Ceia Pascal

Todos: Jesus Cristo é a Luz Que domina as trevas! ALELUIA, GLÓRIA AO SENHOR JESUS. (2) Jesus Cristo é o sol Onde brilha a Justiça. O presidente distribuiu por todos os participantes um pouco de vinho. Depois que todos participantes receberam o vinho, dizem: Todos: Abençoado sejais, Senhor nosso Deus, Rei do Universo, que criaste o fruto da videira. Presidente enquanto lava as mãos: Abençoado sejais, Senhor, que nos santificastes com os vossos mandamentos e nos ensinaste o ritual de lavar as mãos. Todos tiram um pouco de ervas amargas, deitam um pouco de água salgada por encima. As ervas amargas e a água salgada simbolizam as lágrimas e os sofrimentos do Povo durante o cativeiro do Egipto. Todos: Abençoado sejais, Senhor, que criaste o fruto da terra. Todos comem a erva amarga. Trazem-se o cordeiro, os pães ázimos e as ervas amargas. Vai ser explicado o significado de cada um destes alimentos. É o ponto mais alto da ceia pascal. Enquanto o presidente levanta o cordeiro assado, todos perguntam: O que significa Pesasch? O presidente mostra um pão ázimo. Todos perguntam: Qual é o significado do Pão ázimo? O presidente levanta as ervas amargas. Todos perguntam: Qual é o significado de Moror? VAMOS ACLAMAR O SENHOR, ENTRE CANTOS DE

ALEGRIA! VAMOS ACLAMAR O SENHOR, CELEBRAR O NOSSO DEUS! Cantai um cântico novo, cantai a Deus toda a terra, Porque Ele fez maravilhas e deu-nos a salvação. Fez aliança de amor em Jesus Cristo, seu Filho, O nossos Libertador, a nossa luz e caminho. Vamos à ceia de Cristo, vamos em festa de paz, Cantar a nossa alegria de sermos povo de Deus. Bênção solene dos alimentos Todos sentados. O presidente benze o vinho, o pão ázimo e as ervas amargas, símbolos da escravidão e da libertação dos hebreus por parte de Deus. P.: Bendito sejais, Senhor nosso Deus, que nos redimiste, nos concedeste viver esta noite para participar no pão ázimo e nas ervas amargas. Possa assim o Senhor, nosso Deus e Deus dos nossos pais, permitir-nos viver até outras datas festivas santificadas. Possa a vossa vontade ser cumprida por Jacob, vosso servo escolhido, de modo que o vosso nome seja santificado por todos na terra e todos os povos sejam levados a louvar-vos numa só voz. E nós cantaremos os nossos hinos de louvor pela nossa redenção, pela libertação das nossas almas. Glorificado sejais, ò Senhor, que redimiste o Teu Povo. Todos: Glorificado sejais, Senhor nosso Deus, Rei do Universo, que criais o fruto da vinha. P.: Glorificado sejais, Senhor nosso Deus, que da terra tirais o pão. Todos: Glorificado sejais, Senhor nosso Deus, que com os vossos mandamentos nos santificaste e nos ordenaste comer o pão ázimo. Todos comem o pedaço de pão. O presidente distribuiu pedaço de pão sem fermento por cada um dos

participantes. De um único pão partem-se muitos bocados para simbolizar a nossa pertença a uma família e o nosso desejo de partilhar com os outros aquilo que somos e o que temos: a nossa vida. Cada participante coloca um pouco de ervas amargas no seu prato. Todos dizem: Glorificado sejais, Senhor nosso Deus, que por vossa vontade nos santificaste e nos ordenaste comer ervas amargas. 7. Terceiro Cálice de Vinho Antes de terminar a Ceia, o presidente distribui o terceiro pão sem fermento. Todos seguram o pedaço de pão na mão, enquanto o presidente diz: Glorifiquemos o Senhor! Todos: Que o nome do Senhor seja glorificado para sempre! P.: Glorificado seja o Senhor, nosso Deus, Rei do Universo, que alimenta o mundo inteiro com bondade e graça, amor e misericórdia. Ele dá pão a todos os homens do mundo, pois eterno é o seu amor e santo é o seu Nome. Ele é aquele que tudo sustenta, que faz bem a todos e dá alimento a todas as criaturas. Todos: Glorificado sejais, ò Senhor, que alimentais as vossas criaturas. Todos comem o pedaço de pão. Em seguida é servido o terceiro cálice de vinho. P.: Que poderei retribuir ao Senhor por tudo aquilo que Ele me tem dado? Todos: Erguerei o cálice da salvação, invocando o nome do Senhor! P.: Cumprirei os meus votos para que com o Senhor na presença de todo o Povo. Todos: Preciosa é, aos olhos do Senhor, a morte dos seus amigos.

P.: Sou, Senhor, vosso servo, filho da vossa serva. Todos: Quebraste as minhas cadeias. Oferecer-Vos-ei um sacrifício de louvor, invocando o nome de Deus. P.: Cumprirei os meus votos para com o Senhor na presença de todo o seu povo; nos átrios da casa do Senhor, no teu recinto, ó Jerusalém. Todos: Bendito sejais, Senhor nosso Deus, Rei do Universo, que criaste o fruto da vinha. Todos bebem do cálice abençoado. Bênção final Enchem-se de novo os cálices. Todos: Bendito sejais, Senhor nosso Deus, que criaste o fruto da vinha. Todos bebem do cálice. O presidente termina com uma bênção muito antiga. P.: "O Senhor te abençoe e guarde! O Senhor te mostre o seu rosto brilhante e tenha piedade de ti! O Senhor te mostre o seu rosto e te conceda a paz!" Todos: Assim seja, assim seja, assim seja. P.: Irmãos e irmãs: Purificai-vos do velho fermento, para que sejais uma nova massa, agora que já sois ázimos, pois Cristo, o nosso Cordeiro Pascal, foi imolado. Todos: Aleluia! Aleluia! Aleluia! Leitor 1: Páscoa! Passagem! Ressurreição! P.: “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim, nunca mais terá forme e o que crê em mim nunca mais terá sede.” Leitor 2: “É este o meu mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pelos amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que vos mando.” P.: “Não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que o patrão faz; chamo-vos amigos, porque vos comuniquei tudo o que ouvi a meu

Pai. Não fostes vós que Me escolhestes, mas fui Eu que vos escolhi. Eu destinei-vos para irdes e dardes fruto e para que o vosso fruto permaneça. O Pai dar-vos-á tudo o que Lhe pedirdes em meu nome. O que vos mando é que vos ameis uns aos outros». Todos: Aleluia! Aleluia! Aleluia! Deus está aqui Tão certo como o ar que respiro Tão certo como a manhã que se levanta Tão certo como este canto que podes ouvir. Tu o podes sentir movendo-se por entre os ramos. Tu o podes ouvir cantando connosco aqui. Tu o podes levar quando por essa porta saias. Tu o podes guardar para sempre no teu coração. Tu o podes notar a teu lado neste mesmo instante. Não sejas também como aqueles que não querem ver. Lhe podes contar esse problema que tens. Jesus está aqui, se queres pode-Lo sentir.