direto para a sarjeta. "É bom ver você de novo. mas eu não acho que você encontrou seu gêmeo River ainda." Página 10 ." Ela sorriu. seguramente vários metros em toda a sala." Sua mãe apontou." Sam ficou onde estava." "Oi. Julie." Ele disse. Brodix deixou ir e se mudou para o lado de Julie. desejando que ele recuasse.

River apertou os olhos para seu irmão gêmeo antes de olhar para Julie. mas quando ele olhou para cima e pegou olhar de Brodix. uma mulher que me pegou. Página 11 . sexy e inteligente. e Sam foi rígido. Caramba. seus irmãos pensavam a mesma coisa. "No caso. "Enfim. “Ok?“ Sua mãe interveio. Ela sorriu timidamente quando ela entrou na frente dele. com os olhos brilhando de malícia. Sam se reteve. eu vejo. que tal colocar o jantar na mesa?" "Graças a Deus. foi para sua bunda. Nenhum deles parecia capaz de falar de repente. Estou morrendo de fome. ela era linda. Todos riram e se encaminharam à cozinha. Ele sentiu um fio de cabelo culpado por mentalmente despir a mulher. ele nunca deveria ter olhado.” Julie respondeu. seu olhar." Sam notou a maneira que Julie mordeu o lábio e olhou para o chão. dele não ser claro. esperando por Julie passar pela porta primeiro. Quando ele tomou posição atrás dela.” River disse. E a menos que ele perdeu o seu palpite. O conhecimento enviou o seu bom humor a merda. eu sou o gêmeo. "Agora que temos as apresentações fora do caminho. Seu irmão normalmente taciturno realmente esboçou um sorriso. e Julie tinha globos bem arredondados que ansiosamente queria chegar e apertar. ele sabia que não era o único a ter pensamentos sujos. quando fazia isso. "Modesto também." Julie riu. Ah inferno. inexoravelmente. Sam tinha uma coisa por essa parte específica do corpo de uma mulher.

Capítulo Dois "Então. cuidar de sua avó caiu para você.. Seu corpo tinha vindo imediatamente à vida quando ela tinha sido apresentada a ele. Oh. "Você está na faculdade?" Ela balançou a cabeça quando o constrangimento a inundou. e ela tinha um desejo selvagem para fazer exatamente isso. Em sua camiseta preta de manga cumprida não deve parecer quase tão gostoso. mas para ser honesta. "O que você planeja fazer quando se formar?" "Eu estive pensando em algo ao longo das linhas de gestão de negócios. notou que todos tinham parado de comer. "Eu estou há um ano longe de conseguir o meu BA. Especialmente Sam." Disse Sam." "Então. o mais velho." "Antes tarde do que nunca. sorrindo para o comprimento da mesa para ela. Uma garçonete de 29 anos de idade.. Julie sabia tudo sobre os irmãos Jennings das muitas histórias de Wanda. "É uma longa história. Eles estavam fixos. Julie suspirou. Sam. mas a versão curta é que depois do colégio. Julie teve que admitir. porque meus pais morreram em um acidente de carro quando eu tinha dois anos. ela não esperava que fossem tão esmagadoramente masculinos. claramente sobre a recém-chegada no meio deles. mas Julie tinha a sensação de que Sam poderia parar o trânsito." Quando olhou ao redor da mesa. Ele era grande e forte. Por alguma estranha razão. com quatro estágios do câncer de cólon. Página 12 . me atrasei no início. ela disse: "Quando minhas aulas permitem. Julie pensou sobre a sua pergunta e respondeu temendo. você trabalha no restaurante?" A questão tinha vindo do homem que estava sentado ao lado dela. em praticamente qualquer coisa que ele escolhesse para vestir. Ela era a única família que eu já conheci. Foi absolutamente patético. sim. Enquanto ela engoliu um bocado de cranberries. Eu." Respondeu Vance. A sombra de chocolate escuro de seu cabelo tinha comprimento suficiente para arrastar os dedos através. eu não tenho certeza. Embora. ela estava tendo um tempo terrível mantendo seu olhar de cima dele. que ainda estava na faculdade." Sam arqueou uma sobrancelha para ela. minha avó caiu doente.

mas quando ela voltou para a mesa." Respondeu River calmamente enquanto piscou para ela. "Não." Ela balançou a cabeça. Eu acho que ela se sentia culpada. Então me matriculei na faculdade. Julie achou adorável como os rapazes pareciam pairar sobre cada palavra de Wanda. vovó me fez prometer vender a casa e usar o dinheiro para sair e viver minha vida. obrigada. "E antes de morrer. "Uh." Ela respondeu. No restaurante. querida. Sammy. de qualquer maneira." Wanda sorriu. Então. "Eu estou bem." Disse Julie. Julie percebeu como ela estava se movendo lentamente. com nenhum pouco de vergonha. nenhum de vocês tem que se preocupar que eu estou aqui para outra coisa. Vendi a velha casa de dois andares. Realmente. Wanda?" Julie ofereceu quando Wanda sentou-se." "E eu disse-lhe que desde que ela não tinha um cara para passar o feriado e que deveria vir e gastá-lo com os meus rapazes. Wanda sempre se moveu com eficiência. "Mas como eu já lhe disse. Ela sorriu." "Mãe." "Eu digo que tirem os canudos. "Sim. mas Julie percebeu que não cumpriu completamente os olhos. depois que ela faleceu. "De qualquer forma. "Canudo curto recebe um encontro com a morena bonita. Quando Wanda se levantou e trouxe um prato vazio para a pia. havia um brilho de luz de suor na testa dela. e alguns dos rapazes riram e balançaram a cabeça.As suaves palavras faladas arrepiaram para cima e para baixo em sua coluna vertebral." Página 13 . Ela não estava bem? "Posso ajudar em alguma coisa. acho que sua mãe poderia ter tido a ideia de jogar de casamenteira. eu honrei seu pedido.” Julie podia sentir a preocupação montando na sala e decidiu injetar um pouco de leveza para aliviar o clima. Como se fosse de alguma forma culpa dela que tinha ficado doente. senão a boa comida e companhia. não estou no mercado para um relacionamento agora. você está se sentindo bem?" Sam perguntou enquanto observava sua mãe com preocupação óbvia. que cresci e comprei um apartamento pequeno.

" Exclamou Wanda. e Julie olhou para a cabeceira da mesa. Julie começou a ficar de pé. mantendo sua voz suave. Não era uma sensação confortável. Alguém amaldiçoou. Julie deu à tentação e olhou para Sam. Quando ele estreitou seu olhar e olhou para longe. Uma vez que ele a teve apoiada. coração. mas ela sabia que eles entenderam a mensagem." Disse Julie. ela pode estar tendo um ataque cardíaco. Wanda cerrou os olhos fechados... "Vai ficar bem. Julie girou e olhou para os dois homens mais próximos a ela. mamãe. "Sam.Diversas vozes profundas. Ela não tinha feito isso desde que sua avó a pegou no pote de biscoitos. ela o ouviu murmurar-lhe que tudo ia ficar bem. "Mãe. Ela pegou e entregou-a a Sam. "Ligue para o 911. quando tinha dez anos. Satisfeita quando sentiu o ar quente.” Sam respondeu quando se inclinou e pegou Wanda como se ela não pesasse mais do que uma criança e levou-a para outro cômodo. De repente." "Eu estou nele." "Existe um travesseiro ou algo assim? Nós queremos a cabeça elevada ou em uma posição semissentada. Wanda respondeu com um aceno de cabeça trêmulo. Seu olhar se confrontou com seus sensuais olhos castanhos. Todos eles precisavam manter a calma Página 14 . "Bom. River e Reilly ambos olharam de volta. calma." Vance disse quando pegou seu telefone celular. Julie teve a nítida impressão de que queria que ela desaparecesse. houve um suspiro alto. que Julie realmente começou a se incomodar." River apareceu com um descanso grande caçador-verde. Ela percebeu Wanda agarrando seu peito agora. mas havia um homem que não disse nada. acolhedora. Como ontem. o que é?" "C. Julie rapidamente se abaixou e colocou-a perto bochecha da boca da mulher mais velha. "Isso serve?" "Perfeito. então alguém pode me ajudar a levá-la para o sofá?" "Eu a tenho." Disse Julie. tentando manter a calma. "Wanda?" Sam rapidamente entrou em ação. Ele olhou para ela com tanta intensidade. para garantir que sua respiração não fosse difícil. Ele colocou-a delicadamente em cima das gastas almofadas xadrez marrom. masculinas enviaram acordos energéticos. Ajuda está a caminho. Julie deixou cair o garfo.

Ela olhou para baixo. "Você não deveria estar dirigindo. Ele assentiu e decolou com uma corrida. Julie deu um passo atrás e permitiu-lhes fazer o seu trabalho. você pode andar para o hospital com a gente." Julie ficou impressionada pela forma como ele foi gentil. Eu sei CPR. obviamente. Sam estava lá. Sam balançou a cabeça lentamente e alisou a mão sobre os cabelos de Wanda." "Ou comigo. sirenes tocando." Brodix ofereceu.. e olhou para baixo no comprimento do sofá. Depois que eles estavam a caminho. obrigada a todos. mamãe. "Vamos lá. realmente. "Você pode ir em frente e prestar atenção para os paramédicos?" Ela perguntou. Quando a cabeça apareceu e seus olhares conectaram. "Eles estão quase aqui." Reilly deu um tapinha em seu ombro. Brodix trazendo até a traseira. Ficar chateado só piorava a situação." Quando dois homens em uniformes EMT irromperam pela porta da frente. River. todos os irmãos estavam assistindo da calçada quando Wanda foi carregada no veículo de emergência. As sirenes ficaram mais altas. “Sério. olhando triste." "Oh. Quando Wanda olhou como se quisesse sentar-se. Reilly e Brodix vieram até ela. grato por ter algo para fazer. Ela ouviu Sam explicando a situação. "Eu nem percebi.por causa de Wanda.” "Você está tremendo. mas eu estou bem. Ela pensou ter ouvido sirenes. para onde os pés e mãos de Brodix estavam apertados ao seu lado. fique ainda agora.” Página 15 . “Você está bem?” River perguntou enquanto Reilly colocou a mão em seu ombro. chocada ao ver que ele estava certo. “Eu gostaria.. acalmando-a com a palma da mão contra a testa grande. "Shh. Ser incapaz foi o pior. Dentro de minutos. doce. Julie sabia muito bem. Julie viu a angústia que ele estava claramente tentando esconder de sua mãe. ela murmurou." Os gêmeos deram-lhe um: "Sim certo" Ela sorriu para tranquilizá-los.” River disse quando pegou as duas mãos e esfregou-as entre as suas mais quentes. Julie franziu a testa. Vance acabou andando junto com eles.

mas parou. onde muitas vezes tivera medo de ir. Sam andou na sala de espera. Sammy. se isso não assustava o direto a merda fora dela. você pode pegar o seu casaco enquanto eu fecho. Sua mãe tinha acabado de ter um ataque cardíaco. Algo sobre Sam Jennings fez querer dar-lhe tudo. "Eu aprecio a preocupação. depois de tudo. ela teve que se perguntar se havia algo que estava faltando. porque só Sam Jennings parecia possuir o poder de provocar arrepios de consciência para baixo em sua coluna. River ao seu lado. E caramba. Sua mente gaguejou a um impasse quando Sam colocou a mão contra a parte inferior das costas e cutucou. Escolher uma luta com ele."Ela vai vir comigo. Ela queria se render a ele. Julie disse a si mesma que ela foi deixando-o seguir seu caminho." "Cuidado. sem sequer tentar. Ele olhou por cima da cabeça. Ela queria agradá-lo. "Que diabos está demorando tanto?" Página 16 . ela sabia que era apenas uma parte dela." Julie mordeu o lábio e tentou não responder ao calor do seu toque tão perto de seu bumbum." Isso era tudo que ele disse antes de solicita-la em direção a porta da frente. No fundo. Julie girou. ela balançou a cabeça. considerando o estado emocional de Sam. sem dúvida. Julie não teve que se virar para saber. que pertencia ao mais velho dos irmãos Jennings. Qualquer coisa. Julie supôs que Reilly foi advertindo Sam sobre a unidade para o hospital. "Vamos lá. "Vamos nos encontrar lá. antes que tirasse um molho de chaves e caminhou fora." A voz profunda e dura veio logo atrás dela. e ela sabia." "Eu sei. neste momento particular seria indelicado. A preocupação que ela viu estampada nas linhas na testa de Sam e a forma rígida que se manteve a impedia de falar as palavras em voz alta. porque ele estava chateado. mas a julgar pelo olhar que ele lhe enviou pouco antes de se afastar." Disse Reilly. pronta para lhe dar a mesma resposta que tinha dado a seus irmãos. Em vez disso. no entanto. mas realmente eu posso dirigir.

quando digo que você é muito malditamente incrível." Sam virou-se a voz feminina. mas você precisa ser paciente. "Eu não sabia." Sam sabia que havia mais com essa história. "Por que você está tão calma?" Julie cruzou os braços na frente dela e olhou para o chão." A cabeça de Julie disparou. Página 17 . a ideia de Julie virada. acho que sabia que precisava aprender algumas coisas. Eu aprendi da maneira mais difícil que o pânico somente interpõe em mais problemas."Relaxe. Eu sei que é difícil. "O que você quer dizer com isso?" Sam parou de andar e respondeu: "Você é a primeira pessoa a receber um convite para jantar. "Eu não sei. com os Jennings na 'Ação de Graças. claramente atordoada com a notícia. mas agora não era a hora de martelá-la com perguntas que poderiam perturbá-la." Ela encolheu os ombros." "Minha mãe sempre teve bom gosto. "Minha avó teve uma ida áspera." "Ela está em boas mãos. em lágrimas por causa dele. porra." "Oh. me senti tão impotente." Disse ela. Sam deu um passo em sua direção. "Isso foi como você aprendeu CPR?" Ele perguntou. Mais uma vez. ou pior." Vance acenou o seu acordo." Vance exigiu. sua expressão maliciosa disse tudo. O que foi com os dois? Eles nunca agiram territorial sobre uma mulher. mas enfurecia-o que não poderia ser tão legal e coletado. "Você está me deixando louco." "Você ficou bem e nos impediu do pânico." Disse River da cadeira ao seu lado enquanto ele afagou-lhe a coxa. quando ela nunca fez isso antes. mas depois que vovó teve de ser levada para o hospital uma vez. Sam. "Eu posso ver por que mamãe convidou-a para Ação de Graças. curioso sobre a mulher que estava se tornando rapidamente um fascínio para ele. “Eu não sabia qualquer tipo de primeiros socorros no início." Murmurou Reilly do outro lado dela. puxou a cada um de seus instintos protetores. Sam queria rosnar para a forma como os gêmeos tinham Julie encaixotada dentro. Por alguma razão inexplicável. "Acho que falo por todos nós. Quando a cabeça de River veio à tona. ela era a calma em face do caos. Ele a admirava.

enfiando as mãos nos bolsos da frente de sua calça. mano. em seguida. "Ela está indo muito bem. Sam estava determinado a ver sua mãe sentada no alpendre no balanço dianteiro lendo. A enfermeira levou-os por um corredor. durante o passeio de carro. até que ele pensou que estaria doente. e Sam viu como Julie intensificou e deu um tapinha no ombro de Brodix. considerando que ela tinha sido tudo. Sam bateu-lhe no ombro e apertou. "Sim." Disse Brodix. Sam não sabia o que fazer com isso. "Diga a ela. ela disse tudo em duas palavras com ele. ela parecia bastante hábil em demiti-lo completamente. Cada cama foi cercada por cortinas para dar privacidade ao paciente." Ele balançou a cabeça. Na verdade." Isso de Brodix. Você pode vê-la agora. "Você pode dizer a ela em poucos minutos. Seu pai não tinha feito isso em casa. que poderia ser melhor para visitar um casal de cada vez. Jennings." Respondeu Sam.. As lembranças que vieram através da mesma sala quando eles correram com o pai para o hospital após o acidente vascular cerebral inundaram Sam. e a eclosão de novos caminhos tortuosos para casar seus filhos fora. Ela pareceu perfeitamente à vontade em torno de seus irmãos. quando o som de seu nome sendo chamado o deteve. "Você é Sam Jennings?" Todos eles levantaram. mas está indo muito bem. em seguida Julie." Ela olhou para seus quatro irmãos e.. Uma enfermeira se aproximou. Sam foi em quantidades iguais satisfeito e perturbado por esse fato.pronto para se livrar de algumas das suas frustrações reprimida em seu irmão mais novo." "Claro!" Sam virou-se para o grupo e disse: "O que cerca de Vance e eu irmos primeiro? Soa bem?” "Sim. Inferno. de todas as pessoas. Página 18 . disse mais do que qualquer coisa sobre do seu estado emocional. mesmo que o matasse. menos à vontade em torno dele. ou ela. Ela teve um leve ataque cardíaco. "Uh. Sr. passou por um conjunto de portas duplas que os levaram para um quarto grande com várias camas. “E a minha mãe está bem?“ A mulher sorriu. Nós não queremos salientá-la agora. ir de repente sem palavras. armando-se contra qualquer notícia que ele estava prestes a receber.

"Mesmo a partir de uma cama de hospital. "O médico estará aqui para vê-lo logo. e havia olheiras sob seus olhos. não incomodando a dançar em torno da questão. Sr. você vai ver. poderia dizer que seus pensamentos estavam correndo ao longo das mesmas linhas." Após deixar a enfermeira. "Como eu fui criar tais homens mandões? Deve ser influência de seu pai. embora." Respondeu ela." Ele confirmou. Sam não gostou do fato de que a enfermeira não se apressou a tranquilizá-lo. você está brigando comigo. Não fique tão preocupado." Sam poderia ver a palidez no rosto de sua mãe. Suas mãos tremiam quando chegaram em torno de seus ombros." “Querido. muito cansada." Vance disse. Sam se moveu ao lado da cama para receber seu abraço. não aborreça a menina. apesar da gravidade da situação. "Seus grandes e belos filhos estão aqui para ver você. "O primeiro passo é você começar a desacelerar. Quando ele olhou para Vance. "Nós todos sabemos que quando vinha empurrando. me desculpe. resmungou: "Assustou a luz do dia fora de nós. Wanda riu. Eu realmente acho que seria melhor se nós deixarmos o médico explicar condição de sua mãe." Sua mãe repreendeu. Sam levou no rosto pálido de sua mãe. papai sempre se rendia a sua vontade obstinada. a enfermeira empurrou uma cortina." Em poucos segundos. sua voz não deixando espaço para o argumento. Jennings. Quando ele se afastou." "Sammy. mas sua mão tremia um pouco." “Ha!” Sam exclamou." Página 19 . "Mãe?" Ela sorriu e estendeu os braços para um abraço. você vai estar. Aposentadoria foi definitivamente no horizonte. bem como as opções de tratamento. Wanda. "Eu vou ficar bem. querido. Vance se moveu para o outro lado da cama e inclinou para baixo. Ela parecia cansada." "Sim. "Eu vou ficar bem." Sam olhou para a enfermeira para a confirmação da declaração de sua mãe.” Ela afagou o rosto. Sam sorriu.Quando eles se aproximaram sua seção. "A cirurgia é necessária?" Perguntou ele. "Eu não quero dar-lhe informação falsa. "Eu estou com Sammy.

ela é uma pessoa." Ele olhou para Vance e admirou o sorriso de lado. e então disse. Julie foi para casa?" "Não. "Porque ela estava lá para ajudar quando a mãe teve o ataque?" Sam perguntou." "Ela deveria ser uma enfermeira. com uma refeição de microondas em vez disso?" Sam revirou os olhos na descrição de sua mãe." Sam nunca chegou a terminar a sua afirmação. Ele não gostou e rapidamente empurrou-o fora. estaria?" Ela encolheu os ombros. ele enviou o seu caminho." Uma imagem de Julie sentada em uma sala mal iluminada. Vance balançou a cabeça. no entanto. Sam sabia que Vance estava certo." Disse Wanda.. mesmo que fosse na maldita certeza que não era o que Vance significava. Você preferia que ela passasse o feriado sozinha. que a descreveu para um T." Vance disse com sinceridade total. sim. "Estou feliz que você fez."Era o meu doce sorriso que sempre o teve derretendo. porque o médico entrou." "Sim. Gostosa. nublou sua visão. sozinha e triste. distante. "Você não acha.. Sam. "Você não estaria tentando corrigir-me com ela. no entanto. "Ambos precisam limpar sua linguagem." "Jesus." "Bonita também. "Não perdeu sua cabeça uma vez em tudo isso. "E nenhuma vez entrar na sua mente que um de nós pode encontrá-la sexy? Que um de nós pode não ser capaz de resistir a seus sorrisos bonitos e risada contagiante?" "Eu não me importo se você a convidou com a intenção de fixar um de nós com ela. A discussão da deliciosa Julie Rose tomou um banco traseiro. "Um pouco dramático. O inferno se ele queria que alguém pensasse de Julie nessa luz." Ela fez uma pausa." Vance concordou com uma voz suave. "Ela é algo mais.” Sam admitiu. Ela não tem ninguém." "Eu. "Porque ela é uma adição gostosa para jantar. "Falando de sorrisos doces. Página 20 ." No fundo." Respondeu Vance rapidamente. você não acha?" "Eu só estou falando a verdade. "Tudo que fiz foi convidá-la para jantar. não uma fatia de bolo. "Ela está na sala de espera. Sammy?" Sam estreitou os olhos quando a compreensão amanheceu.

