You are on page 1of 22

II Congresso de Investigação Ibero-americano e de Países de Língua Oficial Portuguesa

Parentalidade positiva:
Onde focar a atenção?
Lopes, M.S.O.C. Dixe, M.A. Catarino, H. H.
saudade.lopes@ipleiria.pt
Saudade Lopes - 18 - 11- 2009

SUMÁRIO
Introdução Metodologia Resultados Conclusões
Saudade Lopes 18 - 11- 2009

(COUNCIL OF EUROPE.2009 . educação. capacitação.Introdução Parentalidade: integra o conjunto de funções atribuídas aos pais para cuidar e educar as suas crianças Parentalidade positiva: refere-se a um comportamento parental baseado no melhor interesse da criança que assegure a sua criação. 2008) Saudade Lopes 18 .11. sem violência e proporcionando reconhecimento e orientação com a fixação de limites para permitir um pleno desenvolvimento da criança.

2009 Parentalidade .ºs 3 anos são fundamentais Positiva (American Academy of Pediatrics. 2005) Saudade Lopes 18 .11.Introdução Previne maus tratos infantis Aumenta a auto-estima e autoconfiança da criança Facilita o desenvolvimento da criança Os 1.

11.2009 .Introdução Apoio Enfermeiro Saudade Lopes 18 .

2009 .METODOLOGIA Saudade Lopes 18 .11.

11.2009 . Saudade Lopes 18 .Metodologia Estudo descritivo correlacional Objectivo: Determinar fenómenos de enfermagem a partir das dificuldades dos pais no exercício da parentalidade Amostra acidental 88 mães e 18 pais 17 Centros de Saúde do Distrito de Leiria.

Saudade Lopes 18 .11.Metodologia Questionário “Quais as maiores dificuldades que tem sentido a cuidar da sua criança?” “Em que idade da criança essas dificuldades ocorreram?” A informação foi agrupada em subcategorias e categorias.2009 . utilizando termos da CIPE sempre que possível.

11.2009 .Saudade Lopes 18 .

10% 5.60% 1.60% 9.60% 72.80% 5.2009 2. Desempenho do papel parental Categorias 4. Factores parentais 3.11.Dificuldades sentidas no cuidar da criança 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 71.60% 5.20% Mães Pais 17% 14. Factores relacionados com a criança Saudade Lopes 18 . Falta de suporte Saudade Lopes .

30% 30.10% 16.Dificuldades relacionadas com o desempenho do papel parental 33.80% 8% 0 3.2 Cuidar quando a criança está doente ou com mau estar 3.5 Na adaptação ao processo parental Mães Pais Saudade Lopes 18 .11.2009 .1 Na resposta às necessidades básicas da criança 3.3 No choro da criança 3.4 Responder a fases problemáticas do desenvolvimento da criança 3.70% 35.20% 33.70% 14.30% 27.80% 18.

3 No choro da criança 3.80% 8% 0 3.10% 16.Dificuldades relacionadas com o desempenho do papel parental 33.1 Na resposta às necessidades básicas da criança Mães Pais Saudade Lopes 18 .70% Cuidar quando está doente ou com mau estar 35.4 Responder a fases problemáticas do desenvolvimento da criança 3.80% 18.20% 33.5 Na adaptação ao processo parental .2 Cuidar quando a criança está doente ou com mau estar 3.70% 14.112009 3.30% 30.30% 27.

70% 14.10% 16.4 Responder a fases problemáticas do desenvolvimento da criança 3.80% Na resposta às necessidades básicas da criança 18.2009 3.30% 27.2 Cuidar quando a criança está doente Pais ou com mau estar Saudade Lopes 18 .3 No choro da criança 3.Dificuldades relacionadas com o desempenho do papel parental 33.5 Na adaptação ao processo parental .1 Na resposta às necessidades básicas da criança Mães 3.11.70% 35.80% 8% 0 3.30% 30.20% 33.

2009 Adaptação ao processo 3.11.10% 16.1 Na resposta às necessidades básicas da criança 3.80% 18.2 Cuidar quando a criança está doente ou com mau estar 3.3 No choro da criança 3.Dificuldades relacionadas com o desempenho do papel parental 33.30% 30.5 Na adaptação ao processo parental parental .20% 33.30% 27.80% 8% 0 3.4 Responder a fases problemáticas do desenvolvimento da criança Mães Pais Saudade Lopes 18 .70% 14.70% 35.

Diferença das dificuldades entre os pais e as mães Total das dificuldades U=769.51 M= 1.057 Na adaptação à criança Pais Saudade Lopes 18 . p=0.011 .11.843 M= 1.5.72 DP= 1. p=0.2009 Mães U=654.46 Adaptação ao processo parental U=641. p=0.77 DP= 1.

49 DP 1.03 0.16 DP 1.15 0.12 Média 1.041 Categorias Desempenho do papel parental Falta de suporte Média 1.31 0.40 1231.28 0.5 0.11.027 Saudade Lopes 18 .Diferença de dificuldades segundo o filho ser ou não único Filho único Sim Não Teste Mann-Whitney U 1089 p 0.2009 .

54 1.2009 .Diferenças segundo a residência dos pais Residência Cidade Vila Aldeia Teste KruskalWallis Categorias M DP M DP M DP X2 p Desempenho papel parental 1.051 Saudade Lopes 18 .98 5.949 0.54 1.11.12 1.95 0.37 0.

50 0.36 0.52 8.11.838 0.012 Saudade Lopes 18 .28 0.08 0.15 0.Diferenças segundo a idade dos pais Idade Menos 30 anos Entre 30 e 40 anos 40 e mais anos Teste KruskalWallis Sub-Categoria M DP M DP M DP X2 p Impotência perante a doença da criança 0.2009 .

Por factores parentais 3.11.Idade da criança em que ocorreram dificuldades 60 60 44 50 40 30 20 8 8 7 12 1 4 Até 6 meses Total 10 0 1. Por factores relacionados com a criança 2.2009 . No desempenho do papel parental 4. Falta de suporte Saudade Lopes 18 .

2009 .11.CONCLUSÕES Saudade Lopes 18 .

11.pais • Nos primeiros 6 meses de vida da criança são sentidas mais dificuldades • Os pais e mães de filho único têm mais dificuldades a nível de resposta às necessidades da criança • Os pais que têm outros filhos sentem mais suporte dificuldades a nível de As dificuldades mais sentidas Saudade Lopes 18 .Os pais e as mães sentem dificuldades no seu papel parental • Cuidar quando a criança está doente • Implementar a técnica da amamentação de acordo com o comportamento do bebé • Falta de experiência para cuidar • Responder ao choro da criança • Adaptação ao papel parental .2009 .

ºs 6 meses de vida da criança • Integrando os pais no planeamento da intervenção e não somente as mães • Na situação de pais pela primeira vez direccionar o planeamento intervenções relacionadas com o desempenho do papel para • Identificando e respondendo à necessidade de suporte nos pais que têm mais filhos • Capacitar os pais para compreenderem e optimizarem potencialidades da criança em cada fase desenvolvimento de as Onde focar a atenção? Saudade Lopes 18 . enquanto interagem com a criança • Planeando um acompanhamento durante os 1.2009 .Os enfermeiros podem responder • Apoiando os pais nas suas dificuldades no contexto da realização do seu papel.11.