You are on page 1of 4

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 48ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE MUZAMBINHO – MINAS GERAIS

PROCESSO...

JOÃO, já qualificado, por seu advogado que esta subscreve, nos autos da Ação indenizatória que move em face de LEÔNCIO e INÊS, ambos já qualificados, vem respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, não se conformando com a respeitável sentença de folhas... e com fundamento nos artigos 513 e seguintes do Código de Processo Civil, interpor APELAÇÃO, pelas razões anexas;

Outrossim, requer seja recebido o presente recurso de apelação nos seus regulares efeitos devolutivo e suspensivo, conforme artigo 520 do Código de Processo Civil, com a posterior remessa ao Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais. Ademais, requer a juntada da inclusa guia de preparo recursal devidamente recolhida, nos termos do artigo 511 do Código de Processo Civil.

Termos em que, pede deferimento. Local e data... ADVOGADO... OAB...

Ademais.. danos materiais e pensão mensal vitalícia proposta pelo Apelante em face do Apelado. portanto. Tendo em vista que o Apelante foi vítima de acidente em que estava caminhando pela calçada em sua cidade. Em sede de contestação.EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS RAZÕES DE APELAÇÃO APELANTE: JOÃO APELADO: LEÔNCIO e INÊS Egrégio Tribunal. A ação foi proposta e distribuída perante a 48ª Vara Cível da Comarca de Muzambinho – Minas Gerais. 513. 267 e 269). passível de apelação. I. o apelado foi intimado da sentença aos.. e protocolizou o presente recurso de apelação aos.. II.DA TEMPESTIVIDADE E DO CABIMENTO: Consoante se depreende dos autos. dentro do prazo de 15 (quinze) dias previsto no artigo 508 do Código de Processo Civil. menor e filho do Apelado. trata-se de sentença que encerrou toda a relação processual. Aliás.. o Apelado asseverou que o Apelante agiu com .DAS RAZÕES RECURSAIS: Trata-se de Ação indenizatória por danos morais. Da sentença caberá apelação (arts. portanto. Colenda Câmara.. é o que preconiza o artigo 513 do Código de Processo Civil: Art. quando foi atingido por um carro conduzido por André.

sendo ônus do Apelado. são hábeis para provar a verdade dos fatos. o juiz agiu de forma errônea em julgar antecipadamente a lide sem se manifestar sobre o requerimento do Apelante. requereu a oitiva de duas testemunhas para comprovar que estava na calçada. 332. testemunhal e pericial requeridas pelo Apelante. provas cabais que comprovassem o alegado. fundamentando que não houve por parte do Apelante. E ainda. na audiência preliminar. Além do mais. a respeitável sentença deve ser invalidade. acabou por julgar improcedente a demanda. Contudo. o apelado. o que não foi observado pelo magistrado. Há que se destacar que o direito do Apelante fundamenta-se no artigo 332 do Código de Processo Civil: Art. Ademais. contestaram quanto ao recebimento da pensão vitalícia requerida.. a respeitável sentença de folhas.imprudência. uma vez que o juiz não respeitou o direito ao contraditório do Apelante. Ademais prevê o artigo 212. fixar os pontos controvertidos. deverá ser esta invalidada. para o fim de que sejam produzidas as provas. na audiência preliminar. bem como os moralmente legítimos. uma vez que estava andando na própria rua e não no acostamento. ainda que não especificados neste Código. é direito do Apelante valer-se de prova testemunhal (artigo 400 e seguintes do CPC) e de prova pericial (artigo 420 e seguintes) para comprovar os fatos. bem como perícia para comprovar que o carro havia derrapado e atingiu a calçada. em que se funda a ação ou a defesa. Todos os meios legais. demonstrado o direito do Apelante e o vício da respeitável sentença. visto que está eivada de vício. decidir as questões processuais pendentes e determinar as provas a serem produzidas na audiência de instrução e julgamento. . Portanto. III e V que o fato jurídico pode ser provado mediante prova testemunhal e pericial. Porém. em que este requereu a produção de prova testemunhal e pericial. Prevê o artigo 331 e seus respectivos parágrafos que o juiz deve. Entretanto..

testemunhal e pericial requeridas pelo Apelante.. e) a inversão da sucumbência para que fique ao encargo do Apelado.DO PEDIDO: Isso posto. c) ao final. nos termos do artigo 508 do Código de Processo Civil.. o conhecimento do presente recurso de apelação.. d) a intimação do Apelado para que.. seja dado provimento para o fim de invalidar a respeitável sentença para que sejam produzidas as provas. em querendo. Termos em que.. apresente contrarrazões no prazo de 15 (quinze) dias. conforme artigo 520 do Código de Processo Civil. OAB.. Local e data.III. pede deferimento. requer: a) tendo em vista o preenchimento de todos os requisitos de admissibilidade recusais. ADVOGADO. . b) seja admitido nos seus regulares efeitos devolutivo e suspensivo.