Quando ele atravessou o estacionamento do hospital.Capítulo Três No momento em que Sam deixou o hospital. para afastar o frio e notou algumas outras pessoas fazendo a mesma coisa." "Deixei Julie no carro dela." Reilly respondeu à sua maneira habitual calma." Sam ouviu o suspiro de Reilly. ele estava." "Ele é tão protetor quanto uma mamãe urso quando se trata dela. o sol da manhã não tinha a menor chance de aquecer as coisas. Ele apertou o botão resposta enquanto abria a porta do carro. "Mamãe ainda estava dormindo quando eu saí. Pode ser que novembro tecnicamente ainda caia. "Mamãe salvou a todos nós. ele duvidou. e ela estava dormindo profundamente sob o olhar vigilante de River." "Ela o salvou naquela manhã. seu celular tocou. "Que merda de lar adotivo que ele estava. Quando Sam se aproximou do seu SUV. De alguma forma. Sam era eternamente grato. sua mãe havia sido transferida para uma sala privada. que entrou no escritório do assistente social. River teve o pior de que Página 21 . Sam puxou o colarinho acima em torno de seu pescoço. Como está a mamãe?" Sam pensou em Julie e Reilly juntos sozinhos e perguntou se ela tinha dado ao seu irmão a mesma rotina. "Sim. Para isso. Medicação e uma dieta saudável para o coração era tudo que ela precisava para ficar melhor. Ele olhou para o identificador de chamadas. que elas vieram para verificar seus sinais vitais e escrever em sua ficha. River ainda está lá. Ele não vai deixar. Continuou dando as enfermeiras o mau-olhar sempre. calma desapaixonada que tinha lhe dado durante o trajeto para o hospital. mas o inverno com certeza não se sentia longe. Descobriu-se que a cirurgia não era necessária. eu percebi." Sam nunca se esqueceria do lugar que River tinha vivido antes de Wanda Jennings ter levado tudo e os criado como se ela tivesse dado à luz a eles. uma rajada de ar frio bateu-lhe no rosto. "Hey. Reilly. Inferno. antes de mamãe vir atrás de River." Sam disse quando lembrou o dia todo de novo. não é?" "Sim.

até que as coisas estejam em preto. não é?" “Claro que não. e ele não tinha sido capaz de detê-lo. "A que horas? Eu poderia te encontrar lá. "É. seu coração não se importava muito. que são. Pela milésima vez." Ele disse.qualquer um deles.” Ele esfregou as mãos congeladas juntas enquanto esperava para o motor aquecer. "Sim?" "Você não poderia ter parado. você sabe. “Sam. "Mãe mencionou os problemas do restaurante Blackwater para você também?" "Ela me contou sobre isso na quarta-feira. você quer dizer?" Sam reprimiu uma maldição. Seu irmão mais novo tinha sofrido. Eu não a quero desnecessariamente chateada.." "Você não vai levá-lo ao hospital." Ele enfiou a chave na ignição e dobrou o aquecedor a pleno vapor." "Você quer avaliar se é uma questão de fazer algumas mudanças ou se é hora de declarar falência." Ele ouviu algum barulho. "Eu estou indo para casa para pegar algum cochilo. Quero verificar algumas coisas.” Sam teve de engolir várias vezes antes que pudesse falar. e. então eu pretendo voltar para ver a mãe na parte da manhã. "Preciso ter uma ideia a respeito de onde estão as coisas. "Você era apenas uma criança. provavelmente. Eu pretendia falar com você após o feriado." Página 22 . Eu estarei no hospital em torno de 10. "É uma boa possibilidade. "O que está feito está feito." "Na verdade.. e então as palavras de Reilly registraram." Sam fez uma pausa." Sua mente sabia que Reilly estava certo. "Você acha que o ataque cardíaco está relacionado com o estresse do restaurante?" Ele perguntou. Isso ainda fazia Sam irritado. desejava que eles simplesmente enterrassem o passado." Reilly ficou em silêncio por alguns segundos. "Além de contar a ela que eu vou tomar mais. mais ou menos isso." Sam disse quando ficou para trás do volante. acho que vou parar primeiro no restaurante. sua voz um pouco mais áspera do que o habitual. em seguida. que não tinha protegido River todos os anos.

" "Julie tomou conta dele. "Ela é uma garçonete. "Basta falar com Julie. "Merda." Sam enfiou a mão pelo cabelo. a filha que mamãe sempre quis?" "Inferno. Eu lhe disse que ia cuidar disso. você sabia que Julie também abre todas as manhãs?" “Não." Sam sorriu. eu esqueci o peru. Julie pode ter algumas informações para você sobre o restaurante. Você sabe como ela é a cerca de sentar na cama." Respondeu Reilly. tente fazer River ir para casa. "Como em. eu não sabia! Eu pensei que minha mãe cuidava de tudo isso. Falando do restaurante. Por que minha mãe falaria com ela sobre as finanças do restaurante?" "Pelo que tenho visto. e se ofereceu para limpá-la. mas não podia colocar o dedo sobre o porquê exatamente." “Hã?“ "Ela mencionou que a mãe não gostaria de voltar para casa e ver toda a comida estragada e a cozinha uma bagunça." "Eu duvido que ele vá ouvir. Acho que elas estão relativamente perto. Disse a ela para deixá-la no restaurante e eu pegaria mais tarde. não tenho certeza. "Existe alguma coisa que Julie não possa fazer?" Página 23 . Ela sempre se recusou a contratar um gerente. Eu vou encontrá-lo no hospital. Mamãe confia um bocado nela. por isso não me ocorreu." "Se você chegar lá antes de mim. mas ela insistiu. Julie tornou-se mais do que uma mera empregada para a mamãe. Ele vai estar cansado como o inferno. Ele devia a Julie por tudo o que ela tinha feito para eles." "Eu sou apenas feliz que um de nós vai estar lá em volta."Para informação. para fazer companhia à mãe. Ela é uma pequena coisa persistente." Sam parou de esfregar e fez uma careta com a menção de Julie. se ele não já não está. "Ela tem uma chave da casa?" "Eu emprestei a minha." Uma imagem súbita de seu jantar de Ação de Graças sentado frio na mesa da cozinha de sua mãe atirou em sua mente." A notícia incomodou. quando existem coisas a serem feitas.

não como uma maneira de pagar as costas para tudo o que ela tinha feito por eles. Eu não consigo entender por que ela ainda está solta. ele precisava fazer algo sobre isso. que não podia parar de pensar em ficar nua? Ele nunca deixaria sua libido governá-lo. Sam sabia que estava mentindo para si mesmo." “Ciúmes?“ Reilly perguntou ao seu modo brincalhão usual. mas o inferno se ele poderia manter sua mente fora da calha sempre que seu nome apareceu. "Por que diabos eu estaria?" Reilly sorriu. Julie Rose tinha rastreado direito sob sua pele. até que ambos tivessem um gosto bom." Sam murmurou. Tudo o que ele tinha lhe dado até agora eram um bando de carrancas. Uma coisa era certa." Sam amaldiçoou. “Até mais. Para afundar-se em seu calor doce. uma noite sem pressão. "O que há com vocês? Acho que vocês nunca tinham visto uma mulher bonita antes.“ Ele apertou o botão ‘fim’ e jogou o celular no console central. Ele sabia malditamente bem que Reilly o tinha atrelado. e para o bem de sua sanidade. Ele não queria ser amigo da mulher.Reilly bufou. e o chateado. eficiente. "Boa pergunta. o que havia sobre ela. "Ela mais ou menos disse que não teve tempo para pensar em namoro. Seu pênis endureceu quando imagens após imagem bombardearam sua mente." O intestino de Sam apertou quando pensou em Julie com um estranho sem rosto. Talvez ele pudesse levá-la para jantar fora e compensar isso. Ele queria levá-la para sua cama. longo do céu. Porra. Ela tinha sido um anjo." "Eu vou para casa. Cristo. Uma amiga. "Inteligente. O mínimo que ela merecia era um agradecimento. Mas mesmo quando o pensamento entrou em sua mente. eu estaria mais do que disposto a trabalhar em torno de sua agenda." "Para uma mulher como ela. Página 24 . Foi só depois que ele estava em seu caminho que deixou-se pensar em Julie novamente. doce como o sol e fácil sobre os olhos.

mas não foi fácil. O restaurante Blackwater só serve comida. Bryan."Nós tivemos essa conversa antes. Delaney?" Para sua surpresa absoluta." Página 25 . Ele também nunca pareceu entender que não. Sua atenção tinha sido doce para com os primeiros cinco minutos. quando ele olhou para Sam agora. mas não havia dúvida o medo em seus olhos. um pouco confiante demais em sua mente. "Planejando encomendar em breve. "Uh. Bryan Delaney era um homem bonito. "Eu não sabia que você estava trabalhando no restaurante. O corpo grande e forte envolto em uma camiseta preta e jeans enviou-lhe a pressão arterial dentro da faixa perigosa." Seu olhar brilhou como gelo quando ele enrolou as mãos em punhos aos seus lados." Julie tentava não deixar que sua irritação se mostrasse. O homem sempre pareceu tão confiante. "Sam Jennings.” Disse Bryan. Quando Sam não olhou em seu caminho e toda a sua atenção parecia focada em Bryan. lembrou-se da sua pergunta. “Existe algum problema?“ A voz profunda e áspera vindo de trás a tinha ligada aos seus calcanhares. durante meses. “Sam?” Julie perguntou. Bryan empalideceu. Embora com Wanda no hospital. não há problema. e ele tinha vindo para o jantar pelo menos uma vez por semana. Julie deveria ter esperado que um dos homens Jennings assumisse. Infelizmente nunca deixou de convidá-la para um encontro. Ela ficou surpresa ao vê-lo no restaurante. numa espécie de terno vestido de forma polida. obrigada era um código para nunca em um milhão de anos.

Ela sorriu e fez o seu melhor para difundir a situação volátil." Ela revirou os olhos." Bryan virou um tom um pouco feio de verde. Julie. Obrigado. Você poderia ter nos custado muito mais do que apenas um cliente. mas desapareceu no ar." "Eu conheço Delaney desde o colégio. mas ainda era um cliente pagante. "Não seja bruto." Suas sobrancelhas dispararam.” Sam aconselhou. E um com a boca muito grande também. o restaurante não pode se dar ao luxo de perder até mesmo um cliente. "Você quer que o babaca por aí?" “Este não é o ponto. Sam se endireitou. "Eu espero que você perceba que você acabou de custar o jantar de um cliente regular. Quando olhou para trás por cima do ombro. mas percebeu que Sam não se moveu. e ele não é nada além de problemas. Tudo que Julie podia ver era o dinheiro que Bryan teria gastado." Ela se virou para ir. O ponto é. Ele era uma dor no meu traseiro. e Bryan deslizou para fora da cabine e praticamente correu para a porta."Se você está procurando um encontro." Página 26 . Delaney. vamos nos virar sem ele muito bem. depois acrescentou: "E não amaldiçoe. Ela olhou e esperou por Sam para alcançá-la antes de explodi-lo. Confie em mim. "Que tal eu te dar uma fatia de torta de maçã que você gosta tanto. seus rostos a poucos centímetros de distância. Ela teve todo o caminho para o balcão." Ele se inclinou e sussurrou: "A menos que você goste dele olhando para seus peitos. Ele ainda parecia pronto para cometer um assassinato." Ela parou um instante. “Claro! As minhas desculpas. viu Sam inclinando-se para Bryan. encontre-o em outro lugar. Sempre foi. "As garçonetes estão fora dos limites. Bryan?" "Certamente. antes de sua curiosidade levar a melhor sobre ela. ela perguntou: "O que você disse a ele de qualquer maneira?" "Eu disse a ele que você estava em limites especialmente fora. Ele persegue todas as mulheres com idade inferior a 50. Não importa o quão irritante ele possa ser. Após alguns segundos." Julie olhou para Sam e notou que sua expressão não mudou." Curiosa.

para conversar com seu médico. eu não sei.O estômago de Julie fez uma pequena cambalhota na forma como sua voz caiu para um tom mais intimista. mas com a maldita certeza que ela não teria estado muito feliz. Talvez tenha sido por causa de todos os olhares desagradáveis que você enviou no meu caminho?" "Você entendeu mal. puxa. Como se precisasse da distância para pensar com clareza? Julie se perguntou. "Wanda não é aquela que perseguiu Bryan fora agora. "Então você está olhando para mim." Julie percebeu que não tinha perguntado como sua mãe estava fazendo e disse: "Falando de sua mãe. "Olha. eu meio que pensei. o que te faz um de nós. se tivesse visto a maneira como ele estava salivando em cima de você. Na verdade. E ela pode não ser a única a se livrar de Delaney." Ela se afastou longe dele. Ela se aproximou e apertou os olhos para ele. "Minha mãe gosta de você. E os Jennings tendem a ser malditamente protetores sobre os que amamos. por causa de Wanda?" Ele passou a mão pelos cabelos antes de recuar alguns metros. eu devo a você por tudo que fez por ela. "Um simples obrigado seria suficiente. Por nós. "Por que você diria a ele?" Sam segurou o queixo na palma da mão. que você não me quisesse em qualquer lugar perto de você ou sua família." “Sofrer?” "Eu tenho a nítida impressão de que você não me queria na sua celebração de Ação de Graças." O fato de que ela teve o grande mau Sam Jennings na corrida enviou uma pequena emoção na espinha de Julie." Ele balançou a cabeça. Eu pensei que talvez você e eu pudéssemos jantar juntos. Não há necessidade de sofrer com outra refeição comigo. como ela está?" "Ela está melhor." Julie não acreditou por um segundo que seus motivos eram tão inocentes. sexy." "Realmente?" Página 27 . "Por que diabos você diria isso?" "Oh. Eu estou indo para lá mais tarde.

ela correu através de seu guarda-roupa e voltou com absolutamente nada para vestir." Julie mordeu o lábio e olhou para baixo. isso pode ser útil. na perspectiva de obter Sam Jennings só para ela. irmã. "Aqui. Sete ok?" “Tudo bem. em seguida." Ele tomou-a. Julie. Ela precisava ir às compras. Está fora de forma em sua profundidade. Página 28 . "Por favor." "Eu vou buscá-la amanhã à noite. por uma noite inteira.” Julie forçou a concentrar-se nas mesas de espera." Julie viu quando Sam entrou no escritório e fechou a porta atrás dele. Haveria tempo mais tarde. Deixe-me fazer as pazes com você. e tudo o que possuía eram jeans e saias um pouco aborrecidas. Nada que fizesse muita impressão. E nunca alguém tão potente como Sam Jennings. em seguida. para pensar nos cabelos escuros. Sam fechou o espaço separando-os. Isso funciona para você?" Ela cruzou os braços sobre o peito e olhou para ele. Mentalmente. "Eu realmente limpo muito bem. Finalmente. empurrou-lhe o queixo com o dedo indicador." Ele chegou mais perto e sussurrou: "Eu nunca duvidei disso. Quando Eddie. o cozinheiro. até que seus olhares encontraram. ele disse: "Eu estava pensando um passo à frente do casual. olhou para o seu corpo. mas isso não impediu que seu coração desse corridas com entusiasmo. gritou: "Ordene-se. Ela não tinha namorado muito desde a morte de sua avó. como ela era forte o suficiente para dizer não a isso! "Sim.“Realmente. Pode ser o maior erro do mundo. rasgou a folha fora e entregou a ele. janta comigo?" Deus.“ Julie anotou seu endereço e número de telefone em seu bloco de pedidos. Você ficaria surpreso. Realmente olhou. em seguida. com pedaços meditando de boa aparência. Fantástico. e sem dúvida que ela tinha absolutamente zero habilidade quando se tratava de homens. Ela queria ter uma boa aparência para seu encontro. "É só um jantar.” Ele estendeu as mãos para os lados como se em sinal de rendição.

Mas quando tinha visto o vestido na prateleira. antes de começar a maquiagem." Página 29 . ela inspecionou a saia do vestido mais uma vez.Capítulo Quatro Julie deixou o tecido verde esmeralda deslizar para baixo de seu corpo. Satisfeita com os resultados. O cruzado de volta a fez se sentir sexy. O decote V profundo era quente. parou abruptamente e olhou ao redor da sala espaçosa. A saia preta lisa que ela usara para o jantar de Ação de Graças não gritava exatamente gostosa também. Quando puxou o zíper lateral. então ela aplicou uma leve camada de blush e uma sombra cinza esfumaçada para realçar o verde em seus olhos. ela meio que esperava para ver o carpete velho verde que outrora cobria os andares de sua avó. A casa de sua avó se foi. A opção para ir com cinto preto e saltos parecia puxar o olhar do todo muito bem juntos. A guarnição da fita de cetim na cintura adicionava apenas o toque direito. yip hurra. Yip. ela não quis aparecer como se estivesse tentando impressionar Sam. ou esperava que fosse. Hoje foi uma noite especial. sem ser demasiado evidente. mas quando entrou no quarto dela. Ainda assim. Diabos. em seguida. Julie saiu do banheiro. Ela nunca usava muito. O estômago de Julie se apertou. Que possuía algo diferente de seu uniforme de garçonete. Sua avó lhe deu pouco antes de abraçar o recheio dela. e já tinha um pouco demais em torno dos quadris como era. mas agora sentiu muito falta. apenas um pouco de batom e rímel. Julie querida. ela queria fazer passar a mensagem de que poderia ficar bem. desejava que pudesse ver o sorriso. Como sempre. Normalmente não ia para pregas. Mais como professora do ano. "Eu vou sempre viver em seu coração. Ela odiava aquele tapete. no entanto. Ela não precisava trazer mais atenção para essa área específica do que o necessário. que a fez se sentir inchada. mesmo que isso fosse exatamente o que estava fazendo. isto tinha estado pregueado estilo acordeão que tinha lhe puxado. verificou-se no espelho. Julie pegou o pente de metal fora do balcão e fez uma pequena curva ascendente com seu cabelo.

Definitivamente não. talvez dizendo sim para o jantar não fosse uma ideia tão grande. suas pernas tremiam um pouco. Quando olhou para a pequena janela na parede oposta. A cama tinha sido uma satisfação. Em seguida. o que ela sabia sobre sexo? Muito malditamente pouco." Ela murmurou. deixou-o fora e saiu do quarto. Ele tinha estado sagazmente sobre ela. era muito fácil imaginar o homem delicioso deitado contra o edredom de plumas branco. sorriu. e a campainha soou Página 30 . Será que ele gosta de muito espaço quando faz amor com uma mulher? Será que ele gosta de tomar seu tempo ou era o tipo que corria para o fim? Com um pouco de sorte. Sam. Depois disso. que era. Porra. O amarelo ensolarado poderia quase cegar uma pessoa se olhasse muito tempo. Então. O resto do seu quarto tinha sido pago com o dinheiro que tinha recebido da venda da casa de sua avó. você pode fazer isso. mas elas ainda faziam Julie sorrir cada vez que as via. antes que pudesse soltar um único ahhh. em seguida. Julie respirou fundo. seu coração parecia bater mais rápido a cada passo mais perto da porta da frente. Ela chegou à sala de estar. novamente. "Consiga-se segura. Enquanto caminhava pelo corredor. e cara. desligando a luz quando se foi. Julie sentou na borda da cama e contemplou o cancelamento. Ela as manteve porque sua avó havia feito à mão. Não porque elas eram lindas. mas teve como objetivo mudar isso. completamente nu. a campainha tocou. As flores grandes amarelas e rosa tudo sobre elas sempre pareceu um pouco psicótico para Julie.Ele tinha sido algo que sua avó tinha dito várias vezes durante seus últimos dias. A King Size cerejeira com dossel poderia acomodar confortavelmente três adultos ou um homem grande. As cortinas eram uma das poucas coisas da casa velha que ela manteve. talvez? Julie apostaria o valor de uma semana de gorjetas que Sam gostaria de muito espaço quando dormisse. Não havia boas lembranças ligadas ao mobiliário. Você é uma mulher adulta. Quando ficou de pé. Um homem como Sam Jennings. Lembrando as palavras lhe deu conforto. Sua introdução tinha sido uma rapidinha no fundo da Buick de Clint Radley. é claro.. ela descobriria. Mais cedo ou mais tarde. Seu estômago de repente encheu de borboletas.. Ela tinha sido uma aluna do primeiro colegial no momento. todo o seu tempo foi gasto cuidando de sua avó. Merda.

