Fundamentos do Transportes

Prof.: Brenny Senna

Por quê estudar transportes?

ao disponibilizar produtos onde normalmente não teria condições de arcar com os custos de transportes e concorrendo com preços competitivos. e um sistema de transporte eficaz possibilita a descentralização de mercados e de locais de produção. . • Preços reduzidos • O transporte barato contribui igualmente para a redução dos preços dos produtos em outros mercados. • Economias em escalas • Mercados ampliados significam custo de produção mais baixos.Importância • Maior concorrência • Transporte barato e de alta qualidade incentiva de forma indireta a concorrência.

Fatores que influenciam na escolha do modal • Tempo em trânsito • Preço • Danos e Perdas .

.

Ferroviário • • • • • • • Transportador de longo curso. Pouco flexível . Com carga parcial (urgência). Grande capacidade de carga. Baixa velocidade dos fluxos. Movimentador de MP e produtos manufaturados de baixo valor. Prefere mover com carga completa.

Malha Ferroviária .

tratando-se de carga incompleta. • Entrega razoavelmente rápida e confiável em relação ao ferroviário. Carregamento menor que o ferroviário. Velocidade moderada.Rodoviário • • • • • • Muito flexível. Serviço “porta a porta”. . Menos capacitados para manuseio devido à insegurança das auto-estradas. Transporta produtos semi-acabados e acabados.

.

• Terminal a terminal • Não oferece serviço “porta a porta”. • Integração pontual do território . • “Velocidade imbatível” considerando as longas distâncias.Aéreo • Taxa de frete excede o rodoviário e ferroviário. • Baixa flexibilidade.

Aéreo • Baixa variabilidade no tempo de entrega • Quebras mecânicas • Condições meteorológicas • Congestionamento de tráfego • Menos perdas e danos • Capacidade menor que o aquaviário e o ferroviário .

• Alta capacidade de carga. • Pode também transportar mercadorias de alto valor (contêineres). • Ex: Carros .Aquaviário • Bastante limitado • Mais lento que o ferroviário • Necessita de combinações para o transporte porta a porta • Disponibilidade e confiabilidade são diretamente influenciados pelo clima.

custos maiores .Aquaviário • Produtos a granel de baixo valor • Compradores com grandes estoques • Produtos de alto valor .

• Produtos do petróleo refinado. no entanto. • Movimentação lenta. . grande velocidade efetiva. • Produção mais viável: • Petróleo cru.Dutoviário • Faixa limitada de serviços e capacidade.

• Tempo de trânsito mais confiável. • Equipamento de bombeamento confiável. devido a poucas interrupções. • Menor custo com perdas e danos.Dutoviário • Capacidade relativa maior (“vazão”). .

4m x 2.4m x 2.4m x 6m.4m x 12m e 2. uma caixa padrão de 2.Serviços Intermodais • Frete conteinerizado: • É um serviço intermodal feito entre os modais rodoviário e o ferroviário/aquaviário com a movimentação dos contêiners. .

normalmente em trajetos bem maiores que os cobertos por caminhões. .Serviços Intermodais • Semi-reboque sobre vagão • Transporte de semi-reboques em vagões ferroviários (“piggyback”).

Matriz de Transportes – Comparativo Internacional .

ferroviário e dutoviário • Menos de 29% do volume em dólares . • Aquaviário • Mais de 50% do valor em dólares e 99% do peso total • Aéreo • 21% do valor em dólares é feito pelo modal aéreo • Rodoviário. • Responsabilidade maior do embarcador. distância entre eles e/ou de seus parceiros comerciais.Transporte Internacional • A escolha do modal. depende da geografia do país.

• São aqueles cujos os valores são os mesmos. qualquer que seja o volume de produção da empresa. .Custos de Transportes • Custos Fixos. • Custos Variáveis • São aqueles cujos os valores dependem do serviço e volume de produção da empresa. Os custos variáveis aumentam à medida que aumenta a produção. Os custos fixos são “fixos” em relação ao nível de produção. mas podem variar ao longo do tempo.