You are on page 1of 4

Radiação Gasosa

Transferência de Calor em Caldeiras
Exemplos
Rubens Stuginski Jr
rubens@upf.br
Universidade de Passo Fundo
Faculdade de Engenharia e Arquitetura
Engenharia Mecânica
Geração e Utilização de Vapor
2012
V02R-2013
Stuginski Jr, R. (UPF) Transferência de Calor em Caldeiras Exemplos Geração de Vapor 1 / 14
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Emissividade efetiva dos Gases de Combustão
Exemplo
Determine a emissividade efetiva dos gases de combustão no interior de uma forna-
lha cilíndrica com 5 m de comprimento e 1 m de diâmetro. No interior da fornalha
a pressão é 2 atm (abs) e a temperatura é de 1200 K. A composição volumétrica
dos gases é: N
2
80%
H
2
O 8%
O
2
7%
CO
2
5%
Assumindo:
i) Gás ideal;
ii) A emissividade determinada é a a emissividade média para radiação emitida
por todas superfícies da cavidade.
A emissividade do gás pode ser calculada por:

g
= C
c

c
+ C
w

w
−∆
2
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Emissividade efetiva dos Gases de Combustão - Solução
Cálculo das pressões parciais de cada gás de interesse:
p
c
=
5
100
×2 = 0,10 atm p
w
=
8
100
×2 = 0,16 atm
Assumindo câmara cilíndrica infinita, a espessura efetiva da camada gasosa será:
L
e
= 0,95D = 0,95 ×1 = 0,95 m
Assim:
p
c
L
e
= 0,10 ×0,95 = 0,095 atm·m = 0,31 atm·ft
p
w
L
e
= 0,16 ×0,95 = 0,152 atm·m = 0,50 atm·ft
3
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Emissividade efetiva dos Gases de Combustão - Solução
Do gráfico da emissividade:
p
c
L
e
= 0,31 atm·ft
T = 1200 K
_

c
= 0,10
p
w
L
e
= 0,50 atm·ft
T = 1200 K
_

w
= 0,14
Correção da emissividades para pressão de 2 atm:
p
w
+ p
2
=
0,16 + 2
2
= 1,08 atm
p
w
L
e
= 0,50 atm·ft
_
_
_
⇒ C
w
= 1,5
Para o CO
2
:
p = 2,0 atm
p
c
L
e
= 0,31 atm·ft
_
⇒ C
c
= 1,1
4
Notas
Notas
Notas
Notas
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Emissividade do H
2
O
5
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Emissividade do CO
2
6
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Correção para emissividade devido a pressão
7
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Emissividade efetiva dos Gases de Combustão - Solução
Como os gases CO
2
e H
2
O estão presentes na mistura, o efeito de presença
simultânea deve ser corrigido através do ∆:
p
c
L
e
+ p
w
L
e
= 0,31 + 0,50 = 0,81 atm·ft
p
w
p
w
+ p
c
=
0,50
0,50 + 0,31
= 0,62
T = 1200 K
_
¸
¸
¸
¸
_
¸
¸
¸
¸
_
=⇒ ∆ = 0,031
Assim a emissividade do gás será:

g
= C
c

c,1 atm
+ C
w

w,1 atm
−∆

g
= 1,1 ×0,10 + 1,5 ×0,14 −0,031 = 0,289
_
=⇒ = 0,29
8
Notas
Notas
Notas
Notas
Radiação Gasosa
Exemplos de cálculo
Correção para presença simultânea de H
2
O e CO
2
9
Radiação Gasosa
Exemplo-2
Determinação do calor trocado na fornalha
Absortividade e troca de calor por radiação no interior de uma fornalha
Considere a mesma fornalha do exemplo anterior. Para uma parede com tempera-
tura de 600 K, determine a absortividade dos gases de combustão e o calor líquido
trocado por radiação com as paredes.
Solução
i) Os gases de combustão comportam-se como gás ideal;
ii) Todas as superfícies no interior da fornalha comportam-se como corpo negro;
iii) A presença de partículas de fuligem (ou de cinzas) é insignificante.
O calor líquido trocado por radiação na fornalha é dado por:
˙ q
liq
= A
s
σ
_

g
T
4
g
−α
g
T
4
p
_
com:
α
g
= α
c

w
−∆
e

g
já calculdado anteriormente
10
Radiação Gasosa
Exemplo-2
Determinação do calor trocado na fornalha - Solução
A absortividade pode ser calculado por:
α
g
= C
c
_
T
g
T
s
_
0,65

c,1 atm
. ¸¸ .
αc
+C
w
_
T
g
T
s
_
0,45

w,1 atm
. ¸¸ .
αw
−∆
Todos parâmetros devem ser avaliados na temperatura da parede T
p
.
Calculando os parâmetros para calcular as emissividades:
p
c
L
e
T
p
T
g
= 0,10 ×0,95 ×
600
1200
= 0,0475 atm·m = 0,16 atm·ft
T
p
= 600 K

c,1 atm
= 0,08
p
w
L
e
T
p
T
g
= 0,16 ×0,95 ×
600
1200
= 0,076 atm·m = 0,25 atm·ft
T
p
= 600 K

w,1 atm
= 0,15
11
Radiação Gasosa
Exemplo-2
Determinação do calor trocado na fornalha - Solução
Os fatores de correção devido a pressão na câmara de combustão continuam os
mesmos, pois não depende da temperatura da parede.
C
c
= 1,1 =⇒
α
c
= C
c
_
T
g
T
s
_
0,65

c,1 atm
= 1,1 ×
_
1200
600
_
0,65
×0,08
α
c
= 0,138
e
C
w
= 1,5 =⇒
α
w
= C
w
_
T
g
T
s
_
0,45

w,1 atm
= 1,5 ×
_
1200
600
_
0,45
×0,15
α
w
= 0,307
12
Notas
Notas
Notas
Notas
Radiação Gasosa
Exemplo-2
Determinação do calor trocado na fornalha - Solução
O fator de correção da absortividade (∆):
p
w
p
w
+ p
c
=
0,5
0,50 + 0,31
= 0,62
p
c
Le + p
e
L
e
= 0,81 atm·ft
T
p
= 600 K
_
¸
¸
¸
_
¸
¸
¸
_
⇒ ∆ = 0,0125
A absortividade fica:
α
g
= α
c

w
−∆
α
g
= 0,138 + 0,307 −0,0125 = 0,432
13
Radiação Gasosa
Exemplo-2
Determinação do calor trocado na fornalha - Solução
A área de troca de calor é:
A
s
= πDL + 2
_
πD
2
4
_
= π ×1 ×5 + 2
_
π1
2
4
_
A
s
= 17,279 m
2
O calor trocado será:
˙ q
liq
= A
s
σ
_

g
T
4
g
−α
g
T
4
p
_
˙ q
liq
= 17,28 ×5,67 ×10
−8
_
0,29 ×1200
4
−0,43 ×600
4
_
˙ q
liq
= 534 581 W≈ 534,5 kW
14
Notas
Notas
Notas
Notas