You are on page 1of 18

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS CENTRO DE CIÊNCIAS DA VIDA FACULDADE DE PSICOLOGIA

BEATRIZ MAZIERO OLIVEIRA DANIEL FILIPPI DE SOUZA KATIA ALLYNE PAVANI TALYTA MASON

RELATÓRIO REFERENTE AOS EXPERIMENTOS DE ATENÇÃO E MEMÓRIA

CAMPINAS 2013

do Centro do Ciências da Vida. da Faculdade de Psicologia. PUC-CAMPINAS 2013 . Responsável pela disciplina: Prof.ª Dr.1 BEATRIZ MAZIERO OLIVEIRA DANIEL FILIPPI DE SOUZA KATIA ALLYNE PAVANI TALYTA MASON RELATÓRIO REFERENTE AOS EXPERIMENTOS DE ATENÇÃO E MEMÓRIA Relatório apresentado à disciplina de Fenômenos e Processos Psicológicos Básicos A. como parte das atividades de laboratório exigidas para aprovação.ª Luciana Gurgel.

” (William James.2 Introdução Os estudos de memória e atenção são focados em processos diferentes. quando estimulada. a pessoa pode evocar com que se parece seu quarto de dormir. em uma forma clara e vívida de um dos diversos objetos ou séries de pensamentos que parecem simultaneamente possíveis. Por exemplo. mas obviamente nem sempre está pensando . ou seja. Principles of Psycology). 2008 p. por fim. a fim de ocupar-se efetivamente de outras.. mas que podemos evocar. a consciência é um fenômeno pelo qual não somente processamos a informação. Sendo assim. Implica no abandono de algumas coisas. “[Atenção] é a tomada de posse da mente. existe processamento da informação sem estarmos conscientes. os processos cognitivos podem estar acessíveis. aos processos cognitivos. A informação pré-consciente inclui memórias armazenadas que não estamos usando por algum tempo. é focada na capacidade que o ser humano tem de regular sua percepção (tradução do impulso sensorial em algo significativo). eliminando alguns estímulos para se concentrar em outro. este sendo um processo de escolha voluntária ou involuntária. controlar e planejar futuras ações em função da informação da monitorização e das ligações entre o passado e o presente. logo os benefícios da atenção estão interligados aos processos da atenção consciente. no mínimo. A memória. termo derivado do latim attendere.. A atenção está relacionada à consciência. porém estes interagem constantemente. o qual satisfaz alguns objetivos. quando necessário. A atenção. de nossas memórias armazenadas e de outros processos cognitivos” ( STERNBERG. como: monitorizar nossas intenções com o ambiente. “O processamento pré-consciente são informações que atualmente estão fora de nosso conhecimento consciente. do latim memoria refere-se ao “fenômeno pelo qual processamos efetivamente uma quantidade limitada de informações através de nossos sentidos.78). ligar nosso passado e nosso presente parar dar aos indivíduos um sentido de continuidade e. mas estamos conscientes da ação. ainda pode ser acessível à consciência ou. sendo assim.

