A dissolução da U.E. acarretará serie de problemas econômicos em escala global.

Tendo em vista que os títulos de divida pública não terão mais uma origem de fato, porque está foi dissolvida. A U.E. só conseguiu sobreviver porque os países mais ricos ajudavam os países mais pobres. Os ricos emprestavam dinheiro para que os países fracos tivessem mínimas condições para a competição de mercado e equalização de capacidade de instalação de industrias em toda a zona do Euro tendo em vista a igualdade social e econômica naquela região, não formando bolhas de empregos, nas periferias. Quando houve a unificação Alemã, a Alemanha ocidental tendo em vista um menor nível de profissionalização e alto preço da mão de obra se viu no desemprego porque as industrias outrora no lado ocidental migraram pra onde a mão de obra era mais barata e mais profissionalizada(Alemanha Oriental). A mesma coisa aconteceu na Rússia após o fim da guerra fria, a população queria voltar ao socialismo. Tendo em vista o “Estado do bem estar social.” Contexto histórico Karl Marx...nascido hoje onde é a Alemanha ele se formou em filosofia com direito.Elee estuda a história Alemã e depois vai estudar a Inglaterra e concluiu que só se pode ter liberdade de estudar uma coisa num país que tem liberdade de expressão, ou seja, se Marx vivesse hoje em cuba talvez ele seria limitado em seus estudos, por isso foi à Inglaterra berço do capitalismo, da liberdade de expressão. -Alemanha (filosofia/historia) -Inglaterra(economia) -França(politica) -Bélgica -E.U.A. Como ele era muito contestador foi expulso da Inglaterra pra França pra estudar politica, é razoável porque a França foi onde teve a revolução burguesa. Foi expulso da França e foi pra Bélgica e foi pra os E.U.A. Cabe não só ao intelectual entender a realidade mas transformas a realidade. Marx tenta fazer isso....

Teoria econômica do Marx: O começo do surgimento teórico do livro “O Capital”. O subtítulo do capital era “O Capital” uma critica à economia politica. Criticando assim Smith, David, Ricardo, Malthus, teóricos da economia politica. Marx faz essa critica deido a benevolência desse autores quanto o capitalismo, vem Marx com uma visão mais pessimista, ou quem sabe real. Sabido de que David, Ricardo, Smith...viveram a ascensão capitalista, maximizando as benevolências deste sistema.

porque a produção era de subsistência e todo contrato de trabalho. Escravidão (dono de escravo>escravo) Capitalismo(capitalista>trabalhador)Feudalismo(Suserano>vassalo>servos). Classe em si ele sabe que é da classe e quer mudar. exigia direito a terra. . Os modos de produção que existiram ao longo da história da humanidade existiram porque a base de produção eram distintas.(O Ricardo mostrou que o problema do capitalismo é que tem-se uma disputa entre os que vivem de salário e os que vivem de lucro.no entanto Ricardo não avança tanto como Marx. A relação superestrutura: POLITICA. o Capital foi escrito em 1822. Marx conclui que a história da humanidade é a história da luta de classe. As relações sociais acabam por prezar a força do trabalho. Ele faz essa critica porque Ricardo chegou a conclusão de w x L. INSTITUIÇÕES. as coisas. Em Marx no contexto que ele está vivendo ele está entrando em sua primeira grande crise do capitalismo. RELIGIÃO. matérias primas. “Tudo o que é solido se desmancha no ar” Marx. ele propunha a volta ao feudalismo tendo em vista um cenário capitalista onde a fome é uma instituição. Detalhe. Base que sustenta a superestrutura. Karl Quem vivia no império Romano pensaria que este ia ruir? quem vivia no feudalismo pensava que o mesmo acabaria? Paulantzas Nikos ele discutira teoria do Estado numa visão politica e não mais no âmbito jurídico. A relação de infra-estrutura: toda base material(terra. meios de produção. Não por completo mais a força de trabalho. Em seu método ele divide em duas partes. -1873. A visão que o Marx traz é que esse panorama é culpa do atual sistema. seu status quo.=luta de classe) Marx critica que no capitalismo tudo vira mercadoria inclusive a pessoa. Logo a fome é uma instituição que faz parte do sistema capitalista. (Pobre osado)Engenheiro bem sucedido que não se identifica como classe trabalhadora e sim como pequena burguesia. É base material porque é modo de produção econômica. Ele diz que dentro da discussão de classe social a dois conceitos classe para si que são aquelas pessoas que pertencem a uma classe social mas não se identifica com ela. uso de formas de produções diferente. No feudalismo não existiu ondas de fome. Mathus enquanto membro da igreja entendia que no feudalismo quando a igreja era a instituição mais forte e não tinha fome. é por isso que o trabalhador dono do meio de produção vai ter que se vender.

