You are on page 1of 4

- Ditongos crescentes seguidos ou não de S: ginásio, mágoa, áreas São acentuados todos os proparoxítonos: cômodo, lâmpada.

Todos os ditongos abertos, independente da posição de tonicidade, são acentuados:

4

éi(s): assembléia, anéis éu(s): chapéu, troféus ói(s): heróico, heróis - São acentuados I e U, seguidos ou não de S, tônicos e que formam hiato: saúde, egoísmo, juiz, ruim.

São acentuados os paroxítonos terminados em: ão(s). pão-duro. lápis us: vírus um. es: pé. is e u. sofás. nós. Acentua-se os oxítonos terminados em: a. As palavras oxítonas terminadas em i. os: pó. boa-fé.Não se usa o hífen se o prefixo terminar com letra diferente daquela com que se inicia a outra palavra.Acentuam-se os monossílabos tônicos terminados em: a. os: avó. o. Exemplos: minissaia antirracismo ultrassom semirreta 3 Regras de acentuação: . prótons l: fácil ps: bíceps . as: Pará. mês. uns: álbum. cafés. cipós. em. mesaredonda.Usa-se o hífen nas palavras compostas que não apresentam elementos de ligação. Exemplos: gota-d'água. órfãs ei(s): jóquei. . as: lá. somente serão acentuadas quando formarem hiatos: baú.Uso do hífen com compostos . e. joão-ninguém. dobram-se essas letras. o. açaí. arco-íris. fáceis i(s): júri. armazéns. porta-malas. hás. pé-d'água. Exemplos: autoescola antiaéreo intermunicipal supersônico superinteressante agroindustrial aeroespacial semicírculo . us.Se o prefixo terminar por vogal e a outra palavra começar por r ou s. ens: ninguém.Usa-se o hífen nos compostos entre cujos elementos há o emprego do apóstrofo. álbuns r: revólver x: tórax n / nos: hífen. e. Exemplos: guarda-chuva. porta-bandeira. vaga-lume. . segunda-feira. bate-boca. es: jacaré. ã(s): órfãos.

sinal colocado sobre a letra u para indicar que ela deve ser pronunciada nos grupos gue. Como era agüentar argüir bilíngüe cinqüenta delinqüente eloqüente Como fica aguentar arguir bilíngue cinquenta delinquente eloquente ensangüentado ensanguentado eqüestre freqüente lingüeta lingüiça qüinqüênio sagüi seqüência seqüestro tranqüilo equestre frequente lingueta linguiça quinquênio sagui sequência sequestro tranquilo . qui. que. Como era abençôo Como fica abençoo crêem (verbo creem crer) dêem (verbo dar) dôo (verbo doar) enjôo lêem (verbo ler) deem doo enjoo leem Trema Não se usa mais o trema (¨).2 Não se usa mais o acento das palavras terminadas em êem e ôo(s). gui.

conter. convir. do presente do indicativo dos verbos arguir e redarguir. Em alguns casos. Esses verbos admitem duas pronúncias em algumas formas do presente do indicativo. do presente do subjuntivo e também do imperativo. Ele detém o poder. desaguar.Há uma variação na pronúncia dos verbos terminados em guar. advir etc. quar e quir.Mudanças no alfabeto 1 O alfabeto passa a ter 26 letras. intervir. / Eles vêm de Sorocaba. / Eles convêm aos estudantes. Foram reintroduzidas as letras k. reter. como aguar.). w e y. / Eles intervêm em todas as aulas. . O alfabeto completo passa a ser: ABCDEFGHIJ KLMNOPQRS TUVWXYZ Mudanças nas regras de acentuação 1. apaziguar. / Eles têm dois carros. Como era Alcaloide Alcateia Androide Como fica Alcaloide Alcateia Androide . delinquir etc.É facultativo o uso do acento circunflexo para diferenciar as palavras forma/fôrma. Veja este exemplo: Qual é a forma da fôrma do bolo? . Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba). .Não se usa mais o acento agudo no u tônico das formas (tu) arguis. Exemplos: Ele tem dois carros. enxaguar. Ele vem de Sorocaba.Permanecem os acentos que diferenciam o singular do plural dos verbos ter e vir. o uso do acento deixa a frase mais clara. assim como de seus derivados (manter. . (eles) arguem. Ele convém aos estudantes. / Eles detêm o poder. / Eles mantêm a palavra. obliquar. Ele mantém a palavra. (ele) argui. averiguar. Ele intervém em todas as aulas. deter.