You are on page 1of 49

Medicina Preventiva

A preocupação com
todos, principalmente
nossos jovens...
Medicina Preventiva

Causar prazer ou satisfação;


agradar, aprazer, com prazer

Sensação ou sentimento agradável,


harmonioso, que atende a uma
inclinação vital; alegria, contentamento,
satisfação, deleite:

Caminhar na praia é um prazer;


prazer ao ver o por do sol.

Disposição cortês, afável, agrado.

Distração, divertimento, diversão


Fonte dicionário Aurério 2001
Medicina Preventiva

Todas as relações humanas envolvem emoções e sentimentos.

Para entendermos bem essa questão do relacionamento


do ser humano, é necessário analisarmos a sua relação
com a realidade.

E por onde começa o contato da pessoa com a realidade?

Começa pela senso-percepção; nossos cinco sentidos e


termina, em sua última essência, nos sentimentos espirituais.
Medicina Preventiva

O QUE É A DEPENDÊNCIA QUÍMICA?

É o consumo de substâncias (experimental, esporádico ou

episódico), abuso ou uso nocivo associado a algum prejuízo

(quer em termos biológicos, psicológicos ou sociais), sendo o

último estágio a falta de controle sobre este consumo.


SÍNDROME DE DEPENDÊNCIA Medicina Preventiva

Segundo a Classificação Internacional de Doenças, CID 10

(Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento),

trata-se de um conjunto de fenômenos fisiológicos,

comportamentais e cognitivos, no qual o uso de uma substância

alcança prioridades a um indivíduo maiores do ele próprio

supunha ter.
Medicina Preventiva

DIAGNÓSTICO
• FORTE DESEJO OU SENSO DE COMPULSÃO

• DIFICULDADES EM CONTROLAR O COMPORTAMENTO

• ESTADO DE ABSTINÊNCIA FISIOLÓGICO QUANDO O


USO DA SUBSTÂNCIA CESSOU OU FOI REDUZIDO

• EVIDÊNCIA DE TOLERÂNCIA, DOSES CRESCENTES


SÃO REQUERIDAS PARA ALCANCE DOS EFEITOS
ANTES PRODUZIDOS POR DOSES MENORES
Medicina Preventiva

DIAGNÓSTICO
• ABANDONO PROGRESSIVO DE PRAZERES OU
INTERESSES ALTERNATIVOS EM FAVOR DO USO DA
SUBSTÂNCIA PSICOATIVA

• AUMENTO DA QUANTIDADE DE TEMPO NECESSÁRIO


PARA OBTER OU TOMAR A SUBSTÂNCIA OU PARA SE
RECUPERAR DE SEUS EFEITOS

• PERSISTÊNCIA NO USO DA SUBSTÂNCIA


COMPROMETIMENTO DO FUNCIONAMENTO
COGNITIVO RELACIONADO À DROGA
Medicina Preventiva
O DEPENDENTE, PORTANTO, É ALGUÉM QUE

DESENVOLVE UM COMPORTAMENTO QUE EM

GRANDE PARTE NÃO CONSEGUE CONTROLAR.

MAS NÃO HÁ UMA FÓRMULA PARA SE SABER

QUEM, ENTRE OS USUÁRIOS DE DROGAS, VAI

SE TORNAR DEPENDENTE.

O TERRENO É DE POSSIBILIDADE, DE RISCOS,

DE SITUAÇÕES RELATIVAS.
Medicina Preventiva

ALCOOLISMO

Síndrome de Dependência do Álcool.


Estado psíquico e também físico, resultante
da ingestão de álcool.
Provoca reações adversas no organismo e comportamento
quando da ingestão do mesmo.

“Eu para quando eu quiser....posso me livrar do álcool a


qualquer momento....” (frases mais usadas, mas que são
simplesmente frases, a realidade é bem diferente).
Medicina Preventiva

ALCOOLISMO – Quais seus efeitos?


