You are on page 1of 3

EMISSÃO DE NOTA FISCAL DE ENTRADA DE IMPORTAÇÃO: 1.

O valor das mercadorias será compreendido pela soma de: CIF + Impostos de Importação. 2 – O Valor Total da NF será o somatório de: 2.1 – Valor das mercadorias; 2.2 – ICMS, se houver; 2.3 – IPI, se alíquota positiva; 2.4 – PIS – importação; 2.5 – COFINS – importação; 2.6 – Despesas (Demais gastos que incorreram no processo de importação). Importante:

O PIS e a COFINS da importação, por não possuírem campo específico na NF, devem ter seus valores descritos no campo de “Informações Complementares”, ou mesmo no próprio corpo da NF; Sabemos que todos os campos da nota fiscal devem ser preenchidos e existe um campo específico para informação das despesas de importação (Outras Despesas Acessórias), conforme consta no artigo 19, incido IV, alínea “h” do Convênio S/Nº de 1970.

Vale lembrar que tais despesas serão registradas como custo para cálculo da nota fiscal de saída e registradas na contabilidade. MEMÓRIA DE CÁLCULO DOS IMPOSTOS NA IMPORTAÇÃO 1. IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO Como Calcular: Valor FOB + Frete + Seguro (Valor CIF) + Adicional = Base de cálculo Base de cálculo x Alíquota = Valor do Imposto de Importação 2. IPI NACIONALIZAÇÃO Como Calcular: Valor FOB + Frete + Seguro (Valor CIF) + II (Imposto de Importação) = Base de cálculo Base de cálculo x Alíquota = Valor do IPI

4. acrescido do valor do ICMS incidente no desembaraço aduaneiro e do valor das próprias contribuições. taxas.3. juros e demais importâncias pagas. bem como descontos concedidos sob condição. EXEMPLO PRÁTICO: . contribuições e despesas aduaneiras.IPI. 7. ICMS NACIONALIZAÇÃO BASE DE CÁLCULO DO ICMS NA IMPORTAÇÃO CORRESPONDE: 1. na incidência sobre a importação de bens.Imposto sobre Operações de Câmbio. 5.Imposto de Importação. convertido em moeda nacional pela mesma taxa de câmbio utilizada no cálculo do II (art. assim entendido o valor que servir ou que serviria de base para o cálculo do imposto de importação. 2. 3.o valor correspondente a: a) seguros. 6.o valor da mercadoria constante na DI.o montante do próprio imposto. 64 do RICMS/ES).quaisquer outros impostos. PIS/COFINS NACIONALIZAÇÃO Como Calcular: A base de cálculo da Contribuição para o PIS/Pasep – Importação e da Cofins – Importação é: o valor aduaneiro. e b) frete. caso o transporte seja efetuado pelo próprio remetente ou por sua conta e ordem e seja cobrado em separado. FÓRMULA – IN SRF nº 572: 3. recebidas ou debitadas.

Valor do IPI – 15%: R$ 165.Valor CIF em reais: R$ 1.SUBTOTAL: R$ 1.00 4.92 10.00 2.Valor de outros impostos (PIS/COFINS): R$ 128.Valor do II – 10%: R$ 100.34 7.1.00 3.Fator (100% – 17%): 83. .Alíquota do ICMS na importação: 17% 8.433.726. a metologia de cálculo é diferente desta aqui apresentada.58 Para os impostos das notas fiscais de saída.00 6.Despesas aduaneiras (TX de SISCOMEX): R$ 40.34 5.000.00% 9 – Base de cálculo=item 6 divido pelo item 8: R$ 1.VALOR DO ICMS (item 09 multiplicado pelo item 07): R$ 293.