novos empregos. A inovação é uma contratendencia. Lei de contratendência : é a que impede a tendência de acontecer. Ora superestrutura norteia infra-estrutura ora vice-versa. tem-se uma dialética.Para Marx existe as Leis de tendências: leis que aconteceram ao longo da história da humanidade. Ex: aumento da especialização de trabalho e mecanização. Finalizando.. surgimento de novos produtos. movimento de contradição. Sinto de segurança é um exemplo. barrando a tendência que é a mecanização tomar o lugar da mão de obra humana. ______________________________________________________________________ _________ Evolução do pensamento econômico: • Contexto histórico -feudalismo • • Metodologia Pesquisa Mercantilismo -hume • Fisiocracia -Quesnay • • • Adam Smith David Ricardo Malthus . Marx faa que não é o plano das ideias que está condicionando ainfraestrutura.

Sendo assim é tão importante. através da linha do tempo) O conceito de riqueza varia no contexto histórico. O exercito no império romano tinha como uma importante base institucional o exercito devido ao seu tamanho.(exportação e importação “jogo de soma zero”). logo que sua garantia de controle e defesa teria se dissolvido progressivamente. O setor automobilístico é encadeado e afeta a várias instâncias.• • Marx Keynes No império romano o conceito de riqueza era acumular terras ( perceba a variação do que significa riqueza. fechando a economia. e o exercito ser essencial para conquistas de novas terras. Agora sem defesas no império romano este se repartiu. formando feudos. Já que todo mundo quer exportar manter a balança comercial positiva. Riqueza sempre esteve vinculado a noção de excedente. Apartir do momento em que as economias(feudos) começam a se fechar temos uma diminuição dos fluxos de comércio. . Cada vez mais quando o mercado tem menos pessoas produzindo diminuo a concorrência. Setro automobilístico corresponde a 12 por cento do PIB. entra em cena o protecionismo se querendo se tornar idependente a importação tende a decrescer intencionalmente aumentando o preço daquele produto que foi barrado aumenta de preço.

