You are on page 1of 5

Abandono de Emprego ABANDONO DE EMPREGO

Página 1 de 5

O abandono de emprego constitui falta grave, o que enseja a rescisão por justa causa do contrato de trabalho, conforme a CLT, artigo 482, alínea "i". Tal falta é considerada grave, uma vez que a prestação de serviço é elemento básico do contrato de trabalho, então a falta contínua e sem motivo justificado é fator determinante de descumprimento da obrigação contratual. CONFIGURAÇÃO O abandono de emprego configura-se quando estão presentes o elemento objetivo ou material e o elemento subjetivo ou psicológico. Elemento objetivo ou material: é a ausência prolongada do empregado ao serviço sem motivo justificado. Elemento subjetivo ou psicológico: é a intenção de não mais continuar com a relação empregatícia. PERÍODO DE AUSÊNCIA A legislação trabalhista não dispõe a respeito do prazo de ausência injustificada para caracterização do abandono de emprego. A jurisprudência trabalhista fixa a regra geral, de falta de mais de 30 dias ou período inferior se houver circunstâncias evidenciadoras. Enunciado TST nº 62: "Presume-se o abandono de emprego se o trabalhador não retornar ao serviço no prazo de 30 (trinta) dias após a cessação do benefício previdenciário nem justificar o motivo de não o fazer." (Nova redação - Res. 121/2003, DJ 21.11.2003) CONTRATO DE TRABALHO COM OUTRO EMPREGADOR O empregado que se ausentar do trabalho, injustificadamente, por estar prestando serviço a outro empregador, comete falta grave, estando sujeito à dispensa motivada por abandono de emprego, eis que tal atitude demonstra a intenção inequívoca de não mais retornar ao trabalho. CESSAÇÃO DE BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO Constitui, também, motivo para rescisão do contrato de trabalho por justa causa quando o empregado, que estava afastado por benefício previdenciário, recebe alta da Previdência Social e não retorna ao trabalho. EMPREGADA GESTANTE A garantia constitucional de estabilidade provisória não se aplicará a empregada gestante, caso seja comprovado a ausência prolongada sem justificativa e a intenção de não mais continuar com o vínculo empregatício por parte da gestante, uma vez que esta não se manifestou à notificação do empregador e tampouco apresentou qualquer justificativa legal. A empregada gestante terá seu emprego garantido sem caracterizar o abandono de emprego, mesmo após a notificação da empresa, quando: retornar ao trabalho ou justificar legalmente as suas faltas (seja através de atestado médico ou laudo médico indicando gravidez de risco e etc); neste caso a empresa não poderá nem mesmo descontar as faltas, por tratar-se de faltas legais; retornar ao trabalho, após o prazo estabelecido na notificação, mas com justificativa de impossibilidade de reassumir a função, devido circunstâncias excepcionais, como motivo de doença mental, detenção, etc; retornar ao trabalho sem justificar suas faltas, computando-as para todos os efeitos legais e descontando-as, http://www.guiatrabalhista.com.br/guia/clientes/abandono_emprego.htm 13/02/2009

