POSTURA

Postura: •Posição ou atitude do corpo.

•Arranjo relativo das partes corporais para uma atividade específica. •Maneira característica de uma pessoa sustentar seu corpo.
Definição1: “Não existe uma só postura melhor para todos os indivíduos. Cada pessoa deve pegar o corpo que possui e tirar o melhor possível dele. Para cada pessoa, a melhor postura é aquela em que os segmentos corporais estão equilibrados na posição de menor esforço e máxima sustentação. Esta é uma questão individual”. Para Kendall, postura é a posição do corpo que envolve o mínimo de sobrecarga das estruturas, com o menor gasto de energia para o máximo de eficiência na utilização do corpo. Definição2: “Para a Academia Americana de Ortopedia, define-se postura como um interrelacionamento relativo das partes do corpo, portanto o equilíbrio entre os ossos, músculos, tendões e ligamentos (estruturas que sustentam e protegem o corpo contra agentes externos ou internos), que de uma forma ou de outra atuam na tentativa de quebrar a harmonia estática e dinâmica deste equilíbrio”. História da Postura:

•A dor nas costas é bem mais antiga do que se possa imaginar. Pode-se dizer
que ela teve sua primeira aparição na África há pelo menos 10.000.000 de anos. Nessa época, assolados pela escassez de comida nas florestas africanas, bandos de Ramapithecus (os primatas originais da linha evolutiva que conduziu ao Homem), deixaram de pular de galho em galho e se aventuraram timidamente pelas Savanas.

Enquanto esgueirava-se pelas Savanas. que só é vista na espécie humana. . o corpo inclinado p/ frente e os braços se abrem a procura de apoio. Os MMII são vistos em semi-flexão.•O reconhecimento do novo habitat foi penoso para os membros da tribo. a maldição do Ramapithecus divide a humanidade em dois tipos de pessoa: “As que têm problema na coluna e as que ainda vão ter”. p/ ver reproduzidas a postura ortógroda de um grande macaco antropóide. •Não é um exagero dizer que a coluna vertebral do lactente humano. •A primeira crise lancinante de dores lombares ocorreu num desses episódios. faz sua aparição. deparou-se com um tigre feroz e sentindo-se ameaçado. recapitulam-se milhões de anos de modificações evolutivas”. Desenvolvimento da Postura: “No breve intervalo compreendido entre o engatinhar e a marcha do lactente. Assim. inicialmente côncava p/ diante. Basta observar um lactente tentando sustentar seu corpo ereto. eles se esgueiravam desajeitadamente entre os arbustos. no que concerne à proporção de suas partes e curvaturas. pode ser talvez. quando aprende a caminhar. agarrou uma pedra com as duas patas dianteiras e num movimento brusco. dependendo da anteroversão ou retroversão pélvica. •Durante a Filogênese (evolução da raça humana. como um pecado original “biológico”. um Ramapithecus. •O esforço inédito para ficar ereto fez o pobre animal passar por uma violenta crise de dor nas costas. se encontra numa fase antropóide ou troglodita da evolução. sobre quatro patas. varia de acordo c/ cada indivíduo. levou a retificação e depois a inversão da curvatura lombar. a partir dos préhuminianos). O ancestral do Homem fazia o primeiro esforço para ficar em pé e inventava os problemas de coluna e as dores nas costas. É a partir desse período que a região lombar se alonga e a curvatura lombar. a passagem da posição quadrúpede p/ a situação bípede. elevou-se sobre as patas traseiras arremessando a pedra sobre o predador. •A postura ereta que distingue o homem de todas as outras espécies. Sem galhos ou cipós para se agarrarem. explica-se o aparecimento da lordose lombar que. males que acompanham há milênios a evolução da espécie humana. o produto de milhões de anos de evolução. No terceiro ano de vida as alterações de crescimento das vértebras lombares convertem a extensão adicional do corpo numa possibilidade permanente. •Desde então.

•Alterações na função respiratória (ação da gravidade sobre o tórax). a curvatura continua sendo ligeiramente p/ frente. reflexos de endireitamento do pescoço. reflexos de endireitamento do corpo. •Dentre os reflexos utilizados p/ esse objetivo. Efeitos da Postura Ereta: •Alterações no desenvolvimento muscular (maior tamanho e potência dos músculos extensores dos MMII e das porções inferiores do tronco). Aos oito anos. que agem sobre o corpo e reflexos de endireitamento ópticos. •Maior tendência ao deslocamento dos órgãos. vê-se desenhar a mesma evolução ao nível da coluna lombar. reflexos de endireitamento do corpo. que agem sobre o corpo: atuam na procura de equilíbrio das ações dos segmentos corpóreos. podemos citar: Reflexos de endireitamento labiríntico. 4) Reflexos de endireitamento do corpo. inicias-se sua consolidação. a coluna se torna retilínea. parecem ser a explicação p/ o equilíbrio. .•Durante a Ontogênese (desenvolvimento do indivíduo). •Alterações na mecânica circulatória (prejudicando o fluxo sangüíneo). Aos dez. A partir dos três anos. Somente aos trezes meses. adota sua curvatura definitiva. Manutenção da postura: •Os reflexos de endireitamento. Com cinco meses. 2) Reflexos de endireitamento do corpo. que agem na cabeça: regulam a colocação do corpo no espaço independentemente de seu movimento. através dos quais o animal mantém sua postura. •Desta forma. pode-se apreciar uma ligeira lordose lombar. que agem na cabeça. 3) Reflexos de endireitamento do pescoço: mantém a cabeça posicionada na tentativa de regular sua postura estabilizada p/ a atividade executada. a evolução do indivíduo é paralela a evolução da espécie. •No primeiro dia de vida. a coluna é côncava p/ frente. •Alterações na coordenação (desenvolvimento de reflexos nervosos destinados a manter o equilíbrio). 1) Reflexos de endireitamento labiríntico: condicionado durante o crescimento c/ a finalidade de coordenação motora e equilíbrio dos movimentos utilizados pelo aparelho locomotor.

o ritmo e amplitude dos movimentos destinados a manter o equilíbrio. Na função normal. a repetição. pois exige concentração. poderia parecer que o esforço muscular seria necessário p/ manter a relação da coluna c/ o centro de gravidade. •As relações posturais dos segmentos corporais podem ser alteradas e controladas voluntariamente. esquemas posturais e ajustes são feitos rápidos e automaticamente. Portanto. quando a resultante das forças aplicadas sobre ele for igual a zero. •Os mecanismos sensoriais irão proporcionar a informação necessária p/ determinar a velocidade.5) Reflexos de endireitamento ópticos: utiliza a visão p/ conduzir o movimento dentro dos limites normais de equilíbrio postural. •As oscilações são características dos movimentos de esforço p/ manter o equilíbrio do corpo sob condições dinâmicas instáveis. porém este controle é efêmero. situação dinâmica c/ indispensáveis e permanentes regulagens da posição. Dado que a coluna vertebral é flexível. •A dependência em excesso da informação por meio dos reflexos visuais pode inibir o desenvolvimento dos mecanismos proprioceptivos e labirínticos. a atitude ereta estática c/ apoio bípede tem se mostrado impossível. O centro de gravidade está sempre se deslocando em razão dos movimentos solicitados e posturas assumidas. •Os centros desses reflexos de endireitamento estão situados na parte ventral do mesencéfalo. pois ocorre sempre uma oscilação que traduz um equilíbrio instável que necessita de constante controle e permanente adaptação. Equilíbrio: •Um corpo encontra-se em estado de equilíbrio estável ou repouso. •Os reflexos visuais podem detectar os movimentos de desequilíbrio do corpo. •Evidentemente que o treinamento. •O equilíbrio ereto exige equilíbrio biomecânico. e este pode também tornar-se muito sensível às sensações proprioceptivas provenientes dos tendões e articulações e às informações dos canais semicirculares do ouvido interno. . a experiência e a confiança propiciam um melhor desempenho. garantido pelo controle voluntário e o funcionamento dos reflexos que não se encontram inibidos. apareceriam a fadiga muscular e o colapso da coluna ereta. atrás de um setor situado em frente ao 30 par de nervo craniano. Se isso fosse verdade. destinadas a manter o equilíbrio.

