Projetodo CongressoEstatuinte

Antecedente
A realização do Congresso Estatuinte da Universidade de Brasília foi aprovada pelo Conselho Universitário no ano de 2008 após amplos debates que ocorreram nas unidades acadêmicas e entre os segmentos da UnB. Naquele período houve um entendimento por parte do CONSUNI da necessidade de se repensar o esqueleto da universidade, analisando a situação em que se encontra a UnB e para onde ela deve caminhar. Com o prolongamento das discussões, o CONSUNI definiu prazos para a realização do 2˚ Congresso Estatuinte da UnB e a constituição de uma Comissão com três objetivos básicos: inquietar a comunidade para a Estatuinte; para pensar as regras iniciais desse evento e; fazer o texto de comentários ao atual estatuto. Isso significa que essa Comissão Preparatória (CP) é a responsável por fazer mesas, instalações, o site etc. Além de propor o formato do congresso (eleição de delegadas/os, eixos temáticos, etapas). O trabalho de produção da comissão deve estar pronto até abril de 2011, para que o resto do prazo seja para mais atividades de inquietação. O presente relatório é um compêndio das ações executadas até agora pela CP e uma programação dos próximos passos do Congresso Estatuinte da UnB.

Objetivos
Objetivo Geral: Reformular o Estatuto da Universidade de Brasília, recuperando os ideais democráticos e inovadores que fundaram essa universidade e garantindo que seja um espaço cada vez mais conectado à sociedade e a seu serviço.

Operacionalização
Nessa parte apresentaremos como construiremos o Congresso Estatuinte na UnB. Na primeira parte vamos detalhar quem serão os atores e suas obrigações, quais as etapas até o Congresso em si e os prazos. Depois dessas apresentações entraremos na discussão de como será o processo como um todo, a partir de hoje. Atores responsáveis Todo o trabalho é conduzido por comissões paritárias. A ideia é sempre privilegiar a discussão coletiva e a construção colegiada. Serão, ao todo, 3 comissões que organizarão os processos da estatuinte: 1) Comissão Preparatória (CP) - Como já apresentamos, essa comissão tem a função de iniciar a Estatuinte, realizando atividades de inquietação na comunidade, propor as regras para a organização de fato do Congresso e propor o Documento Base, uma análise inicial do Estatuto da UnB e que fundamentará as primeiras discussões pela UnB. Essa

. sendo 3 titulares. Maria Luiza Ortiz e Marcelo Bizerril (suplente). e Edmilson Lima. Essa comissão será indicada pelo Conselho Universitário em abril de 2011 e será composta por 18 membros. José Eduardo Martins. como representantes dos docentes. Essas comissões. 3) Comissão de Sistematização (CS) . que será uma sistematização das propostas apresentadas nas Conferências Livre. Os membros atuais da comissão são:. indicados de forma paritária. Izabela Brochado. Após a priorização de propostas e eleição de delegados. Como uma comissão assessora à Comissão Organizadora será constituída uma junta jurídica para prestar apoio e esclarecimentos aos participantes do processo do Congresso Estatuinte da UnB. e Maurício Sabino (suplente) como representantes dos técnicos-administrativos. 2) ComissãoOrganizadora(CO) . assim como o próprio Congresso Estatuinte. são eles: . Lorena Fernandes.comissão já existe e é composta por 12 membros. sendo 9 titulares e 3 suplentes.Sistematização e apresentação final ao CONSUNI: primeira quinzena de dezembro de 2011 Processos (etapas) Para facilitar o entendimento das etapas para o 2 ˚ Congresso Estatuinte da UnB. por fim. possuem prazos a serem referendados pelo CONSUNI. a CS organizará o Documento Referência 2 (DC-2).Congressos de Setores (20): agosto e setembro . coordenar os trabalhos durante o 2 ˚ Congresso Estatuinte da UnB. Vítor Guimarães e Rodrigo Dias (suplente).Atividades de inquietação: 21 a 15 de abril . Caberá à CO supervisionar e estimular o processo das Conferências Livres que ocorrerão ao longo do 1˚/2011. Rodrigo Barbosa. Esse documento será a base para que os Congressos de Setores e de Segmentos priorizem suas propostas. sendo 15 titulares. a relação final de propostas priorizadas pelos congressos realizados e com base na metodologia aprovada pela CO.2˚ Congresso Estatuinte da UnB: novembro .Essa será a comissão que realizará o Congresso Estatuinte da UnB. Caberá à CS Criar o Documento Referência 1 (DC-1).Essa comissão será formada a partir da CO com 6 membros. Luis Carlos de Souza.Comissão Preparatória: Final de Abril . mantendo sempre a paridade na representação dos segmentos. Moacir Ferreira.Sistematização (DR-1): julho . acompanhar a eleição de delegados e.Conferências Livres: maio e junho de 2011 . apresentar as metodologias de priorização de propostas para os congressos de unidade e de segmento.Sistematização (DR-2): segunda quinzena de outubro . apresentamos o relato abaixo dividido em sub-seções e com os detalhamentos pertinentes. indicar a Comissão de Sistematização (CS).Congressos de Segmentos e da Comunidade Externa: primeira quinzena de outubro . como representantes estudantis.

