Contraste ( prova dia 24/04) DEGLUTOGRAFIA 1- O que é o exame de Deglutografia?

Exame realizado para avaliarmos os distúrbios da deglutição, utilizando contraste(Bário), sempre realizando imagens sequenciais enquanto o contraste progride no aparelho digestório. 2- Qual é o protocolo? Realizar uma radiografia piloto(sem contraste), depois realizamos radiografias ao engolir o contraste. As radiografias devem ser realizadas em AP e Perfil. 3- Qual é o preparo para o exame? Realizar jejum sólido de 8 a 10hs antes do exame, retirar toda a roupa e objetos metálicos entre a boca e a cintura do paciente, colher informações do paciente e explicar cuidadosamente o exame. ESOFAGOGRAFIA 1- O que é o exame de Esofagografia? Exame realizado para avaliar a forma e a função dos mecanismos de deglutição da faringe e do esôfago utilizando as técnicas de contraste simples, duplo contraste ou relevo mucoso. 2- Defina cada uma dessas técnicas. -contraste simples: bário de densidade média; -duplo contraste: bário pesado ou denso juntamente com pó efervescente dado com água imediatamente antes da ingestão de bário; -relevo mucoso: radiografia do esôfago depois que o bário passou e as pregas mucosas colapsadas ainda são visíveis. *quando existe suspeita de perfuração do esôfago devem-se usar compostos orgânicos hidrossolúveis* 3- Qual é o preparo para o exame? Realizar jejum sólido de 8 a 10hs antes do exame, retirar toda a roupa e objetos metálicos entre a boca e a cintura do paciente, colher informações do paciente e explicar cuidadosamente o exame. E.E.D.- ( Estômago, Esôfago e Duodeno) 1- O que é o exame de E.E.D.? Exame realizado para estudar a forma e a função do esôfago distal, estômago e duodeno, avaliando anomalias anatômicas e funcionais. 2- Qual é o protocolo? O paciente ingere meio de contraste baritado obtendo-se varias radiografias em diversas posições. *chassi 18x24; 24x30 varias unidades* 3- Qual é o preparo para o exame? Jejum completo de 12 horas antes do exame, não fumar ou mascar chicletes. No dia anterior ao exame o paciente deve triturar os medicamentos antes de serem ingeridos, mantendo os horários habituais. *Crianças devem fazer jejum de 4hs antes do exame* 4- Cite algumas indicações do exame. Doenças neurológicas, doenças musculares, desordens do esfíncter esofágico superior, lesões obstrutivas e doenças gerais como: Hérnias de hiato, ulceras de duodeno ou gástricas, refluxo gastrointestinal, obstrução total. 5- Como realizar o exame do Esôfago?

