Direito Previdenciário

Júlio César de Oliveira

Quem eu sou?
• Advogado desde 2004; Especialista em Direito Público e Direito

Previdenciário pela EPD – Escola Paulista de Direito;; • Membro da Comissão de Seguridade Social da OAB/SP; • Aluno Especial do Mestrado em Direito Social PUC/SP • Professor Universitário na graduação e pós-graduação; • Livros: * Ação Regressiva Proposta pelo INSS face às Empresas. (Ed. Conceito. 2010). * Legislação Previdenciária Anotada. Ed. Conceito.

. que acham saber tudo. privam -se de um dos maiores prazeres da vida: APRENDER.Minha Frase Os IGNORANTES.

.Objetivos • Importância da matéria • Advogado • Juiz • Promotor • Professor • Formação acadêmica • Procurador • Outra.

.Algumas observações Lista de presença: A qualquer momento durante a aula. biblioteca. Tipos de aulas: Expositivas. exercícios. Imprevistos: Material disponibilizado. Material: Sempre disponível por e-mail. questões (OAB e concursos em geral). Cronograma: Será integralmente cumprindo. casos práticos.

•NOTEBOOK: Permitido para anotações.Regras importantes • PLÁGIO: internet. Deixar no silencioso ou vibra e sair da sala para atender. colegas. grupos .serão anulados. •COLA: o aluno que for pego colando terá sua prova retirada e anulada. •BONÉ: PROIBIDO seu uso dentro da sala de aula. •CELULAR: PROIBIDO atender em sala. atribuindo nota ZERO. .

Provas • (V) ou (F) • Complete a frase • Alternativa • Questões .

Bibliografia • Direito Previdenciário (PLT). Wagner Balera .

• 2ª: prova da matéria do semestre .Provas •1ª: prova – exercícios em sala de aula sem data pre- agendada.

com.com. Site: www.Contato – Ajuda/professor Dúvidas de sala de aula: Sempre DISPONÍVEL.br Email: julio@jcdoliveira. Dúvidas de casos pessoais: Sempre DISPONÍVEL.br .jcdoliveira.

Revisão de conceitos previdenciários Direito Previdenciário X Direito da Seguridade Social .

O Direito da Seguridade Social O direito da Seguridade Social é o ramo do direito que analisa conjuntamente as normas jurídicas da saúde. . assistência social e Previdência Social.

49) . acidentes no trabalho e desemprego. para o qual ordinariamente contribuem os trabalhadores. p. antes de tudo. invalidez. Noções Preliminares de Direito Previdenciário . o patronato e o Estado e mediante o qual se intenta reduzir ao mínimo os riscos sociais. Estabelece diversas formas de seguro. (Wagner BALERA. velhice. uma técnica de proteção que depende da articulação entre o Poder Público e os demais atores sociais.Direito Previdenciário A previdência social é. notadamente os mais graves: doença.

8.080 de 19 de setembro de 1990. • EC 20/98. • 24 de julho de 1991: Leis n.350. de 27 de junho de 1990 : Instituto Nacional do Seguro Social – INSS.212 e 8. de 12 de abril de 1990 e Decreto nº 99. o Plano de Custeio e Organização da Seguridade Social e o Plano de Benefícios da Previdência Social.213. . 8742/93. 41/2003. • 07 de dezembro de 1993: Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS – Lei n. 8.Leis aplicáveis • Constituição de 1988 • Lei nº 8029. • Sistema Único de Saúde – SUS: Lei n. 47/2005 e SRF e INSS (arrecadação).

Mutualismo. Decreto 269/2008 de 18/09/2008. Bismarck – Alemanha (1ª norma previdenciária). Direito Social – art. 1ª participação do Estado (Leis dos Pobres – 1601 Inglaterra). Beveridge – Inglaterra (Justiça Social. Assistencialismo. 6º da CF. Convenção 102 da OIT (Tratando de Versalles – Mínimo Existencial). Diminuir as desigualdades sociais.Revisão Geral Direito da Seguridade x Direito Previdenciário. . Solidarismo. isonomia).

741/03. •Caixas de assistência. •Plano de Custeio: 8. 121. •Saúde: Lei 8. •Lei Orgânica da Previdência – LOPS 3.212/91.742/93. . •Constituição da República de 1934 (art. •Estatuto do Idoso: 10.213/91. •Assistência Social: 8.Revisão Geral NO BRASIL •Lei Eloy Chaves 4.080/90. §1º “h”).807/60.682/1923. •Plano de Benefícios: 8.