logo imponhe-se barreiras alfandegarias para o controle de importação. Napoleão Bonaparte impôs o bloqueio com a Inglaterra para desestabilizar a economia da mesma. Adam Smith e David Ricardo: a riqueza vem do trabalho humano.(inflação) Salário nominal. é o que se recebe. A única solução seria abrir o comércio (livre comércio) ou matar pobre. Logo que os industriais forçaram em não aumentar o salário. Logo um feudo mais independente economicamente tornara o outro deficitário sem usar a força. Seria então necessário uma divisão do trabalho fazendo com que seu país gere riqueza. Contrariando as ideias de Hobbes e Rousseau. Mercantilista: acumular ouro e prata Fisiocracia: riqueza voltada a terra. Adam Smith não é verdade que para garantir a sociabilidade eu precise de ESTADO mas sim o livre mercado. Surgiu na França um país com disponibilidade para agricultura. importando feijão do México. os trabalhadores reprovaram essa não equivalência. A Inglaterra surge então com outra ideia dizendo que a geração de riqueza provem essencialmente do trabalho humano e não mais como os fisiocratas da terra. . Aumentando assim a eficiência. Ex: Na década de 70 no Brasil faltou feijão no Brasil porque os produtores acharam mais rentável produzir trigo. teriam que pagar mais pela mão-de-obra. Sendo assim pode-se fazer países ricos mesmo sem ter terra. dando origem a divisão do trabalho. porque o pão era mais rentável. e um dos produto mais importantes é o trigo. logo essa produção no Brasil foi diminuída a fim de que a a argentina tenha dinheiro para importar produtos brasileiros. Fisiocaratas : Vai dizer que riqueza de fato é excedente e nada mais pode ser considerado como gerador de riqueza do que a a agricultura. corresponde ao poder de compra. Dando aval para surgir teorias tais como as de Marx e Malthus. O feudalismo vai começar a ruir porque alguns feudos ele não tem capacidade para produzir produtos. NEM TODO MUNDO PRODUZ AQUILO QUE QUERO CONSUMIR logo alguém sairá perdendo. Salário real. O salário do trabalhador na Inglaterra era baseado no trigo logo se o trigo falta na Inglaterra o salário do trabalhador sobe e os industrias não gostam nada dessa situação. apenas economia. O Maior produtor da Europa de trigo era a França.Nem todo mundo pode ganhar. O trigo parou de ser produzido porque a Argentina não exporta muita coisa.

______________________________________________________________________ ____________ . Keynes= O problema das crises é que eu vou ter insuficiência das demandas. O Estado incentiva as empresas a continuar a produzir. injetando dinheiro. Keynes= cabe ao Estado evitar grandes flutuações na economia. Tendo base as ideias malthusianas. construir uma ponte(demora muito tempo pra retorno). Keynes: Crash da bolsa de New York. Marx surge então com sua teoria revolucionaria no auge do capitalismo quando as pessoas trabalhavam 12. Nos anos 70 a participação do salário na renda era quase a metade ( em qualquer pais desenvolvido a divisão entre lucro e salário era de 50%). construindo uma hidrelétrica. Indagando assim que se é o trabalho humano que gera riqueza. No Brasil algo em torno de 30% é o salário e 70% é o lucro na renda brasileira. O governo Lula melhorou a distribuição de renda entre os trabalhadores mas em relação a renda geral não houve mudança. porque há bem mais pessoas envolvidas no trabalho. PPP= dinheiro publico mais privado. desempregando uma população. com a revolução industrial a propia força de trabalho que era intriseca ao ser humano vira mercadoria. porque é que o fruto do trabalho não fica com o trabalhador. Com o liberalismo a oferta se tornou maior que a demanda. Ex: Um pais que produz Ipod é mais rico do que o que produz acarajé. sendo assim o Estado concede 30 anos de concessão par o privado. A solução foi fazer uma PPP parceria publico privado. subsidiando.Em sociedades primitivas as pessoas aplicavam o trabalho humano a natureza e o fruto do trabalho era dele. sendo assim nem o ser humano mais pertence a ele. O salário do trabalhador deveria ser compatível com o trabalho comandado. Trabalho comandado conceito de Adam Smith= Quanto do que eu consumo eu consumo proporcionalmente quanto em relação ao trabalho. Uma nação é mais rica quanto mais trabalho ela consegue comandar. não tendo lucro para os industriais. Nota: A China mandara para o Espaço a primeira Nave Espacial tripulada que não é nem russa ou americana. manter a economia estável. abaixando os preços. Isso significa que os trabalhadores brasileiros só conseguem compra 1/3 daquilo que ele produziu. 15 horas por dia. Distribuição funcional da renda é quando somo salário mais lucro encontrando o PIB.