envolvendo duração e capacitação. A sondagem é o envolvimento ativo na busca de estímulos específicos. talvez)” (STERNBERG. A memória. usa-se melhor as habilidades cognitivas como a memória. “A característica principal dos traços da memória sensorial é que ela decai rapidamente. A atenção seletiva é a escolha sobre qual estímulo se focalizar e assim sobre qual ignorar. A memória envolve um modelo modal. sem interferir na consciência. E a atenção ativa (tenacidade) é voluntária. se classificando entre as seguintes: atenção seletiva. A memória de longo prazo é aquela que armazena as informações de forma permanente. ou seja. embora a informação possa ser recuperada da memória sensorial. vigilância. Dessa forma.S. analisada e trazida à consciência (.. o grau de concentração da atenção não depende apenas do interesse. com o estímulo escolhido. a maioria dos modelos mostra que esses traços sensoriais não são diretamente acessíveis à consciência. . aquilo que sabemos de nós mesmos está registrado em nossa memória. 2008). a de curto prazo e a de longo prazo. A atenção tem diversas funções. sondagem e atenção dividida. por sua vez. envolvendo a distribuição dos recursos de atenção. E a atenção dividida se caracteriza pela realização de mais de uma tarefa ao mesmo tempo. A memória de curto prazo é limitada e seu tamanho é determinado pela quantidade que itens que ela armazena cuja função é manter a informação na consciência por um breve período de tempo.)” (GAZZANIGA M. é a capacidade do sistema nervoso de reter habilidades e conhecimentos úteis permitindo que os organismos se beneficiem da experiência. Ainda pode ser dividida em memória iônica (memória sensorial visual) e memória ecóica (memória sensorial auditiva). Em geral. além de estar relacionada com o senso de self.3 conscientemente nele (a menos que esteja extremamente cansada. no sentido de orientar a atividade psíquica para determinado fim. Já a vigilância “resulta de uma tendência natural da atividade psíquica.. constituído de três estágios: a memória sensorial. mas do estado de ânimo e das condições gerais do psiquismo” (CASTRO. Entretanto. 2002). 2002). ela orienta-se para as solicitações sensoriais e sensitivas. exige certo esforço.

C. Apenas um participante (G.Comparar os resultados de cada participante de acordo com a média de acertos obtidos dentro de sua faixa etária. Método Situação Os ambientes onde os participantes de 5 a 11 anos fizeram a atividade eram locais tranquilos ou com pouco barulho externo. sem interferência externa e em salas de estar. Ao longo desse relatório será discutida a relação entre a memória e a atenção.) estava acompanhado de um parente durante a atividade de memória auditiva. sendo quartos e salas de estar. sendo estes quartos. .Comparar as médias obtidas por cada faixa etária. para assim concluirmos que ambos os processos se manifestam de formas diferentes.Avaliar a memória auditiva e visual. . Os ambientes onde os participantes de 12 a 17 anos fizeram a atividade eram tranquilos. usando para isso informações contidas na MLP. Os ambientes onde os participantes de 18 a 30 anos fizeram a atividade eram locais que tiveram certa influência externa (barulho). por meio de testes aplicados em indivíduos de diferentes sexos e faixas etárias. Objetivos . salas de estar e cozinha. porém um influencia no outro. sendo assim para fazer agrupamento na MCP o indivíduo necessita formar conexões significativas.4 É importante ressaltar que os dois sistemas de memória são interdependentes. podendo conter ou não objetos que foram citados em ambas as atividades de memória. .

P.. sexo feminino. .C.G.B. sexo feminino. . 16 anos. sexo masculino. De 18 a 30 anos: .S. 25 anos. sexo masculino.C.. sexo masculino.V.. Material .. 6 anos.F. 15 anos. sexo masculino.A.H. sexo feminino.M.C. 16 anos.H.P.. sexo feminino.5 Participantes De 5 a 11 anos: . 12 anos..L.. 11 anos. ..S. sexo masculino.G. De 12 a 17 anos: . sexo masculino.R.. . sexo masculino.. . . . 19 anos. 6 anos.M. . . . sexo feminino. .. sexo masculino.L. sexo feminino..L.B. 17 anos. 26 anos.G. 5 anos.M.H.I.G. .D.B.. 8 anos.L. sexo feminino.. 28 anos. 28 anos.

Garrafa.Coelho. .Gato. . . .Limão.Jacaré. . Memória Auditiva – palavras ditas: . .Mesa. . . .6 Memória visual – imagens de: .Ônibus. . .Televisão. .Piano. .Cadeira. . . .Casa.Ovo. .Bebê.Rosa. .Olho.Relógio.Caneta. .Borboleta. .Pêra.Peixe.Sapato.

