ANA FLÁVIA JANAINA AIRES JÉSSICA THAIS JULIANA LUPI MARIA CECÍLIA

Código de Ética Profissional do Pedagogo

Londrina 2013

ANA FLÁVIA JANAINA AIRES JÉSSICA THAIS JULIANA LUPI MARIA CECÍLIA Trabalho apresentado à disciplina Formação Ética do Professor. prof. Lídia de Andrade SawaiBiguinatti Londrina 2013 .

e sobre a importância da ética nas relações institucionais. como alunos. O pedagogo deve ter ciências destas condutas para no decorrer de seu trabalho utiliza-la como aliada para fornecer um ensino de qualidade e responsabilidade. Visa apresentação de um código de ética que norteará todas as ações. alunos e sociedade. Palavras – chave: Afeto. e punições para poder sanar as dificuldades e necessidades. Promover segurança no espaço físico da escola. tanto com os demais professores. a partir da conscientização da conduta ética dos professores. e seus princípios éticos e morais em sua atuação no âmbito educacional. os obstáculos que ocorrem no convívio escolar. Amenizando e tratando de cada situação da melhor forma possível sendo ético e íntegro nas condutas. pais e toda comunidade que se estabelecem no cotidiano escolar. Racismo e violência dentro do ambiente escolar. e relações profissionais. . professores e pais. para os alunos. comportamento. A competitividade dos professores no âmbito escolar. e entre toda toda comunidade escolar. escola para com os pais. principalmente escolares e auxiliar nas suas formas de atuação como profissional pedagogo. Na maioria das vezes o professor se propõe que vai a escola para dar aula e não dar carinho e afeto ao aluno.Introdução: Este trabalho abordará os seguintes códigos de ética :A falta de afeto dos professores aos seus alunos. Este código vem para ampliar e contribuir para a visão do pedagogo sobre as diversas situações existentes do decorrer do dia-a-dia das escolas. Este trabalho tem como importância primordial a apresentação de um código de ética para o profissional Pedagogo. Objetivos: Os códigos de ética pertinentes a este trabalho tem como objetivo fornecer um bom convívio na escola e sociedade. para oferecer ensino de qualidade e sem riscos. Os alunos repara nesse fato como o professor age como ensina e explica na relação da fala e do ato. Código de ética: Jéssica A falta de afeto dos professores aos seus alunos. Cada conduta possui suas especificidades e seus objetivos. Tem como importância contribuir também como uma forma de reflexão quanto a posturas e condutas éticas destes profissionais em seu campo institucional para mediação entre professores-alunos e pais. exoneração.

ajudas. Em minha opinião. Justificativa: Esta lei rege que os professores devem ser afetuosos com os alunos. prestigio dentro do grupo para os superiores. somente por se sentir superior aos demais. pois a conduta do professor é um espelho para o aluno. em suas ações e exemplos de comportamento. competitividade. No âmbito escolar ocorre muitas vezes a competição entre professores da mesma série. do decorrer da nossa prática pedagógica e muitas vezes são esclarecidas a partir da nossa vivencia em sala ou da troca de experiências com os demais colegas de trabalho. não havendo uma cooperação.     A questão do plano de carreira. a sua interação e vivencia com as demais pessoas. Por destaques. peculiar. mas se for com frieza e com isso que atribui. e ainda . e segundo a carreira profissional de cada um. Palavras – chave: Ética. status. ou incomodo com o trabalho dos demais colegas. ambiência. Mas muitas vezes essas “trocas”. integração de uns para com os outros. surgem vários questionamentos. mas não por oferecer a qualidade de seu trabalho e sim algo individual. Inveja. Código de ética: Janaina. se você trata ela com carinho ela retribui o carinho. Nesta tarefa do ato de ensinar. Quem não cumprir esta lei será punido com advertência verbal de inicio e se persistir podendo ate levar exoneração de seu cargo na escola como professor. A competitividade dos professores no âmbito escolar. o sentido da competitividade se da a partir das relações interpessoais. tempo de serviço de alguns professores. se torna muitas vezes alvo de críticas e algo competitivo entre os mesmos. ou entre uma série e outra. sentimento de inferioridade em relação ao seu trabalho realizado. Podemos destacar alguns aspectos do surgimento dessa competitividade entre pedagogos e professores. Uma insegurança pessoal. mas neste sentido estas competições podem vir comprometer a sua carreira profissional. O poder. visibilidade. um professor querendo sair-se melhor que o outro. cooperação no ato de ensinar.A criança ela age conforme você age com ela.