promoviam o crescimento econômico e a inovação tecnológica. Adam Smith ilustrou bem seu pensamento ao afirmar "não é da benevolência do padeiro. a sua obra mais conhecida. na qual procurou demonstrar que a riqueza das nações resultava da atuação de indivíduos que. e que continua sendo usada como referência para gerações de economistas. Assim acreditava que a iniciativa privada deveria agir livremente. e é considerado o mais importante teórico do liberalismo econômico. mas também a constantes inovações tecnológicas. mas sim do empenho deles em promover seu "auto-interesse". movidos apenas pelo seu próprio interesse (selfinterest). com pouca ou nenhuma intervenção governamental. o século XVIII. no afã de baratear o custo de produção e vencer os competidores. É o pai da economia moderna. Autor de "Uma investigação sobre a natureza e a causa da riqueza das nações". A competição livre entre os diversos fornecedores levaria não só à queda do preço das mercadorias.by Daiane Ribeiro ^^ Evolução do pensamento econômico Adam Smith Foi um economista e filósofo escocês. . Teve como cenário para a sua vida o atribulado século das Luzes. do açougueiro ou do cervejeiro que eu espero que saia o meu jantar.

é levado por uma mão invisível a promover algo que nunca fez parte do interesse dele: o bemestar da sociedade. As novidades da Revolução Industrial trouxeram muitas dúvidas. Exemplo: quando uma cozinheira prepara uma deliciosa carne assada. E. E por que um açougueiro vende uma carne muito boa para uma pessoa que nunca viu antes? Porque deseja que ela se alimente bem ou porque está olhando para o lucro que terá com futuras vendas? Graças ao individualismo dele o freguês pode comprar boa carne. já que o individualismo é bom para toda a sociedade. Trabalham bem para poder garantir seu salário e emprego. Ele dizia que o individualismo é útil para a sociedade. os trabalhadores pensam neles mesmos. têm que vender produtos bons e baratos. O pensador escocês Adam Smith procurou responder racionalmente às perguntas da época. a economia poderia crescer com vigor. industriais e financistas). cada empresário faria o que bem entendesse com seu capital. Portanto. O que. é correto afirmar que os capitalistas só pensam em seus lucros. Desse modo. seu individualismo será benéfico para ela e para seu patrão. o ideal seria que as pessoas pudessem atender livremente a seus interesses individuais. Ou seja. Sem a intervenção do Estado. sem ter de obedecer a nenhum regulamento criado pelo governo. Mas.História da Astronomia à como e para que fazem ciência? . Contexto histórico: . como se houvesse uma "mão invisível" ajeitando tudo. o preço das mercadorias deveria descer e os salários deveriam subir. nela mesma ou no pagamento que receberá no final do mês? De qualquer maneira. para Adam Smith. movido apenas pelo seu próprio interesse egoísta (self-interest). Se as forças do mercado agissem livremente. para lucrar. Para o autor escocês. o mercado funcionaria automaticamente. toda a sociedade é beneficiada. no fim. o Estado é quem atrapalhava a liberdade dos indivíduos." Como resultado da atuação dessa "mão invisível". pois queriam acabar com os direitos feudais e com o mercantilismo. Os investimentos e o comércio seriam totalmente liberados. o mercador ou comerciante. Seu livro A Riqueza das Nações (1776) é considerado uma das obras fundadoras da ciência econômica. Uma frase de Adam Smith se tornou famosa: "Assim.Teoria dos sentimentos morais/Riqueza das nações . Do mesmo jeito. Seu raciocínio era este: quando uma pessoa busca o melhor para si. em primeiro lugar. As doutrinas de Adam Smith exerceram uma rápida e intensa influência na burguesia (comerciantes. Então. você saberia explicar quais os motivos dela? Será porque ama o seu patrão e quer vê-lo feliz ou porque está pensando.Ele analisou a divisão do trabalho como um fator evolucionário poderoso a propulsionar a economia. é ótimo para a sociedade. o capitalismo e a liberdade individual promoveriam o progresso de forma harmoniosa. se a cozinheira pensa no salário dela. "o Estado deveria intervir o mínimo possível sobre a economia".

