You are on page 1of 4

Introdução A água é um recurso natural essencial para a sustentação da vida e do meio ambiente.

Ela desempenha papel importante no processo de desenvolvimento econômico e social de qualquer país, sendo um dos principais fatores limitantes para o crescimento e desenvolvimento econômico das civilizações (Biswas, 1997). A água cobre 71% da superfície terrestre. Encontra-se distribuída principalmente nos oceanos onde se concentra 96,5% da água total, os glaciais e as calotas polares possuem 1,74%, os depósitos subterrâneos, os permafrost e os glaciais continentais suportam 1,72% e o restante, 0,04%, se repartem em ordem decrescente entre lagos, solos úmidos, atmosfera, represas, rios e seres vivos. O setor agropecuário é o maior consumidor de água doce em todo o planeta, drenando cerca de 70% da água através da irrigação. O setor industrial se utiliza de aproximadamente 20%, e os 10% restantes ficam no uso doméstico. Apesar do elevado consumo causado pela irrigação, a mesma se vê como um recurso necessário para o aumento da produtividade e suplemento de alimentos, visto que, a população mundial de tamanho dobrou nos últimos 50 anos, enquanto o total de áreas ocupadas pela agricultura cresceu apenas 12%. Escassez mundial de água O desafio para os próximos anos será de aumentar a produção de alimentos, enfrentando a crescente escassez de um recurso natural necessário que é a água. De acordo com dados da FAO são necessário em média 3000 litros de água para produzir a comida necessária para alimentar uma pessoa por um dia. Alimentar as 7 bilhões de pessoas no planeta, e um adicional de 2 bilhões para o ano de 2050, será um grande desafio num ambiente com escassez de recursos naturais. Atualmente em um crescente número de regiões a demanda por água ultrapassa a sua disponibilidade, com conseqüente degradação e competição entre diversos usuários. A agricultura é responsável por cerca de 70% do total de água usada no planeta, e em muitos países, mais de 90%. Sendo assim, a utilização desse recurso natural de forma racional e sustentável, são umas das medidas que não pode ser ignoradas. A seguir temos uma tabela, de um estudo realizado em Portugal, que mostra o volume de água necessário para algumas culturas na irrigação, sem a contabilização de perdas de água. Cultura Milho Leguminosas secas para grãos Batata Girassol Culturas hortículas ar livre/ abrigo abaixo m³.ha-1 4155 2204 4756 4125 4281

Segundo estimativas do Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o setor agropecuário, além de ser o maior consumidor de água doce, é o que mais

Além do problema do desperdício em áreas rurais.desperdiça água. mas fornecer incentivos para aqueles que visam e efetuam a preservação dos mesmos. distribuição e transporte. Segundo Alexander Muller (FAO). . É necessário um maior acompanhamento técnico. conservação dos solos para maior infiltração e retenção de água. é estimado que somente 50% do alimento produzido chegam realmente ao consumidor. tendo o resto perdido em armazenamento. existe o desperdício fora do portão da área rural. E entre os motivos do desperdício estão irrigações mal-executadas e falta de controle do agricultor na quantidade usada em lavouras e no processamento dos produtos. mas sempre com o melhor aproveitamento e menor desperdício de água. visando o menor desperdício possível de água e aumento de produtividade. no caminho da indústria até o consumidor. Utilizar-se da irrigação onde é possível. consultor da FAO). O produtor rural precisa ter maior rendimento na produtividade com a utilização da menor quantidade possível de água (Borghetti. orientação e conscientização dos produtores rurais em de áreas com irrigação. mas também no desperdício de toda a água utilizada no processo de produção do mesmo. O que não implica somente no desperdício de alimento. É necessário também focar em obter maior produtividade com o menor uso e desperdício de água. Como melhorar a gestão de água na exploração agrícola Os produtores rurais precisam ser o centro deste processo de mudança através de incentivos apropriados e práticas governamentais. adotando sistemas de reciclagem de água das chuvas. Não somente penalizar aqueles que degradam o ambiente e seus recursos.

br/reportagens/25262-onu-aponta-desafio-no-uso-da-agua-naagricultura http://www. I.org/news/story/en/item/86991/icode/ http://ultimosegundo.com.pdf http://www.ig.phtml?id=1236145&tit= Quase-metade-da-agua-usada-na-agricultura-e-desperdicada http://www.com.ufrgs.Referências Instituto Nacional de Estatística.cnpma.html .br/down_hp/511.org/nr/water/topics_rio20.pdf http://www. Lisboa – Portugal – O uso da água na agricultura 2011 Sites consultados http://www.gazetadopovo.embrapa.europa.pdf http://ec.com.br/vidaecidadania/conteudo.eu/agriculture/events/2012/rio-side-event/brochure_pt.oeco.br/museudetopografia/Artigos/Hist%C3%B3ria_da_%C3%81gua..P.fao.fao.html http://www.br/ciencia/meioambiente/onu+teme+escassez+de+agua +na+agricultura+por+mudancas+climaticas/n1597017423876.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA E FITOSSANITARISMO A agricultura e a escassez de água Profª Claudete Reisdofer Lang Edgar Kenji Yamamoto Curitiba Janeiro de 2013 .