Embora Julie tivesse um sentimento de que grande parte de sua ansiedade tinha a ver com quem ela estava saindo. manteve seus pés movendo em direção à porta. Se apenas fosse corajosa o suficiente para fazer algo sobre isso. Deixe-me pegar meu casaco e podemos ir. por assim dizer. Nem um fio de cabelo fora do lugar." Ele balançou a cabeça e passou por cima do limite. Ela tinha o desejo insano de correr na direção oposta. ajeitou a coluna vertebral. "Uh. Quente. Era aberto na frente e parecia elegante. fechando a porta atrás dele. verificou duas vezes sua aparência no espelho que estava pendurado ao lado dela.“ Julie deu um passo atrás para deixá-lo entrar. Julie gemeu. mas o material de lã e mangas compridas ainda a mantinham de congelar sua bunda fora. Ele estava vestindo calça preta. Talvez se ela tivesse mais do que um punhado de encontros. sim. Ela suspirou e se dirigiu para o sofá. “Você parece fantástica. Todo para si mesma. "Obrigada." Disse ela. eu sou vegetariana. ela não ficaria nada mal. engoliu sobre sua língua. Eu fiz reservas no Kane. ela não estaria tão nervosa agora. ela tinha comprado para ir com o vestido. essa palavra ajustava-se bem a Sam. e uma camisa preta com decote em V espiando por debaixo do colarinho aberto. Quando ela chegou à porta. Julie deixou que seus olhos arregalassem grande. Sam Jennings simplesmente fez suas entranhas transformarem-se toda mole e quente.novamente. "Eu espero que você goste de bife. um casaco três quartos de comprimento de lã preto. Parecia que ele mesmo tentou domar seu cabelo escuro e confuso. deixar um cara mostrar-lhe as cordas. ela esperava. onde ela havia deixado o novo casaco preto até o joelho. Julie tinha agora Sam Jennings em seu condomínio. "Oi. Ele sorriu e olhou para ela da cabeça aos pés." Página 31 . Quente como o inferno se encaixava ainda melhor. mas a parte dela que queria seguir em frente com sua vida." Decidindo se ajustar a ele um pouco. Quando ela abriu a porta. e colou um sorriso no rosto. a parte que não se comportou como um gato assustado numa sala cheia de Dobermans. percebendo tarde demais que tinha estado parada com a boca aberta. Se não fosse o olhar petrificado.

"Em troca de uma mesa para dois.. diabos. Bem. "Eu conheço a filha do proprietário. Nós pertencemos à mesma igreja." Ele balançou a cabeça. "Você veio para o nosso jantar de Ação de Graças. "Sabe. Até agora." "Eu estou brincando com você. aparentemente. para obter essas reservas." A coisa da igreja não foi uma surpresa.. "Eu adoro um bom bife. "Bem. agora que você mencionou. e um pequeno sorriso chutou para cima um canto de sua boca. O canto esquerdo.Seu olhar se estreitou. para ser exato. "Você sabe o seu caminho em torno de um motor?" Página 32 . que tipo de conversa doce você fez com a filha do proprietário?" Sua piscadela antes de se virar e dar a partida no motor enviou uma onda de luxúria através de seu sistema. agora que você mencionou. Sam acompanhou-a até seu SUV esperando. as suas palavras registraram. que não era simplesmente adorável em uma espécie de maneira malandra? "Preocupou-me por um minuto. mas eu tive que fazer alguma conversa doce e séria. Julie conseguiu segurar a mulher fora com uma desculpa ou outra. Como você conseguiu reservas em tão curto prazo?" Ele colocou a mão na parte de baixo das costas. Kane é um pouco sofisticado. Wanda estava sempre tentando fazer com que Julie fosse à igreja com ela." Ela vestiu seu casaco e agarrou sua bolsa. Essa tinha sido a última vez que Julie tinha estado dentro de uma igreja. seu casaco se sentiu um pouco quente demais. Depois que ela trancou a porta. sedento de sexo. De repente. Uma vez que ambos estavam dentro. Não que eu tenha um problema com os vegetarianos. Ela está tendo alguns problemas com ele parando toda hora. A verdade era que ela não conseguia ver a imagem da avó deitada em um caixão para fora de sua cabeça." Uma imagem de Sam usando um par de bem-vestidas calças jeans e coberto de graxa veio à mente. e o coração de Julie pulou uma batida. Quando eles se dirigiram para fora da porta. eu concordei em dar uma olhada em seu carro para ela. Julie virou para ele e perguntou: "Então." "Mas você realmente me viu comer carne?" Ele coçou o queixo." Ela riu.

Eu não tenho certeza que ela teria recebido um monte de interferências. "Papai ensinou a todos nós como trabalhar em carros." "E você vive na área?" Ele assentiu com a cabeça. "Então. "É isso que você faz para viver? Carpintaria?” "Eu faço um pouco de tudo. Nesse ritmo. "Isso é porque eu estive muito envolvido em minha própria vida. Página 33 ." Ela balançou as sobrancelhas. "Eu tenho maneiras de obter em torno dela." "E ainda assim ela confiou em você. "Cerca de vinte minutos para o sul. Após o movimento de Julie no restaurante ter terminado. É como Vance aprendeu construção e como eu aprendi trabalho de carpintaria. então. com todos os irmãos lá. "Você a ajudou. Eu deveria ter vindo verificar nas coisas. além do fato óbvio que ela estava se sentindo melhor. ela dirigiu até o hospital. mas tinha sido uma visita caótica.Ele ligou o aquecedor e verificou o seu espelho retrovisor antes de se retirar do espaço de estacionamento. Papai era todo mão na massa." Um músculo em sua mandíbula se contraiu. Isso é show de Vance." "Eu não sei. perto de Amanda. ele só fica mais perfeito a cada minuto que passa. e ele voltou a prestar atenção na estrada." Ele declarou em uma voz calma quando ele tomou o seu olhar para fora da estrada por um segundo. Alguns edifícios. Nossa." "Eu aposto que você tem. o indomável Sam Jennings era bom com as mãos. sua mãe parece bastante independente. mas não muito. apesar de tudo. como sua mãe está indo?" Ela tinha visto Wanda na noite anterior. mesmo vindo de seu próprio filho. então Julie não tinha pego todos os detalhes sobre a condição de Wanda. Ele costumava dizer que não havia sentido em pagar alguém para fazer um trabalho." "Estou surpresa que eu nunca corri para você no restaurante. que você poderia fazer sozinho. eu sou subserviente." Assim. Remodelação e coberturas para a maior parte." "Ah. Ela estava se sentindo melhor. Não houve surpresas. estima-se que Julie estaria salivando sobre ele pela hora que a sobremesa chegasse." Sua expressão sombria atenuou um pouco.

ele disse." Ele bufou. " “Excelente notícia.“ “River parecia pronto para bater algumas cabeças juntas." Ele virou uma esquina. “Nós estávamos divididos. Wanda dando palestras a uma das enfermeiras na noite anterior sobre os méritos da comida saudável. no entanto." Julie tentou sufocar uma gargalhada quando se lembrou de todos." "Isso é porque a mãe continua insistindo em ser liberada. Ela vai ficar feliz em chegar em casa. que todos nós estamos revezando manuseando o jantar. Nenhuma cirurgia. e nós dois sabemos disso. e ela notou as mãos apertando o volante em um aperto apertado. ”A enfermeira na noite passada parecia um pouco aflita. condicionados em diferentes lares adotivos. Nós dissemos-lhe para não se preocupar. Não me pergunte os nomes deles." Ele fez uma pausa. Isso deve ter sido difícil. mas a mulher nunca foi boa em sentar sem fazer nada. "E River tem dificuldade em ver a mãe chateada ou em qualquer tipo de aflição. Mesmo nas férias da nossa família. até ela e meu pai entrarem em cena. mas que já determinou que a obstrução possa ser tomando cuidada com uma melhor dieta e medicação. que não gosto de pó. em seguida. Ela está deixando todo mundo louco lá em cima. e Julie olhou para fora do para-brisa.Sam soltou um suspiro profundo. Ela deve ser liberada no próximo par de dias. eu aposto. "O médico passou cerca de um milhão de testes diferentes." "Eu não quero me intrometer. Tudo o que realmente importava era ouvir mais sobre o homem que foi rapidamente se tornando uma obsessão para ela. que a merda me confunde para nenhum fim. minha mãe estava sempre na limpeza ou cozinhando algo. Ela podia ver o restaurante até a estrada à direita. em um tom mais calmo. "Você está sendo gentil. Alimentação foi esquecida no momento. Sempre teve." "Mas eu pensei que os serviços sociais mantinham normalmente irmãos juntos? E sobre seus pais biológicos? Onde eles estavam?" Página 34 . Os hospitais têm uma maneira de fazer você se sentir pior do que você está. mas Wanda me disse uma vez que ela e seu pai adotaram os cinco de vocês quando era muito jovem.

Tomou todos nós muito tempo para perceber que ela era um negócio real. Ele era simplesmente tão grande e firme. Ele era um saco magro de ossos. "Algumas pessoas podem ser condenadamente horríveis." Julie pensou em River provocando a diversão que ele tinha feito na Ação de Graças. "Vamos apenas dizer que River não acabou com June Cleaver como um pai adotivo. "Eu tenho dificuldade em ver você tão vulnerável. Todos eles. Ele e Reilly foram arrancados separados e colocados em diferentes famílias de acolhimento por um tempo. para confortá-lo de alguma forma." "Isso é terrível." Ele balançou a cabeça. e nós não éramos o melhor bando de garotos para cuidar também. mas não muito engrenado com o homem sentado na frente dela." Disse ela na esperança que ele preenchesse os espaços em branco. normalmente. sim.. sendo gêmeos e tudo mais. Sam assentiu." “Eu não." Fez uma pausa. algo que vai fazê-los sentir-se bem."Eu nunca conheci que meu pai verdadeiro. A dor atravessou seu peito quando ela percebeu o que River deve ter passado.. River. mas depois quando a realidade se instala e eles percebem que nós somos pessoas. que há algum trabalho real envolvido na obtenção de um garoto. Foi duro com eles." Sam balançou a cabeça. e ela não tinha esse direito." O estômago de Julie doía por Sam." Julie franziu a testa. sem saber o que ele queria dizer. mas há cinco de nós. e eu só tenho algumas lembranças de minha mãe real. mas que não eram um casal. Especialmente para uma criança indefesa. capaz de saltar prédios altos e ruidosos. eles cortam e correm." Página 35 . "Então Wanda veio. Ela era uma drogada. Seus olhos sorridentes haviam revelado uma pitada de malícia." Julie queria alcançar Sam. depois acrescentou: "E. para essa matéria. assim como seus irmãos. eles fazem e tentam manter os irmãos juntos. "Ela parecia boa demais para ser verdade em primeiro lugar. Julie." Ela tentou a imagem de Sam como um menino magricela. "Qualquer pessoa que pudesse machucar uma criança é escória no meu livro. "Os que partiram para fazer algo de caridade. “O negócio real? Ao contrário do que?" "Os benfeitores.

" Disse ela com um sorriso.” Ele puxou em um estacionamento. "Eu amo uma mulher com um apetite. sua voz mais profunda do que antes."Não posso concordar mais. Página 36 . ele não é." Julie bufou quando abriu sua própria porta. simplesmente queria desfrutar de uma noite fora com um homem que a fez percorrer todo o interior pegajoso. "Bom. "E nós estamos aqui. porque eu estou morrendo de fome. querida. Até então." Sam sorriu e abriu a porta. "E eu tenho as coxas e traseiros para provar isso. "Não há uma maldita coisa de errado com suas curvas. em seguida." Sam disse. efetivamente travando o seu progresso para fora do veículo." "E River não é mais um pequeno menino magricela incapaz de se defender. Quando Julie virou-se. e prometeu que em pouco tempo. deu tudo certo." "Julie." Foi durante vários segundos antes de Julie conseguir respirar novamente." Julie forçou para baixo o desejo de aprender mais sobre Sam. Acabamos com dois pais amorosos. Sam prendeu-a com um olhar quente o suficiente para queimar. encontrou um espaço próximo para frente e estacionou. "Vamos comer. Ela tinha uma sensação de que ele estava apenas escovando a superfície sobre seus dias no orfanato." “Não. Enfim. ela aprenderia tudo o que havia para saber sobre ele.

Como um encontro era nada mais do que um bilhete de agradecimento. Fez Sam perguntar se ela o viu de forma diferente do que um conhecimento casual. ele decidiu que queria ser qualquer coisa. caramba. como ele havia dito que seria. Ela tinha uma inteligência afiada. em seguida. Enquanto estavam à sua porta da frente. e era gentil para todos. Ela suspirou e virou-se. Ele se sentiu estranho. Em algum lugar ao longo da linha. o trabalho que você terá que fazer no carro de sua amiga. então?" Ela mordeu o lábio." A voz suave de Julie flutuou em sua espinha como um beijo suave. Mesmo o garçom havia sido arrebatado por ela.Capítulo Cinco "Obrigada por uma noite maravilhosa. valerá a pena. Inferno. “De nada. Ambos foram jogados para um laço." Seu discurso apressado. E para completar tudo isso." Ele riu. ela se virou para ele.. mas não quero parecer demasiado fácil. além de casual com Julie. Então. os olhos grandes que olhavam fixamente para ele." "Bem. eu não sei o que fazer aqui. Como marca nova. e o fato de que ela estava nervosa fez Sam sentir uma porrada melhor. basicamente eu sou um peixe fora d'água aqui. mas não tinha certeza de Julie. Ele ficou se perguntando se deveria beijá-la ou simplesmente jogá-la fora. "Essa coisa toda é um terreno novo para você. "O que você quer dizer com isso?" Página 37 . se eu lhe pedisse para uma bebida. Eu não quero que você pense que sou uma puritana de não convidá-lo. hein?" "Muito novo. apertou-lhe a chave na fechadura. "Que tal deixar a decisão para mim. Os meus dias de namoro foram bastante limitados. Tão nova que ainda está selado em papel celofane. "Espero que tenha valido a pena. Sam sabia que não tinha direito de ser perturbado pelo fato de que ela não o estava convidando para entrar." Porra. "Olha.” Não era o que ele queria dizer. Depois que Julie tinha a porta aberta.. eu não tenho ideia se isso ainda é apenas um encontro de agradecimento. eles foram reduzidos à conversa fiada. parecia. ele não era mais um maldito adolescente.

Srta. eles saíram para o seu SUV. Por alguma razão. Cristo. só café? A menos que você tenha torta de merengue de limão para ir com ele. triste e velha com trinta gatos para lhe fazer companhia. abriu a porta. Rose?" Seu olhar se estreitou." Ela tirou o casaco e atirou-o para o sofá. de mãos dadas. "Uh. A parte de volta da unidade para o seu lugar tinha sido tranquila. mas eu estou tão escorregadia em algo um pouco mais confortável.Ele plantou seu punho contra a ombreira da porta e perguntou: "Posso entrar para uma xícara de café. me diga que não ficou miserável toda a noite. Rose me faz soar como uma mulher. eu já volto. "Não torta. Sam tinha encontrado ser um exercício de autocontrole." Uma luz corou as bochechas cheias." Sam franziu a testa enquanto observava as alças do vestido. Sam seguiu para o apartamento e fechou a porta atrás dele. não era como se ele não tivesse namorado. eles compartilharam uma dança lenta no chão de dança pequeno do restaurante. e Sam achou bonito como o inferno." "Não até o final da noite. "Por favor. finalmente. Ele gostava de segurá-la perto. mas eu tenho alguns biscoitos de chocolate. Srta." Ela balançou a cabeça e sorriu. "Você tem?" Ele viu como todo o nervosismo pareceu evaporar. Após o jantar." Página 38 . "Primeiro. "Este vestido é adorável e estes sapatos definitivamente valem a pena cada centavo." "Bem.” Ela respondeu. sem falar um com o outro. "Não quero soar piegas. em seguida. deixe-me ser o primeiro a dizer que você parece grande em pano de saco. mas nenhuma delas jamais o tivera na ponta dos pés completamente a maneira que Julie fez. Use-o muito e ele se transforma em um saco de coceira. mas eu estou precisando de algo que não coce e belisque. Ele saiu com muitas mulheres bonitas. Em segundo lugar. "Acho que este vestido tem um limite de tempo. Juntos. como sempre fazia. Suas curvas cabiam-lhe como se fizessem para ele." "Parece bom para mim." Ele bateu no nariz. A noite inteira parecia especial de alguma forma. para alívio de Sam. Sam não queria dizer nada para estragar tudo.

quem não amaria Julie? Ela simplesmente tinha um jeito de ficar sob a pele de uma pessoa. Julie tinha um lugar agradável." Ela finalmente conseguiu. agradável. Ela ficou do outro lado da sala em um par de shorts pretos e um moletom cinza grande o suficiente para caber três adultos de tamanho médio. Elas se assemelhavam uma à outra. "Eu tenho que dizer.. eu não posso cantar uma porcaria. Quando ela disse que tinha começado fresca após a morte de sua avó. sem dúvida. Quando ele a pegou para seu encontro. “ Quando ela saiu do quarto. "Foi . Ele começou a sentar no sofá quando avistou um CD na mesa final. eu estou sorrindo. com uma mulher mais velha. "Uau. você vestiu-se de verdade querida.." Ele olhou-a e piscou. não muito feminino. e eles foram bem com a mesa de carvalho branco e mesa de café.. Página 39 . Sam teve um momento para derramar o seu casaco e tomar em seus arredores. mas este se sente mais como o verdadeiro você..“Leve o tempo que precisar." Ele se virou e veio a uma parada abrupta. E foi fácil ver o amor nos olhos de sua avó." 2 Banda de rock americana dos anos 70.. O sofá de camurça castanho e cadeira eram agradáveis.." Ela cobriu a boca na tentativa de abafar uma risada. estava muito ocupado em levá-la." "Sim. mas definitivamente aconchegante e convidativo. e nós dois sabemos disso. Nada disso pareceu particularmente viver dentro. incrível. Sam pegou. Sua avó. então sorriu enquanto lia o nome da banda. ela não tinha estado brincando.. Curioso sobre o seu gosto pela música.. "Lady. eu o estou chutando para fora. fazendo o seu melhor a imitar o vocalista do Styx.quando você está comigo. seu mobiliário poderia ter sido feito de papelão por tudo que ele tinha notado. "Se você rir de meu Styx2." Sam começou a cantar. Sam viu uma foto emoldurada na mesa de café e atravessou a sala para dar uma olhada melhor. Dennis DeYoung. novamente. Era uma foto de uma versão adolescente de Julie. ". Então.

eu gosto de você também." "Julie. "Você gosta de mim o suficiente para compartilhar alguns desses biscoitos que você mencionou?" "Fiz duas dúzias. Ela começou na direção da cozinha. Dentro e fora. então. e ele não tinha certeza do porquê. da mesma forma que olhei para você na primeira vez que te vi." Ela franziu a testa e se afastou. Página 40 . e não lido bem com surpresas. "Eu olhei para você. Eu gosto de você no vestido traseiro-sexy e saltos também. em seguida virou-se e pegou a jarra de vidro vazia." "Oh. isso funciona muito bem." Ela provocou a bainha de seu suéter e disse: "Bem." "Por que isso?" "Porque. como vê.Ela encolheu os ombros. olhe para mim. Eu só comprei o vestido e saltos esta noite. "Devo pedir desculpas?" "Não. Você me pegou de surpresa é tudo. "Só sei que eu gosto de você no traje de garçonete. "Espere. de costas para ele. isso é tudo. "Não tenho certeza que eu já tive um engasgo antes. Me senti como num desafio." Ele riu." Ela caiu da bainha e. quando no inferno eu disse isso?" Ela foi direto para o pote de café. O fato é que eu só gosto de você. "Foi o jeito que você olhou para mim com o uniforme de garçonete. Poderia ser interessante. "Eu tive que provar que estava errado. em seguida. então as suas palavras acertaramno. "Você implicou que eu não podia ser elegante." Ela jogou por cima do ombro. Como eu queria te conhecer." Ele coçou o queixo. E eu realmente gosto de você nos shorts de grandes dimensões." Ele enfiou as mãos nos bolsos da frente da calça para manter-se de estender a mão e puxando-a em seus braços. Mais do que suficiente para um engasgo decente." "Você foi fazer compras para o nosso encontro?" A ideia agradou a merda fora dele. Sam caminhou em sua direção e colocou seu rosto em suas palmas. fingindo contemplar os méritos de um engasgo. "Isso é porque é." Quando ela se virou. "No restaurante. não é?" Ele colocou o CD de volta para baixo sobre a mesa." Respondeu ela.