Terra . “Vícios privados. conduzem a virtudes públicas.Não precisa nenhuma instituição supranacional para os indivíduos viverem individualmente.Riqueza: (?) . Trocas comerciais – dependência mútua. 3° Um país é pobre e o outro é rico a depender da divisão de trabalho. Essa divisão é que define o progresso.Para Smith. 2° Como os cientistas tentando apaziguar suas inquietações. . podem contribuir para a sociedade como um todo. basta uma troca comercial que assegure a convivência. mas de apaziguar suas inquietações.Trabalho Teoria do valor-trabalho • • • Sociedades primitivas Sociedades avançadas Trabalho incorporado Preço = valor = quantidade de trabalho Trabalho Comandado . . suas virtudes individuais que conduzem a virtudes públicas. .Recursos minerais – (Mercantilismo) . o que gera riqueza é a força de trabalho humana.Crítica a Smith à Princípio da não contradição 1° O cientista não tem obrigação de descobrir a verdade.” Pelo contrário.

V = P. mesmo antes da revolução industrial já apresentava ambiente adequado a seu desenvolvimento: Grande desenvolvimento do comércio interno e externo. (Quesnay). pela quantidade de moeda em circulação) e pela velocidade de circulação da moeda (Quando a quantidade de moeda é grande relativamente ao fluxo de despesas. pré-requisitos associados ao desenvolvimento sem par da atividade produtiva e comercial. Adam Smith à Livre mercado/divisão do trabalho. P. estado nacional consolidado e assentado em regras fiscais aceitáveis (aos olhos da aristocracia e burguesia mercantil e agrária). Q a quantidade de produtos transacionada na economia (ou seja.Mercantilismo à Acúmulo de ouro e prata. Fisiocracia à Toda a riqueza advém do setor mais importante. A Teoria Quantitativa da Moeda foi inicialmente formulada por David Hume. A Teoria Quantitativa da Moeda pode ser expressa na seguinte equação: M. e defendia que os preços variam proporcionalmente com a quantidade de moeda em circulação. David Ricardo à Livre mercado . Quesnay sofreu duras críticas porque considerava “estéreis” as classes não-agrícolas e não-proprietárias.Hume à Teoria quantitativa da moeda. extinção das prerrogativas feudais particularistas. A Economia política é considerada uma “Ciência inglesa”. P os preços de mercado. Enfim.Q representa o produto nominal) e M a quantidade de moeda. o que obriga. no século XVIII. . naturalmente. o primário – terra. a velocidade da moeda é menor). elevado grau de liberdade em relação à igreja e ao estado. quando a quantidade de moeda é pequena relativamente ao fluxo de despesa.Q Em que V representa a velocidade da moeda. a velocidade da moeda é maior. já que a Inglaterra. que a velocidade da moeda seja constante. A Teoria Quantitativa da Moeda (também designada por Teoria Quantitativa dos Preços) é uma teoria para determinação do produto e do nível geral de preços que defende que os preços são determinados pela oferta de moeda (isto é.