Bola.Chave.Felicidade.Copo. fizeram a atividade de memória visual e. .Caixa.Interesse. . logo depois fizeram a de memória auditiva. . . . uma de cada vez. . Procedimento As atividades de memória visual e auditiva foram feitas com as mesmas pessoas. . . . .Seta.Igreja. .Ideia. os participantes tiveram que ouvir as orientações dos alunos que aplicaram a atividade e em seguida.Cabeça.Árvore.Peixe. .7 .Flor. .Rei. . Primeiramente.Leite.Computador. . . .Maça. . .Porta.Carro.

os participantes falaram ou escreveram quais palavras que se recordavam. É importante evidenciar que ambas as atividades foram cronometradas durante o tempo que os participantes escreviam ou falavam daquilo que se recordavam e. não importando a ordem de lembrança. o participante escreveu ou falou aquelas imagens que eles se lembravam. além disso. Durante a atividade de memória auditiva.8 Durante a atividade de memória visual. Quando todas as palavras foram ditas. apenas uma vez e em pequenos intervalos de tempo (por volta de 3 a 5 segundos). . as quais foram pronunciadas com a mesma entonação e em um período de tempo de aproximadamente 3 segundos entre uma palavra e outra. os alunos perguntaram a cada pessoa que participou da atividade. não importando a ordem. os participantes tiveram que olhar as imagens que foram sendo mostradas. os participantes ouviram 20 palavras. quais foram às estratégias utilizadas para terem conseguido memorizar as palavras ditas e as imagens mostradas. e depois dos alunos mostrarem as 20 imagens.

S. B.H.P. V.D. I. L. H. R.C. A. L. G.M. M. . C. L. B. P. 5:19 2:46 1:04 3:43 1:29 1:18 4:15 3:25 2:56 2:13 3:13 2:57 4:05 1:26 2:19    E E E E E E E E E E E E  E E E E 4   E E   E E E E E E E E  E  E E E 6  E  E E E E E  E E E  E E E E E E  5    E E E     E  E    E  E E 12  E E E E   E E E E E     E    10 E E E    E E E E  E E     E E  9 E   E  E E E E E  E E  E E  E E  7  E E    E    E    E E E    13 E E E E E  E   E E   E E    E  9    E     E E       E  E E 14   E   E E    E  E      E  14  E E   E E  E E E E E  E E E E E  6  E E  E   E E E  E E E  E E E E E 6  E E  E    E  E   E    E   13 Gato E Maçã E Bola E Árvore E Igreja E Cabeça E Ideia E  Porta Carro E Caixa E Rei E  Copo Leite E Peixe E Interesse E Computador  Seta E  Flor Chave E  Felicidade TOTAL 5 (E) simboliza Erro.M. B.H.S. G.C.F.G. L.9 Resultados Memória Auditiva Tabela 1: Tabela de resultados do experimento de memória auditiva Sujeitos Tempo G.

6 Intervalo de Idade (anos) . M. sentiu que essas são mais fáceis de lembrar. Comentários Relacionou a objetos presentes no ambiente onde estava sendo feita a atividade.10 Tabela 2: Comentários dos participantes sobre técnicas utilizadas para ajudar no processo de memorização Sujeito G. De acordo com as tabelas foi possível estabelecer uma relação entre os acertos de cada participante com seus comentários.P.86) e o tempo médio gasto pelos participantes foi de 2 minutos e 50 segundos. copo. rei por ser uma palavra pequena. B. gato.B. Relacionou cabeça a ideia. Preferiu lembrar coisas comuns. flor.6 6.4 10. G. I. Relacionou as palavras a outras (cabeça. ideia) e se lembrou da palavra computador por ter utilizado há poucos minutos atrás.B. A. Intervalo de Idade (Memória Auditiva) Média de Acertos 20 15 10 5 0 05 -. Relacionou as palavras ditadas com objetos que se encontravam no ambiente.C. porta) e com o seu cotidiano. gato por ter no ambiente.C. dando assim uma justificativa do porque os participantes lembraram-se de certas palavras e outras não.30 9. H. Gráfico 1: Relação entre a média de acertos e a idade dos participantes Média de Acertos Vs. Na tabela 1 a média geral de acertos foi 9 (8.11 12 -. V. Assimilou as palavras com o que havia no ambiente (computador. Preferiu memorizar o que estava acostumada a ver no seu cotidiano. Associou as palavras entre si.17 18 -.G.H.P.

