TRABALHO E CALOR

Trabalho e Calor: Trabalho e Calor, são formas de transferência de energia de um sistema para outro e por isso são importantes na análise de processos e sistemas termodinâmicos. Nós precisamos reconhecer e modelar tanto o calor quanto o trabalho, para analisarmos o sistema, e também relacioná-los ás variações das propriedades e parâmetro característico do sistema. Uma análise física dos fenômenos nos permite construir um modelo para o calor, outro para o trabalho e utilizar o resultado nas analises das transferências de energia. Definição de Trabalho. O Trabalho é usualmente definido como uma força F agindo através de um deslocamento x, sendo este deslocamento na direção da força.

W=∫

Esta relação é muito útil, porque nos permite determinar o trabalho necessário para levantar um peso, esticar um fio, ou mover uma partícula carregada através de um campo magnético. Definimos portanto um trabalho do seguinte modo: um sistema realiza trabalho se o único efeito sobre o meio (tudo externo ao sistema) puder ser o levantamento de um peso. O trabalho realizado por um sistema é considerado positivo. O trabalho realizado sobre um sistema é considerado negativo. Em geral, nós consideramos o trabalho como uma forma de transferência de energia. Fig.

1

Trabalho realizado na Fronteira do Sistema Unidade de Trabalho O trabalho realizado por um sistema. trata se de um trabalho. notamos que trabalho atravessa a fronteira de um sistema. tal como o realizado por um gás em expansão contra um êmbolo.Na figura. Fig. é positivo 2 . notamos que quando há fluxo de eletricidade através da fronteira de um sistema. Trabalho realizado na Fronteira do Sistema Na figura.

devido ao Fluxo de corrente elétrica através da mesma Definição de trabalho envolve o levantamento de um peso. provocamos um movimento do embolo para cima (distancia percorrida pelo embolo é dL). o trabalho positivo significa que sai energia do sistema. 1 Joule = 1 N.O trabalho realizado sobre um sistema. tal como o realizado por um êmbolo ao comprimir um gás. m Unidade de potencia no SI é Joule por segundo que é chamada de Watt(W) 1 W = 1 J/s Trabalho por unidade de massa do sistema. Esse processo pode ser considerado quase-estático e nós vamos calcular o trabalho W. isto é. 3 Trabalho atravessando a Fronteira de um Sistema. Essa unidade de trabalho no SI é chamada de joule. Assim o trabalho é: 3 . onde p é a pressão no gás e A é a área do embolo. A força total sobre o embolo é p. w W = W/m Considere o gás contido num cilindro com êmbolo. Trabalho negativo significa que é acrescentada energia ao sistema . realizado pelo sistema durante este processo. Assim. como o mostrado na figura do sistema. Retiramos um dos pesos localizados sobre o embolo e assim.A. é negativo. o produto de uma unidade de força (1 newton) atuando através de uma distancia (1 metro).

W = p.dV Diagrama pressão-volume para mostrar o trabalho num processo quase-estatico (processo devido ao movimento da fronteira).dL = dV Assim é a variação de volume do gás.dL Onde: A.Trabalho efetuado pelo movimento da fronteira de um sistema num processo quase-estatico W = p.A. 4 .

porque se movimenta impulsionada pela diferença de temperatura entre as extremidades. Quando aquecemos a extremidade de uma barra de ferro. Calor é a energia que se transfere de um corpo a outro.CALOR.T. Trabalho Um sistema termodinâmico produz trabalho quando toda energia libertada. movido somente pela diferença de temperatura. embora pouco distante da chama. e se dilata elevando o corpo que está sobre o êmbolo. Uma parte do calor foi utilizado para aquecimento do gás. ou de um ponto a outro de um mesmo corpo. pode ser convertida no aumento da energia potencial da posição de um outro corpo. No sistema Inglês define-se B. não há necessidade de massa entre os dois corpos. porque o efeito que ela produziu não foi somente a elevação do corpo. a energia que vai de uma extremidade aquecida a outra. é denominada calor. Para haver transferência de calor. Quando as duas extremidades da barra atingem a mesma temperatura. cessa a transferência de calor e o corpo entra em equilíbrio térmico. exemplo: calor do Sol que se transfere para a Terra. 1 5 .U (British Thermal Unit) como a quantidade de calor necessária para aquecer 1 libra-massa de água de 1°F. Na figura abaixo. Sendo esta unidade muito pequena costuma-se usar o múltiplo que é a kilocaloria. A energia que entra no gás pode ser considerada em parte. vemos que o gás recebe calor de uma fonte externa. Unidade de Calor Define-se 1 caloria como a quantidade de calor necessária para aquecer 1 grama de água de 1°C. verificamos que a outra extremidade também se aquece.

2 A energia liberada pela turbina através de seu eixo enquadra-se na definição de trabalho. A diferença consiste no sentido em que esta energia se transfere. Trabalho na Expansão de um Gás 6 . A energia para movimentar uma bomba. Na turbina o trabalho se transfere de dentro para fora do sistema.A energia presente no eixo de uma turbina pode ser convertida totalmente na elevação da energia potencial de posição de um corpo. enquadra-se na definição de trabalho.

quase estática.Ausência de atrito no Sistema Admitida essas hipóteses. V2 = m v2 7 . Ae=área do êmbolo W=p x Ae x (Z2 – Z1) Ae (Z2 – Z1) = V2 – V1 W=p x (V2 – V1) O volume V do gás pode ser calculado pelo produto da sua massa pelo volume específico.Expansão lenta do gás. a expressão para o calculo do trabalho é obtida por meio de uma integral.Este trabalho pode ser calculado pelo produto do peso do corpo pela diferença de altura (Z2. vamos definir uma expressão do trabalho em função das propriedades do gás. Se a pressão for variável. gravidade.Z1). g=acel. P = (m x g) / Ae P=peso do corpo. . V1 = m v1 W = m p (v2 – v1) Obs: Esta equação se aplica no caso da dilatação de um gás a pressão constante. W = m x g x (Z2 – Z1) Para levantamento do corpo. ou seja. A pressão do gás pode ser calculada pelo peso do corpo dividido pela área do êmbolo. admite-se: . passagem do gás por vários estados intermediários. m=massa do corpo.

P = F / Ae dW=p x Ae x dV = p x dV mas: dV = m .Para o deslocamento elementar dz do embolo corresponde um trabalho: dW = F x dz Admitindo-se expansão quase estática em cada estado intermediário a pressão do gás esta perfeitamente definida e pode ser calculada pela força da mola dividida pela área do embolo. 8 . v. verificamos que a figura representa o trabalho do gás por unidade de massa. p . dv W = m ∫ pdv Se representarmos em um diagrama p. a transformação sofrida pelo gás.

então o regime é permanente no ponto. Quando o regime é permanente. porém. 9 . porem podem sofre variações de ponto a outro do sistema. todas as propriedades são constantes. Fig. não variam de um instante para o outro.Regime Permanente Se as propriedades das partículas que passam por um ponto do sistema permanecem constantes durante o tempo. o regime é permanente. as velocidades são diferentes nos pontos A e B. isto é. se em cada ponto eles permanecem inalteradas. Na figura abaixo.

. e regime é variado nos pontos A e B. apesar das Va e Vb serem diferentes. Sendo h variável a velocidade Va deve variar em função da altura h.A velocidade em cada ponto dependera da altura h da coluna de água. Se h é constante. 10 .Exercicios. resulta Va e Vb constante e o regime é permanente.