estendeu os braços para os lados. Seu peito inchou um pouco. enquanto você consegue o fogo começando?" Intrigado e momentaneamente arrastado para fora de seus pensamentos sexuais. desejando que pudesse fechar a distância e pegar um punhado dela. “Aqui. em seguida. substituiu o pote e apertou o botão de energia. "A madeira já está lá fora." Sam gostou da ideia de manter Julie apertada ao lado de um fogo quente. então é isso que você vai conseguir.” Ela entregou-os. Sam olhou por cima do ombro e olhou para a sala de estar além." Ela apontou para um par deslizante de portas de vidro. disse. "Você vai encontrar o resto das coisas que você precisa em um armário de metal perto da porta. Quando ela encheu a panela com água. mas a temperatura caiu assim que a noite tinha ido. "Esta é a noite perfeita para um incêndio. então. "Você já viu este moletom? É gigantesco!" Ele enfiou os jogos no bolso da camisa da frente e murmurou. "Muito privado. mesmo nas calças de moletom enormes. "É provavelmente da década de trinta." Ela torceu o nariz. Está no pátio atrás. "Se é um fogo sob as estrelas que você quer. não tinha nunca um homem tomado um tempo para o romance de mulher? “De maneira alguma. "Não pretendia dizer em voz alta. Julie bateu a mão sobre sua boca e seu rosto ficou vermelho. Julie Página 41 ."Você foi muito privado." Ele rosnou." Ela abriu uma gaveta e tirou uma caixa de fósforos. "E se eu pegar o café e biscoitos. "Você tem uma lareira?" "É uma daquelas covas de ferro fundido de fogo. Jesus. Claro que você não vai ficar muito frio?" Ela olhou para si mesma. o sentimento é mútuo. Estou ansioso para mantê-la aquecida." Sam deixou seu olhar viajar sobre suas curvas exuberantes." As sobrancelhas de Sam dispararam na confissão ousada. "Se ajudar." Depois que ela despejou a água no poço da cafeteira. sua bunda o fez duro. não é?" Ela balançou a cabeça com veemência." "Você tem feito isso a noite toda. "Você não acha que é bobagem?" Porra." Admitiu antes de se dobrar para frente e colocar um leve beijo em seus lábios macios.

sem falta." Ela pegou a caneca e colocou os dedos delicados em torno dela. eu ouço que você está abrindo para a mamãe." Admitiu Julie. Eu sou uma madrugadora. eu me ofereci para fazer o turno da manhã algumas vezes por semana. eu sou garçonete. Quando eu percebi que Wanda estava sempre lá. deixe-me. fixando-se ao lado dele. Sam teve o início de uma fogaréu. Sam imaginou envolvê-los em torno de seu pênis em seu lugar. Cozinhar é para se divertir. Quando se sentaram no balanço da varanda almofadado. Além disso." Página 42 . "Mmm." "Obrigada." Ele serviu a ambos uma xícara de café. encaixando a boca para a dela." "Você os cozinhou?" Quando ela assentiu. olhou para trás e a viu tocar seus lábios com a ponta dos dedos. Quando ele inclinou a cabeça. Quando ouviu a porta do pátio deslizar aberta. não funciona. com certeza não foi fácil. "Aqui. sentiu-a relaxar e inclinar-se menor. Quando saiu para o pátio. "Creme ou açúcar?" "Nenhum para mim. Poucos minutos depois. todas as manhãs. ele se levantou. obrigada. Sam tomou um gole cauteloso de seu próprio copo fumegante. Talvez devêssemos demitir Eddie e contratá-la como nossa cozinheira no restaurante.foi totalmente ainda abaixo dele. "Sam. “Delicioso." Sam pegou a bandeja carregada de seus biscoitos e café e colocou-os sobre a mesa de vidro pequena na frente do balanço." Disse ela. E Reilly me diz que você pode ter algum conhecimento sobre o estado financeiro das coisas lá. Sam pegou um e deu uma mordida grande. "Os biscoitos não estão muito ruim. conseguindo apenas obter um sabor de seu sabor doce antes que ele levantou a cabeça. Deixando-a ali de pé. Ela riu." “De jeito nenhum. Eddie faz um ótimo trabalho. Sam manteve rápido. "Se eu posso dizê-lo." "Falando do restaurante. Sam queria como diabos que tivesse o direito de tirá-la mais perto. lembra?" "Não significa que eu não possa ser um cavalheiro." "Eu não me importo de abrir. gosto bom.

ela vai perder o restaurante. eu não sei se isso ajuda." Quando ele pensava dela ir para a faculdade. Isso não poderia ter sido fácil. Especialmente em uma idade tão jovem. "Será que ela passou por quimioterapia?" Ela tomou um gole de seu café." "Então. hein?" "Às vezes. sentou então a xícara ao lado dela antes de dizer: "Eu não vou deixar isso acontecer. "Você disse na Ação de Graças que ajudou a cuidar de sua avó. ele se lembrou do jeito que ela tinha sido criada. colocou o copo meio vazio sobre a mesa." Sam ouviu uma pitada de tristeza em sua voz. "Bem."Não interfere com suas aulas?" Ela balançou a cabeça. sua voz suave e distante. Juravam que eram todos charlatães. no momento em que pegou o câncer. "Você sente falta dela. e isso o incomodava. estou com medo. "Sam." Ele tomou um último gole do seu café. "Eu odiava vê-la dessa maneira. Ela era minha melhor amiga. não foi fácil. e estava feliz por fazê-lo." Ele afagou-lhe a coxa. em seguida. e no começo eu tinha o mesmo pensamento deprimente. a necessidade de tirar a sua tristeza. mas ela e eu estávamos perto. "Eu acho que ela precisa contratar um gerente de tempo integral no restaurante. Eu só preciso falar com os outros em primeiro lugar. mas ela estava em um monte de dor no final." Sua voz tremeu quando ela murmurou. mas acho que minha mãe a considera a filha que nunca teve. "Vovó nunca gostou de ir aos médicos. "Passei uma boa parte da manhã olhando tudo mais. já era tarde demais. se algo não for feito. Mas eu tenho uma ideia." Seu olhar pousou sobre o dele. eu não tenho certeza que ela pode pagar agora.” Ela murmurou. no entanto." "Ah. odiava." Empurrou uma mecha de cabelo atrás da orelha e disse: "Não. e ele podia ver sua preocupação." "Perto de declarar falência. "Não tem ainda. Ele queria fazer tudo melhor para ela. "Sim." Supôs." Ela disse. não vejo como você tem uma escolha. Claro. de alguma maneira. eu me preocupo com ela também." Ela encolheu os ombros." Página 43 .

eu acho que pode ser a melhor maneira de virar o restaurante ao redor." Ela esfregou a barriga. "Que tal se preocupar com o restaurante amanhã?" "Ok." "Nossa versão muito própria de Applebees aqui em Blackwater?" “Algo parecido com isso." "Parece ótimo. "Nem mesmo os biscoitos de chocolate pegajosos comigo?" Julie apertou os olhos com força e soltou um suspiro pesado. "Eu tenho uma confissão a fazer. Isso me lembra de ir ao acampamento da igreja quando eu era pequena. não há nada melhor do que s'mores.Seus olhos se arregalaram." "Podemos não precisar de um monte. fazendo-a a olhar para ele. "Mm." Sam imaginava-a como uma menina nas tranças e sorriu. mas como você vai obter o financiamento? Eu não tenho certeza se o banco vai descobrir que o restaurante é um bom investimento." Sam não podia deixar passar o acaso para aprender um pouco mais sobre ela." "Sim?" 3 Página 44 . “Nada?” Ele murmurou. com Vance e eu fazendo o trabalho e os cinco de nós unindo os nossos recursos. Eu tenho um pouco de dinheiro guardado novamente.” Ela puxou seu suéter e admitiu: "Eu fico com frio facilmente. "Eu posso ver você assando marshmallows e S'mores3. "É o tempo mais frio ou a temporada de férias que você gosta?" “Ambos. Eu quero transformar o restaurante em um bar e grill." Sam estendeu a mão e segurou o queixo de Julie. Sam. mas adoro sentar por um fogo acolhedor. "Que tipo de plano?" "A remodelação." Sam inclinou o queixo para cima até que ele pudesse ver seus olhos. "Eu amo esta época do ano." Ela cruzou as pernas e olhou para o fogo. Além disso.

“Você fez?” Ela perguntou com uma voz distante. Depois ele fez o seu desejo. eu suponho que você está certo.“ Página 45 . então isto não se tornaria realidade de qualquer maneira." Sam fez como ela pediu." Ela inclinou a cabeça em seu ombro e olhou para ele. Sam estava desesperado para se inclinar para baixo e beijá-la." "Talvez devêssemos fazer um desejo. Sem pressões ou expectativas hoje à noite. sim. "Tudo o que você tem a fazer é curtir a noite. pelo menos?" "Eu vou se você quiser. querida. Será que você me deixa saber. mas provavelmente você poderia dizer que já. Julie balançou a cabeça." Ele murmurou." Recostou-se no balanço e colocou o braço sobre os ombros. "Humm." Ele sorriu para ela. Nós apenas temos que esperar e ver se ele vem ou não de verdade. Deus. um claramente concebido para derrubar um homem menor. "Eu vou se você quiser. Julie. ela era cativante. Ela ofereceu-lhe um sorriso sexy. lembra?" "Sim. Você nunca sabe. Sam. "Você fez um desejo?" Ela assentiu." Seus olhos brilhavam à luz do fogo quando ela sussurrou. Tem sido um longo tempo desde que eu estive em um encontro. não é mesmo?" Ele disse misteriosamente. "Eu não tenho feito isso desde que eu era um miúdo.Ela abriu os olhos e disse: "Uh.“ "Feche os olhos. "Você está gostando da noite?" "Eu tenho uma mulher bonita aconchegada perto sob as estrelas." Julie fez beicinho. hein?" "Boa tentativa. e Sam sabia que ele era massa em suas mãos. Ela não fica muito melhor em meu livro." "Está tudo bem. Não vai funcionar a menos que você feche os olhos. os abriu de novo para ver Julie assistindo-o. eu estou nervosa." “Feito. se você conseguir o seu desejo. Ele queria a despi-la e tocar cada centímetro de seu corpo com seus lábios e língua. Satisfeita. “Feito. "Você sabe que se eu lhe disser. "Eu não acho que posso convencê-lo a me dizer o que você desejou. ele pode se tornar realidade.

"Antes você disse. Sam beijou lá. Ela tinha gosto de chocolate. para ver as curvas completas que mantinha em segredo.” Ela resmungou. “Poderíamos.." "Ainda parece um pouco fria para mim. A voz de Sam caiu uma oitava. bem. Julie estremeceu.. se você me perguntar. estou feliz por você ter dito isso. apenas atrás da orelha. presenteando-lhe com a visão perfeita de seu pescoço. Ele podia sentir a rápida ascensão e queda de seu peito quando ela pressionou seu corpo mais perto dele. como se quisesse passar um bom tempo na amostragem dele. ele ainda não tinha tirado a roupa de Julie e já doía para a liberação.Sam acariciou o comprimento de seu cabelo sedoso castanho escuro." "Ou. Sam cedeu à tentação e lambeu a linha suave de seu pescoço. enquanto se virou. "N." "Sim. Droga. "Em caso de estar curioso ou qualquer coisa. doce quente." Sugeriu. que eu te fiz quente e incomodada. bom plano.” Ele disse enquanto arrastava os lábios sobre sua orelha e mordiscava. e Sam sabia que ele poderia facilmente tornar-se um guloso. Línguas se encontraram em uma dança de acasalamento selvagem. Ele cutucou a costura dos lábios com a língua e os lábios entreabertos abaixo dele." Ele baixou a cabeça e apertou os lábios para a boca. inclinando a cabeça para o lado e dando-lhe um melhor acesso ao seu pescoço.." Ela sussurrou." Ela limpou a garganta. quando ele admitiu: "De qualquer maneira. Ele se afastou alguns centímetros. macio e quente. e Sam Página 46 . Sam pensou. eu acho que você conseguiu transformar o calor acima de um entalhe. Soa um pouco chato. "Nós poderíamos agitar isso." "Desabafei-o. Ela se aproximou. você quer dizer.. mas ele não queria apressá-la. Sam estava desesperado para arrancar os seus shorts. O pênis de Sam pulsava com a necessidade de estar enterrado dentro de sua boceta macia. não podemos ter isso. Julie suspirou e colocou os braços em volta do pescoço. Ela admitiu sua inexperiência anteriormente. Seus olhos brilharam de malícia. Porra.

. porque ele com certeza como a merda planejava explorar a sua. não exigi-lo." Ela murmurou alguma coisa ininteligível. mas se a sua respiração era qualquer indicação. e parecia sexy. ele não poderia dizer se os mamilos eram pequenos pontos duros ou não. A tensão nervosa.” Ela inclinou-se para ele e mal tocou seus lábios com os dele. mas o suficiente para ter o sangue de Sam batendo quente. Ele queria ser o único homem com o privilégio de ouvir o tom de voz rouca especial de Julie. "Cristo. esse beijo foi leve e passageiro. Sam cutucou seu rosto na direção dele. "Beije-me. Ele lambeu o calor. mas os dedos puxando seu cabelo falaram de como ela estava excitada. a sentir-se livre para explorar um pouco. a testa enrugada. Sam perguntou: "Mais?" Viu-a engolir em seco." Ela confessou baixinho. “Querida!” "Hum?" Ela perguntou quando seu prazer encheu o olhar enlaçado no dele. Ele roçou os lábios em sua garganta mais uma vez." Ela disse. Sam passou a mão pelo braço. Mergulhou a cabeça e provou a pequena forma de V de pele exposta na parte da frente do suéter. "Eu estou fora do meu elemento aqui. você está me virando aqui. confirmando sua convicção de que ele precisava ir devagar. Quando ele segurou Página 47 . antes de colocar a mão na parte traseira do balanço ao lado dela. deixou os dedos derivarem mais a um peito coberto de algodão. tão errado parar agora. em seguida. "Seria. sua voz não tão firme como antes. Levantando um pouco.sabia que seria melhor se levasse algum tempo para convencer a paixão de Julie para a superfície. Sam. Ele queria que ela deixasse ir a sua timidez." Pediu. A última coisa que ele queria era que Julie fosse tímida e reservada. que descobriu aí. Através de seu sutiã e o material grosso do suéter. prendendo-a dentro. “Boa ideia. oh. ela definitivamente gostava de suas ministrações.. Ao contrário do acasalamento dos lábios anterior. curtindo a batida do seu pulso batendo um ritmo interrupto sob sua língua. mas que era a capacidade de resposta que enviou uma onda de satisfação primitiva por meio dele.

" Ela gemeu. mas não curioso o suficiente para parar e olhar. Página 48 . Com o cabelo todo em volta dos ombros. "Sinta o que você faz comigo. Enquanto Julie bombeava seu pênis através de suas calças. ele sentiu-a estremecer. "Você quer gozar. tão duro. "Tão certo. "Jesus. "Nós certamente não podemos ter isso. olhos semifechados com o desejo e os lábios inchados de seus beijos. mas não quis empurrá-la. Ele deixou os dedos jogarem. Sam parou e olhou para o seu cargo. todo o pensamento racional dispersou. doce?" "Tanto. Ele não queria correr o risco de quebrar o feitiço sensual em torno deles. Ela era uma poderosa combinação de inexperiência e mulher excitada. Quando ele cutucou o sutiã para cima e encontrou a maciez fofa de seus peitos. Sam estendeu a mão com uma mão e segurou sua boceta através dos shorts. Ele estava curioso de que cor era. "Por favor. saboreando os sons que ela fez com cada uma de suas carícias provocantes. lhe dando uma chance de dar um basta. meu Deus! Você é tão grande. Sam pegou a mão dela na sua e apertou-a contra o seu pênis. rodando." Ela abriu as pernas mais amplas no convite óbvio. ela parecia uma oferenda. Julie. "Mais?" Ele perguntou. Ele beliscou um pico túrgido. Seria matá-lo parar agora." Ele rosnou quando chegou sob o elástico de suas calças de moletom e entrou em contato com o material de cetim de sua calcinha." Quando ela colocou os dedos em torno dele e apertou.um dos seios cheios. Sam sabia que ele nunca tinha tocado nada mais suave em sua vida. você se sente tão bem. “Ah. Sam teve que morder de volta uma maldição." Ela suspirou." Ele beijou a bochecha dela e soprou em seu perfume delicado. ele a ouviu chamar seu nome.” Ele ordenou suavemente. então viajou sob a bainha de seu suéter. "Eu só poderia implodir se não fizesse. muito mal. moldando e amassando. Quando Sam deslizou a palma da mão para baixo de sua caixa torácica e sua barriga." Sam estalou.

" Ela implorou. "E você tem uma cerca de privacidade. "Encoste-se um pouco para mim. eu quero meu pau aqui. depois mais rápido." Ele engoliu o nó na garganta. e Sam podia sentir seu enrijecimento um pouco. Julie gemeu seu nome e liberou seu pênis." Ela aterrou. Sam a viu atirar a cabeça para trás. e fechou os olhos. eu prometo. fodidamente quente e apertada. mordeu o lábio e. quando empurrou dois dedos em profundidade." Disse ele." Ele jogou com seu clitóris. atingindo um ponto particularmente sensível. em seguida. querida. “Mais forte!“ Página 49 . "Sem chance." Ela olhou ao redor. foda-se nos meus dedos." Sam pediu enquanto empurrou para dentro e para fora dela. "Mm. revelando a tortura deliciosa. as unhas cavaram nas mangas da camisa. querida. é isso. "Espere. se rendeu. "Sam. Sua boceta apertada em torno de seu dedo." Gritou ela enquanto seus quadris levantavam do assento. deixando seu polegar sobre seu clitóris inchado." Elogiou. e todo o seu sangue viajou para o pau dele quando Julie começou a se opôr. "Tão. e a cabeça de seu pênis inchou." Ele murmurou enquanto seus dedos continuaram a acariciar e jogar. Quando Sam acariciou-lhe o pequeno broto. "Porra. Quando ele mergulhou o dedo médio em sua abertura molhada. Ela agarrou seus antebraços em vez disso. "Deus. "Em breve." Ele curvou os dedos para cima." Ela hesitou. sim. como se na necessidade do apoio. e se alguém assiste?" "Nossas roupas estão ficando colocadas. Julie. Sua mente ficou em branco.Finalmente Sam tocou os cachos úmidos." Cada gemido e estremecimento o levaram cada vez mais alto. seus gemidos viraram gritos. "Mais. Eu quero um gosto de algum creme. descontroladamente debaixo dele. "Sim. Ela recostouse no balanço e deu-lhe um melhor acesso ao seu corpo bonito. enfatizando o seu ponto. lentamente. "Não pare. você está molhada. Moveu-se lento no início.

Sam tirou os dedos livres.” Ele sussurrou enquanto aumentou o ritmo. se quiser a entrada principal. Desejo queimava brilhante em seus olhos quando ela olhou de volta para ele." Ele gemeu." Explicou. Sam bateu a boca sobre a dela e bebeu em seus gritos quando ela gozou toda. O aperitivo." Seu olhar verde viajou para baixo em seu corpo e parou por alguns segundos sobre o seu pênis. "Você tem que me deixar vê-la novamente. foi tão sexy como a própria mulher.." Seu sorriso. Ele tocou seus lábios com os dedos molhados com o gozo dela. lambendo-os limpos. Quando ele se afastou."Qualquer coisa. "Prove-se para mim. Julie enrijeceu. maldição." Página 50 .. quando veio. em torno de seus dedos. Quando os espasmos diminuíram. "Ah. Quando ele jogou com seu clitóris mais uma vez." Sam não conseguia tirar o olhar fora de Julie quando ela colocou uma mão em seu pulso e sugou os dois dedos em sua boca. "Você está fazendo tão difícil de eu fazer a coisa certa aqui. "Oh. eu quero tanto. Ele deslizou sua língua em sua boca. “Poderíamos. isso é apenas uma amostra.“ Sam cortou com um beijo duro. saboreando o paladar de sucos de sua boceta. "Não. ambos estavam respirando com dificuldade.

era apenas o direito de todos eles participarem trazendo de volta para o preto. "Mãe deve sair do hospital hoje. durante seu último ano do ensino médio. ele enviou aos seus irmãos mensagens de texto pedindo para encontrá-lo no restaurante. Sammy. na manhã seguinte. Fora desses malditos tubos e enfermeiras cutucando-a com agulhas toda a noite." Página 51 . Agora. depois de horas. O restaurante pertencia a todos eles. quando olhou para os quatro sentados em bancos em todo o balcão. Como era domingo de manhã. Agora que ele tinha um plano para transformar o restaurante ao redor. "Mas tem um grande problema. Hora de seguir em frente. Sam se lembrou da menina que o fez fora na cabine agora. Ainda assim. para todos eles. ele não queria perder mais um segundo. e eu não quero que ela esteja só quando a liberarem. com cicatrizes de anos de uso e as cabines vermelhas estofadas com lágrimas nos pequenos cantos. Sam sentiu um choque de dor percorrer seu peito. "Eu vou dormir quando a mãe estiver em casa. "Minha mãe está em boas mãos. enquanto olhava ao redor da sala." "Faça isso rápido. mas era hora de fazer algumas novas. "Eu tenho um plano." Sam olhou mais de perto para River e percebeu as olheiras sob seus olhos." Disse ele." Ele chamou no minuto em que acordou." "Julie está com ela. toda vermelha e parecendo quente como o inferno de seu orgasmo.Capítulo Seis Depois que Sam deixou Julie na noite anterior.” River resmungou. e isto vai tomar tudo de nós para fazê-la funcionar. tendo na bancada branca. O local realizou uma série de lembranças. "Quando foi a última vez que você dormiu?" River recostou-se na banqueta e cruzou os braços sobre o peito. o restaurante estava fechado. longa. em parte porque queria ouvir sua voz doce e em parte porque ele não podia obter a imagem de seu orgasmo fora de sua cabeça. Sam sabia que um senso de retidão sobre a proposta que ele estava prestes a fazer. Ele ainda podia se lembrar de seu pai levando-os todos de morango batidos na tarde de sábado ocasional.

