Diretoria de Educação e Tecnologia da Informação Curso Técnico em Informática Integrado Diretoria de Educação e Ciência Componente Curricular: Biologia Professora

: Lílian Vieira Turma: 1.401.1M Aluno: Luís Cláudio Gouveia Rocha

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA

1. Introdução Nesta primeira aula prática, foram tratados apenas os aspectos básicos da prática laboratorial, como normas de segurança, instrumentação e uma breve explanação acerca dos conteúdos que serão abordados em aulas futuras. 2. Objetivo → Conhecer as normas básicas de segurança e procedimento em um laboratório; → Conhecer os materiais de laboratório mais importantes e seu uso. 3. Material → Béquer; → Proveta; → Pipeta ; → Almofariz; → Lamparina; → Lâminas; → Tubo de ensaio; → Estante; → Etc. 4. Método → Inicialmente, foram apresentadas as regras de comportamento e segurança do laboratório; → Após isso, foram apresentados os instrumentos de trabalho que serão mais usados nas futuras aulas e a forma correta de seu uso; → Em seguida, foi explanado o procedimento para criação de relatórios referente às aulas práticas. 5. Resultados Usos dos materiais de laboratório: → Béquer: Reações em geral, podendo vir em diversos tamanhos de forma a comportar qualquer volume de reagentes; → Proveta: Medição de volumes líquidos sem, no entanto, ter grande precisão; → Pipeta: Medição de volumes menores, com grande precisão; → Almofariz: “Pilão” para pulverizar reagentes sólidos; → Lamparina: Fonte de calor em substituição ao bico de Bunsen; → Lâminas: Finas e pequenas chapas de vidro, usadas para observação ao microscópio; → Tubo de ensaio: Reações em geral, também, mas em menor escala. → Estante: Apoio para os tubos de ensaio, os quais devem ser deixados constantemente; Algumas regras de segurança e procedimento: → Ao entrar, deixar quaisquer materiais que não serão usados na estante, logo na entrada;

→ Prender os cabelos, caso estes sejam longos; → Não é permitido comer no laboratório, nem tampouco usar a geladeira para armazenar alimentos; → Não utilizar a mesma pipeta para duas soluções diferentes; → Ao final do procedimento, deixa o material usado na água, para ser lavado posteriormente pelos monitores; → Sempre ler a etiqueta dos reagentes antes de utilizá-los, de forma a evitar acidentes ou efeitos indesejados; → Não “passear” pelo laboratório com tubos de ensaios, béquers ou lâminas. Caso seja necessário trocar o objeto de observação com um parceiro, deve-se ir até o microscópio dele e vice-versa. → Sempre tampar os reagentes usados em qualquer ocasião, ainda que estes não sejam tóxicos ou voláteis; 6. Conclusão Ao fim da primeira aula experimental, os objetivos foram cumpridos e, agora, é possível realizar a identificação de todos os instrumentos de trabalho que serão futuramente utilizados, assim como também já são conhecidas todas as normas de segurança ao trabalhar neste espaço.