o pobre tem que morrer. logo. Para controlar o mercado controla-se a importação de determinados produtos. autoestrada dentre outras. Um país que não produzisse determinado produto ficaria dependente do produtor. O maior produtor de trigo da Europa era a França. Em contrapartida a uma remuneração periódica paga pelo Estado e vinculada ao seu desempenho no período de referência. mas com o tamanho do império. ficou difícil administrar. PPP à Parceria público privado. Napoleão Bonaparte impôs o bloqueio continental à Inglaterra. Alguns exemplos de obras realizados por PPPs são vagas prisionais. a população vai passar fome. Fluxo Comerciais à Exportação/importação Jogo de soma zero à O que um perde o outro ganha.Malthus à Num contexto de aumento de preços. pouca procura – diminuição de lucro – ‘CRISE’ – Cabô o mundo. já que o fator crucial era o exército que à medida que incorporava dominados. surge simultâneo ao capitalismo. energia elétrica. pois é quando se tem mais visível a discussão de exploração. começou a ruir. . sem o uso da força. O estado deveria aumentar a demanda efetiva (é a parte da demanda agregada que de fato se realiza na aquisição de bens e serviços). apenas da economia. Keynes à Cabe ao estado evitar grandes flutuações na atividade econômica. efetivamente (W) Salário real à Corresponde ao poder de compra N P O fato de alguns feudos não terem capacidade de produzir certos produtos faz o feudalismo ruir. financiada e construída.) Riqueza ßà Excedente Contexto histórico à No feudalismo era o acúmulo de terras que determinava a riqueza. Marx à A teoria de Marx. o que o outro ganha o um perde. parte da Ásia e da África. O problema da crise é insuficiência na demanda. leitos hospitalares. (é quando o parceiro privado assume o compromisso de disponibilizar à administração pública ou à comunidade certa utilidade mensurável mediante a operação e manutenção de uma obra por ele previamente projetada. Crise de 29 – Muita oferta. O Império romano havia conquistado quase toda a Europa. Salário nominal à É o que se recebe.

de uma mercadoria "reproduzível" . única e exclusivamente. mais exatamente. Karl Marx.A economia (salário) da Inglaterra era pautada no trigo. em média. Contrariando as idéias de Hobbes e Rousseau. não se precisaria do Estado. mais trabalho. sendo o trabalho o único elemento que realmente gera valor. David Ricardo e Karl Marx. A escassez de trigo faria com que os industriais pagassem mais pela mão-de-obra.). causando a reprovação da classe trabalhadora.que acabavam por ficar com grande parte da riqueza gerada pelo trabalho incorporado. sem dúvida foi o maior teórico do valor-trabalho. A fisiocracia surge na França. mas do livre comércio. etc.Ao longo da evolução humana (“primitivas”) o valor de um bem tinha a ver com o esforço individual empregado para conseguir aquele bem. como obras de arte. é necessário para produzi-la. através de um processo conhecido como mais-valia. Adam Smith defende que para garantir a sociabilidade. Fisiocratas à O principal setor da economia é o primário. Teoria do valor-trabalho A teoria do valor-trabalho é uma teoria econômica associada majoritariamente a Adam Smith.grande parte dos teóricos do valor trabalho deixam de lado mercadorias não reproduzíveis. Os industriais se negavam a aumentar o salário. pois é o maior produtor do mundo. Por esta teoria o preço de uma mercadoria reproduz a quantidade de tempo de trabalho nela colocado. logo se levou à idéia de que. sendo que os não-trabalhadores . Dando início às teorias como as de Marx e Malthus.os patrões .) é determinado pela quantidade de trabalho que. se todo o valor é gerado no trabalho. . Segundo essa teoria. incluindo aí todo o trabalho anterior (para produzir suas as matérias primas. em média. A solução seria matar os pobres (guerras). estavam na verdade usurpando a classe trabalhadora deste valor gerado pelo trabalho. máquinas. Com o valor sendo gerado pelo trabalho. Num exemplo clássico entre os teóricos do valor-trabalho. . o valor econômico de uma mercadoria (ou. a razão porque um diamante é mais valioso que um copo de água é porque dá. encontrar e extrair um diamante do que um copo de água. etc. logo os trabalhadores eram quem gerava toda a riqueza existente.

