You are on page 1of 9

Colégio Tableau

Disciplina: Química Inorgânica III Professor: Luccas

Estequiometria Das Reações Químicas e Leis Ponderais

Janeiro/2013

................................ 9 Nome: Danieli Sales Pecinini Nº11 Turma: 212 ................................... 8 Curiosidades .......... 7 ............................................................................................................................................................................................................ 6 Fórmula mínima ou empírica: .......................... 4 Resolução ........................................................................................... 6 Fórmula percentual ou centesimal: .................................. 5 Proporção em mols ................................................................................... 4 Exemplos: ....... 7 Fórmula molecular:...........Por meio da fórmula mínima: ................................................................................................................................................. 3 Leis ponderais das reações químicas ......... 8 Bibliografia ..................................................... 8 Conclusão .................................. 3 Aplicações.................................................................................................. 5 Cálculos Estequiométricos ..............................................Conteúdo Introdução ...............................................................................

ou da conservação da matéria: a soma das massas antes da reação é igual á soma das massas após a reação. Mas. Lei das proporções constantes– Toda substância apresenta uma proporção em massa constante na sua composição.  Lei de Proust ou das proporções constantes. se a massa de um participante permanecer constante. elementos que formam as diferentes substâncias. precisamos conhecer as proporções existentes entre os proporções são dadas pelas fórmulas moleculares. em geral. em volume.  A lei de Avogadro elaborada em 1811 dizia que: “…dois recipientes. em massa. Leis ponderais das reações químicas Leis Ponderais são leis que falam das massas das substancias que participam das reações químicas. a base dos coeficientes de qualquer reação são as leis ponderais: Lei da conservação da massa– Num sistema fechado.  Lei de Dalton ou das proporções múltiplas: mudando-se a reação. deveriam conter o mesmo número de moléculas…” . com auxílio das equações químicas correlatas. Por meio dos cálculos estequiométricos é possível fazer essas e outras relações específicas. As principais leis ponderais são:  Lei de Lavoisier ou da conservação da massa. antes de tudo. a massa total dos reagentes é igual à massa total dos produtos. de mesmo volume. Além disso. ou das proporções definidas. contendo gases diferentes. à mesma temperatura e pressão. ou das proporções fixas ou invariáveis: a proporção das massas que reagem permanecem sempre constante. realizado como conseqüência da lei de Proust. E essas Além disso. a massa do outro só poderá variar segundo valores múltiplos. número de átomos e moléculas.Estequiometria das reações químicas e as Leis Ponderais Introdução É o cálculo das quantidades de reagentes e/ou produtos das reações químicas em mols. os volumes dos gases participantes de uma reação têm entre si uma relação de números inteiros e pequenos. executado. a lei volumétrica de Gay-Lussac também nos fornece uma importante informação: se a pressão e a temperatura não mudarem. percentuais e mínimas ou empíricas.

prevendo a quantidade de produtos que será obtida em condições preestabelecidas.4 L (nas CNTP*) *Condições Normais de Temperatura e Pressão. que deve reagir para fornecer 12 mols de gás carbônico? Considere esta uma reação de combustão completa. assim pode-se fazer uma regra de três simples para resolver o problema: 1mol------------------. Exemplos: Vejamos um exemplo de cálculo estequiométrico em que se relacionará apenas quantidade de matéria (mols). pois objetiva calcular teoricamente a quantidade de reagentes a ser usada em uma reação.2mols x-------------------------12 mols X=6 mols Resposta:6 mols de álcool etílico são necessários para gerar 12 mols de gás carbônico. principalmente nas indústrias ou laboratórios. C2H6O(l). Usa-se nos cálculos estequiométricos a relação mostrada abaixo: 1 mol ↔ 6. Qual a quantidade de matéria de álcool etílico. Equação Balanceada: C2H6O(l) + 3 O2(g) → 2CO2(g) + 3 H2O(v) Observe que 1 mol de álcool produz 2 mols de gás carbônico. 1023 moléculas ou fórmulas unitárias ↔ massa molar em g/mol ↔ 22.Aplicações A estequiometria é de extrema importância no cotidiano. Substâncias .

a partir deles. podemos fazer inúmeros cálculos.1 mol de moléculas corresponde à massa molecular expressa em gramas. os cálculos serão estabelecidos em função da lei de Proust e GayLussac. ficamos com: Proporção em mols Estabelecida a proporção em mols. um número 23 igual a 6. e. estabelecer a proporção em mols dos elementos ou substâncias da reação. devemos tomar os coeficientes da reação devidamente balanceados. Aplicações Como exemplo podemos citar a reação de combustão do álcool etílico: Balanceando a equação. ocuparão um volume de 22.02 · 10 moléculas. que. . Resolução Na estequiometria. neste caso para reações envolvendo gases e desde que estejam todos nas mesmas condições de pressão e temperatura. combinando as relações de várias maneiras.4 L. envolvendo os reagentes e/ou produtos dessa reação. Em seguida. se forem de um gás e estiverem nas CNTP.