"Você quer café faça isso sozinho." De repente." Página 52 . "Eu tive a chance de olhar por cima dos livros. Ele levou três copos antes que fosse remotamente civil. eu não sou sua empregada doméstica. graças às habilidades financeiras do pai. necessariamente. Acho que devemos transformar o restaurante em um bar e grill. Ele assentiu com a cabeça. "Eu também. Ele sempre tinha sido a pessoa pior na manhã do planeta. não estamos sem opções aqui. mas permaneceu em silêncio. eu dispararia na sua bunda inútil. "Como isso faz sentido?" "Não maior." "Falência?" Vance perguntou. "Por que não poderíamos nos encontrar na casa? E onde diabos está o café?" "Porque isto é sobre o restaurante. As coisas estão ruins. mas uma remodelação." Sam revirou os olhos para o humor irritado de Brodix. pela décima vez. Brodix sentou-se e colocou os cotovelos sobre o balcão. alerta." "Então fale. Brodix bocejou.Reilly olhou para seu irmão gêmeo." Ele mordeu fora. Várias maldições enchiam o ar. Sam levantou a mão. e você quer fazer o lugar maior?" Reilly perguntou." "Se você fosse. "No entanto." Acrescentou River quando olhou para o relógio na parede. Sam começou na direita. e não a casa. "Podemos não precisar de banco. e é grande o suficiente para que pudéssemos expandir o restaurante. "Como? Não vejo um banco nos emprestando a quantidade de dinheiro que esse tipo de remodelação acarretaria. talvez a gente pudesse passar por isso dentro do próximo século também. Possuímos sem rodeios. Eu estive olhando o imóvel." "Eu tenho algum dinheiro na poupança." Sam ofereceu." "Os clientes não estão clamando para comer aqui como isto está. falando pela primeira vez desde que chegou. não dançando sentido em torno dele." "Se você calar a boca e deixar-me falar.

então por que não os cinco de nós colocar em partes iguais para pagar as contas por aqui?" Reilly disse quando acenou com a mão no ar." "O ataque do coração foi um despertar para todos nós. então vamos com o que disse Reilly. "Eu acho que ela vai estar feliz. “Problema resolvido. todos ficaram em silêncio enquanto olharam ao redor da sala.” Sam começou. Eles estavam todas as voltas servindo mesas e lavando pratos." Fez um círculo no ar para indicar os cinco deles. Ela precisa de ajuda." "Sem dúvida.“ "Porque Sammy está pensando em uma solução a longo prazo." Murmurou River. "Mamãe precisa desacelerar." "Em minha opinião." "A Vance Construção tem remodelado coberturas. "Um bar e grill ganharia uma visão mínima demais clientes do que um restaurante nunca poderia. mano. Além disso. E para um grupo heterogêneo como se tivesse sido antes de Wanda e Chet Jennings entrou em suas vidas. ainda parecendo convencido. Eu não quero acabar bem aqui atrás de seis meses na estrada. Fazer o nosso melhor para ajudar."O inferno." Declarou Vance. "O que você acha que a mamãe vai querer? O restaurante era sempre a sua coisa. porque o restaurante era deles. Sam não se importava com o trabalho." Disse Sam. mas. se ela decide que quer manter as coisas como elas estão. ter um lugar para chamar de seu tinha valido a pena um pouco de suor. Ele esfregou as mãos e olhou em volta da sala antes de dizer: "Tem tempo que este lugar teve uma plástica. "Isso de todos nós estamos tendo um interesse no negócio da família é o que ela sempre quis de qualquer maneira. "Nós vamos colocar o nosso dinheiro juntos e pagar as contas." Por um momento. "Nós vamos ver como ela recebe. Sam sabia que seus irmãos estavam lembrando todas as vezes que passaram lá crescendo. Precisamos fazer algumas mudanças. se você quer ter dinheiro na poupança. "Pagar as contas é apenas um curativo." Sam tinha vergonha que ele não havia percebido.” River disse." "Eu concordo com tudo o que vocês estão dizendo aqui." Página 53 . Ela e pai. poucos clientes e muita sobrecarga. até que tinha sido quase tarde demais. ambos. River. porém." Disse Brodix quando sua mente rápida pegou.

Tem um belo som para isto. você saiu tudo de uma vez.” Sam rosnou. "Julie está fora dos limites. então vamos precisar de novos menus. não fique com raiva de mim. Mas eu tenho algumas ideias de como podemos obter alguma ajuda com algumas delas." “Sério? Você só a conheceu na quinta-feira! Jesus. mas você poderia. Sammy. é um problema. tanto quanto o tom." Brodix enfiou a mão pelo cabelo." Sam voltou sua atenção para Brodix. Na verdade." Reilly se levantou e ergueu as mãos.” Brodix disse quando seu olhar encontrou o seu lugar. Ele é o único que me perguntou se eu sabia o seu número de telefone."Se fizermos isso. "Isso é grande. "Você estava planejando convidar Julie?" Brodix sentou-se e tocou os dedos contra a bancada.. quando estava em torno de uma linda mulher flertando." Página 54 . "O que é isso sobre você sair para jantar noite passada?" Não foi a mudança abrupta no tópico que tinha Sam em alerta. "Falando de Julie. "Ei." Ele rangeu para fora quando recordou de vê-la durante o seu clímax. uma grande equipe. Novos uniformes.." "Não é brincadeira não. "O que ela tem a ver com isso?" "Ela está se formando no mundo dos negócios." "Faz sentido. Vance torceu uma sobrancelha. Brodix soou ciumento.” Reilly supôs. Eu lhe disse que não sabia. eu estou pensando em pedir-lhe para ser o gerente do Bar e Grill Blackwater." "Você está pensando em Julie. é uma empresa enorme. Se ele tivesse estado em Julie? Sam tinha assumido que Brodix tinha acabara fazendo o que sempre fazia. e acho que ela seria uma valia a mais para tudo isso. não é?" "Malditamente em linha reta. "Boca grande. Mais de Eddie para cozinhar. Sam olhou para Reilly." Brodix sorriu. É um problema?" "Sim. "Eu pensei sobre isso. "Um Bar e Grill Blackwater.

" “Ei!!” O intestino de Sam apertou-se. Ela tinha quebrado o coração do irmão. antes de mamãe se deixa levar. não havia nada a dizer. ". mas eu não disse que estava escolhendo roupas combinando. lembra? Mamãe provavelmente já obteve todas as informações que ela precisa." Sam gemeu. Reilly. "O que você quer dizer com isso?" "Julie está no hospital agora." Ele riu. "A mulher é melhor do que um agente da CIA quando se trata de ganhar inteligência sobre seus filhos." "Como daquela vez que Vance trouxe para casa Shayla Riggs... apenas olhou. sorrindo pela primeira vez desde do ataque de coração da sua mãe. ele teria sorte se sua mãe não tivesse já definido a data do casamento. ". "Eu estou interessado em Julie." "Talvez não tenhamos.. sim. mudando de assunto por causa de Vance. Vance riu. Lembre-se dela?" River perguntou.eu preciso saber se estamos todos a bordo com a remodelação. pensou então para acrescentar: "E se qualquer um de vocês diz uma palavra para a mamãe. River e Brodix elevando um do outro.." Disse Reilly." Página 55 .. Vance enviou a Sam um olhar de agradecimento antes de se levantar. "Mamãe estava pronta para sair da carruagem puxada por cavalos e taças de champanhe para os dois de você. Sam se lembrou de Shayla." Disse Sam. "Mamãe vai ter um auge com isso." Todos eles enviaram os seus acordos. Os outros não estavam cientes da gravidade que Vance tinha estado para a garota.... "Se eu fosse você." Vance permaneceu em silêncio. Para sua maneira de pensar. como facilmente Shayla tinha encontrado chutando Vance no meio-fio. e ainda enfurecia-o por saber. eu pegaria minha bunda lá." Ele parou. "Vou começar a trabalhar sobre os planos. socando Vance no braço. mas Sam viu o lampejo de dor do mesmo jeito. eu baterei em uma pasta de sangue." Inferno." Disse River.Sam não disse nada. eu nunca sequer pensei nisso. "Cristo. "Antes de terminar esta reunião. Mas Sam tinha conhecido.

Julie estava sentada ao lado da cama de sua mãe. "Nós estávamos falando sobre você. um encontro quente como o inferno." Os irmãos disseram em uníssono. Quando Sam chegou ao hospital." "Isso nunca é bom. puxá-la para fora da cadeira e dar-lhe um bom ‘Olá’. não desde que seu pai já tinha passado." Sam murmurou. Sam pigarreou. mas uma parte dele perguntou. "Estou interrompendo?" "Sammy querido. Quando ela deu-lhe um olhar perplexo." Disse sua mãe em sua voz habitual alegre quando estendeu os braços para um abraço. Ele queria ir para lá. e a menos que ele estivesse vendo coisas. mas ele não tinha esse direito. Sam franziu a testa. se ele tinha alguma importância no seu mundo. era tudo o que tinham partilhado. Sam pensou ter visto a dica de um rubor enchendo as bochechas. Um encontro. De acordo?” "De acordo. Ele não a tinha visto rindo muito. Ele gostava de ver sua mãe feliz. E foi bom que Julie estava tão à vontade em torno de sua família. e vamos a partir daí. Ela não lhe pertencia. Julie sorriu. Página 56 . O pensamento virou o bom humor azedo. Elas estavam rindo e carregando sobre como se tivessem conhecido uma a outra suas vidas inteiras."Bom negócio. Vou falar com minha mãe. e não estava mesmo certo por quê. Ambas as mulheres olharam para ele.

"A menos que você queria que eu fique?" Seu olhar correu para baixo de seu corpo e quando olhou de volta para ele. Você precisa pensar em você para uma mudança. Ela assentiu." Ela apontou o dedo para ele." Disse ele. "Você e seus irmãos se transformaram em um monte de galinhas mãe. "O que posso dizer. então eu continuo a ouvir."Sammy. Sam tem uma visão da bunda de Julie no jeans. Sam viu o jeito que ela mordeu o lábio inferior. Sam viu quando Julie tomou sua bolsa ao largo das costas da cadeira e atirou-a sobre um ombro. sem tirar os olhos de sua mãe quando levantou e levou embora o assento na parte inferior da cama. Ele tinha certeza disso. "Você sabe que isso não significa que você está indo de volta à sua dieta e velha rotina. "O momento não poderia ser melhor. Sam não sabia nem se Julie ainda queria um segundo encontro. "Você está indo embora?" Ele perguntou. A menos que ele estava longe. como doce que ela havia experimentado." "Sim. mas após a sua pequena sessão em seu pátio traseiro. sim. Julie pareceu excitada. Sua mãe tinha planos. certo? É hora de começar a comer mais saudável." "O médico só veio e deu o ok. a mulher foi construída. e Sam achou que ela parecia bonita como um botão. Jesus." Sam atravessou a sala e se inclinou para beijar sua mãe no rosto. e sua respiração tinha aumentado. e Sam foi capaz de dar uma olhada melhor para ela. Sam reconheceu os pequenos sinais reveladores. Sam começou a levantar-se. Não era nada óbvio." Disse Julie." Julie levantou-se. então percebeu o que estava fazendo e parou. Ela usava um par de apertados jeans azul escuro e uma blusa branca. pare de olhar e venha até aqui e me dê um abraço. Seu pênis foi semiduro quando se lembrou quão bom sua boceta havia sentido na palma da mão. O casamento do tipo estacas de cerca branca. Página 57 . “Como está se sentindo?” "Muito melhor agora que estou sendo liberada desta prisão." Sam piscou. Seu cabelo foi puxado para cima em um rabo de cavalo." "Bom. nós aprendemos com os melhores. Quando ela se abaixou para abraçar sua mãe. ele lembrou a si mesmo.

Ele ficou firmemente plantado na cadeira. Um encontro. "Eu não acredito por um segundo. Posso pelo menos dar um pequeno conselho? Eu prometo que vou deixálo cair.. impaciente e para trás entre eles." “Se insiste. Ninguém sabe disso melhor do que você. mãe... O único que disse que ela já tinha decidido onde eles deveriam se registrar para presentes.. algumas pessoas valem a pena. "Ficar com Wanda é sempre um prazer. "Sammy. meu caro. "Então." Disse ela em voz baixa antes de rapidamente voltar sua atenção para sua mãe. mas eu aprecio você ter vindo. "Será que todo mundo conhece o meu negócio nestes dias?" Ela ignorou-o como só uma mãe em uma missão possível." As duas mulheres disseram suas despedidas. mas quando olhou para sua mãe. e. ela não ficou perdida. Tivemos um grande momento. querido. que Julie valia a pena o risco. Eu posso ver a maneira como vocês dois olham um para o outro. ele viu o brilho nos seus olhos." Ele passou os dedos pelos cabelos. o que deu?" "Um encontro. Desse total. Sam se lembrou de que ela lhe fez uma pergunta. Julie deixou. E eu sei que você levou-a para jantar fora. era essa." "Tudo bem. exceto a verdade. se você está procurando uma oportunidade de uma reivindicação. "Não há necessidade de ficar por perto." "O que você quer dizer com isso?" "O ataque cardíaco não afetou minha mente." Ela acenou com a mão. A coisa é.?" "E isso é tudo o que você está tendo fora de mim sobre o assunto Julie Rose. e sem outro olhar em seu caminho. "Não." Sam bufou. Ele não sabia o que teria dito de qualquer maneira." Um plantonista veio e salvou Sam de responder." "Foi horrível? Será que ela se embebedou e desmaiou?" Apesar de sua irritação por ser grelhado como um colegial. Sam riu. mas estou ouvindo. "Ok.Ele queria desesperadamente levá-la em seus braços e pressioná-la por um dia e hora em que ele pudesse vê-la novamente." "O amor é um risco. Sam não tinha Página 58 . foi tudo que dividimos.

Página 59 . Mas ela se sentiria da mesma maneira sobre ele? De uma forma ou outra. ele precisava de uma resposta para essa pergunta incômoda.dúvida.

Seu ritual de domingo normal sempre foi lição de casa e relaxar em frente à TV. quem teria pensado? E então ele a levou para o céu claro com seus toques habilidosos. Ele tinha sido tão doce e oh-assim-romântico em seu encontro. “Sam? O que faz aqui?” Então ela percebeu que não se preocupou em mudar de sua camisola de flanela do comprimento no tornozelo vermelho xadrez. tinha voltado à testa franzida. E o cabelo dela estava em rolos. Ele lembrou que ela tinha lhe prometido outro encontro. Carhartt. Suas palavras sensuais ao telefone naquela manhã tinha sido a prova disso. ela conhecia aquele casaco preto em qualquer lugar.. Julie deu um pulo e foi até a porta. Deus. porque sua mente estava em Sam. Julie olhou para cima. no entanto. mas ele não tinha. “Salve!” Muito mais do que e ela teria se dirigido sem sentido. Infelizmente. Bom Deus TodoPoderoso. Julie se perguntou se talvez agora ela estivesse imaginando coisas.Capítulo Sete Desde que deixou Wanda nas mãos capazes de Sam. ela ainda ardia desde o toque de seus dedos enterrados dentro de sua boceta. Em um momento ela poderia jurar que ia atravessar a sala e puxá-la em seus braços. ficou frente a . Julie estava estacionada no sofá tentando recuperar o atraso em todos os seus programas de televisão. Página 60 .. Ela acabou gaguejando. Quando ela a abriu. explicou que queria ouvir a coisa de sua voz sonolenta no início da manhã. Assim era o tesão que ela tinha visto no hospital. Ele disse que não tinha sido capaz de dormir por pensar nela em seus braços. Ela não tinha certeza do que havia mudado. Ah. Ela sabia que ele tinha gostado de cada segundo também. Não adiantava. Ele não agiu em tudo como o mesmo homem que a tinha chamado de manhã simplesmente porque ele não poderia levá-la fora de sua mente. Quando ele ligou e acordou-a. Desejando às estrelas. ela teve que admitir a derrota. quando ele tinha aparecido no hospital. Uma batida na porta tirou Julie de seus pensamentos sombrios. muito animada para falar com qualquer grau de inteligência. Após rebobinar a mesma cena pela terceira vez.

Ele tinha um gosto bom. se você sentiu minha falta. "Senti sua falta. Sua língua sondando. Ele seguiu e levou a almofada à sua esquerda." "Obrigada." Ela murmurou. então como é que você foi rude comigo no hospital?" "Rude?" Ela cutucou o peito dele. Sam Jennings." “Ele queria? Por quê?“ Página 61 . "Eu posso ver isso. "Você gostaria de estar quente e aconchegante. Picante e quente e tão malditamente gostoso. Julie empurrou para fora de seus braços e plantou as mãos nos quadris. Julie colocou os braços em volta do pescoço. mas antes que pudesse levar a próxima respiração. Você estava franzindo a testa para mim. Posso entrar de qualquer maneira?" "Claro. você quase não reconheceu minha presença. Seu sorriso enviou seu sangue correndo.. Ele chutou a porta atrás dele e empurrou-a contra ele. hein?" Constrangimento a inundou." Ela exigiu." Ela rapidamente deu um passo atrás. de volta. mas eu ainda quero uma explicação.. “É complicado. são cinco e meia em um domingo e eu não estava à espera de companhia. em seguida.“ "Eu sou um gênio real com questões complicadas. pendurou-o sobre a cadeira.Seu olhar viajou para baixo em seu corpo. "Brodix quis chamá-la. Julie sabia que tinha ansiado o gosto dele. Diabos. me desculpe. Sam foi puxando-a para um abraço apertado e beijando-a bobamente. "Em minha defesa. abriu-se e deixou-o entrar." Ele olhou incisivamente no sofá.huh. "Você está certa. e eu sinto muito. "Podemos sentar?" Julie não disse uma palavra enquanto caminhava em direção ao sofá e se sentou." "Uh. em seguida. exigindo entrada. Novamente. A realidade se intrometeu quando ela se lembrou de seu comportamento estranho no hospital." Para sua surpresa. então encostou seus lábios macios sobre a dela. "Agora espere um maldito minuto. em seguida. ele sussurrou. Quando ele se afastou um centímetro. Ele abriu seu casaco e puxou-o. "Não ouse negá-lo." Ele apontou um de seus rolos e murmurou. ele olhou envergonhado.

" Ele sussurrou. quando eu te vi no hospital. estou perdendo a paciência. Ele segurou seu queixo. Pegou o quadro agora?" "E eu gostaria do direito de chamá-lo de meu homem." “Eles eram?” “Sim." "Sam. Ela se preocupa com você." "É que me jogou para um laço. Não desta vez. em seguida. exceto eu." "Não. "Você é apenas cheia de perguntas hoje. e isso é um grande negócio para River." Ele passou a mão em torno de sua nuca e puxou-a mais perto. Eu não quero te culpar. puxou todo o sofá e jogou-a para seu colo. mal permite que qualquer pessoa entre. vocês duas sorrindo juntas. Lembrei-me da Ação de Graças quando Brodix flertou com você. Eu lhe disse que você estava fora dos limites. Eu não vou comprá-lo. e você se preocupa com ela."Eu assumo em lhe pedir para sair. "Nenhuma mãe maravilha gosta tanto de você. hein?" "Sim. porque eu quero o direito de chamá-la de minha mulher. "Eu não quero dividir você. Ele é normalmente tão fechado." Ela estendeu a mão e jogou um pedaço de pedaço de fibra fora do colarinho." "Não tente me dizer que é porque você estava me protegendo. "Chame do que quiser." Seu rosto ficou duro como granito. "Eu não estava fazendo beicinho. ele estava à vontade. mas eu ainda quero saber o porquê. River foi até um pouco levado com você. meus motivos eram totalmente egoístas." Sem aviso.“ “Por quê?“ Ele torceu uma sobrancelha." "O quê foi?" "Vendo você ao lado da cama da mamãe. mas isso não explica por que você estava fazendo beicinho hoje. Sam estendeu a mão e pegou a sua cintura. Com você." "Teimosa. "Todo mundo tem uma parte de você." Página 62 .