Os primeiros efeitos ocorrem no cérebro, o qual vai se
deteriorando, comprometendo a percepção, coordenação
e função motora e a perda de memória.
Progressivamente destrói o coração, fígado e pâncreas.
Aumenta o risco de câncer e com o tempo o alcoólatra se
torna vulnerável às infecções.
ALCOOLISMO – sofrimento Medicina Preventiva

O abuso de bebidas alcoólicas causa sofrimento não só para


a pessoa, mas principalmente para sua família e seus amigos.
O dependente com o passar do tempo e intensidade do vício,
perde o emprego, torna-se excluído da sociedade e entra por
um caminho sem volta, é nessa hora que ajudar é preciso e
O indivíduo tem que estar disposto a receber esta ajuda e
principalmente à abandonar o vício.
Medicina Preventiva

TABAGISMO
É sem dúvida uma das principais causas de morte entre homens
e mulheres. O fumo é extremamente prejudicial à saúde.

•Contém cerca de 70 substâncias cancerígenas.

•Não existe cigarros que não prejudicam, todos são nocivos

•Cigarros, Charutos, Rapé e Mascado


Medicina Preventiva

Tabagismo - Principais substâncias

• Nicotina é o componente responsável pela dependência


química. Elemento que provoca o vício de fumar:
100 cigarros fumados são suficientes para causar
dependência

• Alcatrão contém mistura de substâncias cancerígenas:


Arsênico, benzopireno, dibenzoacridina, DDT, cádmio,
polônio 210, carbono 14, níquel e chumbo
Medicina Preventiva
Medicina Preventiva

Tabagismo - Perdas

• Além das mortes, o tabagismo também causa grandes


perdas econômicas
• Gastos por doença entre fumantes e os fumantes passivos
são elevados e em muito superam arrecadação de impostos
com cigarros (Banco Mundial)
Motivos para não fumar Medicina Preventiva
Medicina Preventiva

OUTRAS DROGAS

• As drogas podem ser classificadas em três grupos:

1- Depressoras

2- Estimulantes

3- Perturbadoras
Medicina Preventiva
Fatores que Favorecem a Dependência

O tipo de produto, a personalidade do usuário eo


momento sócio-cultural e econômico
Medicina Preventiva
CONSUMO DE DROGAS

• Motivações pessoais:
Persistência de sentimento de vazio
Insatisfação
Desprazer
Mal estar
Medicina Preventiva

O consumo de drogas ilícitas vem


aumentando, mas ainda é superado pelo
consumo das drogas lícitas
Medicina Preventiva

ESTATÍSTICAS
• Dados sugerem consumo maior, na ordem:
Álcool, tabaco
Remédios
Solventes
• Internações em Hospitais psiquiátricos:
Alcoolismo > 94,8%
Outras drogas > 5,2%
• Clínicas especializadas em toxicodependência:
Igual para dependência de álcool, cocaína e mistas
TRATAMENTO - PREVENTIVO Medicina Preventiva

A prevenção
é a melhor das ações,
já que são pequenas as possibilidades
de recuperação nos casos de
lesão e desequilíbrio graves

A solução não se esgota na esfera


policial
Medicina Preventiva
TRATAMENTO
• Reformulação
Pessoal
Familiar
Psico-social
• Internações
• Medicamentoso
• Grupos de auto-ajuda
Medicina Preventiva

Questionamentos
Como a comunidade vivencia o problema do
uso de drogas ?
Quais as alternativas de abordagem do
problema ?
Qual o papel do álcool e tabaco e da auto-
medicação ?
O IMPORTANTE É.... Medicina Preventiva

Valorizar qualidade de vida e descobrir meios de buscar a


auto-realização, satisfação e adequação à vida
Quais os tipos de drogas que existem e que efeitos
elas provocam?
Medicina Preventiva

As drogas atuam no cérebro afetando a atividade mental, sendo por


essa razão denominadas psicoativas. Basicamente, elas são de três tipos:

Drogas que diminuem a atividade mental – também chamadas de


depressoras. Afetam o cérebro, fazendo com que funcione de
forma mais lenta. Essas drogas diminuem a atenção, a concetração,
a tensão emocional e a capacidade intelectual. Exemplos:
Ansiolíticos (tranquilizantes), álcool, inalantes (cola), narcóditcos
(morfina, heroína);

Indivíduo prisioneiro do vício....