11 Gráfico 2: Relação de média de acertos e gênero Média de Acertos Vs.25 Gênero F A partir do gráfico 1. Mostrando que não houve um desempenho superior considerável por um determinado gênero.57 8. . observa-se que a média de acertos entre os participantes do gênero masculino e do gênero feminino são similares no experimento de memória auditiva. Gênero (Memória Auditiva) 20 Média de Acertos 15 10 5 0 M 9. Já no gráfico 2. observa-se que o número de acertos aumenta com o aumento da idade do participante.

D.M. Comentários Relacionou as imagens por existirem os mesmos objetos no ambiente (televisão.H.M.C.M.P.P. 1:30 3:27         E   E E        E  E  E   E E  E E E E  E     11 16 Tabela 4: Comentários dos participantes sobre técnicas utilizadas para ajudar no processo de memorização das imagens Sujeito H. 2:36 E  E E  E  E   E   E E   E E  10 I. 1:59 3:54 Tempo   Casa  E Limão E E Caneta E  Bebê E E Piano E E Jacaré  E TV E E Mesa E  Coelho E E Olho E E Sapato E E Ônibus E E Ovo E E Garrafa E E Relógio E  Flor E E Peixe E E Pera E E Cadeira E Borboleta E 2 5 TOTAL (E) simboliza Erro.P.S. G.P. 5:31                     20 G. Preferiu memorizar o que estava acostumada a ver no seu cotidiano.C. Lembrou-se da rosa (flor) porque achou bonita e do coelho porque é o animal que mais gosta. .G. L. G. 1:10 4:20 0:02     E  E    E  E E E E  E E E E  E  E E E E E E E E  E E E  E  E E  E E   E E  E E   E       9 6 12 H. L. 4:50 E    E E E  E     E E  E    12 A.H. 3:14   E E  E E    E E    E E    12 V.B.12 Memória Visual Tabela 3: Tabela de resultados do experimento de memória visual Sujeitos G. mesa). 4:38     E        E E   E E E  14 B. borboleta por ter sido a última imagem. L.F. L. 3:55   E  E E E  E E  E    E E E E  9 R. e olho por ter sido a imagem mais “chamativa”. Recordou-se das fotos mais bonitas e das cores “chamativas” (olho principalmente). M. B.B. Lembrou-se da borboleta porque foi a última imagem mostrada e do jacaré porque estava em forma de desenho animado. 3:42     E E  E E  E  E E E E E E E  8 C. sapato.S. G.M.C. 1:55 E  E E E       E E E E  E  E  10 L.

13 Tomando como base as tabelas 1 e 2. podemos estabelecer uma relação entre os acertos de cada participante a partir de seus comentários. Gráfico 3: Relação entre a média de acertos e o intervalo de idade da atividade de memória visual Média de Acertos Vs.8 05 -. Intervalo de Idade (Memória Visual) 20 18 16 14 12 10 8 6 4 2 0 Média de Acertos 14.17 18 -. e que o tempo médio gasto pelos participantes foi de 3 minutos e 16 segundos.30 Intervalo de Idades (anos) .4). Na tabela 3 fica evidente que a média geral de acertos foi 10 (10.11 12 -.8 6.6 9. os quais justificaram como conseguiram se recordar das imagens que foram mostradas.

Porém é importante ressaltar que alguns estudos como os de (Lowe. Discussão Nos gráficos que relacionam gênero feminino e masculino com o número de acertos em ambos os testes de memória auditiva e memória visual mostrou que não houve grande diferença. 2003) mostram que sim.25 11. e no gráfico 4 mostra que a média de acertos entre os participantes do gênero masculino e do gênero feminino são similares no experimento de memória visual. Neste experimento ele mostra que existe uma diferença nos resultados obtidos pelas mulheres e pelos homens. pode-se observar que 60% dos sujeitos . independente no gênero. Gênero (Memória Visual) Média de Acertos 20 15 10 5 0 M 9.71 Gênero F Observando-se o gráfico 3 verifica-se o aumento no número de acertos nos grupos com mais idade. há uma diferença. No estudo as mulheres obtiveram um número de acertos maiores do que os homens em testes de memoria verbal (auditiva) enquanto que os homens foram melhores em testes de memória visual. mostrando que não houve um desempenho superior considerável por um determinado gênero. Agora comparando o número de acertos de cada sujeito no teste de memória auditiva com o número de acertos no teste de memória visual pode-se observar que em geral.14 Gráfico 4: Relação entre a média de acertos e gênero Média de Acertos Vs.