Notificação à empregada gestante (via AR) para se apresentar na Empresa ou justificar as faltas: 29.2007... ao estabelecimento desta Empresa... de . sob pena de caracterização de abandono de emprego.Sa.. computando-as para todos os efeitos legais e sendo descontadas. Início das faltas ao trabalho sem qualquer justificativa legal: 14.. mediante recibo na segunda via da carta.. Prezado senhor(a): Solicitamos o comparecimento de V.guiatrabalhista.htm 13/02/2009 . tendo seus dias de faltas devidamente abonados. .05... Início das faltas ao trabalho sem qualquer justificativa legal: 14.. O empregador deverá notificar o empregado por correspondência registrada ou pessoalmente...com..2007 EXEMPLO QUE NÃO CARACTERIZA O ABANDONO DE EMPREGO Empregada gestante que está no terceiro mês de gestação e começa a faltar ao trabalho sem qualquer justificativa... sendo destes.. no intuito de justificar suas faltas que vêm ocorrendo desde o dia . O empregador deverá manter um comprovante da entrega da notificação.. constatando que o empregado está ausente do serviço por longo período..... por carta registrada.05. 15 pagos pelo empregador e 6 dias pela Previdência Social..correios... Data desligamento por Abandono de Emprego: 14. Modelo de Carta Curitiba. EXEMPLO QUE CARACTERIZA O ABANDONO DE EMPREGO Empregada gestante que está no terceiro mês de gestação e começa a faltar ao trabalho sem qualquer justificativa.com...2007. através de telegrama fonado com pedido de confirmação de recebimento ou cópia de envio... no prazo de ...2007.. À (nome do empregado) CTPS nº . deverá convocá-lo para justificar as suas faltas. Série nº . Neste caso... sem apresentar qualquer justificativa. com Aviso de Recebimento (AR). como a advertência ou suspensão. PROCEDIMENTO DO EMPREGADOR O empregador. pedindo a sua demissão..... Nova notificação comunicando último prazo para se apresentar sob pena de Abandono Emprego: 11. não há qualquer manifestação da empregada em se apresentar para o trabalho e nem apresentou qualquer justificativa legal.06. pessoalmente. de .... Rua: (endereço completo) Cidade ... procedendo da seguinte maneira: através do correio.06.... que a tenha recebido. Empregada gestante se apresenta à Empresa com atestado médico de 21 dias: 04.05........cfm via cartório com comprovante de entrega. Para maiores informações acesse http://www. utilizar-se apenas de medida disciplinar. a empregada se apresentou para o trabalho após a cessação do benefício previdenciário que era de 21 dias../. (especificar o número de dias ou horas).. se quiser.... e manifestar o seu interesse em não mais continuar o contrato de trabalho estabelecido.. retornar ao trabalho sem justificar suas faltas.2007.../..2007.br/produtos_servicos/catalogo/calculador_telegrama. .06.Estado .. O recibo pode ser firmado pelo empregado ou por pessoa da família... Nesta situação....br/guia/clientes/abandono_emprego.05. anotando-se na ficha ou no livro de registro de empregados...Abandono de Emprego Página 2 de 5 podendo o empregador.. sob pena de caracterização de abandono de emprego... ensejando a justa causa do seu http://www.... Notificação à empregada gestante (via AR) para se apresentar na Empresa ou justificar as faltas: 29.2007.

após o prazo estabelecido na notificação.Abandono de Emprego contrato de trabalho conforme dispõe o artigo 482.. Modelo de Edital ou Telegrama Fonado Página 3 de 5 ". retornar ao trabalho sem justificar suas faltas... pedindo a sua demissão. poderão ambas as partes manifestar a vontade em não mais continuar o contrato de trabalho estabelecido. RESCISÃO CONTRATUAL – AVISO No caso de o empregado não se manifestar dentro do prazo estabelecido na notificação..... neste caso a empresa não poderá nem mesmo descontar as faltas... Série .. sob pena de caracterização do abandono de emprego previsto no artigo 482..... CTPS Na Carteira de Trabalho e Previdência Social do empregado deverá apenas ser dado baixa. da CLT. Se o empregador anotar qualquer informação sobre o motivo do http://www..htm 13/02/2009 . deverá a empresa avisar ao empregado da rescisão. mesmo após a convocação da empresa... mas com justificativa de impossibilidade de reassumir a função. devido circunstâncias excepcionais... ÔNUS DA PROVA O artigo 818 da CLT dispõe que a prova das alegações incumbe à parte que as fizer... Neste caso... letra "i" da CLT. mediante carta ou edital (no caso de estar em local incerto ou não sabido). rescindindo-o sem justa causa. retornar ao trabalho sem justificar suas faltas... computando-as para todos os efeitos legais e sendo descontadas. portador da CTPS nº .br/guia/clientes/abandono_emprego.."   Ressaltamos que a publicação em anúncio de jornal não tem sido aceita pela jurisprudência trabalhista predominante. como a advertência ou suspensão. computando-as para todos os efeitos legais e descontando-as. a rescisão do contrato de trabalho é automática (salvo nos casos especiais citados). POSSIBILIDADE DE RETORNO AO SERVIÇO O empregado poderá retornar ao emprego sem caracterizar o abandono de emprego. Para maiores detalhes acesse o tópico Despedida Indireta.. no prazo de .. retornar ao trabalho. etc. "b" da CLT dispõe que o empregado poderá optar por se afastar do serviço quando o empregador não estiver cumprindo com as obrigações do contrato..guiatrabalhista. Sem mais. podendo o empregador... letra "i"... solicita o comparecimento do Senhor(a) .. Esta opção do empregado pelo afastamento não poderá ser considerada para efeito de abandono de emprego. detenção. e manifestar o seu interesse em não mais continuar o contrato de trabalho estabelecido.(nome do empregado). sem se fazer qualquer menção ao motivo do seu desligamento da empresa.. pela impossibilidade de provar a sua leitura pelo empregado. se quiser..(especificar nº de dias ou horas). EMPRESA (assinatura autorizada) .. Atenciosamente. Neste caso. utilizar-se apenas de medida disciplinar. exceto quando o empregado se encontrar em lugar incerto e não sabido. por tratar-se de faltas legais.(nome da empresa). como motivo de doença mental. quando: retornar e justificar legalmente as suas faltas.com... RESCISÃO INDIRETA – AFASTAMENTO O artigo 483..