1) Inquietaçãoda Comunidade(pré-Congresso) Como afirmamos. o Documento Base. Essa divisão foi feita com o objetivo de garantir a inclusão de todos os espaços da UnB. democráticos sobre os mais diversos temas propostos por qualquer pessoa ou grupo. o formato do congresso (forma de eleição de delegadas/os. preencher a ata corretamente). As propostas iniciais serão apresentadas nesse espaço. organização dos eixos temáticos. os trabalhos para o Congresso Estatuinte já começaram. a CS reunirá as atas finais dessa etapa e publicará o Documento Referência 1. Esse documento será uma publicação dividida de acordo com os eixos do Congresso Estatuinte e será a base para que os Congressos de Unidades e de Segmentos definam quais as suas propostas prioritárias. 3) CongressosEleitorais Após a realização das Conferências Livres. . etapas de construção do Congresso) e fará o texto de comentários ao atual estatuto. A partir do DC-1 e com base nas determinações da CO. O trabalho de produção da comissão deve estar pronto até abril. a CO será eleita pelo CONSUNI e começará a trabalhar estabelecendo mínimos parâmetros para as Conferências Livres como: prazos. A CO realizará conferências livres sobre todos os eixos temáticos. assim como nos pólos da UAB com ajuda da administração superior. conforme as o estabelecido nesse documento e nas regras apresentadas pela Comissão Organizadora. entraremos na mais importante fase de preparação para o Congresso Estatuinte da UnB: Os Congressos Eleitorais. a CP deve fortalecer a inquietação da comunidade. prazos. regras para propor. As conferências livres serão as arenas onde o debate político será travado. A ideia é que as Conferências Livres sejam espaços amplos. É função da CO estabelecer para os Congressos Eleitorais assim como metodologia de priorização de propostas (“peneira”). para que o resto do prazo seja para mais atividades de inquietação. ou como chamamos. Vai propor. um primeiro de Congressos de Setores e outro de Congressos de Segmentos. Essa é a etapa de priorização das propostas e eleição de delegados. requisitos de eleição. com mais mesas. assim como as discussões já acumuladas em cada um dos segmentos da Universidade. Os Congressos Eleitorais são divididos em dois momentos. 2) ConferênciasLivres A partir do momento em que a CP divulgar as produções (formato e eixos). que servirá como um espaço de diálogo e de construção de propostas também. requisitos para ocorrer. Em cada um dos dois momentos haverá a priorização de propostas e a eleição de delegados. A CP já promoveu debates sobre a história do último Congresso Estatuinte e lançou o portal da Estatuinte. com a preocupação de alcançar a comunidade externa. Além desse trabalho em curso. elas serão encaminhadas se obedecerem aos parâmetros estabelecidos pela CO (ter o mínimo de pessoas. instalações e eventos em geral. ainda.