1991) que aponta em seus resultados que em grupo de crianças de 7 à 8. No caso dos testes de memória visual houve um aumento no número de acertos com o aumento da idade dos participantes. 2013) que apontou uma melhora na acuidade da memória visual com o aumento da idade.15 acertaram maior número de respostas no teste de memória visual. atingindo o seu pico por volta dos 20 anos e decaindo a partir desta idade. Estes resultados mostram um desempenho melhor da memória visual do que a memória auditiva. Estes resultados também foram apontados por (Brockmole. Na comparação idade versus acertos (palavras lembradas) também se observou um aumento no número de palavras lembradas pelos participantes conforme o aumento da idade. Outra comparação feita foi a relação do número de acertos (objetos lembrados) com a idade dos participantes. . Este resultado também pode ser observado pela pesquisa de (Forrester. 9 à 10. 2013) que apontou um resultado de 80% das pessoas foram melhor no teste de memória visual enquanto que apenas 20% foram melhores nos testes de memória auditiva. 11 à 12 e 14 à 15 houve um aumento na aquisição e retenção de palavras conforme o aumento da idade das crianças. Enquanto que 20% dos sujeitos obtiveram o mesmo número de acertos em ambos os testes. enquanto que apenas 20% dos sujeitos acertaram mais respostas no teste de memória auditiva. Estes resultados estão de acordo com os resultados encontrados por (Freed.

“se refere à melhor memória para os itens mais recentes” (GAZZANIGA M. a menos que sejam impedidas ativamente pelas pessoas. MICHAEL S. MICHAEL S. depois desse período elas serão esquecidas. – Neurociência Cognitiva. e também ao efeito de recentidade (ligada a MCP).html http://capmfoucault.br/2011/05/compartilhando-artigo-por-amandamattos. 200. 2ª Edição . Referências Sites: http://capmfoucault. ARTMED. pois não conseguiram se lembrar de todas as palavras e imagens pelo fato de que na memória imediata os indivíduos não conseguem manter informações por mais de 20 segundos. como as repedindo.com.ARTMED.br/2011/05/compartilhando-artigo-por-amandamattos. ou seja. Página 79 GAZZANIGA.blogspot. Dessa maneira. Página 322.blogspot. 2002). .Psicologia Cognitiva. podemos concluir que houve um armazenamento das palavras e das imagens na memória de curto prazo dos participantes. “se refere a melhor memória das pessoas para os itens apresentados primeiro”.com. GAZZANIGA.html Livros: STERNBERG. 2003.16 A partir dessas atividades foi possível notar que a maioria das pessoas recordaram-se das primeiras e últimas palavras que foram ditas e as primeiras e últimas imagens que foram mostradas. Isso se deve ao efeito de posição serial que está dividido em dois aspectos: o efeito primazia (ligado a MLP).S. – Ciência Psicológica. . 2002. ROBERT J. ARTMED.

Performance measures of 7. P. (2003). M. Archives of Clinical Neuropsychology. The Clinical Neuropsychologist 345–359 Brockmole.php Lowe. (2013).to 15-year-old children on the auditory verbal learning test.. Mayfield. A.17 FREED.ukessays.. Gender differences in memory test performance among children and adolescents. & Reynolds. 18(8).com/essays/marketing/scientific-study-of-visual- memorization-versus-auditory-memorization.. (1991). Publicado na Front Psychol 2013. (2013) Age-Related Change in Visual Working Memory: A Study of 55. “Scientific study of visual memorization versus auditory memorization” http://www. J. R.R e Logie.753 Participants Aged 8–75. W. G. 865–878. J. 4:12. Forrester. G. R. & Geffen. C. .H.