sendo que.84 g de sódio. três se destacam: fórmula percentual ou centesimal. basta fazer uma regra de três simples: . 1.24 g de oxigênio. em massa. em 5. em massa. Veja cada uma: Fórmula percentual ou centesimal: Essa fórmula indica a porcentagem.24 g de fósforo e 2. ela apresenta significado quantitativo.32 g de pirofosfato de sódio contêm 1.Para efetuarmos o cálculo estequiométrico. vamos obedecer à seguinte seqüência: Observação Uma equação química só estará corretamente escrita após o acerto dos coeficientes. Entre elas. de cada um desses elementos. em que cada elemento aparece na substância. fórmula mínima ou empírica e fórmula molecular. Por exemplo. Cálculos Estequiométricos Entre os passos necessários para se resolver os cálculos estequiométricos está conhecer bem as fórmulas químicas. após o acerto. Para descobrir a porcentagem.

já temos a fórmula mínima e a fórmula percentual do pirofosfato de sódio. 2 = 2 .10 % MM = 266 g/mol Considerando que sua fórmula molecular seja NaXPYOZ.x x = 23.24 g=0.04 .10% de O Assim.04 Como os valores ainda não são inteiros.Oxigênio: 3.10%.Fósforo: . P = 31 g/mol. podemos chegar até a sua fórmula molecular.84 g=0.24 g-----------.04 mol 31 g/mol . entre os elementos que constituem uma substância.x x = 42. que será o 2: .100% 2.100% 1.32 g -------. é o 0.59% P = 23. Fórmula mínima ou empírica: Essa fórmula indica a proporção mínima.Fósforo: 5. do pirofosfato de sódio.. 2 = 7 Assim.32 g --------.Sódio: 1.Oxigênio: 5. O = 16 g/mol): .59% de Na .24 g-----------. basta dividir cada uma dessas massas pelas respectivas massas molares (Na = 23 g/mol.59%P23. em número de mol (números inteiros).10%): Relacionando as porcentagens em massa com a massa molecular do composto: Na = 34.04 .100% 1.84 g-----------.04: .31%O42. Por exemplo. a fórmula mínima desse composto é: Na4P2O7.32 g ----------.84 g de sódio. .24 g de oxigênio. devemos multiplicá-los por um número que permita obter a menor proporção possível em números inteiros.5 .24 g de fósforo e 2.Fósforo : 1 . Fórmula molecular: Essa fórmula indica a quantidade real em que os átomos de cada elemento aparecem na molécula.59%P23.Oxigênio: 2.x x = 34.Oxigênio: .31%O42. agora devemos relacionar as porcentagens em massa com as massas atômicas e a massa molecular: .Sódio : . que.Sódio: 2 .Por meio da fórmula percentual (Na34. 1.Fósforo: 1.14 = 3. A partir de qualquer uma delas e sabendo a sua fórmula molecular (266 g/mol).Oxigênio: 0.31% de P .Fósforo : 0. a fórmula percentual ou centesimal desse composto é: Na34.08 mol 23 g/mol .24 g=0.Sódio : 5. 2 = 4 .5 0. nesse caso.08 = 2 0.31% O = 42.04 = 1 0. no exemplo anterior. dividimos todos eles pelo menor número. Por exemplo.Sódio: 0. Para descobrir a proporção mínima entre esses elementos dentro da fórmula.14 mol 16 g/mol Como os valores têm que ser números inteiros. vimos que ele era composto de 1.

mas isso não irá acontecer em todos os casos. Conclusão .Por meio da fórmula mínima: -Fórmula mínima: Na4P2O7 (MM = 266 g/mol) -Fórmula molecular: (Na4P2O7)n (MM = 266 g/mol) Apenas de observar que a massa molecular é a mesma.23. agora considere outro exemplo. Mas. já vemos que a fórmula molecular é igual à fórmula mínima.10% x=7 Portanto. a fórmula molecular desse composto é: Na4P2O7.266 ----------.34. Qual será sua fórmula molecular? Temos o seguinte: -Fórmula mínima: CH3(MM = 15 g/mol) -Fórmula molecular: (CH3)n (MM = 30 g/mol) (CH3)n = 30 15 n = 30 n = 30/15 n=2 Se n = 2. digamos que a massa molecular de determinada substância é 30 g/ mol e sua fórmula mínima é CH3.100% 23x---------. ou seja eram observações realizadas em nível macroscópico.59% x=4 266 ----------. Ainda não existia nenhuma aplicação para os fatores realizados á composição da matéria em nível microscópico.100% 16x ---------. então basta multiplicar os índices dos elementos do composto por dois que teremos a sua fórmula molecular: C2H6.100% 31x ---------. Curiosidades Essas leis foram desenvolvidas a partir de experimentos realizados com quantidades de matérias possíveis a serem “pesados” nas balanças existentes na época.31% x=2 266 ----------.42. . Note que nesse caso a fórmula molecular é igual à fórmula mínima. Esse composto é o etano.

htm http://interna.coladaweb.com/quimica/fisico-quimica/evolucao-dos-modelos-atomicos-leisponderais http://www.com.net/engmaiquel/aula-8-clculos-qumicos-estequiometria http://www.Bibliografia http://www.slideshare.htm http://www.htm http://www.com/fisico-quimica/lei-de-avogadro/ .brasilescola.coceducacao.com.com/quimica/estequiometria-reacoes.br/ebook/pages/3345.br/quimica/tipos-formulas-usadas-estequiometria.infoescola.mundoeducacao.