Quais os tipos de drogas que existem e que efeitos
elas provocam?
Medicina Preventiva

Drogas que aumentam a atividade mental – são


chamadas de
estimulantes. Afetam o cérebro, fazendo com
que funcione de
forma mais acelerada. Exemplos: cafeína,
tabaco, anfetamina,
Cocaína, crack;

O indivíduo torna-se marionete, perde sua liberdade.


Quais os tipos de drogas que existem e que efeitos
elas provocam?
Medicina Preventiva

Drogas que alteram a percepção – são


chamadas de substâncias alucinógenas e
provocam distúrbios no funcionamento do
cérebro, fazendo com que ele passe a
trabalhar de forma desordenada, numa
espécie de delírio. Exemplos: LSD, ecstasy,
maconha e outras substâncias derivadas de
plantas.

Infelizmente este é o destino certo para o usuário


de drogas...
As drogas e seus efeitos
Medicina Preventiva

Substância Origem Conhecidas Possíveis efeitos Possíveis


como consequências
Ansiolíticos Substâncias Sedativos Alívio da tensão Em altas doses
sintéticas calmantes. e da ansiedade, podem causar
ou
produzidas em Valium, relaxamento queda da
tranquilizantes
laboratório Lexotan, muscular, pressão arterial.
diazepan, sonolência, fala Quando usadas
dienpax, pastosa, com álcool,
Librium, Lorax, descoordenação aumentam os
Rohypnol, dos seus efeitos,
Dalmadorm. movimentos, podendo levar a
falta de ar. estado de coma.
Em grávidas
podem causar
má formação
fetal.
Substância Origem Conhecidas Possíveis efeitos Possíveis
como consequências
Álcool Obtido a partir Álcool, “birita”, Em pequenas O uso excessivo pode
de cana de “mé”, “mel”, doses: provocar náuseas,
etílico
açucar, cereais “pinga”, desinibição, vômitos, tremores,
ou frutas através “cerva”. euforia, perda da suor abundante, dor de
de um processo capacidade cabeça, tontura,
de fermentação crítica; liberação da
ou destilação. Em doses agressividade,
maiores: diminuição da atenção,
sensação de da capacidade de
anestesia, concentração, bem
sonolência. como dos reflexos, o
que aumenta o risco de
acidentes. O uso
prolongado pode
ocasionar doenças
graves como, cirrose
hepática e atrofia
(diminuição cerebral).
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências

Inalantes ou Substâncias Cola de sapateiro, Euforia Em altas doses


químicas. esmalte, benzina, sonolência, pode haver queda
Solventes da pressão arterial,
lança perfume, diminuição da
“loló”, gasolina, fome, alucinações. diminuição da
acetona éter, tíner, respiração e
Tosse, coriza, batimentos do
aguarás e tintas.. náuseas e vômitos, coração, podendo
dores musculares. levar à morte. O
Visão dupla, fala uso continuado
enrolada, pode causar
movimentos problemas nos rins
desordenados e e destruição dos
confusão mental. neurônios (células
do sistema
nervoso), podendo
causar à atrofia
cerebral e esta
associado a
tentativas de
suicídio.
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências
Narcóticos Extraídos da Heroína, morfina e Sonolência, estado Pode haver queda
papoula ou codeína (xaropes de torpor, alívio da da pressão arterial,
(ópio e seus produtos sintéticos de tose, Belacodid, dor, sedativo da diminuição da
derivados: obtidos em Tylex, Elixir tosse respiração e dos
laboratórios. paregórico, Sensação de batimentos do
Heroína, Algafan). coração, podendo
leveza e prazer.
morfina e Dolantina, levar a morte.
Pupilas
codeína) Maperidina e contraídas.. Na abstinência
Demerol. (interrupção do
uso): bocejos,
lacrimejamento,
coriza, suor
abundante, dores
musculares e
abdominais.
Febre, pupilas
dilatadas e pressão
arterial alta.
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências
Substâncias Metanfetamina, Estimulam a Pode causar
Anfetaminas taquicardia (aumento
sintéticas obtidas “ice”, “bolinha”, atividade física e
dos batimentos do
em laboratório. “rebite”, “boleta”. mental, causando coração), aumento da
Moderex, inibição do sono e pressão sanguínea,
Hipofagin, Inibex, diminuição do insônia, ansiedade e
cansaço e da fome. agressividade.
Desobesi,
Em doses altas
eactivan, podem aparecer
Pervertin, distúrbios
Preludin. pscológicos graves
como: paranóia e
alucinações.
Alguns casos
evoluem para
complicações
cardíacas e
circulatórias
(derrame cerebral e
infarto do
miocárdio),
convulsões e coma.
O uso prolongado
pode levar à
destruição de tecido
cerebral.
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências
Substâncias “Pó”, “brilho”, Sensação de Pode causar
Cocaína taquicardia, febre,
extraída da folha “crack”, “meria”, poder, excitação e
pupilas dilatadas,
de coca, planta pasta base. euforia. Estimulam suor excessivo e
encontrada na a atividade física e aumento da pressão
América do Sul. mental, causando sanguínea.
inibição do sono e Podem aparecer
diminuição do insônia, ansiedade,
paranóia, sensação de
cansaço e da fome. medo ou pânico.
O usuário vê o Pode haver
mundo mais irritabilidade e
brilhante, com liberação da
agressividade. Em
mais intensidade. alguns casos podem
aparecer
complicações
cardíacas,
circulatórias e
cerebrais (derrame
cerebral e infarto do
miocárdio). O uso
prolongado pode
levar a destruição do
tecido cerebral.
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências

Tabaco Extraído da folha Cigarro, charuto e Estimulante, Reduz o apetite,


do fumo. fumo. sensação de prazer. podendo levar a
(nicotina) estados crônicos de
anemia. O uso
prolongado causa
problemas
circulatórios,
cardíacos e
pulmonares. O
hábito de fumar
está
frequentemente
associado a câncer
de pulmão, bexiga
e próstata, entre
outros. Aumenta o
risco de aborto e de
parto prematuro.
Mulheres que
fumam durante a
gravidez têm em
geral filhos com
peso abaixo do
normal.
Drogas que produzem distorções da percepção
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências

Maconha Substâncias Maconha, haxixe, Excitação seguida Prejuízo da atenção


extraída da planta “baseado”, de relaxamento, e da memória para
(tetraidroca- fatos recentes;
Cannabis sativa. “fininho”, euforia, problemas
nabinol) “marrom”. com o tempo e algumas pessoas
espaço, falar em podem apresentar
alucinações,
demasia e fome
sobretudo visuais.
intensa. Palidez,
taquicardia, olhos Diminuição dos
reflexos
avermelhados,
aumentando o risco
pupilas dilatadas e de acidentes. Em
boca seca.. altas doses pode
haver ansiedade
intensa; pânico,
quadros
psicólogicos graves
(paranóia). O uso
contínuo pode levar
a uma síndrome
amotivacional
(desânimo
generalizado).
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências

Alucinógenos Substâncias LSD (ácido Efeitos Podem ocorrer


extraídas de lisérgico, ‘ácido”, semelhantes aos “más viagens”,
plantas ou “selo”, da maconha, com ansiedade,
produzidas em “microponto”). porém mais pânico ou delírios.
laboratório. Psilocibina intensos.
(extraída de Alucinações,
cogumelos) e delírios, percepção
mescalina deformada de
(extraída de sons, imagens e do
cactos). tato..
Substância Origem Conhecidas como Possíveis efeitos Possíveis
consequências

Ecstasy Substâncias MDMA, “êxtase”, Sensação de bem- Alucinações,


sintéticas do tipo “pílula do amor”.. estar e plenitude e percepção
(metileno-dióxi anfetamina, que leveza. distorcida de sons e
– produz alucinações. Aguçamento dos imagens.
metanfetamina) sentidos. Aumento
Aumento da detemperatura e
disposição e desidratação,
resistência física, podendo levar à
podendo levar à morte.
exaustão. Com o uso repetido,
tendem a
desaparecer as
sensações
agradáveis, que
podem ser
substituídas por
ansiedade, sensação
de medo, pânico e
delírios.