PRAZO Uma vez que não há aviso prévio neste tipo de rescisão de contrato.br/guia/clientes/abandono_emprego. o abandono do emprego deve ser provado de forma robusta e induvidosa. Na hipótese de abandono de emprego. 25 de abril de 2007. devido às graves conseqüências que a demissão por justa causa acarreta ao empregado. O empregado não comparecendo no prazo. acrescida de 1/3 constitucional.com.Abandono de Emprego desligamento. mostra-se relevante a inequívoca comprovação dos motivos ensejadores da punição imposta. Brasília. faz jus a: saldo de salário. JURISPRUDÊNCIA JUSTA CAUSA. conclui-se que uma simples cópia de edital de convocação publicado no jornal.799/2001. Assim. não presta para comprovar o alegado abandono de emprego. PROC. Afirma a recorrente que o entendimento de que a convocação do empregado que se ausentou voluntariamente do emprego é nula por ter sido feita por jornal. por si só. o empregador tem o prazo de 10 dias da data da notificação da demissão para pagamento das verbas rescisórias. o empregador deverá depositar em consignação em pagamento em banco oficial o valor devido da rescisão do contrato de trabalho. ABANDONO DE EMPREGO. quando deveria ser por carta com aviso de recebimento para o endereço residencial do recorrido. caracterizado pela ausência injustificada ao trabalho por período superior a 30 dias consecutivos. Na verdade. § 8º da CLT. férias vencidas.8.htm 13/02/2009 . FGTS. 477.guiatrabalhista. é incontroversa. da CLT e aponta divergência jurisprudencial. FGTS O recolhimento do FGTS do mês anterior e/ou da rescisão no caso de abandono de emprego ocorre normalmente na conta vinculada do empregado. das verbas a que fizer jus. Tal procedimento se deve no sentido do empregador se proteger da multa pelo atraso do pagamento das verbas rescisórias previstas no art. ou se preferir. CAGED No mês seguinte ao da rescisão do contrato de trabalho. 482. que deverá ser depositado através da GFIP.DIREITOS DO EMPREGADO O empregado demitido por abandono de emprego com mais de 1 (um) ano de serviço na empresa. Alega violação ao art. O empregado com menos de 1 (um) ano de serviço na empresa. nestes podendo-se fazer observação do motivo da rescisão. impõe-se a constatação tanto do requisito subjetivo (animus abandonandi). ou seja. depositar em juízo. estará sujeito a arcar com danos morais ao empregado. PROVA. EMENTA: ABANDONO DE EMPREGO – CARACTERIZAÇÃO: Diante dos efeitos extremamente deletérios que a justa causa imprime ao contrato de trabalho. Nº TST-RR-777. quanto do objetivo. RESCISÃO . deverá ser dado baixa na Ficha ou Folha do livro Registro de Empregado. salário-família. faz jus a: saldo de salário. é uma interpretação exageradamente rigorosa do dispositivo celetista. sobretudo na http://www. salário-família. Relator : JUIZ CONVOCADO LUIZ ANTONIO LAZARIM. REGISTRO DE EMPREGADOS Página 4 de 5 Efetivando-se a rescisão do contrato de trabalho do empregado. Os habituais afastamentos por motivo de saúde repelem a idéia do abandono. deverá esta ser comunicada ao Ministério do Trabalho através do Caged. letra i. tendo em vista que a referida ausência prolongada não foi elidida pelo recorrido em nenhum momento dos autos. FGTS. que deverá ser depositado através da GFIP.