"Oh." Julie não sabia o que dizer. Sam estava completamente desfazendo-a com sua confissão gritante. "Quaisquer pensamentos sobre como resolver este pequeno problema?" "Dê-me uma parte de você, Julie. Dá-me a parte mais íntima, mais doce, de você." "Sim." Respondeu ela, de repente o seu corpo em chamas com a sensação. Cedendo à sua demanda erótica era a coisa mais fácil que ela já tinha feito. Os lábios de Sam derivaram para frente e para trás sobre os dela antes dele gentilmente puxar para trás. Ele foi despertado. Seu olhar feroz e a dureza sob seu fundo testemunhou o fato. Sua boceta pulsava quando imaginou seu pau grosso alongando e enchendo-a. Julie começou a trazê-lo de volta à boca, ansiosa por mais, mas ele a impediu. "O que é isso?" Ela tinha feito algo errado para estragar o momento? "Você não esteve com muitos homens, têm, querida?" Sua pergunta não era crítica, mas Julie ainda se sentia como um gigante desajeitado numa loja de porcelana. "Como você poderia dizer a partir de apenas alguns beijos?" Seu sorriso era suave quando ele disse. "É na maneira como você olha para mim. Como se você me quisesse em sessenta maneiras diferentes, mas você não tem certeza de como ir sobre isso." Seu olhar atirou no peito, não querendo ver se ele riu dela. "Eu não tive muitas oportunidades para experimentar." Sam puxou um dos seus rolos. "Olhe para mim, Julie." Ela endireitou os ombros e encontrou seu olhar. "Que tal você experimentar comigo?" Ah, agora ela estava começando a ficar a deriva. Ela deixou um pequeno sorriso quando ela perguntou, "Você quer ser minha tela, é isso?" Ele riu. “Mais ou menos... Isso é o que as preliminares são, ao provocar e jogar." "E se eu fizer algo que você não gosta?" "Eu vou gostar. Enquanto é você, eu vou gostar." "E eu aqui achando que caras iam para as mulheres que conheciam seu caminho em torno da correia de um homem." Suas mãos alisaram seu caminho de volta ao seu fundo. Ele pegou e apertou-lhe através de sua camisola de flanela. "Eu não sei o que outros homens querem, nem me
Página 63

importo muito. Tudo que sei é o que eu quero, e quero você confortável. Por agora, deixe todas as suas preocupações irem, Julie." "Isso não parece muito difícil." Ele a puxou mais perto, até que seu pênis foi pressionado na costura de suas nádegas. Julie moveu os quadris para trás e para frente, provocando a ambos. “Querida!” "Hum?" "Quantos não muitos?" Seu estômago se afundou. "Oh, senhor." "Eu preciso saber, você é virgem?" "Não, não é assim. Mas eu posso contar em uma mão a quantidade de amantes que eu tive e ainda tenho um dedo ou dois que sobraram." Seus olhos arregalaram. “Sério?“ "Sim, é sério." Ela empurrou contra ele, não estava disposta a ser humilhada por sua falta de experiência, não importa o quanto ela quisesse. Mas ele estava tão móvel como um muro de cimento. Ele não estava se mexendo. “Deixe-me ir!“ Suas sobrancelhas se juntaram. "Por que inferno?" "Porque eu não preciso de você olhando para mim, como se eu fosse algum tipo de perdedora." "Eu não acho que você é uma perdedora." Ele calmamente explicou. "Estou surpreso, isso é tudo. Quero dizer, uma mulher quente como você, deve ter homens alinhados na sua varanda." Ele balançou a cabeça. "Estou feliz que eles não estão, porque eu realmente não compartilho bem com os outros." Ela apertou os olhos, ainda desconfiada. "Você não acha que eu estou desesperada, então?" Lambeu os lábios e olhou para seu peito, como se mentalmente imaginando os seios nus. "Você é a coisa mais distante querida de desesperada. Sexy, deliciosa e muito agasalhado, mas não desesperada."

Página 64

Sexy e deliciosa, sim, isso funciona. Ela engoliu em seco quando suas mãos começaram a massagear suas costas. Sam tinha um jeito de mexer em sua camisola grande, expondo suas coxas no processo. Seus dedos ásperos lá, provocando, quase teve seu gemido, e ele ainda não tinha chegado às partes moles. "Jesus, Julie, é preciso tirar as roupas. E os rolos." As mãos dela voaram para a sua cabeça. "Uau, eu realmente esqueci que eles estavam aqui." "Aqui, deixe-me.” Ele ofereceu. Ele levou algumas tentativas para descobrir a captura do lado do modelador de espuma, mas uma vez que ele tinha, Sam fez um rápido trabalho de removê-los. "Estou um pouco impressionada com suas habilidades, você sabe.”Ela admitiu. Ele riu. "Você não viu nada ainda." Logo, seus dedos estavam vasculhando os cabelos, massageando o couro cabeludo. Julie gemeu. "Deus, que se sente bem." "Você tem um cabelo bonito, querida." “Obrigada!“ "Mas eu realmente gostaria de ver o resto de você agora." As pálpebras de Julie abriram. "E eu gostaria de vê-lo." Ele a pegou e levantou-a na frente dele, entre as coxas generalizadas. "Primeiro, tire sua roupa para mim, até que eu possa vê-la toda." Julie congelou e olhou em volta. "Uh, não deveríamos mover esta pequena festa para o quarto?" Sam balançou a cabeça. "Não, eu quero te ver agora. Aqui.” Quando ela pegou a bainha de sua camisola e puxou-a para cima, expondo suas pernas, Sam cantarolou a sua aprovação. "Mmm, sim, esse é o caminho." Sam sentou-se, observando cada movimento dela. Seu cabelo, confuso escuro enrolado em volta da gola e calça jeans bem apertada sobre sua ereção. Julie lambeu seus lábios e puxou a camisola mais alta, alta o suficiente para que a calcinha branca e barriga estivessem em exposição para ele.
Página 65

O corpo inteiro de Julie cantarolou com entusiasmo." Ele sussurrou.“Tão malditamente bonita. eu tenho morrido e ido para o céu. então ele se abaixou e abriu o botão da calça jeans. e Julie só podia olhar em antecipação ao grande lançamento." Declarou Sam. Página 66 . e sua boceta estava molhada com a excitação. porra. "Ah. Seus dedos tremiam quando ela escorregou a camisola sobre a cabeça dela e atirou-a ao chão.

querida. A maneira como ele a viu. mas eles estavam no caminho do meu objetivo. grande." Ela riu. foi condenadamente sexy." "Um pouco de velocidade. Cada maldito centímetro dela era perfeito. o mais rápido que ele estivesse nu. "E. o peso de seu pau pesado entre eles. "Pensei em como seria bom ter você toda espalhada nua para mim ou se inclinar enquanto eu te levava por trás. parando e olhando por alguns segundos em seu pênis antes de finalmente encontrar o seu rosto. nunca fez mal a ninguém. "O inferno. querida. com voz um pouco rouca. "Eu fui para a cama na noite passada pensando sobre sua boceta macia debaixo da minha mão. Ele arrancou fora de seus pés e se sentou de costas para baixo em seu colo para que ela montasse nele." Ela respondeu. quando você chegou ao clímax. para ser gentil.Capítulo Oito O olhar de Julie percorria o seu corpo. da minha cabeça. roçando os mamilos." Ela murmurou enquanto lambia os lábios e olhou para seu pau mais uma vez. eu tinha o desejo de empurrá-las para cima e enterrar meu pau dentro de você." "Quando você estava empoleirada no meu colo e a camisola e calcinha frágil eram a única coisa mantendo-me do paraíso. eu quero ir com calma com você." Ela colocou os braços em volta do pescoço e perguntou: "Você fez?" Ele assentiu com a cabeça." Página 67 . Eu poderia ter estado com as bolas em profundidade dentro de seu calor doce tão rápido. mas vendo as ondas escuras ao redor dos ombros. uh. Eu não poderia conseguir o seu olhar. "Mas tê-la diante de mim e à luz crua do dia foi de longe a coisa mais quente que já presenciei." Sam não tinha sido quase tão lento quando lançou suas roupas. mais rápido poderia voltar a babar por ela. "Eu não quero que nada fique no caminho do seu objetivo. "Você é magnífico." Admitiu. "Mais quente do que os rolos e flanela? Estou chocada!" "Eu não me importo com a flanela ou os rolos." Ele gostava de seus cabelos no rabo de cavalo mais cedo também. Sam.

ele cobriu a boca com a dele. Quando seus lábios se depararam com seu pulso agitado. "Porque esse não é o jeito que eu quero que seja a nossa primeira vez juntos. Julie estremeceu. Luxuriosos e redondos. ele cedeu à tentação e amamentou." Ele sorriu e continuou a pegar e amassar as ondas cremosas." Ordenou. Deus. "Só." A mente de Sam gaguejou a uma parada quando o seu olhar liquidou em seus seios." Ele murmurou. depois. Ele se perguntou se ela percebeu que estava fazendo isso. Julie. sua voz não tão firme como antes. "Então. e o som o levou maior. "Olhe para mim."Por que não?" Ela perguntou. peneirando os dedos dentro e fora das mechas. Ela soltou um gemido pequeno." Ele pegou-a e colocou-a sobre as almofadas ao lado dele. não pare. por medo que ela desaparecesse em uma nuvem de fumaça a qualquer segundo. Julie. Sam lambeu e mordeu-a. Quando ela se mudou de lado a lado. com fome de tomar tudo o que ele poderia. Sam sentiu sua boceta molhada." "De jeito nenhum isso acontecerá. seus lábios estavam cobrindo os dela em um show aproximado de posse." "Qualquer coisa.“ Ele olhou em seus olhos verdes pálidos e declarou: "Você é minha agora. o seu olhar vagueou para baixo de seu Página 68 . Seu pênis era pedra dura. então levantou. Não uma rapidinha no sofá. Bom. "Oh." Ela brincou com seus cabelos. Excitada. Quando seus olhos se abriram.” Julie gemeu quando os dedos apertaram e puxaram seu cabelo." Ela assentiu e. com grandes mamilos cor de malva. Quando seus olhos se abriram. Sam beijou seu caminho sobre o queixo e pescoço. Quando ele estendeu a mão com as duas mãos e segurou os seios e apertou. por favor. e ele foi forçado a inclinar a cabeça para trás. “O que você quer?“ "Eu quero ter um pouco de brincadeira. "Porra. Sam levantou uma polegada e sussurrou: "Eu preciso mais de você. Julie puxou-o para frente. e eu vou fazê-la se sentir tão malditamente bem." Ela prometeu. a chupá-la por horas. "Frio ou excitada?" "Eu não tenho certeza que é possível estar fria com você sentado nu no meu sofá. Ele queria prová-la.

o sangue de Sam bateu quente e rápido através de seu corpo. e sua mandíbula apertou quando se empurrou entre os lábios um pouquinho." Página 69 ." Sua doce emoção emocionou Sam. "Mas é a sua vez agora. "Sim. Tão bom. "Mmm. Quando seu polegar roçou-lhe o mamilo ereto. que se sente um pouco bom demais. sensível bulbosa." "Eu estava me divertindo." Disse ela com um muxoxo. e ela lambeu-a. Sua boca era uma aspiração. Sua língua correu para fora e lambeu cada centímetro rígido. Julie quase atirou fora do sofá. O cabelo de Julie. Saber quão pouca experiência tinha agitado o seu sangue e apertado seu coração ao mesmo tempo. "Chupe-o. O olhar de Sam se estreitou. escuro brilhante foi espalhado para fora ao seu redor e curvando em torno de um mamilo." Ele ordenou em voz baixa. Provando-se em sua boca enviou um tiro de posse por meio dele. Sam tirou instantaneamente. Incapaz de resistir. Ele colocou seu punho em torno do comprimento e caminhou até o sofá. e Sam teve que flexionar as pernas para não cair de joelhos. Sam estendeu a mão e beliscou um mamilo antes de envolver a mão em torno do peso cremoso de sua teta e apertando.corpo em uma viagem que deixou Sam aquecido. fazendo amor com ele com a boca. "Fixe em cima de mim com os lábios doces." Ele murmurou. Ela subiu e desceu sobre sua ereção pulsante. Quando as mãos se aproximaram de suas bolas. Sam se inclinou e beijou-a. e seus lábios estavam inchados. "Jesus. Ela provocou a cabeça. Seus olhos curiosos pararam em seu pênis. Ele pegou o rosto dela e guiou o pau dele em sua boca. chamuscado. "Recolha. Uma gota de pré-sêmen apareceu. até que ele estava em frente a seu rosto. saboreie. ”Caralho! Isso é bom. ele quase gozou. e ele a viu lamber os lábios. quente e úmida levando-o ao paraíso. Era tudo o que podia fazer para evitar pegar a cabeça sedosa e empurrar para sua latejante dor no pênis." Julie começou a chupá-lo mais profundamente. Quando ela apertou em torno dele.” Sam gemeu. acariciando e amassando. Julie gemeu e começou a desenhá-lo dentro e fora.” Ele exigiu. Julie. Ela puxou a boca dele e gemia seu nome antes de executar a sua língua para trás e para frente sobre a fenda na ponta.

"Eu tenho um cobertor no meu sofá que a mãe tricotou. ela não estaria apenas dando-lhe um pedaço dela. Sam foi direto para sua cama King Size e colocou-a suavemente para baixo em cima dela. Página 70 . "Eu vou precisar de muito espaço para o que eu tenho em mente para você esta noite. Infelizmente. elas foram. Ele estava caindo para Julie. depois a levantou nos braços. mas estaria tomando um pedaço de seu coração. embalando-a contra seu peito. Entrando no quarto." "Elas são terríveis e um pouco psicóticas. Sam se agachou na frente dela. Um pedaço grande poderoso. esparramada na cama." Ele respondeu quando a realização amanheceu. muito real. Ele deveria estar um pouco assustado. No momento em que a noite terminasse. "Como se vê. Como batê-lo fora do parque no amor." Ele sorriu." Explicou. mas minha avó fez." "Conveniente.. e ele não podia negar a si mesmo uma boa e longa chupada. sorrindo para ele." Ela murmurou. sua pele no mais suave tom de marfim. deslizou um braço por trás de seus joelhos e outro sob o pescoço dela. seios femininos. "Uau. ele empurrou o tempo da confissão sincera para algum lugar no futuro próximo. que poucos já tinham visto aqueceu Sam claramente para seu núcleo.O sorriso lento de Julie foi todo o incentivo que precisava.. Ela tinha uma figura voluptuosa de ampulheta que um homem poderia afundar dentro direto e se perder em êxtase prazeroso. mas se sentiu muito natural. então queimava novamente para cheios." Julie sorriu e encolheu contra ele. Vê-la em seus braços e saber que ela estava lhe dando uma parte de si mesma." Disse ele. "Quarto. A luz da rua filtrada pela janela. inexplicavelmente encantado por ela. Seus mamilos eram escuros. eu tenho um colchão King Size. É a fodida coisa mais feia que eu já coloquei os olhos. ela se sentia bem ali. brilhantes. Seus quadris arredondados cônicos para uma cintura fina." "Os sacrifícios que fazemos por amor. e ele olhou para certificar-se as cortinas foram retiradas. "Sim. esses são. pontos duros. em favor de se deleitar com a beleza em seu lugar. Ela se sentia bem. Porra. Quando ele olhou para ela.

Ela gemeu. abra seus olhos para mim." No início. e olhou para o seu preenchimento. Seu pênis inchou mais um centímetro quando viu os mamilos brilhando molhados de sua ministração. Ela o surpreendeu quando hesitou por apenas alguns segundos. Julie. Filha da puta. Quando ele levantou longe. "Preciso de um gosto disso. saboreando o calor de sua carne acetinada.Sam baixou a cabeça e lambeu o doce deleite. Seu clitóris estava inchado e totalmente exposto a sua opinião. para o quanto ela queria. um testemunho de quão excitada ela estava. Ela o fez sentir as coisas com seu sorriso confiante e natureza amorosa. ele balançou sua língua para trás. coxas bem torneadas. e Sam fez tudo de novo com ela na outra mama. enquanto ele beijava a pequena picada a distância. liberando o corpo esguio de Julie." Lentamente. tomando seu tempo. Ele tinha que quebrar um braço em volta dela para mantê-la ainda. Convide-me entrar. "Sam. querida. para ele tão abertamente. ele nunca quis uma mulher do jeito que queria Julie. empurrando-lhe a carne em sua boca voraz ainda mais longe. Um bom longo gosto. e quando Julie se arqueou para cima. e ele testemunhou o calor em seus olhos verdes. Quando ele continuou amamentando e provocando. espalhando-se para sua visão. Ele lambeu os lábios. "Você está quente e pronta para mim?" Ela balançou a cabeça como se incapaz de falar. abra suas coxas. Sam estava com medo que ela era muito modesta para expor sua boceta." Ele abaixou a cabeça e lambeu-a de seu clitóris com os lábios orvalhados Página 71 . Agradável e de largura. Sam ficou ao lado da cama e pediu suavemente: "Então. antes de mover as pernas abertas. criando um turbilhão de necessidade com cada golpe. Seu pau latejava. Sam teve em cima da cama. "Julie. os cílios se abriram. saboreando o delicioso sabor de sua rosa preciosa. "Melhor?" "Oh sim." Ele rosnou. Sam viu a suavidade dos lábios de sua boceta e clitóris. Ela tinha uma linha de biquíni bem aparada. seus olhos estavam fechados e sua boca estava aberta em um suspiro. ele cedeu e gentilmente a colocou abaixo. Este momento será gravado em seu cérebro para sempre. Ela estava molhada. entre suas lisas." Julie gemeu.

" Ele explicou suavemente antes de deslizar para trás e para fora e trazê-la aos lábios. "Ajuda saber que eu não mordo?" Ele brincou. chupou seu clitóris entre os dentes e mordiscou. Deus. Ele chupou o pequeno broto em sua boca gulosa. Ele queria sentir seus músculos internos alongando e apertando seu pau. mais forte." Quando sua língua impulsionou entre suas dobras. Sam língua comeu-a. mantendo a sua língua e os lábios contra seu monte molhado enquanto ela ganhou o controle. e ele poderia morrer um homem feliz. doce?" Sam pediu.antes de mergulhar no meio. e ela começou a pressionar contra o seu rosto. Nervosa. mas Sam era mais rápido. mas não morderei. seus olhos se abriram.. uma expressão em seu rosto abatido. puxando-o para baixo em cima dela. Julie gemeu e colocou os braços em volta do pescoço. e suas mãos agarraram para o seu fundo." Ele inalou seu perfume feminino. então se inclinou e beijou-a. Ele levantou uma polegada e sussurrou: "Querida. "Basta ter certeza que você ainda está entre os vivos. aprofundando. que ele precisava de preenchê-la com seu pênis. Ele esfregou os sucos contra eles. Sua língua entrava e saía dela. eu juro. "Eu consigo um pouco impaciente às vezes." Sam provou seu sabor picante em sua língua e sabia que ele nunca teve uma amostra doce. é apenas. como se estivesse envergonhada. gritando e lutando contra o obstinado agarre que suas mãos tinham sobre ela. trazendo-a mais perto. Ele apertou suas coxas e segurou-a firme. A mão de Julie veio longe de seus olhos e em vez agarrou sua cabeça. “Você quer que eu pare?“ "Não. mas toda sem osso. e suas bolas apertaram. Quando ele levantou os joelhos e mergulhou um dedo em seu calor escorregadio. Assim que seus seios Página 72 . atirou a cabeça para trás.. lambendo e saboreando. Ela bateu a mão sobre os olhos. Suas pernas começaram a fechar. calma. Ela o apertaria como um torno. "Eu poderia morder um pouco. Sam ficou no lugar e viu quando ela caiu. Esperou-a para fora. Ela agarrou-se a ele como se estivesse em um trem desgovernado." "O que é. Um pouco mais para lamber seu clitóris e ela estourou na largura.