Como o nome dá a entender. a partir das regras básicas definidas pela CO. Cada setor elegerá 9 representantes. sempre que possível. 3. sendo 3 de cada segmento. As metodologias de priorização de propostas também serão definidas por cada segmento e. Por fim. A data e o período de campanha serão definidos pela CO em um documento aprovado junto às entidades representativas de cada segmento.2) Congressos de Segmentos .1) Congressosde Setores . definir quem serão os representantes desse setor. Essa parte elegerá 60% dos delegados da etapa final. Cada setor é formado pela união de unidades acadêmicas e/ou centros de custo da UnB somando sempre um número médio de 1500 membros da comunidade acadêmica. Ao todo serão 22 setores definidos em anexo. TécnicosAdministrativos e Docentes irão se reunir em plenárias que priorizarão as propostas do DR-1 e elegerão os delegados por meio de chapas. Nessa etapa podem ser candidatos aqueles que tenham participado de pelo menos uma Conferência Livre e todos os presentes no Congresso de Setor podem e devem votar em delegados dos 3 segmentos. pardos(as) e indígenas. Além da divisão quantitativa de membros. em um momento posterior ao de definição de propostas. Esse processo será organizado pela CO com apoio e supervisão das entidades representativas de cada segmento. sendo primeiro a definição de propostas. dividido entre os três segmentos. Nessa etapa Estudantes. mas caberá à CO acompanhar e fazer cumprir os prazos acordados no CONSUNI. Essa parte elege 40% do total de delegados do Congresso Estatuinte.Nos dois momentos deverá ser garantida a participação mínima de 30% de representação de mulheres e de 20% de representação de negros(as).São os espaços descentralizados da UnB em que ocorrerão a priorizar das propostas sistematizadas no DR-1. 3. São duas etapas subsequentes. teremos 3 Congressos de Segmentos. As eleições de delegados por segmento serão concomitantes e em chapas. Na organização dos Congressos de Segmentos será respeitada a autonomia das entidades representativas de cada segmento na formulação de cada espaço. servidores e professores. os setores foram agrupados de acordo com proximidade das unidades acadêmicas e/ou centros de custo. Cada um dos 22 setores elegerão um número idêntico de estudantes. De forma geral. Quando não for possível deverá ser garantida a maior participação possível de cada cota entre os(as) delegados(as). caberá ao coletivo de cada setor organizar e definir quais são as principais propostas a serem levadas para o Congresso Estatuinte e. A priorização de propostas é a primeira missão de cada Congresso de Setor e cabe aos membros daquele setor definir como será encaminhado o procedimento. num segundo momento. vale ressaltar que em caso de duplicidade de representação (estudante que é técnico-administrativo / estudante que é docente / técnico-administrativo que é . um por cada segmento da UnB. será realizado o processo de eleição de delegados de segmento.

O Congresso da Comunidade Externa terá por função priorizar as propostas constantes no DR-1 e eleger os delegados ao Congresso Estatuinte.docente) há um escalonamento na ordem de prioridade de representação que deverá ser respeitado. ligadas ao ensino. como ocorre em eleições para reitor. Durante a XI Semana de Extensão ocorrerá o Congresso da Comunidade Externa. no 2 ˚/2011. sendo que a candidatura é restrita àqueles que participaram de pelo menos uma Conferência Livre. pesquisa e extensão. empresariais. Nesse momento a CS formulará o DR-2. apresentando à comunidade universitária suas regras. que será o documento sobre o qual os delegados debaterão as propostas no Congresso Estatuinte. Membros da comunidade universitária ficam vedados de participar. O objetivo final é a formulação do novo Estatuto da UnB. além de comunidades que tenham relação com projetos de extensão de ação continua (PEAC). da CLDF. Entende-se por comunidade externa representações de entidades de trabalhadores. de organizações governamentais e não-governamentais. Essa etapa elegerá 50 delegados ao Congresso Estatuinte. sendo: técnicoadministrativo>docente>estudante. que fará a priorização das propostas e a eleição dos delegados. programação e metodologia final do trabalho. A CO tem o trabalho final de organizar a realização do 2 ˚ Congresso Estatuinte. formas de participação. Nessa etapa haverá 500 delegados. de exalunos e de servidores aposentados da UnB. Nos dias em que ocorrer o Congresso Estatuinte não ocorrerão aulas na UnB. . 4) CongressoEstatuinte Ao final dos Congressos Eleitorais teremos as propostas priorizadas e os delegados eleitos. sendo 50 delegados da comunidade externa e 150 de cada segmento da comunidade universitária e ocorrerá na UnB. 3.3) Congressoda ComunidadeExternaà UnB A comunidade externa à UnB também participará do Congresso Estatuinte na condição de delegados(as). A participação nesse congresso será aberta a todos os interessados da comunidade externa. viabilizando a participação de toda a comunidade nos debates. do GDF.