477. 03 de Julho de 2006. por si só. AUSÊNCIA DE INDICAÇÃO EXPRESSA DE VIOLAÇÃO DE DISPOSITIVO LEGAL. sem usufruir qualquer proteção trabalhista. SOARES. o de ordem subjetiva se confirma através de prova inequívoca de que o trabalhador se ausentou com a intenção de não mais comparecer ao trabalho. AGRAVO DE INSTRUMENTO. d. Diante do exposto. O Recurso de Revista não atende a nenhuma das hipóteses do art. conforme estabelece o artigo 896.2. não resta outra alternativa ao juízo senão reverter a justa causa aplicada. A denúncia formulada pelo Ministério Público descreve que o Reclamado reduzia o Autor à condição análoga à de escravo. 11 de abril de 2007.br/guia/clientes/abandono_emprego. Nº TST-RR-44/2004-001-01-00.DISPENSA SEM JUSTA CAUSA O abandono de emprego caracteriza-se pela presença dos elementos objetivo e subjetivo. sem gozar férias. foi denunciado como incurso no art. Em tal passo. motivo que conduz à sua inviabilidade. que constitui presunção favorável ao empregado. ÔNUS DA PROVA. c. Tratando-se o Reclamante de pessoa absolutamente incapaz e tendo em vista as condições de trabalho com que conviveu ao longo do pacto laboral. PROC. 896 da CLT. Dada a inexistência de controle rigoroso por parte da empresa dos dias em que efetivamente houve justificativa para as faltas.ÔNUS DA PROVA DO EMPREGADOR . da CLT). Processo TRT-SP Nº 01240200305202000. conforme preconiza a Súmula n° 212 do TST. 25 de abril de 2007. carece. § 8º. acolhe-se a tese da inicial de dispensa sem justa causa do empregado. O Reclamado. JUSTA CAUSA. Com efeito. após a conclusão de inquérito policial. RECURSO DE REVISTA. NEGO PROVIMENTO ao agravo de instrumento.5. de seu local de trabalho. Boldo. sem ter sua CTPS assinada. RECURSO DE REVISTA. Trabalhando sem receber salários por tão longo período. 477. Ministro Relator JOÃO BATISTA BRITO PEREIRA. Juiz Relator Rovirso A. Belo Horizonte. na forma da alínea c do artigo 896 da CLT.com. FALTA GRAVE. Guia Trabalhista . percebe-se que o recurso está desfundamentado. EMENTA: RESCISÃO CONTRATUAL " VERBAS RESCISÓRIAS. MULTA PREVISTA NO ART. Belo Horizonte. não se desincumbindo o empregador de provar a sua alegação defensiva de abandono de emprego. O elemento de ordem objetiva refere-se à ausência do trabalhador no emprego por um extenso período. ABANDONO DE EMPREGO. não pode prevalecer a tese empresária de abandono de emprego. reconhecendo todos os direitos inerentes à rescisão desmotivada. Processo 01030-2006-017-03-00-2 RO. para seu conhecimento. tendo sido desrespeitados vários de seus direitos trabalhistas. Do conjunto probatório depreende-se que o Reclamante foi retirado. Nº TST-AIRR-1777/2005-081-18-40. Clique aqui se desejar imprimir este material. 149 do Código Penal.Índice http://www. por sua natureza especial e extraordinária. Brasília. não impede a aplicação da multa prevista no art. A multa não será aplicada se o empregado tiver dado causa à mora. A desconstituição em juízo da justa causa.Abandono de Emprego Página 5 de 5 pendência de tratamento médico. No caso dos autos. DA CLT. incumbia ao agravante comprovar violação direta de dispositivo legal. o Reclamante faz jus ao recebimento das verbas alusivas à dissolução injusta do contrato. 18 de abril de 2007. PROC. Brasília. do dispositivo que entende tenha sido violado pela decisão objurgada. Relator JUIZ CONVOCADO JOSÉ RONALD C. Em face do princípio da continuidade da relação de emprego. ABANDONO DE EMPREGO. JUSTA CAUSA DESCONSTITUÍDA EM JUÍZO. EMENTA: ABANDONO DE EMPREGO . Juiz Relator Convocada Maria Cecília Alves Pinto. Relator Convocado Antônio Gomes de Vasconcelos. o descumprimento de obrigações pelo empregador configura justa causa para a rescisão do contrato de trabalho (art. cujo fato gerador é a não-quitação das parcelas rescisórias no prazo estabelecido pelo § 6º do referido dispositivo. 483. Clique aqui para retornar. com auxílio de sua família e da polícia. sem receber ao menos seu salário mensal. da CLT. São Paulo. da CLT. a qual somente pode ser elidida por prova em sentido contrário.guiatrabalhista. de pressupostos intrínsecos e extrínsecos específicos que o recorrente não conseguiu suplantar: indicação. Assim. 21 de março de 2007.REQUISITOS CARACTERIZADORES . § 8º.htm 13/02/2009 . Processo 006572004-041-03-00-8 RO . compete ao empregador o ônus de provar tanto o afastamento do empregado do emprego por tempo superior a 30 dias quanto sua intenção em abandoná-lo (animus abandonandi). O recurso de revista.