O professor além da abordagem do trabalhar diversidades e etnias. para oferecer ensino de qualidade e sem riscos. deve-se conhecer o histórico desse agressor. professores e pais. sem permitir ou prevalecer qualquer interesse particular. mas sem ser conveniente ou cúmplices de atos ilícitos ou errôneos. . analisando suas práticas e relações interpessoais. levando os alunos a uma reflexão ao diferente. Mas antes. tentando diminuir o valor de quem é diferente do convencional. o professor deverá aplicar uma punição ao agressor com base no regulamento escolar. No caso de reincidência. emostrar cada diferente cultura tanto africana. trabalhar o respeito ao diferente. O respeito ao diferente. a cultura japonesa. a educação de qualidade. para os alunos. deve ser a base para a boa convivência em qualquer ambiente. Palavras – chave: Ética. Por isso a importante sempre que o pedagogo nas reuniões pedagógicas possibilite estas trocas de informações mais vezes. sendo importante o professor nortear suas ações respaldadasem leis. e manter atitudes de companheirismo. cooperação. Onde se rotula. Racismo e violência dentro do ambiente escolar. cooperação. nestes encontros entre os professores para possíveis interações sobre suas práticas. É preciso um ambiente de participação. colaboração. os problemas por ele vivenciados na sua família. Promover segurança no espaço físico da escola. racismo. solidariedade com os colegas. como outras. Código de ética: Maria Cecília. violência escolar. Inciso: O pedagogo fará a mediação entre os professores. Código de ética: Juliana Lupi. comprometimento.comprometer a sua qualidade de ensino e a aprendizagem dos alunos. para se garantir diante de uma represaria da família do aluno que comete esse tipo de ação. o ensino de qualidade para todos. trabalhar a cultura afro Brasileira. infelizmente ainda temos que presenciar esse tipo de questões de indiferenças e racismo. envolvimento de todos os responsáveis da instituição de ensino em prol do mesmo objetivo. Tanto no ambiente escolar como na sociedade. Pois profissional pedagogo ou professor deve prestar serviço para a sociedade por um bem comum. Onde muitas vezes a reação do atingido pelo racismo e pela indiferença gera transtorno na classe. exemplo o índio.

caso não forem feitas a escola receberá uma carta para fechar e uma multa. lesando assim as condições básicas do espaço físico para oferecer um ensino de qualidade e com segurança. Formação continuada para os professores. A educação é algo que deve evoluir juntamente com o mundo e deve acompanhá-lo nessas evoluções. debilitando os recursos. mesas. espaço de qualidade. janelas. Código de ética: Ana Flavia. adequado. estrutura para receber os alunos. se qualificar e aprimorar sua formação. o lazer.Palavras-chave: Espaço físico – segurança – ensino – aprendizagem. Os profissionais da educação devem ser comprometidos em relação a segurança no espaço físico sendo de extrema importância para assegurar o aluno e tranquilizar os pais e favorecer a educação e o processo de ensino e aprendizagem. pais e professores. vidros quebrados. de segurança para evitar futuros acidentes e para favorecer o ensino e aprendizagem. . E a profissão de professor é uma que este profissional jamais pode se acomodar. pais e professores. ou ate mesmo algumas escolas não tem condições. cadeiras. educação Justificativa É perceptível que em muitos momentos o professor infelizmente. banheiros. qualificação. e os direitos das crianças. em não oferecer um espaço físico adequado para receber os alunos. instalações elétricas expostas entre outras condições inapropriadas para receber os alunos. caso isso não ocorra a escola que transgredir esta lei receberá um comunicado para adequar o espaço físico com as pontuações necessária. Palavras-chave: formação. não esta buscando maior qualificação e mais formação de conhecimento. pois o espaço físico é fundamental na interação de estímulos e aplicabilidade do conteúdo dentro e fora da sala de aula. com portas. Esta conduta será necessário que a escola forneça aos alunos. será dado um tempo para fazer as devidas adequações. um ambiente. Justificativa: Muitas escolas são casas adaptadas. A falta de responsabilidade e comprometimento da escola com os alunos. parar de construir conhecimento.

todo estabelecimento de ensino deve e tem a responsabilidade de oferecer cursos de Formação Continuada a todos os professores que nele ministram suas aulas. O professor que não se qualificar de acordo com os cursos que o estabelecimento de ensino oferecer gratuitamente não poderá ministrar aulas e poderá ser demitido por justa causa.Código Tendo em vista estes fatores. . Com o intuito de qualificar e formar estes professores. para trabalharem de forma significativa e oferecer aulas de qualidade para seus alunos.