paciente ingere no total de 400ml a 600ml de bário diluído em água. começando a cronometrar o tempo assim que o paciente termina de beber todo o contraste. menor. *deve ser usado nesses casos contrate iodado hidrossolúvel* 4. 3.Como realizar o exame do estômago e duodeno? -dar ao paciente um gole de bário acompanhado de ½ “sonrisal”. jejuno e íleo. -Indicações: enterite ou gastroenterite. -PMS com uma angulação de 45° em relação ao plano da estativa. antro-esofágico e bulbo gástrico. -paciente ingere 200ml de bário e realiza a 1ª radiografia após 15 min. não fumar ou mascar chicletes. O exame é realizado com tempo controlado. -paciente em ortostática.O que é o exame de trânsito intestinal? Exame realizado para avaliar as regiões do duodeno.disparar o raio-x junto com a deglutição. -realizar outra radiografia panorâmica do estômago cheio de bário. mantendo os horários habituais. TRÂNSITO INTESTINAL 1. -levanta-se a mesa basculante deixando o paciente em ortostática radiografando todo o esôfago. 1ª fase: ingerir 50ml de contraste/ radiografia em AP do esôfago. neoplasias. -piloto: Abdômen simples em AP. -realiza-se compressão abdominal para separar as várias alças do intestino e criar uma maior visibilidade. com a parte posterior do tórax em contato com a estativa.Qual é o preparo para o exame? Jejum completo de 8 horas antes do exame. . realizando radiografias panorâmicas em DV. a seguir paciente ingere mais 200ml de bário. função do intestino grosso e detectar anomalias nessas regiões. 3ª fase:ingerir 50ml de contraste/ radiografia em Perfil..-radiografia simples panorâmica com o paciente em oblíqua anterior direita(OAD) ou em perfil. do antro-pilório cheio e vazio e do arcoduodenal. 2ª fase: ingerir 50ml de contraste/ radiografia em OAD. 6.Cite indicações e contra indicações. No dia anterior ao exame o paciente deve triturar os medicamentos antes de serem ingeridos. -contra indicações: pacientes pós-cirúrgicos. pacientes com suspeitas de perfuração de vísceras e obstrução do intestino grosso. -orientar o paciente para deglutir quando solicitado. Cabeça em posição anatômica com os membros superiores(E/D) segurando o copo de contraste na boca.Como realizar o exame? -radiografia piloto: abdômen simples em AP. -encher o estômago com bário para estudar a curvatura maior. -radiografia panorâmica do estômago/ paciente em DD. -o paciente deverá ingerir 150ml de bário em 3 fases de 50ml. *para este exame é necessário a participação do médico radiologista* 2. formando gases e apresentando o estômago em duplo contraste. pedir para respirar fundo e forçar o abdômen sem deixar o ar sair. -realizar 6 exposições devidamente divididas no seriógrafo. com o intuito de chegar para o exame com o estômago vazio. obstruções. -para estudar o cárdia (hiato esofagiano) colocar o paciente na posição de trendelemburg (pernas mais altas que a cabeça). . .

volvo( torção de uma parte do intestino sobre seu próprio mesentério). -injetar o ar através da própria sonda(até chegar na região da válvula ileocecal).-15 min.lapiné) chassi 24x30. *cuidados durante o exame: verificar temperatura da água para o preparo do contraste.ENEMA OPACO 1. .Como realizar o exame? -AP simples do abdômen (piloto) chassi 35x43.O que é o exame de enema opaco? É o exame do intestino grosso com duplo contraste. 180 e 240 min.: Abdômen simples em PA. A limpeza completa de todo o intestino grosso é de extrema importância para o estudo contrastado satisfatório do intestino grosso. com contraste de alta e baixa densidade. e pode ser de 3 tipos: duplo contraste. somente bário(enchimento) e contraste hidrossolúvel. -OAD (flexura hepática) chassi 35x35. intussuscepção. -OAE (flexura esplênica) chassi 35x35. • Os órgãos pélvicos femininos e sua relação com a cavidade peritoneal abdominal são vistos pela delimitação do contraste. 120. será realizada a passagem da sonda retal. 3.Paciente vai ao banheiro defecar( ou cagar. 60. é descrita na discussão que se segue.Cite algumas indicações.: Abdômen simples em AP. Neoplasias. 5. 90. que é demonstrada pela histerosalpingografia e deve ser compreendida por técnicos. como queira) . . -com o paciente na posição de SIMS.Qual contraste utilizar? Não hidrossolúvel (sulfato de bário) diluído em água ou soro fisiológico na proporção de 80% de bário para 20% de água. . • A histerosalpingografia (HSG) mostra primariamente o útero e as tubas uterinas (de Falópio) do sistema reprodutivo feminino.Qual é o preparo para o exame? Preparo intestinal rigoroso com laxantes e lavagens intestinais. 2.Panorâmica pós evacuação (PF do reto) chassi 24x30. *não devemos usar bário quando existe uma possível perfuração do cólon. apendicite. acompanhar o paciente ao banheiro após a conclusão do exame e orientar a dieta alimentar após o exame* . apendicite e gestantes* 4.DV ( panorâmica PA) chassi 35x43. Infertilidade Abortos de repetição Verificar cirurgia tubária .Axial do reto ( chassard. • A anatomia mais detalhada do útero e das tubas uterinas. diverticulite. -30. obstrução do IG. INDICAÇÕES: Avaliação da cavidade uterina e das tubas. -realizar o acompanhamento da introdução do contraste por escopia até chegar na flexura hepática. 45.

Miomas Endometriose Adenomiose Mioma Cervical Mioma Submucoso Mioma Intraligamentar .