Ela revirou os olhos. Sam marcou a data na caixa para se certificar que não havia expirado. Mil vezes mais do que você já teve antes. mas sou muito focado quando me proponho a fazer algo. é verdade." Ele deu uma gargalhada em sua descrição. bobo. e ele não gostou. Satisfeito. você sabe disso?" "Julie. "Tiny Tim? Claro." Página 73 . “Entendido!” Inclinando-se sobre os calcanhares. o peito subindo e descendo lentamente. "Você com diário?" Ele perguntou quando torceu uma sobrancelha para ela. "Eu não sou pequeno. E agora." Julie respirou fundo. "Tem sido alguns poucos meses. "Eu pensei que nós já estabelecemos que eu não mordo. em seguida. Quando ele arrancou-o aberto e rolou-o. Mas você não é exatamente Tim Tiny.” Ela deu uma risadinha." Ele alisou uma mecha de cabelo de sua testa e beijou-a antes de dizer: "Então." Sam segurou seu rosto e sussurrou: "Isso é um pouco mais do que alguns. e deixe me concentrar. encontrou uma caixa sentada em cima do que parecia ser uma revista. Sam viu um toque de nervosismo que." Ele riu. Ele tirou-a e levantou-a. amigo. mulher. “Bom! Algo em torno de treze anos. ele abriu e tirou um preservativo. "Você está obcecado com os detalhes. querida. "Quantos são poucos?" Ela franziu a testa." Sam pegou o queixo dela e a trouxe de volta para encará-lo." Ela puxou-a para fora de suas mãos e atirou-a de volta na gaveta. Sam perguntou: "Os preservativos?" "Gaveta. mas eu nunca faria nada para machucá-la. seu olhar voltou ao dela e segurou. eu sei que. novamente. foi à primeira coisa que me veio à cabeça. antes dela sussurrar: "Claro. Erguendo-se.entraram em contato com seu peito. mais ou menos. e é privado." Ela mordeu o lábio e desviou o olhar. meu objetivo é trazer-lhe prazer. "As mãos fora do meu diário. ele se conteve e parou. "Bem. "Sim. silêncio." Alertou." Ele estendeu a mão e puxou-a aberta." Sam moveu-se em cima dela e plantou suas mãos em ambos os lados de sua cabeça.

" Ele beijou o seu caminho sobre o rosto e pescoço. além do branco-quente da satisfação. A mão de Julie veio e cobriu o local. A pele sobre suas bochechas bem esticadas. a dor não. Sam colocou a palma da mão contra o seu baixo ventre para segurá-la ainda. O Página 74 . além de puro prazer. Deus. "Não é suposto dizer a uma mulher silêncio ao fazer amor. Ele ansiava por ouvi-la suspirar sexy e satisfeita novamente." "Claro que sim. eu juro. mas foi o suficiente para ter seu apertamento em cima dele.. esperando sua abertura apertada para acomodar sua invasão íntima. Ele queria que ela não sentisse nada. criando uma pequena contusão arroxeada contra sua pele de alabastro.tão bom. doce. e sua respiração aumentou." Explicou ela com uma voz ofegante. eu preciso de mais. Ele mordiscou-a." Sam não respondeu.. Ele festejava em seus peitos lindos. Sam. Ele havia corrido apenas um centímetro. "T. "Tão fodidamente apertada." Ele mordeu entre os dentes cerrados. Julie começou a mover os quadris. ela não sentisse nada. Suas pernas vieram ao redor de seus quadris e segurou-o perto. "Eu preciso de você todo. Sam emocionou-se quando seus músculos internos relaxaram para ele. um impulso suave contra o seu corpo mais baixo." "E você vai buscá-lo. Quando seus olhos se abriram. Sam vigiava de perto quando Julie mastigava o lábio inferior e fechou os olhos apertados. mas apenas ligou as pernas sobre os braços e deslizou seu pênis lentamente para dentro dela." Insistiu ele quando lentamente começou a balançar seus quadris para trás e para frente. "Relaxe. Sam cuidadosamente controlou todo o movimento. Seu intestino apertou no conhecimento que ele a tinha marcado como sua. Lembra?" "Sam. "Oh. "O prazer. onde descobriu o mesmo pulso nervoso que havia provado antes.Ela bateu-lhe no ombro." Sam murmurou." Ela gemeu. ele podia ver a construção de desejo dentro dela. É rude. com a intenção de construir a sua paixão de modo que quando ele estava embutido no fundo de sua boceta. e moveu-se para ela um pouco mais.

"Mas eu realmente não tenho em mim a discutir. Julie. “Bom. Eu já volto. duro e rápido. “Deixe tudo ir." Sam rosnou. Sentiu-se tão bom.” Ela gritou enquanto segurava seus antebraços. olhando para ele." Ele sussurrou quando ela começou a mover os quadris lentamente para cima e para baixo por baixo dele. "Melhor?" "Sim. "Goze novamente. e tudo que ele queria fazer era estocar profundamente. Sam preparou-se nos cotovelos ao lado de sua cabeça e viu como o desejo de Julie montava. em seguida. Quando ela ainda parecia convencida." Disse ela. eles estavam se movendo em uníssono. fique parada. você é uma coisa. com meu pau dentro dessa pequena boceta quente." Ela disse. seu corpo enrijeceu. Seu corpo queimava Página 75 . dirigindo para ela.“ Sam deslizou para fora de seu corpo desossado e foi para o banheiro master se dispor do preservativo. e ela gritou quando um orgasmo surpreendeu." Explicou. profundo e duro. Seus quadris flexionados enquanto golpeava contra ela." Como se ele tivesse tocado um botão. sorrindo.movimento causou o seu pau a escorregar em um pouco mais." Ela murmurou. e ela tinha um sorriso sonhador nos lábios. "Você é minha agora. Ele balançou a cabeça. bateu o seu pênis na profundidade." "Isso soa um pouco sexista. ele se aproximou e lambeu o aguilhão pequeno longe. Julie agarrou um punhado de seu cabelo. sua voz rouca de gritar o seu clímax. Ele pegou um pano. Agora.” Logo. então empurrou para dentro. "Isso foi uma mordidela. adorando-a com beijos nos lábios e bochechas. "Eu não vou deixar você ir. não uma mordida." Disse ele. e com um último golpe Sam gozou. enchendo a camisinha." Sam sorriu e mordeu o lábio inferior com os dentes. correu água quente sobre ele. “Sim. Seus olhos estavam fechados. "Maldição. esse é o caminho. que lhe arranjou um leve tapa na parte de trás da cabeça. alegando contusões. "Mmm. e trouxe-o para Julie. "Você disse que não morde." Ele aterrou fora segundos antes de cobrir a boca em um beijo. "Essa é minha garota.

todo de novo na visão. Página 76 . Sam ficou deitado desperto e contemplando a sua próxima jogada. Sam removeu o pano e levou-o para o banheiro. “Sam?” "Sim. "Eu não poderia concordar mais. assim você não estará dolorida. Inferno. Ele estendeu a mão e arrastou o cobertor por cima em cima deles. não é?" Ela riu. sabia em seu instinto. "Eu poderia me acostumar com isso. "Você gosta de ser mimada. Eles pertenciam juntos. Quando ele se inclinou e apertou o pano para a junção de suas coxas. Quando voltou para fora e caiu na cama ao lado dela. seus olhos se abriram. Ele só precisava provar para ela. "O que você está fazendo?" "Acalmando você. Aqui Julie dormia em contentamento feliz. Um relacionamento aberto? De jeito nenhum." "Verdade." Admitiu. imediatamente se aconchegou contra ele. ele sempre soube que a mulher era pegajosa e carente após o sexo." Ela suspirou. enquanto ele se perguntou se ela iria mesmo querer ser exclusiva ou não." Ele massageava sua boceta com o pano morno. querida?" "Isso foi além de incrível. molhado e perguntou: "Será que isto se sente bem?" "Muito." Quando ela escorregou para o sono." Ele se lembrava de como ela gemeu quando tinha tirado seus rolinhos e massageava seu couro cabeludo. "Não existe uma mulher viva que não goste." Ele beijou o topo de sua cabeça. "Apenas pensei em recordá-lo." Disse ela enquanto seus dedos peneiravam através de seu cabelo no peito.

"Não me canso de você. "Você tem os lábios mais macios. Ele beliscou o mamilo. Ela gemeu. Ele a tinha completamente cercada. e estava relutante em detê-lo. Julie tinha acordado com a sensação dos braços de Sam envolvidos em torno dela e de sua perna." Explicou em uma voz áspera. Por que nunca é o bastante?" "Porque nós fomos feitos um para o outro. lambeu o lábio inferior gordo. Quando ele lhe disse que estava com fome. mas ela se divertiu transitando com Sam na cozinha. Por todo ele. e Julie estremeceu. o peito arfando. dirigindo-a louca." Sam murmurou quando deixou o controle remoto sobre a mesa e segurou o queixo na palma da sua mão. e Julie se rendeu. provocante e tentadora. Era meio da noite e que era bobagem. que Sam parecia em muito prazer em lamber. empurrando contra ele em uma tentativa desesperada para mais. É tão bela quando goza para mim. que tinha tido nos últimos anos. sem fôlego. nervosa e inquieta. e Sam murmurou algo ininteligível contra a sua boca. Ela acabou com geleia de morango nos lábios e no queixo. Quando ele a puxou em sua direção mais uma vez. ela perdeu o controle sobre o controle remoto. Em algum momento. Quando os beijos dele derivaram para baixo. e tinha sido o melhor sono na metade da noite. grande musculosa pendurada sobre a dela. Julie sentiu beliscar Página 77 . a mão grande enrolou em torno de seu peito pela camiseta que ela escorregou antes. um toque.Capítulo Nove Após várias horas de sono." Sua língua mergulhou em sua boca e jogou com a dela. "Sam. querida. e ele passou vários minutos navegando nos canais. antes dela conseguir distraí-lo com um beijo. Ele apertou a boca para a dela." Ela suspirou. ela tinha oferecido para fazer sanduíches de manteiga de amendoim e geleia. e estava em chamas. Ela lançou os braços em volta do pescoço e puxou-o para mais perto. Julie puxou para trás. Simplesmente isso. de repente. Um gosto. Era como se quisesse devorá-la. "Eu quero ouvir você gritar o seu prazer de novo.

olhou para o tentador pênis no tecido da cueca. no entanto. Santo inferno. o homem tinha um corpo incrível. toda na minha cara? Acho que não. Suas mãos serpenteavam para fora e agarrou-a para direitamente fora de seus pés. ela pensou. E grande. "Só porque não é uma razão boa o suficiente. Todo musculoso e bronzeado. "Deixe-me levantar. "Agora. deixe-me neste instante!" Ele bufou. considerando que você não está usando calcinha. Julie não estava disposta a ceder a sua posição dominante. "Porra. "Por que não." Ela estremeceu com a ideia. bem." Ele estalou. isto terá que servir. "Você sabe. mas se sentiu muito rápido. quem está fazendo a maldição?" Ela sentiu o golpe da mão em sua bunda. "Com sua bunda doce. "No meu lugar." “Sinto muito!” Ele enfiou a mão pelo cabelo e soltou um longo suspiro. além de seus boxers pretos. Ela lambeu os lábios e firmou-se. inferno?" "Só porque. Julie gritou quando ele virou sua cabeça para baixo sobre os joelhos." Em sua demanda tranquila. e não amaldiçoe.” Disse ela. "Sam Jennings. mas sua megera interior de lado. "Sim. um pequeno puxão na cintura e eu poderia ter seu corpo em minhas mãos. Sam. e ele teve a dica e voltou com uma carranca." Ela ajeitou a coluna e fez o seu melhor para ignorar o quão tentador pareceu sentado em seu sofá em nada. "Fique comigo na próxima semana. não seria um homem da caverna para o homem glorioso." Ela se levantou do sofá e começou a passar por ele.“ Seu rosto queimou com indignação enquanto olhava para o tapete bege." Sam torceu uma sobrancelha para ela. "Eu não vou deixar cair isto." Ele rosnou.em seu lábio inferior com os dentes. “Infelizmente eu não posso." Página 78 . através dos shorts rosa que vestiu anteriormente. Ela agora estava de frente para o chão. até que você me dê um motivo decente. o coração de Julie fez uma pequena cambalhota. mas ele foi mais rápido. e o medo brotou. Ela empurrou o peito. Ela sofria de dizer sim.

mas ele segurou-a facilmente para baixo com a palma da mão contra a parte inferior das costas. batendo a perna. sua boceta inchava e umedecia." Ele murmurou segundos antes de golpear o rosto da bunda esquerda. excitada e indignada ao perceber que ele estava prestes a fazer. então." Enquanto ele massageava uma nádega e enfiou um dedo entre as bochechas da bunda dela. "Oh." Ela se sentiu obrigada a admitir.nunca joguei assim antes. Deus. querida. "Eu nunca tinha espancado uma mulher antes. Julie estremeceu." Sua pele picava um pouco. "Que deve ser por isso que você não sabia que as garotas más obtêm palmadas." Seu prazer cheio nas palavras e tinha Julie indo perfeitamente imóvel. "Estes globos em forma de coração me faz querer chegar e apertar. "Muito ruim.. "Eu meio que gosto de você desse jeito." Ele respondeu com uma voz pouco mais que um sussurro. mas não era doloroso. "Humm. O ar frio roçou sobre sua pele nua. "Tenho sido ruim. Seu contorcimento recomeçou. "Eu disse." Ela mordeu fora. sabendo muito bem o que ele estava prestes a fazer e animada com a perspectiva tabu. mas eu posso ver o apelo agora." Página 79 . Ela não teria sequer ouvido-o falar." Julie começou a mexer em uma tentativa de fugir." Ela foi em quantidades iguais. Ele alisou a palma da mão sobre o seu traseiro. "Você não fez." Sam parecia um pouco surpreso se." Ele murmurou. "Você tem uma pequena bunda bonita. "Será que você me diria por que você não vai ficar o fim de semana comigo ou não?" "Não. então congelou. tanto quanto foi estimulante." Disse ele. “Eu tenho?“ Julie sentiu seus dedos segurando sobre o elástico da cintura de seus shorts e abaixalo. "Eu n." O clitóris de Julie latejava em suas palavras eróticas. Eu amo sua bunda. o que você está fazendo comigo?" "Jogando. Sam?" "Muito impertinente. "Não se atreva!" Ela gritou."Não.. se não tivesse estado tão sintonizado com ele naquele momento. Julie.

você é teimosa como uma mula. Uma bochecha primeiro."Bem. "Você está excitada. no entanto. "E saber como você está perto está me fazendo querer transar com você duro. tentando-me. e ela sabia que iria encontrar umidade. eu não posso.” A mão esquerda dela desceu mais uma vez. mais do que antes. mas errou." Ela gemeu. "Tão malditamente teimosa. não é?" Ela ofereceu nada além de silêncio e ouviu-o gemer. eu amo o seu pênis." A observação não se sentiu bem. a necessidade de estar com raiva dele. efetivamente acalmando o local que ele tinha golpeado. e ela tentou chutá-lo. Julie deixou cair à cabeça contra a perna e choramingou ao prazer das picadas." Ela suspirou. Julie apertou. Sam golpeou-a duas vezes mais. uma oportunidade. "Por que você não vai ficar o fim de semana comigo?" Ele perguntou novamente." Ele fez uma pausa e depois acrescentou: "E se você não me disser o que eu quero saber. não tinha sido ela a menina boa o suficiente? Ele esfregou a mão sobre seu bumbum. Houve apenas uma palavra que ela queria dizer. saboreando a maneira como ele engrossou ainda mais. "Isso é tão errado." Sua palma roçou sobre sua pele ardendo. "Com sua bunda na minha frente. eu estou pronto para autocombustão aqui. mulher. Além disso. "Você gosta disso tanto quanto eu gosto. “Admita-o. "Não. "Oh." Ela aterrou fora. Então ele molhou os dedos entre as coxas." Ela gritou. Deixe-me levantar. depois a outra." Julie chegou debaixo de seus quadris e segurou seu comprimento duro na palma da mão. Página 80 ." Ele murmurou quando enfiou o pau em sua palma. eu sou responsável por gozar nos meus boxers. "Querida. Julie sabia que Sam teve sua resposta. Deus." Ele rosnou." A pele de Julie formigava na expectativa do que viria se ela lhe negasse.“ Quando ela não respondeu. você está me matando. A ideia de jogar a menina marota a este homem dominante era muito tentadora. "Diga-me. "Eu não sou teimosa." "Cristo. e eu vou deixar você.

Quando ela se contorcia. "Você vai." Ele ordenou suavemente. Sua bunda picava um pouco. e Julie perdeu toda a noção de tempo e lugar por alguns segundos. deixe-me gozar. além de se preocupar com seu próprio orgulho nesse instante. enviando-a para o céu. "Minha pequena doce rosa. os dedos entrando e saindo. ele acendeu e brincava com seu clitóris.Ela gemeu seu nome e sua boceta pingava com sua necessidade de gozar. Ele parecia ter o tempo todo no mundo. "Sim. "Por favor. querida. aninhada contra o Página 81 . enquanto acariciava e apertava com a outra. ampliando suas coxas. Foi rápido e inesperado. Quando Sam agarrou-se a ela. Sam usou sua outra mão para golpear as nádegas dela. Ele usou uma mão para segurá-la no lugar. os dedos de Sam penetraram-na até que eles foram enterrados profundamente dentro de sua boceta quente. seus sucos revestindo o interior das suas coxas. "Fique quieta.” Sam gemeu quando dançou seu polegar sobre seu clitóris. esfregando seu clitóris contra sua coxa. Uma vez que seu corpo entrou em colapso." "Ah. ela quase voou sobre a borda. Quando ele alternava entre estocadas lentas e rápidas. provocando o seu corpo e trazendo-a mais com cada golpe. Mais. eu prometo. Quando Sam puxou as bochechas da bunda dela distante e empurrou o indicador e o dedo médio dentro de sua boceta. "Eu nunca poderia negar-lhe. Sam gentilmente tirou os dedos dela e levantou-a até ela estar sentada de lado em seu colo. e Julie queria desesperadamente puxar o material longe e sentir a dureza da seda de seu pênis na palma da mão. Seus boxers umedecidos com sua pré-sêmen. Julie gritou quando seu clímax surgiu através dela. Ela estremeceu e empurrou contra ele. por favor. Sam." Ele bombeava sua boceta. essa é a minha doce menina." Pouco a pouco. "Isso é bom." Ela implorou. lento no início. Todo o pensamento racional fugiu como sua necessidade de liberação entrou correndo e tomou conta. depois mais rápido. sua mente se desintegrou." Sam murmurou. Ela se aconchegou em seu peito. Julie gritou. quando ela acariciou seu pênis através do tecido de algodão de seus boxers." Ele sussurrou enquanto os dedos a fodia.

mas quando sentiu o pau contra ela." Página 82 . Seus pulmões queimavam como se tivesse corrido uma maratona." Ela se apressou a explicar. Seu corpo todo enrijeceu. "Obrigada. Quando seus olhares capturaram e deteram-se. gemeu e afastou-se de seu colo. “Eu estou com medo!" Era evidente que tinha sido a última coisa que Sam esperava dela." Ela murmurou. "Eu sei por que eu senti desejo. Ela sentiu os braços apertarem ao seu redor. Quando estava de pé. "Minha bunda dói. "De mim?" "Do jeito que me sinto por você. as pernas balançaram um pouco. "Porque eu estou com medo.“ Ela começou a responder. Ela olhou para ele. Sam estendeu a mão e agarrou seus braços. Ele tinha medo que ela o rejeitasse? Julie apertou no peito quando percebeu o quão fácil seria dar tudo a Sam. antes dele embrulhar em torno de sua nuca. "Fale comigo. enquanto se abaixou e puxou para cima dela o moletom. dando-lhe nada mais que a verdade brutal. sua voz rouca. querida." "Ah." Ele disse." Disse ela. Mas o seu lado cauteloso a forçou a perguntar: "Como você sabe que não é só desejo que você sente?" Ele não falou por alguns segundos. Ela sentiu-o escovar o topo de sua cabeça com os lábios. quando o material macio esfregou contra seu bumbum.pau duro de Sam. agora eu estou começando a entender a imagem. ele sussurrou: "Tudo que eu quero é afundar meu pau dentro de sua boceta molhada agora. desfrutando a sensação de sua barba debaixo de seus lábios. se você soubesse que eu estou apaixonado por você?" Ele parecia estar prendendo a respiração. mas a Julie parecia uma eternidade. Nem um pouco." Ele bateu-a na ponta do nariz e disse: "Faria alguma diferença em seu processo de tomada de decisões. pedindo-lhe para olhá-lo. "As coisas estão indo rápido demais. mas primeiro me diga por que você não vai passar o fim de semana comigo. Isto não é a mesma coisa. Por favor?" Julie beijou seu queixo.