•No ser humano. •As fibras tônicas são os elementos do sistema tônico postural. apenas uma contração mínima de poucos músculos. na qual o indivíduo sobrecarrega a região lombar. tais como: o sóleo. Postura Ereta Assimétrica: •Se esta for a forma de manter a postura ereta. o indivíduo ficará por um certo período de tempo apoiando o peso do corpo. portanto. por isso. totalmente involuntário. os ligamentos tornam-se mais reforçados quando mais solicitados. e novamente utiliza os ligamentos somada a uma ação muscular dos posteriores da perna p/ manter o equilíbrio. trapézio e temporais. Postura Ereta Simétrica: •Postura considerada desconfortável e cansativa. de modo a inutilizar o músculo quadríceps. procura de certa forma compensar a má distribuição das forças aumentando seu tônus ou sua capacidade de contração permanente. uma vez que o centro de gravidade está ligeiramente anterior as articulações do tornozelo e joelho. Nesta situação. depois sobre o outro. que participa ativamente do mecanismo desta articulação. a linha da gravidade passa muito próximo (ou em alguns casos através) dos eixos articulares. onde o indivíduo relaxa os abdutores do quadril. proveniente de uma postura incorreta.•As posturas são usadas p/ realizar atividades c/ o menor gasto energético. sustentando a extensão do joelho pelos ligamentos e cápsula articular (especialmente o LCA e cápsula posterior). sustentando-se apenas pelos ligamentos do quadril (especialmente o ligamento iliofemoral). •As nossas articulações. eretores da espinha. Uma projeção vertical através do centro de gravidade passa um pouco anterior ao eixo do joelho. Estão sob a dependência do sistema extrapiramidal. são necessários p/ manter a postura ereta. mesmo adequadas por mecanismos de adaptações de que dispomos. primeiro sobre um membro. as cartilagens sofrem com as adaptações tornando-se mais espessas e mais resistentes nos pontos onde ocorre maior pressão e a musculatura. •Tal postura recebe o nome de Trendelemburg. Índice Raquidiano de Delmas: . c/ o membro contralateral apoiado sobre o solo c/ uma semi-flexão e c/ o mínimo de suporte do peso. também sofrem as conseqüências de um mau funcionamento originado por um alinhamento inadequado.

enquanto que uma coluna vertebral c/ curvaturas pouco acentuadas é do tipo funcional estática. os órgãos tendinosos de Golgi. •Uma coluna vertebral c/ curvaturas acentuadas possui um índice de Delmas inferior a 94%. o indivíduo se situa em relação ao espaço. como o aparelho vestibular. •A partir dos receptores internos do corpo. Receptores Externos X Receptores Internos: •A partir dos receptores externos do corpo. possui um índice de Delmas superior a 96%. Coluna Vertebral X Postura: •Coluna Vertebral: . •Engenheiros demonstram que a resistência de uma coluna c/ curvas é proporcional ao quadrado do número de curvaturas mais um: R=N2+1. o sistema de informações sobre as posições relativas dos diferentes segmentos corporais ajustam-se através de suas interrelações.•Consiste na relação existente entre o comprimento alcançado pela coluna vertebral do platô de S1 até o Atlas e a altura entre o platô superior de S1 e o Atlas. . •Três curvas podem suportar mais forças compressivas. •Uma coluna vertebral c/ curvaturas normais tem um índice de 95%. Isto significa que seu comprimento é nitidamente maior do que sua altura.Elasticidade •As curvaturas vertebrais aumentam a resistência da coluna vertebral aos esforços de compressão axial. do que um sistema reto. •Contudo. quase retilínea. os mecanorreceptores e nociceptores articulares.Rigidez . Delmas demonstrou que uma coluna vertebral c/ curvaturas acentuadas é do tipo funcional dinâmica. isto é. uma coluna vertebral c/ curvatura pouco acentuadas. os fusos neuromusculares. •Desta forma. como o tato através dos pés.

