You are on page 1of 2

Desde quando comecei a ler a Bíblia de uma forma diferente, isto é, em meditação e procurando sempre a presença de Deus para

que revelasse a mim mistérios da sua palavra, tive um interesse muito grande pela história das mulheres da Bíblia. Isso porque se compararmos nosso tempo com os tempos bíblicos teremos um lapso muito grande de costumes. No nosso tempo as mulheres lutam por uma igualdade podendo por exemplo concorrer a cargos públicos, votar, trabalharem fora de casa em fim, exercerem o que chamamos de jornada tripla de trabalho onde a mulher do século XXI é esposa, mãe, dona de casa e ainda ter uma vida profissional bem sucedida. Nos tempos bíblicos a mulher se quer tinha o direito de frequentar uma escola, andar pelas ruas seu o véu, os casamentos arranjados, ficavam separadas nos templos e não podiam professar a palavra livremente na presença de homens. As mulheres da Bíblia tiveram que romper barreiras para terem o direito de adorar, louvar e se entregar de verdade à presença do Espírito Santo. Porque gosto de estudar as mulheres da Bíblia? Porque renovam minha fé! Porque me ensinam que minha liberdade de pregação e de poder escrever isso, documentando da forma que estou fazendo agora, foi uma conquista que custou o sangue de muitas fiéis no passado. Estudar as mulheres da Bíblia me lembram que eu sou semente de sua luta e entrega, me lembram que para o evangelho chegar até mim muitas tiveram que partir e enfrentar tradições e costumes, monarcas e governos, esconderem e fugirem, para que a Palavra Verdadeiramente inspirada por Deus avançasse por Samaria, Jerusalém até os confins da terra. Há alguns anos tenho me dedicado especificamente ao estudo de duas mulheres em particular Maria mãe de Jesus e a Rainha Ester e, hoje dia 16 de junho de 2013, inicio documentando grande parte das coisas que descobri sobre essas duas mulheres com quem muito aprendi. Não sei quando concluo essa obra, mas uma coisa deixo certa, caro leitor, caso você mergulhe nos exemplos aqui relatados, ao final dessa leitura você não será mais o mesmo. Espero, contudo, que o que aqui for escrito a partir de agora, tenha de sua parte, meu amigo que inicia essa viagem, uma leitura metódica, sistemática, mas principalmente em oração, porque não há nada melhor do que ouvir do próprio autor o que Ele colocou em cada entrelinha. Ore, busque a Deus cada dia mais, que haja em nós redobrada vontade de ler e meditar na Palavra de Deus. “Quanto amo a tua lei, é a minha meditação dia e noite”. (Sl)

isso porque uma coisa é valorizar e honrar. E de forma nenhuma adorarei. o coração de uma rainha! . assim como nós. Portanto. Harbona e o próprio rei Assuero contemplaram nessa mulher para que ela tivesse direito de lhe pedir até metade do seu reino? Há na vida de Ester um plano e um propósito. lá no antigo testamento... muito bem diferente. outra. escolhida por Deus. Uma escrava jamais será rainha enquanto tiver sonhos de escrava. filha de escravos. é adorar.. Sou evangélica e vou falar de Maria! Primeiro ponto que quero desmistificar é essa história de que nós evangélicos não valorizamos ou honramos o papel de Maria na história de Cristo. mas ainda assim. Primeiro eu disse: Sou evangélica. e vou FALAR de Maria! Quero deixar bem claro que não estou aqui propagando nenhum tipo de Mariolatria. mas ao mesmo tempo trazê-la para mais próxima de nós. mas não pense você. não era nada além do que serva daquele que havia de vir. reconhecemos sim que ela foi uma grande mulher. porque. menos ainda prostrarei diante de Maria e ao longo desse texto você saberá muito bem porque. mãe do Senhor Jesus Cristo. caro amigo. nas palavras ditas pela própria bem-aventurada. que esse plano arquitetado por Deus aconteceu porque tinha que acontecer. serva. E se falamos de exemplo com certeza Ester é um dos grandes. Na verdade acho que honramos por demais. tem uma rainha que também me despertou a atenção.. separada para uma grande missão. Como que uma escrava. Quero desmistificar essa ideia porque não é verdade que não valorizamos o papel de Maria. MULHER! Ao longo desse texto. Era preciso criar na escrava. Por outro lado. tentarei de forma simples e objetiva destrinchar um pouco dos exemplos dessa grande mulher. vou iniciar o prólogo pelo inicio e desmistificando toda essa ladainha. cativa de guerra é coroada rainha de todo um império? Como essa mulher escrava era melhor do que a antiga rainha? Quais atitudes Hegai.PRÓLOGO Sim.