só trabalho incorporado. Trabalho Comandado Adam Smith à O que eu consumo é quanto em relação trabalho. Adam Smith: . (O PIB comanda cinco trabalhadores) P = Custo + Lucro = Valor Princípio da não contradição Se eu quero explicar o que é uma coisa. por isso se aplica às sociedades avançadas. não vai ser só a quantidade de trabalho incorporado que vai determinar o valor de um bem. eu não posso ser contraditório.) O preço de um bem é igual ao valor do bem. PIB: L à 80% W à 20% Relação entre a renda do trabalhador e a quantidade do trabalho que ele consegue comandar. Nas sociedades avançadas. tem a ver com a utilidade. que é igual a quantidade de trabalho incorporado. mais rico será o país. Não posso explicar uma coisa através das características da própria coisa. Quanto maior o contingente de trabalho comandado. Teoria Marginal à O valor de um bem. Ricardo à Não existe trabalho comandado. A teorização do mercado comandado incorpora o lucro.Preço çè preços relativos (comparação entre dois bens. David Ricardo: Ciência racional e dedutiva Contexto histórico à Industrial – Inglaterra (XIX) fase madura da revolução industrial.

Inglaterra à manufaturas França à produção agrícola • • Lei dos pobres à Cabe ao estado garantir renda mínima de subsistência do cidadão..Indutivo . Renda real: (poder de compra) W à Salário .Sociedade avançada Teoria do valor trabalho è Valor-trabalho è Trabalho contido è Trabalho comandado è Circularidade – tautológica Crítica a Smith Teoria Ricardiana è Teoria do valor .Método histórico .Trabalho contido Teoria da renda fundiária Sistematizou a teoria de Smith. Como a burguesia é quem financiava.Sociedade primitiva . Lei do trigo à impossibilidade de importar trigo da França. Ricardo que era burguês tentou combater o aumento.

Quando começa a produzir. A iniciativa privada resolveria tudo. Neoliberalismo à Não cabe ao estado absolutamente nada.Luta de classe à Desemprego . O Estado intervém para melhorar o funcionamento. inclusive um sistema jurisdicional. O empresário é quem garante os investimentos. Bélgica e Estados Unidos. Inglaterra (Economia). Dedutivo – Ricardo à Parte de um princípio geral. França (política). Lei dos pobres = aumento do salário. O estado vai regular o mercado de trabalho. haveria aumento de bem-estar. A tendência foi o aumento do preço dos produtos (comida).Modos de produção à “O Capital” . Ricardo à cabe ao estado não fazer grandes intervenções.Pà Inflação Ricardo à Política para tentar derrubar a “lei dos pobres” e a “lei dos trigos”. as pessoas perceberam que as terras do centro eram mais férteis. pode causar constatações equivocadas.Contexto histórico à Alemanha (Filosofia/história). Liberalismo à Não significa ausência do estado. No processo de ocupação das terras da Inglaterra. diminuição dos lucros. Recorte do universo a partir do recorte eu generalizo toda a sociedade (método indutivo). egoísta. A mão invisível é que as pessoas fazendo aquilo que gostam.Método dialético: . em última instância. . Problema: A amostra pode ser enviesada. individual. Marx e a crítica à economia política . aumenta a população e também a necessidade de mais alimentos. Mesmo burguês Ricardo chegou à conclusão de que o problema era a “luta de classe”. obrigando a expansão para áreas menos férteis.

econômica. era qualificada.. . ele estudou Filosofia com Direito.Fetiche da mercadoria Ocidental à Capitalista Oriental à Socialista Quando o muro de Berlim é derrubado. Infraestrutura à Base material. instituições. Smith – Mão invisível (defesa da propriedade privada) Ricardo . Smith e Ricardo à Tinham uma visão benevolente do capitalismo. Marx: .• • Superestrutura à Política. Política. Expulso da Inglaterra foi para a França estudar (política).. Expulso da Bélgica foi para os Estados Unidos.Visão política à A formulação teórica visava compreender a estrutura de classe. organização familiar.Exploração e mais-valia • • Jornada de trabalho Mais-valia .Situação da classe trabalhadora . Expulso da França foi para a Bélgica. Marx à Nasceu onde é hoje a Alemanha.. há um desemprego muito grande..) . Os ocidentais (capitalistas) passaram a contratar a mão-de-obra (socialista) que além de mais barata.O capital à Crítica à economia política de (Smith e Ricardo) .Disputa entre os detentores dos meios de produção e os que vivem de salário (luta de classe). Foi à Inglaterra à Só pode ter liberdade de estudar se tiver liberdade de expressão (Economia). Democracia à Tentar mudar a realidade (influência) Teoria econômica de Marx à Marx escreveu sobre temas variados (Economia.

