You are on page 1of 3

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS ESTADO DA BAHIA Secretaria de Educação e Cultura Núcleo de Apoio à Educação Infantil - NAPEI

SEQUÊNCIA DE ATIVIDADES ARTES VISUAIS1 O Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (RCNEI) organiza os conteúdos de Artes Visuais em dois blocos. O primeiro se refere ao fazer artístico e o segundo trata da apreciação. Esta seqüência de trabalho tem como foco o fazer artístico ainda que a apreciação se faça presente. A proposta é criar situações didáticas nas quais as crianças utilizem diferentes procedimentos, materiais e suportes para criar suas produções. É imprescindível valorizar o que as crianças produzem, propiciando situações para que avancem no seu percurso de criação artística. Objetivos:        Criar desenhos, pinturas, colagens, modelagens a partir de seu próprio repertório e da utilização dos elementos da linguagem das Artes Visuais: ponto, linha, forma, cor, volume, espaço, textura etc. Explorar e utilizar alguns procedimentos necessários para desenhar, pintar, modelar etc. Explorar e aprofundar as possibilidades oferecidas pelos diversos materiais, instrumentos e suportes necessários para o fazer artístico. Explorar os espaços bidimensionais e tridimensionais na realização de projetos artísticos. Organizar e cuidar dos materiais no espaço físico da sala. Respeitar e cuidar dos objetos produzidos individualmente e em grupo. Valorizar as suas próprias produções, as de outras crianças e a produção de arte em geral.

Seqüência provável de atividades: 1ª atividade:  Oferecer às crianças diferentes materiais (lápis preto, lápis de cor, lápis de cera, tinta, carvão, giz, gravetos, botões, palitos, canudos, barbantes, retalhos etc) e diferentes suportes (papel ofício, cartolina, lixa, papelão, papel metro etc). Organizar os materiais na sala de forma que as crianças tenham acesso. Cada criança, com o auxílio da professora, escolhe os materiais e o suporte que vai usar e, desenhando, pintando, colando etc. constrói sua arte. Roda de Apreciação. Exposição dos trabalhos. Convidar as crianças a dar um passeio pelo bairro e a coletar tudo o que encontrarem que possa ser usado em uma colagem. De volta a sala, na rodinha, cada criança socializa o que coletou. Propor que façam a colagem com o que conseguiram. Roda de apreciação. Exposição dos trabalhos. Propor que desenhem o que quiserem com giz molhado em água açucarada. Roda de apreciação. Exposição dos trabalhos. Convidar as crianças a desenharem com giz no chão (da sala, pátio ou calçada). Cada criança apresenta e comenta o que desenhou (o que desenhou, que cores usou). Na rodinha, perguntar se gostaram da atividade, se foi como desenhar com giz no papel ofício etc. Solicitar que tragam de casa objetos que possam servir para uma colagem: caixinhas, retalhos, barbantes, fios, tampilhas etc (a professora também deve levar algum material). Na rodinha, cada criança socializa os materiais que trouxe. Convidá-las a montar um painel coletivo com os objetos. Colocar todos os objetos no centro da roda, bem como o papel metro. As crianças, com o auxílio da professora, organizam os objetos no painel e só depois colam. Ainda na rodinha, cada criança comenta o que achou da atividade e do resultado final do trabalho do grupo. Expor o painel. Propor que modelem livremente. Oferecer palitos de fósforo e picolé. Roda de apreciação.

   2ª atividade:      3ª atividade:    4ª atividade:     5ª atividade:       6ª atividade:   7ª atividade:    8ª atividade: 
1

Entregar a cada criança uma folha com uma colagem de parte de uma figura para que desenhem a partir disso. Roda de apreciação. Exposição do painel. Realizar a leitura de uma história.

Seqüência elaborada pela coordenação pedagógica da Educação Infantil

Observações: . Roda de apreciação Desenho raspado: Colorir toda a extensão do papel com lápis de cera. um brinquedo). modelagem. pedaços de madeira. Roda de apreciação.    9ª atividade:     10ª atividade:    11ª atividade:  Perguntar as crianças o que mais gostaram na história. o planejamento. Exposição. o professor deve solicitar que as crianças estejam trazendo os materiais necessários para construção de objetos. se planeja ou se escolhe aleatoriamente. Solicitar que cada criança traga uma lixa para a próxima aula. 12ª atividade:   13ª atividade:    14ª atividade:    15ª atividade:     16ª atividade:    17ª atividade:   18ª atividade:  19ª atividade:    Avaliação Alguns aspectos a serem observados no processo avaliativo:  A forma como a criança escolhe os materiais a serem utilizados. A professora deve auxiliar na escolha dos materiais e na construção dos objetos. Roda de apreciação. construções: o traçado. Propor que façam uma pintura livre com tinta guache. embalagens. Concluir a construção do objeto. tampilhas. Roda de apreciação. Disponibilizar de forma organizada (em caixas. tampilhas etc. Exposição. Cobrir toda a pintura com tinta guache preta. Convidar as crianças a reproduzir o desenho que fizeram na aula 8 em escala maior. caixas e embalagens em geral.Ao iniciar a seqüência didática. Exposição dos trabalhos. Incentivar as crianças a misturar cores. Oferecer palitos de fósforo e picolé. pintado forte e livremente. Depois de seco desenhar com prego. pedaços de madeira. as cores que utiliza. barbante etc) e propor que escolham o que vão usar para construir algo (um objeto. tampa de caneta esferográfica ou qualquer outro material pontiagudo. tais como: retalhos. . Fornecer a cada criança um pedaço de papel metro maior que a folha de ofício.  A forma como se posiciona ao apreciar sua própria produção e as dos colegas. Exposição.  Se valoriza e cuida de suas próprias produções e das produções do grupo. pedaços de fio. papelão. por exemplo). pintura. Convidá-las a desenhar a parte da história que mais gostaram. utilizando o pincel. colagem. papel. os diferentes materiais que as crianças e a professora vem trazendo de casa desde o início da sequência (caixas. barbante. Construção de mais um objeto. Colocar um objeto sobre a mesa e sugerir que façam o seu desenho. Propor que desenhem livremente sobre a lixa. retalhos. Roda de apreciação: Como foi desenhar na lixa? Exposição. a aproximação entre a intenção e o produto final. Pintura soprada: Molhar a ponta de um canudo de refrigerante em guache e soprar em papel oficio. Roda de apreciação Exposição. Exposição. Roda de apreciação.  A evolução das produções da criança: desenho. Roda de apreciação. Propor que modelem livremente. (Repetir as aulas 12 e 13) Propor que pintem a dedo com tinta guache. Roda de apreciação. Exposição. Roda de apreciação: Cada criança comenta quais misturas fez e quais resultados obteve.

o que achou do trabalho do outro etc. o que achou do resultado. . .Todas as produções das crianças precisam ser datadas e expostas. que materiais utilizou. seja no varal da sala. por que.. por que. no mural da escola ou em um outro espaço.Roda de Apreciação: Momento em que cada criança apresenta o que produziu. Depois de alguns dias devem ser arquivadas a fim de acompanhar o processo evolutivo de cada criança. quais cores usou. se gostou da atividade. comenta sobre o que foi fácil e o que foi difícil fazer.