Seguridade Social SAÚDE ASSISTÊNCIA SOCIAL PREVIDÊNCIA SOCIAL .

194. .Seguridade Social Art. caput da CF/88.

Seguridade Social Seguridade Social Subsistema contributivo Subsistemas não contributivos Previdência Social Saúde Assistência Social Trabalhadores (regra) .

9º da Lei nº 8. 196 a 200 da CF/88.  Saúde: Lei nº 8.742/93 .212/91 e 8.  Previdência Social: Leis nº 8.Art.Normas .212/91.213/91  Assistência Social: Lei nº 8.080/90 – arts.

a pessoa que contribui. abranger todos os residentes de um país. . ou seja. 196 e 203) são destinadas ao cidadão. 201). independentemente de sua contribuição. Contudo. Já as prestações nas áreas da saúde e da assistência social (arts. na prática. diante de uma contingência terão direito aos benefícios. só terão direito aos benefícios e às prestações da seguridade social de acordo com a disposição da lei. que. Só tem direito aos benefícios da previdência social (art.Princípios Universalidade da cobertura e atendimento A seguridade social tem como postulado básico a universalidade.

uma vez que existiam diferenças entre os direitos do trabalhador urbano e rural. reabilitação profissional. As prestações da seguridade social são divididas em benefícios e serviços. Já os serviços são bens imateriais colocados à disposição da pessoa. . tais como a aposentadoria e a pensão. como assistência médica. serviço social etc. Os benefícios são prestações em dinheiro.Princípios Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais O Constituinte se preocupou com a uniformidade e equivalência das prestações da seguridade social.

.Princípios Seletividade e distributividade na prestação dos benefícios e serviços A seleção das prestações vai ser feita de acordo com as condições econômico-financeiras do sistema de seguridade social. A lei irá dispor a que pessoas as prestações serão estendidas. A distributividade tem caráter social. pois deve atender prioritariamente aos mais necessitados.

Assim.Princípios Irredutibilidade dos benefícios Os benefícios da previdência social devem ter o seu valor real preservado. 201 da Carta Constitucional. A forma de correção dos benefícios deve ser feita de acordo com o disposto em lei. com fulcro no § 4º do art. o constituinte assegurou a irredutibilidade dos benefícios da seguridade social. .

a contribuição da empresa será distinta à do trabalhador. . Assim. em razão da atividade econômica ou utilização intensiva de mão-de-obra. pois este não tem as mesmas condições financeiras que aquela. ao possibilitar a diferenciação da base de cálculo e alíquota da contribuição.Princípios Eqüidade na forma da participação no custeio O princípio da eqüidade na forma de participação no custeio da seguridade social é um desdobramento dos princípios da igualdade e da capacidade contributiva. O § 9º do art. Os contribuintes que se encontram em condições contributivas iguais deverão ser tributados da mesma forma. 195 da Constituição é um exemplo claro de eqüidade no financiamento da seguridade social.

Princípios Diversidade na base de financiamento As fontes de financiamento devem ser diversificadas a fim de garantir a manutenção do sistema de seguridade social. I do Texto Constitucional. Além das fontes previstas nos incisos I a IV do art. 195 da Carta Magna. 195. conforme art. 154. nada impede que se instituam outras fontes de custeio. § 4º c/c art. nem sendo cumulativo. desde que por lei complementar. . não tendo fato gerador ou base de cálculo de imposto previsto na Constituição.

Tal dispositivo se coaduna com o art. dos aposentados e pensionistas. 3º da Lei nº 8. trabalhadores e empregadores.Princípios Caráter democrático e descentralizado da administração O inciso VII. 194 da Constituição. aposentados. com redação alterada pela Emenda Constitucional nº 20/98.213/91. que tem representantes do governo federal. . dispõe que a gestão administrativa da Seguridade Social é qüadripartide. conforme art. 10 da Constituição que garante a participação dos trabalhadores e empregadores nos colegiados de órgãos do governo em que se discutam ou deliberem sobre assuntos relativos à seguridade social. temos o Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS). § único do art. Como exemplo. com a participação do governo. dos trabalhadores e dos empregadores.

.Dúvidas Obrigado. Até o próximo encontro.