Aumento da relação: K à Capital L à Trabalho . matéria-prima.No sistema anterior (feudalismo) onde a igreja era soberana. Superestruturaà Política. uma relação dialética de contradição.. como homem da igreja. religião. miséria.. há uma percepção de que capitalismo encontra a sua primeira grande crise (1873). igreja. queria voltar. O desejo do humano é infinito.. o uso dos meios de produção (base material econômica).. Classe em si à é a pessoa que pertence à classe. . meios de produção. . Os modos de produção tiveram base material diferentes. Em Marx. . Materialismo histórico à Ênfase na base material que muda a depender do contexto histórico. E Malthus. sendo enxergado também como coisa.. A própria pessoa não consegue se enxergar como tal. Método dialético • • Infraestrutura à (base material) – terra. Modo de produção à Conjunto de infra e superestrutura.. e vice-versa.O sistema induz o ser humano a isso. Modo de produção – Marx Histórica e econômica – porque a base econômica em certo momento influencia a superestrutura (política. olhar para trás. Tese à Antítese àSíntese Nikos Poulantzas à dentre a discussão da classe social. Em um momento uma está em evidência e condiciona a outra. instituições.Desumanizar para se sentir humano. se identifica e quer mudar. não havia fome. instituições.Agora as relações são mediadas pela mercadorias/as coisas. mas não se identifica com ela. ordenamento jurídico) A história da humanidade é a história da luta de classe.. • • Classe para si à pertence à classe social.

fábricas. valor monetário que é definido pelo tempo (carga horária). Marx à O problema do capitalismo é porque ele próprio cria os meios para a revolução contra si mesmo. as antigas não eram científicas. A inovação de mercadorias cria uma lei de contratendência em relação ao desemprego: Novas mercadorias. Mais-valia à É a diferença entre o valor produzido pelo trabalho e o salário pago ao trabalhador. viam o sistema como um roubo. criam a possibilidade de os empregados se deslocarem a outros setores. produção maior. o exército de reserva aumenta o poder de barganha do capitalista. Dá para continuar com uma jornada de trabalho aceitável e manter um nível grande de produção. observado repetidamente. O trabalhador consegue produzir o esperado num tempo menor. . que seria a base da exploração no sistema capitalista. Isso só não aconteceu porque as pessoas não se revoltam contra o sistema. A quantidade de trabalhadores. Jornada de trabalho à Predefinido uma jornada de trabalho. Porque há uma tendência dos trabalhadores ficarem insatisfeitos (desemprego) perder força e se rebelar contra o sistema. é a troca de equivalentes (exploração). Valor correspondente a determinada hora (trabalho). a favor de sua separação. No sistema capitalista não tem roubo. O sistema ofereceria os meios para o crescimento se não consegue a culpa é da pessoa. Lei da tendência à Propriedade deduzida a partir de um comportamento ordenado. Intensificação de produção.Ludismo à pregava a destruição das máquinas como meio de diminuir o desemprego. As horas excedentes é o lucro. e não pode ir embora. Lei da contratendência à Impede que a tendência aconteça. super exploração da mão-de-obra (limitações físicas) Mais valia relativa – Compra de máquinas. mas contra si mesmo. mais-valia. Método à Socialismo científico. Não é o plano das idéias que condiciona a superestrutura. em menos tempo. • • Mais valia absoluta – extensão da jornada de trabalho.