sapatos. ou que limitam a força ou a liberdade de ação das articulações. •Fraqueza: a postura ereta não pode ser mantida sem um gasto energético. A postura defeituosa parece ser natural p/ o indivíduo. -Sapatilha: ocorre um pequeno desequilíbrio. repetindo-se determinada ação tantas vezes. c/ exercícios vigorosos realizados mediante a participação em jogos e esportes. confiança e satisfação contribuem p/ a manutenção da postura ereta. ligamento ou músculo é lesado. Devido ao fato de que a fraqueza muscular geral é uma das causas mais comuns de má postura. posições de repouso numa cadeira. é talvez.) -Saltos > que 6 cm: Uma afronta a postura. -Estudos afirmam que os calçados c/ salto desapropriado promovem alterações posturais e sobrecargas articulares.. -Saltos de 4 cm: indicados p/ pessoas que possuem problemas de pé cavo. transtornam o domínio da postura c/ a mesma intensidade dos traumatismos. são adquiridos do mesmo modo que os hábitos de linguagem. uma infância ativa. ocorrendo dor e debilidade de sustentação. . -Saltos de 6 cm: lesivos (tendinite.. •Atitude Mental: estados de exaltação. Carregar malas ou bolsas relativamente pesadas em um só lado do corpo. requerendo conseqüentemente força e energia. -Saltos de 2 cm: é o mais indicado. •Doenças: as enfermidades que debilitam os ossos ou os músculos. que o ato se torna inconsciente. confortável porém não muito indicado. ao passo que a timidez. desequilibrando a estrutura envolvida e originando uma postura incorreta.Causas da Má Postura: •Traumatismos: quando um osso. calosidade. distribuindo de maneira correta o peso corporal que atua sobre os pés. pois proporciona conforto e equilíbrio p/ a marcha. roupas quando não apresentam formas ou tamanhos corretos. insegurança e depressão atentam contra ela. num sofá ou na cama fazem c/ que o indivíduo adote uma posição errada. Considerações Finais: •A postura frente à vida e frente aos acontecimentos tornam a aparência do ser humano um reflexo de sua alma. •Hábito: sendo bons ou maus. a melhor medida preventiva que se possa realizar. Os assentos. ao passo que a correta lhe parece estranha.

c/ cansaço e desgastes mais precoces. •A má postura tem conotação de pessimismo e depressão. •A postura aberta e positiva facilita o relacionamento social e contribui p/ o estabelecimento das lideranças ao materializar as qualidades superiores do espírito e da inteligência. já que representa a tomada de consciência de uma falha evitável e da vitória sobre ela do espírito de decisão.•Além de sua repercussão no funcionamento do corpo. além de inevitáveis repercussões psicológicas. da força de vontade e da persistência. •Entretanto. . c/ reflexos diretos no seu bem-estar físico. a postura tem importante papel psicológico e social. o que significa envelhecimento físico e mental antecipados. •Perder a boa postura significa. assim também a postura é a fisionomia do corpo e traduz nitidamente a atitude psicológica da pessoa. Como a fisionomia é o reflexo da personalidade. um esforço adicional p/ os músculos. numa pressão suplementar sobre as articulações e uma sobrecarga maior p/ o esqueleto. o aspecto mais importante da boa postura é seu reflexo na conservação do material orgânico sujeito a desgaste pelos movimentos do corpo. pelo que sua correção só poderá ter influência favorável na atitude mental. portanto.