ele pareceu contrito. mas vou levar o que posso conseguir de você. meio que lhe abraçando.. a fim de pensar com clareza. bebê." "Eu não quero parar também. e Julie podia ver o tamanho de seu pênis mau debaixo dos boxers. Uma imagem de Sam de joelhos beijando-a por trás invadiu sua mente." Um dos lados da boca apontou para cima em um sorriso delicioso. Ele teve seu ir e vir.De repente. Sim." Alertou. "É melhor ser eu a única em sua cama. e Julie teve de empurrá-la." Ele franziu a testa. pequena rosa?" Página 83 . "Você não tem medo?" Sam bufou. Eu só não sei se devemos começar a pensar em fins de semana juntos. "Olha. "Eu não gosto." Ele a lançou. doce. "Quer que eu beije e faça tudo melhor?" Perguntou ele com um sorriso inocente no rosto bonito. "Ah. me desculpe. "Está com medo que vai acordar e perceber que você era a única louca de desejo. Sua carranca se transformou em um sorriso de parar o trânsito." Fez uma pausa. Sua boca regou por uma lambida. Não?" "Não. mas eu não vou deixar isso me impedir de explorar aqui. Ela golpeou seu ombro. "Oh caramba. é isso?" Julie estremeceu e olhou para seu colo. e Julie colocar vários metros entre eles. isso é rápido. É um pouco assustador. eu acho que estou caindo no amor com você também.." Ele se inclinou para trás. depois acrescentou: "E nós somos exclusivos. Como a velocidade da luz. “Talvez. rápido." Julie olhou para a almofada ao lado dele e sentou-se cautelosamente." Então ele passou os braços em torno dela. "Eu pensei que isso era o que estávamos fazendo. "Pare de me distrair." Cada músculo no corpo de Julie foi tenso com o pensamento de Sam beijando outra mulher. eu não sei." Ela abriu de novo e olhou para ele. Eu só sei que nunca me senti desse jeito antes.” Ela cerrou os olhos bem fechados. "Você está brincando. não é? Estou com medo fora da minha mente aqui. "Eu quero ter uma discussão racional aqui. "Sentindo-se territorial. ainda. mas Sam.

gracioso. "Esta rosa tem espinhos especial destruidores. Ele parou um segundo. "Besteira." Sam de repente se levantou e agarrou as mãos. apenas caminhou para a direita fora da sala e no quarto dela." A respiração de Julie estava fora de controle." Como se ela fosse estúpida o suficiente para dizer não. Julie balançou. Julie olhou por cima do ombro a tempo de vê-lo empurrando seus boxers para baixo de suas coxas." Ela deu de ombros." Ela tentou bater as mãos. mesmo delicioso. "E eu sou o único homem que irá surrar a sua bunda doce. Julie. "Você é pervertido. "Caramba. mas antes que pudesse se orientar. eu não sou um saco de batatas. "Eu vou tocar cada parte de você. "Vou aceitar quente. e ela ouviu-o amaldiçoar. sexy dele. ele girou em torno dela. mas não bonito. o seu pênis duro como pedra e pulsante de vitalidade." Todo o ar correu para fora dela." Resmungou ele segundos antes de agachar e jogá-la sobre seu ombro.Ela estreitou os olhos e enfiou-o no peito. "Diga-me que você me quer também. Quando ele usou o pé para empurrar os pés afastados. "Sim." Ela suspirou. Julie sentiu puxar as roupas interiores até que eles caíram em torno de seus joelhos. até que estava de pé e de frente para a cama. puxando-a para seus pés. e você nunca está tocando minha bunda de novo. Sam. "Essa bunda vermelha tem meu pau tão duro. De sua posição atrás dela. mas ele não estava se mexendo. essa foi a maior mentira do mundo. Ele balançou a cabeça. Uma vez lá." Ok. mas ela tinha que dizer alguma coisa. e sua boceta doía a ser preenchida por ele. Cada centímetro sexy. Levou apenas alguns Página 84 ." Ela sussurrou." Ele murmurou a voz totalmente profunda." Ela bateu as costas e gritou: "Ponha-me para baixo!" Ele não se preocupou em responder. não disposta a discutir o ponto quando ele estava ali. Quando chegou para a caixa de preservativos que tinham deixado na mesa final e rolou um. Julie voltou-se e sucumbiu. "Você é tão bonito. ele ligou a luz e a colocou de volta em seus pés. "Quero você. e o mundo virou de cabeça para baixo.

dando-lhe um tempo doce que teve o sua boceta molhada com prazer. Quando seus músculos internos seguraram seu pênis como punho de um amante. "Confie em mim. precisando de mais." A mão de Sam mudou-se para as nádegas. segurando-a no lugar quando ele girou os quadris." Ele acalmou.. rápido. sentindo-se completamente dominada por ele." Ele pediu baixinho." "Porra." Disse ela. Julie." Ele começou a se mover. querida?" Queria? Ela não conseguia pensar direito." Confessou em voz ofegante." Seu coração derreteu em suas palavras de amor.segundos.” Sam rangeu para fora quando embrulhou as mãos em volta dos quadris e começou a empurrar para dentro e para fora.. "É muito. Ele acalmou instantaneamente. sente-se tão cheio. "Você quer isso devagar e calmo. então empurrou para trás. "Eu te machuquei?" "Não. "Só me sinta." "Parece que eu vou quebrar em mil pedaços e eu não posso pegar minha respiração. Sam colocou a mão entre as omoplatas e empurrou até que seus seios foram esmagados contra o colchão. Página 85 . inclinando-se e lambendo a ponta de sua orelha. quando você diz coisas assim. Sam. "Eu nunca vou realmente feri-la. "Você gosta quando eu fico selvagem. Precisando de tudo o que ele poderia lhe dar. maldição!" Julie gritou enquanto empurrava para trás. Eu prefiro morrer a te machucar. Julie sentiu toda a extensão da sua excitação. Julie empurrou a bunda para trás e pediu: "Mais. antes de ela se inclinar sobre a cama com seu pênis alongado e enchendo sua boceta quente.. "Sim. lento. "Não sei. "Diga-me o que sente quando eu a fodo duro. "Deus. e alimentou a sua própria." Sam puxou todo o caminho. embora." "Shh. e ela podia senti-lo massageando longe a ternura de sua ligeira palmada. Sinta como é bom estarmos juntos. "Eu me sinto como se estivesse em toda parte. hein?" Perguntou ele." Ele agarrou os quadris e começou a um ritmo suave dentro dela.. é apenas.

Julie balançou as pernas, e sua boceta latejava. "Porra, sua pequena boceta chupa meu pau tão bom." “Sim. Deus, Sam, goze dentro de mim." A paixão de Julie ficou fora de controle quando tremores sacudiram seu corpo. Sam se inclinou sobre ela e colocou uma linha de beijos em sua espinha. Quando chegou à parte de trás do seu pescoço, ela sentiu o punho em seu cabelo enquanto segurava um punhado e virava o rosto para o lado. Ele amamentou a pele macia de sua garganta, e Julie choramingou. Sua boceta apertada em torno dele. Julie estava no limite quando Sam se perdeu e empurrou para ela uma vez, duas vezes. Ela gritou quando seu clímax a varreu. “Filho da puta!” Os braços de Sam enrolaram em volta dela, segurando-a firme quando ele gozou, gritando seu nome. Julie entrou em colapso. Foi só depois que ela prendeu a respiração que percebeu o quão tarde era. "Vamos estar estupidamente cansados amanhã." Sam riu e beijou a nuca. "Hoje, você quer dizer." Julie gemeu e enterrou o rosto no colchão. Quando Sam saiu dela e puxou para fora, ela imediatamente perdeu a conexão mais profunda. Ela se virou e o viu puxar seus boxers. Ele estendeu a mão. "Vamos lá, precisamos de um chuveiro." Julie colocou a palma da mão em seu conteúdo, para deixá-lo levá-la até o banheiro. A água estava fria pelo tempo que eles estavam completamente limpos. Sam tinha cuidadosamente lavado cada centímetro de seu corpo, elogiando-a enquanto isso. Ela se sentia completamente acarinhada pelo tempo que eles estavam debaixo das cobertas, a luz da manhã filtrava através das cortinas. "Eu estou apaixonada por você, Sam Jennings.” Ela confessou, incapaz de conter o senso de retidão que sentia em seus braços. Ele trouxe-lhe a mão aos lábios e deu um beijo para a palma da mão. "Isso vai fazer o que eu estou prestes a dizer mais fácil ao redor, então." Ele sussurrou. Ela levantou a cabeça. Mesmo na escuridão, Julie podia ver o sorriso no rosto sexy. “Oh.“

Página 86

"Mm." Ele murmurou enquanto colocava beijinhos para cada um de seus dedos. "Eu estava pensando que talvez você gostasse de ajudar com a remodelação do restaurante." Batimentos cardíacos de Julie aceleraram em suas palavras. "Você quer a minha ajuda?" Ele colocou a mão para trás sobre o peito e alisou uma palma para baixo de seu cabelo. "Você tem cabeça para os negócios, e você mesma disse que está um ano longe de se formar. Esta poderia ser uma boa experiência para você. Além de nós podermos realmente usar o seu conhecimento através de tudo isso. E eu gostaria de contratá-la como gerente, uma vez que esteja tudo dito e feito também." Julie não poderia estar mais feliz. Ela adorava trabalhar no restaurante. Tornando-se uma maior parte dela foi muito emocionante para as palavras. Ainda assim, ela errou ao lado da cautela. "Você discutiu tudo isso com sua mãe e os outros?" "Os caras estão a bordo, mas eu preciso passar por cima de tudo com a minha mãe ainda. Eu não queria bater nela com o primeiro dia fora do hospital." Ela deslizou mais acima na cama, até que seu rosto estava alinhado com o seu e disse: "Se ela concordar, então você tem mesmo um gerente." Sam piscou. "Que tal um beijo para selar o negócio?" Ela colocou beijos de pequenas borboletas ao longo de sua mandíbula e queixo antes de finalmente tomar a boca. Seus lábios eram muito tentadores, no entanto, e ela logo se distraindo. Os braços de Sam se fecharam em torno dela, segurando-a com força enquanto ele aprofundou o beijo. "Deus, eu sou viciado em você." Ele gemeu quando lambeu o lábio inferior. Julie arqueou contra ele, mas foi Sam, que voltou para o presente e delicadamente puxou. "Você precisa de uma pausa." Explicou. Quando Julie aninhou-se ao lado dele, ela podia sentir seu coração batendo debaixo de sua bochecha. "Eu quero mais do que terminar o dia em seus braços." Ela sussurrou. “Ótimo. Eu também." Admitiu.
Página 87

Julie riu quando ela pensou em Wanda. "Sua mãe, a casamenteira, vai estar feliz. Você percebe, certo?" Sam bufou. "Sem dúvida, existem momentos em que a mulher me conhece melhor do que eu me conheço."

Página 88

então vocês não seriam todos forçados a tirar um tempo de suas vidas. mas Wanda apenas levantou a mão. "E todos os garotos que acham que transformar a lanchonete em um bar e grill é a melhor solução?" Vários deles acenaram com a cabeça." Página 89 . a preocupação gravada nas linhas duras do seu rosto. quando Julie olhou ao redor da sala. para consertar essa bagunça. sempre foi. Sam estava olhando para ela como se pendurasse a lua. Eu quero o que faz você feliz. com todos os olhos sobre ela." Ela olhou ao redor da sala. "Para todos vocês. minha mãe. mesmo jogado boliche.Capítulo Dez Era noite de sexta-feira. mas acho que iria fazer um bom trabalho como gerente. Se eu tivesse. Isso foi coisa do seu pai." Wanda sorriu quando ela chegou do outro lado da mesa e afagou a mão de River. sabia que podia fazer algo. E isso me agrada sem fim por ver todos vocês tomando tal interesse. Julie baixou socando seu nervosismo e disse: "Sim." Wanda assentiu. Wanda franziu a testa. com exceção de River. sentada à mesa de carvalho grande de Wanda. você concordou com isto Julie?" Wanda perguntou. e estou receosa que era orgulhosa demais para pedir-lhes ajuda meninos. “River?” "O restaurante é seu. ela percebeu o quão semelhantes à cena era da Ação de Graças. jantar. "Então. Eles tinham ido ao cinema. Eu sei que não me formei ainda. "O restaurante é nosso filho. como gerente. "Eu nunca fui boa com o dinheiro. a primeira a falar. "Eu seria louca de não contratar você. e com seu apoio. A única exceção foi o homem sentado à sua direita." "Mãe?" Sam perguntou. "É minha culpa que tem chegado a isso. Ela sabia agora o que os vagalumes deveriam sentir quando na jarra de vidro. Agora." Ela olhou para a mesa e disse: "Mas eu tenho uma desculpa para fazer. claro. efetivamente travando o fluxo de observações. seus olhos pareciam conturbados." Quando sua cabeça voltou-se. e Julie tinha gastado todo o seu tempo livre com Sam." Vários desentendimentos encheram o ar. Se você me quiser. Ela estava de volta onde começou. e eles tinham feito amor mais vezes do que ela poderia contar.

Ela ouviu uns pequenos assobios de lobo. "Você mesma disse que o restaurante é nosso. é isso que você quer?" River perguntou. É demais para uma pessoa segurar. e todos nós vamos precisar nos lançar dentro. ainda olhando preocupado. "Deixamos tudo a você. ali mesmo na frente de todos." Brodix disse quando abriu um bloco de papel que parecia como se tivesse números rabiscados sobre ele. eventualmente. "É o Bar e Grill Blackwater. e nós deveríamos ter conhecido melhor." E antes que ela pudesse obter sua mente em torno do que ele declarou e. Wanda sorriu. “Agora. Julie Rose. responder. Quando eles estavam prontos para sair." Sam sorriu. Ela não conseguia parar a alegria de espalhar através de seu peito. tudo o que ouviu foi o som de seu próprio coração batendo fora de controle."Errado. "O quê foi?" Wanda disse. surpresa. "Eu tenho corrido alguns números. então. mas o plano de Sam pode funcionar. "Sammy veio acima com uma maneira de fazer as coisas direito." "Então nós somos os únicos que devemos nos desculpar. "Eu não consigo pensar em qualquer coisa que eu queira mais." "Vai ser muito trabalho. mas na maioria das vezes." "Não que isso importe agora. mas ela adorava. e ela era uma parte de tudo isso.” Sam atirou de volta. "Você começou a deslizar dentro do meu coração. Várias vezes Sam se virou para Julie e perguntou a opinião dela. por não pisar em fazer a nossa parte." Um novo começo." Explicou Sam." "Mãe. Sam envolveu sua mão em torno de sua nuca e beijou-a. Eles eram barulhentos e desorganizados. Sam tendia a ter esse efeito sobre ela.” Reilly inseriu. Quando chegaram ao seu SUV." Vance falou. e tinha caído para ele um pouco mais a cada vez. Wanda assentiu. sua boca estava sobre a dela em um beijo de Página 90 . ele se virou para ela. Seu pai e eu queríamos que fosse assim. acrescentando seus dois centavos. quando ela olhou para o monte de Jennings e percebeu que estava se tornando rapidamente uma parte deles também. até um pouco molestados em alguns pontos. Eles passaram o resto da tarde fazendo planos. em sua expressão. Julie pensou.

e seu lugar é muito malditamente longe. . doce. "Vou passar o fim de semana com você. Julie inalou o aroma limpo e masculino dele. “Eu tenho?“ "Sim. o seu corpo em chamas com a necessidade líquida. Ele inclinou a cabeça e sugou o lábio inferior em sua boca. "Sim?" "Você já sabe que estou me apaixonando por você. Quando ele levantou a cabeça. que eles deveriam ir para o seu lugar. mas preciso dar um passo de cada vez. Ela deveria ser usada para que. se quiser. e Julie não teve nela em resistir. em seguida." Ele confirmou antes de descer nela mais uma vez. Esteja avisada. Eu estou fodidamente viciado em você. Julie disse: "Você ganhou." Ela riu. então vamos a passo de caracol." "Graças a Deus. lembra?" "Eu me lembro. Desta vez. Ela colocou os braços em volta do pescoço e puxou-o tão perto quanto a console central permitiria e deixou-o sentir cada milímetro do que sentia por ele. "Eu estou desesperado por você." Ele torceu uma sobrancelha para ela. ela pensou ironicamente. ." Exclamou. "Você só me teve esta manhã. . mas sou um filho da puta ganancioso.contusões.” Ela gemeu. banqueteando-se com ela como se fosse sua última refeição. quando eles se separaram. agora. Página 91 . Ela foi desequilibrada completamente." Ela sussurrou antes de beijá-lo docemente na boca. Então ele tomou o controle. "Doce e picante. que é o que você é. mordeu levemente para baixo. Ele brincava distraidamente o dedo no botão de cima da blusa e murmurou. Ele apertou o botão de cima da blusa aberta e inclinou a cabeça para seu pescoço. e a doce carícia de lábios transformou-se em desejo ardente quente. ok?" Seu olhar voltou ao dela e ficou lá. querida. ”Sam?” . Dentro e fora da cama. sabendo muito bem o que ele estava insinuando. "Enquanto estamos no mesmo patamar aqui. os dois estavam respirando com dificuldade. Vou querer você várias vezes por dia. Ele ainda queria esse fim de semana com ela. Foi durante vários segundos antes de se separarem. ." Ela cobriu o rosto na palma da mão.” "Mandão.

" "Ah. e existem leis. e depois o pescoço dela recebeu uma pequena mamada. estamos em público. e seus mamilos endureceram. gentil. tão firmes e esculpidos. em seguida. Ela rapidamente fez o seu botão de cima quando o rubor se transformou em um incêndio total. Sam começou a dizer algo quando alguém bateu na janela do lado do motorista. "Agora vá embora. Ele parou e franziu a testa. Ela não pôde evitar a fuga de um gemido de prazer quando sua língua patinou dentro de sua boca e brincou com a dela." Ele passou a mão em torno da volta de sua cabeça e empurrou para frente. Julie relaxou e deixou-o arrastá-la mais perto. "Você é muito ruim. e recompensou-a com um beijo suave. lá está ele. "O que foi?" Brodix riu. Julie estendeu a mão e agarrou seus ombros.Ela tentou impedi-lo. Sam lambeu a costura dos lábios. inclinando-se tanto para trás na cadeira quanto podia.” Ela murmurou. Sua boca foi feita para a minha. "Eu não acho que já gostei de beijar uma mulher tanto quanto. ele deu um beijo carinhoso para a clivagem lá e se afastou. "Pare com isso. Seus lábios brincaram com o queixo e a bochecha." Página 92 . Seus seios incharam." Ele rosnou." Sam disse. A boca de Sam lentamente deixou a dela e fez uma trilha descendente. Sam tinha os braços mais deliciosos. "O que foi?" Julie apontou o dedo para ele." Ele balançou as sobrancelhas. você. "Isso me lembra de outra coisa que eu tive na minha boca em pouco tempo." Ele acariciou uma bochecha muito-quente com o polegar calejado." Na lembrança de sua vida amorosa da madrugada. abaixou a seus bíceps fortes e antebraços. Tão doce e suave. muito rubor. Ela olhou por cima do ombro e viu Brodix de pé do outro lado. "Venha aqui. eu prometo. aparentemente." Ele piscou. Quando seus lábios encontraram a abertura da blusa. "Apenas um gosto. as faces de Julie aqueceram. mergulhou dentro. "Resistir é inútil. Ela derreteu sob o ataque. "Estou interrompendo?" "Sim. Sam amaldiçoou e abriu a janela. como se desesperados por seu toque. em seguida.

” Ela ofereceu com um sorriso." Quando ele foi da rua. Julie sentou-se na cadeira. o que fazer. a voz um lugar mais sossegado disse: "Só achei que você poderia gostar de saber que Edna está assistindo vocês dois durante os últimos cinco minutos ou assim. Página 93 . doce rosa." Respondeu ele. para curtir o passeio com o homem sexy que tinha tão docemente roubado seu coração." O olhar de Sam voltou para Brodix. Seu sorriso era pecado puro quando bateu em seu nariz." Ele murmurou contra sua pele. querida. "Essa mulher é um incômodo. então você tem um negócio. Depois de Sam fechar a janela..“ Brodix deu-lhe um aceno de cabeça. Ele riu." "Gostei. Todos motoristas malucos na rua. Julie cruzou os braços sobre o peito. "Este tende a ser algum fim de semana. "Se é monopólio. "Eu tenho que avisá-lo." Sam olhou pela janela lateral e franziu a testa. Sam ligou o motor e colocou o caminhão em marcha. “Obrigado. sua atenção voltou para ela. cara." Ele entrelaçou os dedos e levou a mão à boca para um beijo.. você deita em um dos meus hotéis e você tem que tirar uma peça de roupa e vice-versa?" "Sim." Ela respondeu quando borboletas levantaram voo em seu estômago." "Nós podíamos sempre jogar Monopólio. Julie perguntou: "Quem é Edna?" "A vizinha da mamãe. ”Sem problema! Seus filhos serão bons agora.Brodix se inclinou mais perto e dentro. "Maldita honestidade. eu sempre ganho." Curiosa. Sempre fura o nariz nos negócios de outras pessoas. Humm. "O fim de semana inteiro." Ele disse enquanto se dirigia para o carro. "Vai ser um prazer perder para você.

blogspot.com Próximos: Página 94 .Acesse meu blog: http://angellicas.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful