Constituição Federal: artigos 1.º a 14, 37, 41 e 144.

TITULO 1 Dos Princípios Fundamentais

Art. 1º A República Federativa do Brasil !ormada pela uni"o indissolúvel dos #stados e
$unicípios e do Distrito Federal constitui%se em #stado Democr&tico de Direito e tem como !undamentos'

I % a soberania(

II % a cidadania(

III % a di)nidade da pessoa *umana(

I+ % os valores sociais do trabal*o e da livre iniciativa(

+ % o pluralismo político,

Par&)ra!o único, Todo o poder emana do povo -ue o e.erce por meio de representantes eleitos ou diretamente nos termos desta /onstitui0"o,

Art. 2º 1"o Poderes da Uni"o independentes e *arm2nicos entre si o Le)islativo o
#.ecutivo e o 3udici&rio,

Art. 3º /onstituem ob4etivos !undamentais da República Federativa do Brasil'

I % construir uma sociedade livre 4usta e solid&ria(

II % )arantir o desenvolvimento nacional(

III % erradicar a pobre5a e a mar)inali5a0"o e redu5ir as desi)ualdades sociais e re)ionais(

I+ % promover o bem de todos sem preconceitos de ori)em ra0a se.o cor idade e -uais-uer outras !ormas de discrimina0"o,

Art. 4º A República Federativa do Brasil re)e%se nas suas rela06es internacionais pelos
se)uintes princípios'

I % independ7ncia nacional(

II % preval7ncia dos direitos *umanos(

III % autodetermina0"o dos povos(

I+ % n"o%interven0"o(

+ % i)ualdade entre os #stados(

+I % de!esa da pa5(

+II % solu0"o pací!ica dos con!litos(

+III % repúdio ao terrorismo e ao racismo(

I8 % coopera0"o entre os povos para o pro)resso da *umanidade(

8 % concess"o de asilo político,

Par&)ra!o único, A República Federativa do Brasil buscar& a inte)ra0"o econ2mica política social e cultural dos povos da Am9rica Latina visando : !orma0"o de uma comunidade latino%americana de na06es,

T;TULO II Dos Direitos e <arantias Fundamentais /AP;TULO I DO1 DIR#ITO1 # D#+#R#1 I=DI+IDUAI1 # /OL#TI+O1

Art. 5º Todos s"o i)uais perante a lei sem distin0"o de -ual-uer nature5a )arantindo%
se aos brasileiros e aos estran)eiros residentes no País a inviolabilidade do direito : vida : liberdade : i)ualdade : se)uran0a e : propriedade nos termos se)uintes'

I % *omens e mul*eres s"o i)uais em direitos e obri)a06es nos termos desta /onstitui0"o(

II % nin)u9m ser& obri)ado a !a5er ou dei.ar de !a5er al)uma coisa sen"o em virtude de lei(

III % nin)u9m ser& submetido a tortura nem a tratamento desumano ou de)radante(

I+ % 9 livre a mani!esta0"o do pensamento sendo vedado o anonimato(

press"o da atividade intelectual artística cientí!ica e de comunica0"o independentemente de censura ou licen0a( 8 % s"o inviol&veis a intimidade a vida privada a *onra e a ima)em das pessoas asse)urado o direito a indeni5a0"o pelo dano material ou moral decorrente de sua viola0"o( 8I % a casa 9 asilo inviol&vel do indivíduo nin)u9m nela podendo penetrar sem consentimento do morador salvo em caso de !la)rante delito ou desastre ou para prestar socorro ou durante o dia por determina0"o 4udicial( 8II % 9 inviol&vel o si)ilo da correspond7ncia e das comunica06es tele)r&!icas de dados e das comunica06es tele!2nicas salvo no último caso por ordem 4udicial nas *ip>teses e na !orma -ue a lei estabelecer para !ins de investi)a0"o criminal ou instru0"o processual penal( ?+ide Lei n@ A.ercício de -ual-uer trabal*o o!ício ou pro!iss"o atendidas as -uali!ica06es pro!issionais -ue a lei estabelecer( .BAC de 1AACD 8III % 9 livre o e.ada em lei( I8 % 9 livre a e.ercício dos cultos reli)iosos e )arantida na !orma da lei a prote0"o aos locais de culto e a suas litur)ias( +II % 9 asse)urada nos termos da lei a presta0"o de assist7ncia reli)iosa nas entidades civis e militares de interna0"o coletiva( +III % nin)u9m ser& privado de direitos por motivo de cren0a reli)iosa ou de convic0"o !ilos>!ica ou política salvo se as invocar para e.+ % 9 asse)urado o direito de resposta proporcional ao a)ravo al9m da indeni5a0"o por dano material moral ou : ima)em( +I % 9 inviol&vel a liberdade de consci7ncia e de cren0a sendo asse)urado o livre e.imir%se de obri)a0"o le)al a todos imposta e recusar%se a cumprir presta0"o alternativa !i.

8I+ % 9 asse)urado a todos o acesso : in!orma0"o e res)uardado o si)ilo da !onte -uando necess&rio ao e.pressamente autori5adas t7m le)itimidade para representar seus !iliados 4udicial ou e.i)indo%se no primeiro caso o trEnsito em 4ul)ado( 88 % nin)u9m poder& ser compelido a associar%se ou a permanecer associado( 88I % as entidades associativas -uando e.ercício pro!issional( 8+ % 9 livre a locomo0"o no territ>rio nacional em tempo de pa5 podendo -ual-uer pessoa nos termos da lei nele entrar permanecer ou dele sair com seus bens( 8+I % todos podem reunir%se paci!icamente sem armas em locais abertos ao público independentemente de autori5a0"o desde -ue n"o !rustrem outra reuni"o anteriormente convocada para o mesmo local sendo apenas e.tra4udicialmente( 88II % 9 )arantido o direito de propriedade( 88III % a propriedade atender& a sua !un0"o social( .i)ido pr9vio aviso : autoridade competente( 8+II % 9 plena a liberdade de associa0"o para !ins lícitos vedada a de car&ter paramilitar( 8+III % a cria0"o de associa06es e na !orma da lei a de cooperativas independem de autori5a0"o sendo vedada a inter!er7ncia estatal em seu !uncionamento( 8I8 % as associa06es s> poder"o ser compulsoriamente dissolvidas ou ter suas atividades suspensas por decis"o 4udicial e.

ar( 88+III % s"o asse)urados nos termos da lei' aD a prote0"o :s participa06es individuais em obras coletivas e : reprodu0"o da ima)em e vo5 *umanas inclusive nas atividades desportivas( bD o direito de !iscali5a0"o do aproveitamento econ2mico das obras -ue criarem ou de -ue participarem aos criadores aos int9rpretes e :s respectivas representa06es sindicais e associativas( 88I8 % a lei asse)urar& aos autores de inventos industriais privil9)io tempor&rio para sua utili5a0"o bem como prote0"o :s cria06es industriais : propriedade das marcas aos nomes de empresas e a outros si)nos distintivos tendo em vista o interesse social e o desenvolvimento tecnol>)ico e econ2mico do País( 888 % 9 )arantido o direito de *eran0a( .88I+ % a lei estabelecer& o procedimento para desapropria0"o por necessidade ou utilidade pública ou por interesse social mediante 4usta e pr9via indeni5a0"o em din*eiro ressalvados os casos previstos nesta /onstitui0"o( 88+ % no caso de iminente peri)o público a autoridade competente poder& usar de propriedade particular asse)urada ao propriet&rio indeni5a0"o ulterior se *ouver dano( 88+I % a pe-uena propriedade rural assim de!inida em lei desde -ue trabal*ada pela !amília n"o ser& ob4eto de pen*ora para pa)amento de d9bitos decorrentes de sua atividade produtiva dispondo a lei sobre os meios de !inanciar o seu desenvolvimento( 88+II % aos autores pertence o direito e.clusivo de utili5a0"o publica0"o ou reprodu0"o de suas obras transmissível aos *erdeiros pelo tempo -ue a lei !i.

as' aD o direito de peti0"o aos Poderes Públicos em de!esa de direitos ou contra ile)alidade ou abuso de poder( bD a obten0"o de certid6es em reparti06es públicas para de!esa de direitos e esclarecimento de situa06es de interesse pessoal( 888+ % a lei n"o e.ce0"o( 888+III % 9 recon*ecida a institui0"o do 4úri com a or)ani5a0"o -ue l*e der a lei asse)urados' aD a plenitude de de!esa( .888I % a sucess"o de bens de estran)eiros situados no País ser& re)ulada pela lei brasileira em bene!ício do c2n4u)e ou dos !il*os brasileiros sempre -ue n"o l*es se4a mais !avor&vel a lei pessoal do Fde cu4usF( 888II % o #stado promover& na !orma da lei a de!esa do consumidor( 888III % todos t7m direito a receber dos >r)"os públicos in!orma06es de seu interesse particular ou de interesse coletivo ou )eral -ue ser"o prestadas no pra5o da lei sob pena de responsabilidade ressalvadas a-uelas cu4o si)ilo se4a imprescindível : se)uran0a da sociedade e do #stado( ?Re)ulamentoD 888I+ % s"o a todos asse)urados independentemente do pa)amento de ta.cluir& da aprecia0"o do Poder 3udici&rio les"o ou amea0a a direito( 888+I % a lei n"o pre4udicar& o direito ad-uirido o ato 4urídico per!eito e a coisa 4ul)ada( 888+II % n"o *aver& 4uí5o ou tribunal de e.

ecutores e os -ue podendo evit&%los se omitirem( 8LI+ % constitui crime ina!ian0&vel e imprescritível a a0"o de )rupos armados civis ou militares contra a ordem constitucional e o #stado Democr&tico( 8L+ % nen*uma pena passar& da pessoa do condenado podendo a obri)a0"o de reparar o dano e a decreta0"o do perdimento de bens ser nos termos da lei estendidas aos sucessores e contra eles e.bD o si)ilo das vota06es( cD a soberania dos veredictos( dD a compet7ncia para o 4ul)amento dos crimes dolosos contra a vida( 888I8 % n"o *& crime sem lei anterior -ue o de!ina nem pena sem pr9via comina0"o le)al( 8L % a lei penal n"o retroa)ir& salvo para bene!iciar o r9u( 8LI % a lei punir& -ual-uer discrimina0"o atentat>ria dos direitos e liberdades !undamentais( 8LII % a pr&tica do racismo constitui crime ina!ian0&vel e imprescritível su4eito : pena de reclus"o nos termos da lei( 8LIII % a lei considerar& crimes ina!ian0&veis e insuscetíveis de )ra0a ou anistia a pr&tica da tortura o tr&!ico ilícito de entorpecentes e dro)as a!ins o terrorismo e os de!inidos como crimes *ediondos por eles respondendo os mandantes os e.ecutadas at9 o limite do valor do patrim2nio trans!erido( .

8L+I % a lei re)ular& a individuali5a0"o da pena e adotar& entre outras as se)uintes' aD priva0"o ou restri0"o da liberdade( bD perda de bens( cD multa( dD presta0"o social alternativa( eD suspens"o ou interdi0"o de direitos( 8L+II % n"o *aver& penas' aD de morte salvo em caso de )uerra declarada nos termos do art.o do apenado( . GH 8I8( bD de car&ter perp9tuo( cD de trabal*os !or0ados( dD de banimento( eD cru9is( 8L+III % a pena ser& cumprida em estabelecimentos distintos de acordo com a nature5a do delito a idade e o se.

8LI8 % 9 asse)urado aos presos o respeito : inte)ridade !ísica e moral( L % :s presidi&rias ser"o asse)uradas condi06es para -ue possam permanecer com seus !il*os durante o período de amamenta0"o( LI % nen*um brasileiro ser& e.traditado salvo o naturali5ado em caso de crime comum praticado antes da naturali5a0"o ou de comprovado envolvimento em tr&!ico ilícito de entorpecentes e dro)as a!ins na !orma da lei( LII % n"o ser& concedida e.tradi0"o de estran)eiro por crime político ou de opini"o( LIII % nin)u9m ser& processado nem sentenciado sen"o pela autoridade competente( LI+ % nin)u9m ser& privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo le)al( L+ % aos liti)antes em processo 4udicial ou administrativo e aos acusados em )eral s"o asse)urados o contradit>rio e ampla de!esa com os meios e recursos a ela inerentes( L+I % s"o inadmissíveis no processo as provas obtidas por meios ilícitos( L+II % nin)u9m ser& considerado culpado at9 o trEnsito em 4ul)ado de senten0a penal condenat>ria( L+III % o civilmente identi!icado n"o ser& submetido a identi!ica0"o criminal salvo nas *ip>teses previstas em lei( ?Re)ulamentoD. LI8 % ser& admitida a0"o privada nos crimes de a0"o pública se esta n"o !or intentada no pra5o le)al( .

L8 % a lei s> poder& restrin)ir a publicidade dos atos processuais -uando a de!esa da intimidade ou o interesse social o e.ada pela autoridade 4udici&ria( L8+I % nin)u9m ser& levado : pris"o ou nela mantido -uando a lei admitir a liberdade provis>ria com ou sem !ian0a( L8+II % n"o *aver& pris"o civil por dívida salvo a do respons&vel pelo inadimplemento volunt&rio e inescus&vel de obri)a0"o alimentícia e a do deposit&rio in!iel( L8+III % conceder%se%& F*abeas%corpusF sempre -ue al)u9m so!rer ou se ac*ar amea0ado de so!rer viol7ncia ou coa0"o em sua liberdade de locomo0"o por ile)alidade ou abuso de poder( L8I8 % conceder%se%& mandado de se)uran0a para prote)er direito lí-uido e certo n"o .i)irem( L8I % nin)u9m ser& preso sen"o em !la)rante delito ou por ordem escrita e !undamentada de autoridade 4udici&ria competente salvo nos casos de trans)ress"o militar ou crime propriamente militar de!inidos em lei( L8II % a pris"o de -ual-uer pessoa e o local onde se encontre ser"o comunicados imediatamente ao 4ui5 competente e : !amília do preso ou : pessoa por ele indicada( L8III % o preso ser& in!ormado de seus direitos entre os -uais o de permanecer calado sendo%l*e asse)urada a assist7ncia da !amília e de advo)ado( L8I+ % o preso tem direito : identi!ica0"o dos respons&veis por sua pris"o ou por seu interro)at>rio policial( L8+ % a pris"o ile)al ser& imediatamente rela.

ercício de atribui06es do Poder Público( L88 % o mandado de se)uran0a coletivo pode ser impetrado por' aD partido político com representa0"o no /on)resso =acional( bD or)ani5a0"o sindical entidade de classe ou associa0"o le)almente constituída e em !uncionamento *& pelo menos um ano em de!esa dos interesses de seus membros ou associados( L88I % conceder%se%& mandado de in4un0"o sempre -ue a !alta de norma re)ulamentadora torne invi&vel o e.amparado por F*abeas%corpusF ou F*abeas%dataF -uando o respons&vel pela ile)alidade ou abuso de poder !or autoridade pública ou a)ente de pessoa 4urídica no e.ercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerro)ativas inerentes : nacionalidade : soberania e : cidadania( L88II % conceder%se%& F*abeas%dataF' aD para asse)urar o con*ecimento de in!orma06es relativas : pessoa do impetrante constantes de re)istros ou bancos de dados de entidades )overnamentais ou de car&ter público( bD para a reti!ica0"o de dados -uando n"o se pre!ira !a57%lo por processo si)iloso 4udicial ou administrativo( L88III % -ual-uer cidad"o 9 parte le)ítima para propor a0"o popular -ue vise a anular ato lesivo ao patrim2nio público ou de entidade de -ue o #stado participe : moralidade administrativa ao meio ambiente e ao patrim2nio *ist>rico e cultural !icando o autor salvo comprovada m&%!9 isento de custas 4udiciais e do 2nus da sucumb7ncia( L88I+ % o #stado prestar& assist7ncia 4urídica inte)ral e )ratuita aos -ue comprovarem .

?Incluído pela #menda /onstitucional n@ HI de BJJHD .pressos nesta /onstitui0"o n"o e. K B@ % Os direitos e )arantias e.ercício da cidadania. ?Re)ulamentoD L88+III a todos no Embito 4udicial e administrativo s"o asse)urados a ra5o&vel dura0"o do processo e os meios -ue )arantam a celeridade de sua tramita0"o. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ HI de BJJHD ?Atos aprovados na !orma deste par&)ra!oD K H@ O Brasil se submete : 4urisdi0"o de Tribunal Penal Internacional a cu4a cria0"o ten*a mani!estado ades"o.insu!ici7ncia de recursos( L88+ % o #stado indeni5ar& o condenado por erro 4udici&rio assim como o -ue !icar preso al9m do tempo !i. K L@ Os tratados e conven06es internacionais sobre direitos *umanos -ue !orem aprovados em cada /asa do /on)resso =acional em dois turnos por tr7s -uintos dos votos dos respectivos membros ser"o e-uivalentes :s emendas constitucionais. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ HI de BJJHD K 1@ % As normas de!inidoras dos direitos e )arantias !undamentais t7m aplica0"o imediata.cluem outros decorrentes do re)ime e dos princípios por ela adotados ou dos tratados internacionais em -ue a República Federativa do Brasil se4a parte.ado na senten0a( L88+I % s"o )ratuitos para os recon*ecidamente pobres na !orma da lei' aD o re)istro civil de nascimento( bD a certid"o de >bito( L88+II % s"o )ratuitas as a06es de F*abeas%corpusF e F*abeas%dataF e na !orma da lei os atos necess&rios ao e.

?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ BC de BJJJD Art. Co 1"o direitos sociais a educa0"o a saúde o trabal*o a moradia o la5er a se)uran0a a previd7ncia social a prote0"o : maternidade e : in!Encia a assist7ncia aos desamparados na !orma desta /onstitui0"o. ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ CH de BJ1JD Art. C@ 1"o direitos sociais a educa0"o a saúde a alimenta0"o o trabal*o a moradia o la5er a se)uran0a a previd7ncia social a prote0"o : maternidade e : in!Encia a assist7ncia aos desamparados na !orma desta /onstitui0"o.ado em lei nacionalmente uni!icado capa5 de atender a suas necessidades vitais b&sicas e :s de sua !amília com moradia alimenta0"o educa0"o saúde la5er vestu&rio *i)iene transporte e previd7ncia social com rea4ustes peri>dicos -ue l*e preservem o poder a-uisitivo sendo vedada sua vincula0"o para -ual-uer !im( ./AP. 7º 1"o direitos dos trabal*adores urbanos e rurais al9m de outros -ue visem : mel*oria de sua condi0"o social' I % rela0"o de empre)o prote)ida contra despedida arbitr&ria ou sem 4usta causa nos termos de lei complementar -ue prever& indeni5a0"o compensat>ria dentre outros direitos( II % se)uro%desempre)o em caso de desempre)o involunt&rio( III % !undo de )arantia do tempo de servi0o( I+ % sal&rio mínimo !i.TULO II DO1 DIR#ITO1 1O/IAI1 Art. Art. 6º 1"o direitos sociais a educa0"o a saúde o trabal*o o la5er a se)uran0a a previd7ncia social a prote0"o : maternidade e : in!Encia a assist7ncia aos desamparados na !orma desta /onstitui0"o.

tens"o e : comple.a renda nos termos da lei(?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ BJ de 1AAGD 8III % dura0"o do trabal*o normal n"o superior a oito *oras di&rias e -uarenta e -uatro semanais !acultada a compensa0"o de *or&rios e a redu0"o da 4ornada mediante acordo ou conven0"o coletiva de trabal*o( ?vide Decreto%Lei n@ I.HIB de 1AHLD 8I+ % 4ornada de seis *oras para o trabal*o reali5ado em turnos ininterruptos de reve5amento salvo ne)ocia0"o coletiva( .cepcionalmente participa0"o na )est"o da empresa con!orme de!inido em lei( 8II % sal&rio%!amília para os seus dependentes( 8II % sal&rio%!amília pa)o em ra5"o do dependente do trabal*ador de bai.idade do trabal*o( +I % irredutibilidade do sal&rio salvo o disposto em conven0"o ou acordo coletivo( +II % )arantia de sal&rio nunca in!erior ao mínimo para os -ue percebem remunera0"o vari&vel( +III % d9cimo terceiro sal&rio com base na remunera0"o inte)ral ou no valor da aposentadoria( I8 % remunera0"o do trabal*o noturno superior : do diurno( 8 % prote0"o do sal&rio na !orma da lei constituindo crime sua reten0"o dolosa( 8I % participa0"o nos lucros ou resultados desvinculada da remunera0"o e e.+ % piso salarial proporcional : e.

ados em lei( 88 % prote0"o do mercado de trabal*o da mul*er mediante incentivos especí!icos nos termos da lei( 88I % aviso pr9vio proporcional ao tempo de servi0o sendo no mínimo de trinta dias nos termos da lei( 88II % redu0"o dos riscos inerentes ao trabal*o por meio de normas de saúde *i)iene e se)uran0a( 88III % adicional de remunera0"o para as atividades penosas insalubres ou peri)osas na !orma da lei( 88I+ % aposentadoria( 88+ % assist7ncia )ratuita aos !il*os e dependentes desde o nascimento at9 seis anos de idade em crec*es e pr9%escolas( .8+ % repouso semanal remunerado pre!erencialmente aos domin)os( 8+I % remunera0"o do servi0o e.traordin&rio superior no mínimo em cin-Menta por cento : do normal( ?+ide Del I.HIB art. IA K 1@D 8+II % )o5o de !9rias anuais remuneradas com pelo menos um ter0o a mais do -ue o sal&rio normal( 8+III % licen0a : )estante sem pre4uí5o do empre)o e do sal&rio com a dura0"o de cento e vinte dias( 8I8 % licen0a%paternidade nos termos !i.

?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ BG de BINJINBJJJD bD ?Revo)adaD.ercício de !un06es e de crit9rio de admiss"o por motivo de se.88+ % assist7ncia )ratuita aos !il*os e dependentes desde o nascimento at9 I ?cincoD anos de idade em crec*es e pr9%escolas( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ IL de BJJCD 88+I % recon*ecimento das conven06es e acordos coletivos de trabal*o( 88+II % prote0"o em !ace da automa0"o na !orma da lei( 88+III % se)uro contra acidentes de trabal*o a car)o do empre)ador sem e.tin0"o do contrato( bD at9 dois anos ap>s a e. ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ BG de BINJINBJJJD 888 % proibi0"o de di!eren0a de sal&rios de e.o idade cor ou estado civil( 888I % proibi0"o de -ual-uer discrimina0"o no tocante a sal&rio e crit9rios de admiss"o .tin0"o do contrato para o trabal*ador rural( 88I8 % a0"o -uanto aos cr9ditos resultantes das rela06es de trabal*o com pra5o prescricional de cinco anos para os trabal*adores urbanos e rurais at9 o limite de dois anos ap>s a e.tin0"o do contrato de trabal*o(?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ BG de BINJINBJJJD aD ?Revo)adaD.cluir a indeni5a0"o a -ue este est& obri)ado -uando incorrer em dolo ou culpa( 88I8 % a0"o -uanto a cr9ditos resultantes das rela06es de trabal*o com pra5o prescricional de' aD cinco anos para o trabal*ador urbano at9 o limite de dois anos ap>s a e.

1"o asse)urados : cate)oria dos trabal*adores dom9sticos os direitos previstos nos incisos I+ +I +III 8+ 8+II 8+III 8I8 88I e 88I+ bem como a sua inte)ra0"o : previd7ncia social.i)ir autori5a0"o do #stado para a !unda0"o de sindicato ressalvado o re)istro no >r)"o competente vedadas ao Poder Público a inter!er7ncia e a interven0"o na or)ani5a0"o sindical( II % 9 vedada a cria0"o de mais de uma or)ani5a0"o sindical em -ual-uer )rau representativa de cate)oria pro!issional ou econ2mica na mesma base territorial -ue ser& de!inida pelos trabal*adores ou empre)adores interessados n"o podendo ser in!erior : &rea de um $unicípio( III % ao sindicato cabe a de!esa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da .do trabal*ador portador de de!ici7ncia( 888II % proibi0"o de distin0"o entre trabal*o manual t9cnico e intelectual ou entre os pro!issionais respectivos( 888III % proibi0"o de trabal*o noturno peri)oso ou insalubre aos menores de de5oito e de -ual-uer trabal*o a menores de -uator5e anos salvo na condi0"o de aprendi5( 888III % proibi0"o de trabal*o noturno peri)oso ou insalubre a menores de de5oito e de -ual-uer trabal*o a menores de de5esseis anos salvo na condi0"o de aprendi5 a partir de -uator5e anos( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ BJ de 1AAGD 888I+ % i)ualdade de direitos entre o trabal*ador com vínculo empre)atício permanente e o trabal*ador avulso. 8º O livre a associa0"o pro!issional ou sindical observado o se)uinte' I % a lei n"o poder& e. Art. Par&)ra!o único.

. 9º O asse)urado o direito de )reve competindo aos trabal*adores decidir sobre a oportunidade de e. Art.erc7%lo e sobre os interesses -ue devam por meio dele de!ender. K 1@ % A lei de!inir& os servi0os ou atividades essenciais e dispor& sobre o atendimento das necessidades inadi&veis da comunidade. As disposi06es deste arti)o aplicam%se : or)ani5a0"o de sindicatos rurais e de col2nias de pescadores atendidas as condi06es -ue a lei estabelecer.ar& a contribui0"o -ue em se tratando de cate)oria pro!issional ser& descontada em !ol*a para custeio do sistema con!ederativo da representa0"o sindical respectiva independentemente da contribui0"o prevista em lei( + % nin)u9m ser& obri)ado a !iliar%se ou a manter%se !iliado a sindicato( +I % 9 obri)at>ria a participa0"o dos sindicatos nas ne)ocia06es coletivas de trabal*o( +II % o aposentado !iliado tem direito a votar e ser votado nas or)ani5a06es sindicais( +III % 9 vedada a dispensa do empre)ado sindicali5ado a partir do re)istro da candidatura a car)o de dire0"o ou representa0"o sindical e se eleito ainda -ue suplente at9 um ano ap>s o !inal do mandato salvo se cometer !alta )rave nos termos da lei. K B@ % Os abusos cometidos su4eitam os respons&veis :s penas da lei. 1 . O asse)urada a participa0"o dos trabal*adores e empre)adores nos cole)iados dos >r)"os públicos em -ue seus interesses pro!issionais ou previdenci&rios se4am ob4eto de discuss"o e delibera0"o. Art.cate)oria inclusive em -uest6es 4udiciais ou administrativas( I+ % a assembl9ia )eral !i. Par&)ra!o único.

/AP.TULO III DA =A/IO=ALIDAD# Art.Art. =as empresas de mais de du5entos empre)ados 9 asse)urada a elei0"o de um representante destes com a !inalidade e. 11.clusiva de promover%l*es o entendimento direto com os empre)adores. 12. 1"o brasileiros' I % natos' aD os nascidos na República Federativa do Brasil ainda -ue de pais estran)eiros desde -ue estes n"o este4am a servi0o de seu país( bD os nascidos no estran)eiro de pai brasileiro ou m"e brasileira desde -ue -ual-uer deles este4a a servi0o da República Federativa do Brasil( cD os nascidos no estran)eiro de pai brasileiro ou de m"e brasileira desde -ue se4am re)istrados em reparti0"o brasileira competente ou ven*am a residir na República Federativa do Brasil antes da maioridade e alcan0ada esta optem em -ual-uer tempo pela nacionalidade brasileira( cD os nascidos no estran)eiro de pai brasileiro ou m"e brasileira desde -ue ven*am a residir na República Federativa do Brasil e optem em -ual-uer tempo pela nacionalidade brasileira(?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional de Revis"o n@ L de 1AAHD cD os nascidos no estran)eiro de pai brasileiro ou de m"ebrasileira desde -ue se4am re)istrados em reparti0"o brasileira competente ou ven*am a residir na República Federativa do Brasil e optem em -ual-uer tempo depois de atin)ida a maioridade pela nacionalidade brasileira( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ IH de BJJPD .

bD os estran)eiros de -ual-uer nacionalidade residentes na República Federativa do Brasil *& mais de -uin5e anos ininterruptos e sem condena0"o penal desde -ue re-ueiram a nacionalidade brasileira. K L@ % 1"o privativos de brasileiro nato os car)os' I % de Presidente e +ice%Presidente da República( II % de Presidente da /Emara dos Deputados( III % de Presidente do 1enado Federal( .II % naturali5ados'Q aD os -ue na !orma da lei ad-uiram a nacionalidade brasileira e.i)idas aos ori)in&rios de países de lín)ua portu)uesa apenas resid7ncia por um ano ininterrupto e idoneidade moral( bD os estran)eiros de -ual-uer nacionalidade residentes na República Federativa do Brasil *& mais de trinta anos ininterruptos e sem condena0"o penal desde -ue re-ueiram a nacionalidade brasileira.?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional de Revis"o n@ L de 1AAHD K B@ % A lei n"o poder& estabelecer distin0"o entre brasileiros natos e naturali5ados salvo nos casos previstos nesta /onstitui0"o.?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional de Revis"o n@ L de 1AAHD K 1@ % Aos portu)ueses com resid7ncia permanente no País se *ouver reciprocidade em !avor de brasileiros ser"o atribuídos os direitos inerentes ao brasileiro nato salvo os casos previstos nesta /onstitui0"o. K 1@ Aos portu)ueses com resid7ncia permanente no País se *ouver reciprocidade em !avor de brasileiros ser"o atribuídos os direitos inerentes ao brasileiro salvo os casos previstos nesta /onstitui0"o.

. 13.I+ % de $inistro do 1upremo Tribunal Federal( + % da carreira diplom&tica( +I % de o!icial das For0as Armadas. A lín)ua portu)uesa 9 o idioma o!icial da República Federativa do Brasil.ercício de direitos civis( ?Incluído pela #menda /onstitucional de Revis"o n@ L de 1AAHD Art. +II % de $inistro de #stado da De!esa?Incluído pela #menda /onstitucional n@ BL de 1AAAD K H@ % 1er& declarada a perda da nacionalidade do brasileiro -ue' I % tiver cancelada sua naturali5a0"o por senten0a 4udicial em virtude de atividade nociva ao interesse nacional( II % ad-uirir outra nacionalidade por naturali5a0"o volunt&ria. II % ad-uirir outra nacionalidade salvo nos casos' ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional de Revis"o n@ L de 1AAHD aD de recon*ecimento de nacionalidade ori)in&ria pela lei estran)eira( ?Incluído pela #menda /onstitucional de Revis"o n@ L de 1AAHD bD de imposi0"o de naturali5a0"o pela norma estran)eira ao brasileiro residente em estado estran)eiro como condi0"o para perman7ncia em seu territ>rio ou para o e.

K 1@ % 1"o símbolos da República Federativa do Brasil a bandeira o *ino as armas e o selo nacionais. K 1@ % O alistamento eleitoral e o voto s"o' I % obri)at>rios para os maiores de de5oito anos( II % !acultativos para' aD os anal!abetos( bD os maiores de setenta anos( cD os maiores de de5esseis e menores de de5oito anos. 14.TI/O1 Art.ercida pelo su!r&)io universal e pelo voto direto e secreto com valor i)ual para todos e nos termos da lei mediante' I % plebiscito( II % re!erendo( III % iniciativa popular. .TULO I+ DO1 DIR#ITO1 POL. /AP. K B@ % Os #stados o Distrito Federal e os $unicípios poder"o ter símbolos pr>prios. A soberania popular ser& e.

K H@ % 1"o inele)íveis os inalist&veis e os anal!abetos.K B@ % ="o podem alistar%se como eleitores os estran)eiros e durante o período do servi0o militar obri)at>rio os conscritos. . K I@ % 1"o inele)íveis para os mesmos car)os no período subse-Mente o Presidente da República os <overnadores de #stado e do Distrito Federal os Pre!eitos e -uem os *ouver sucedido ou substituído nos seis meses anteriores ao pleito.ercício dos direitos políticos( III % o alistamento eleitoral( I+ % o domicílio eleitoral na circunscri0"o( + % a !ilia0"o partid&ria( Re)ulamento +I % a idade mínima de' aD trinta e cinco anos para Presidente e +ice%Presidente da República e 1enador( bD trinta anos para <overnador e +ice%<overnador de #stado e do Distrito Federal( cD vinte e um anos para Deputado Federal Deputado #stadual ou Distrital Pre!eito +ice%Pre!eito e 4ui5 de pa5( dD de5oito anos para +ereador. K L@ % 1"o condi06es de ele)ibilidade na !orma da lei' I % a nacionalidade brasileira( II % o pleno e.

?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1C de 1AAPD K C@ % Para concorrerem a outros car)os o Presidente da República os <overnadores de #stado e do Distrito Federal e os Pre!eitos devem renunciar aos respectivos mandatos at9 seis meses antes do pleito. ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional de Revis"o n@ H de 1AAHD K 1J % O mandato eletivo poder& ser impu)nado ante a 3usti0a #leitoral no pra5o de -uin5e dias contados da diploma0"o instruída a a0"o com provas de abuso do poder econ2mico corrup0"o ou !raude.ercício de !un0"o car)o ou empre)o na administra0"o direta ou indireta. K A@ Lei complementar estabelecer& outros casos de inele)ibilidade e os pra5os de sua cessa0"o a !im de prote)er a probidade administrativa a moralidade para e.ercício de !un0"o car)o ou empre)o na administra0"o direta ou indireta. K A@ % Lei complementar estabelecer& outros casos de inele)ibilidade e os pra5os de sua cessa0"o a !im de prote)er a normalidade e le)itimidade das elei06es contra a in!lu7ncia do poder econ2mico ou o abuso do e. K G@ % O militar alist&vel 9 ele)ível atendidas as se)uintes condi06es' I % se contar menos de de5 anos de servi0o dever& a!astar%se da atividade( II % se contar mais de de5 anos de servi0o ser& a)re)ado pela autoridade superior e se eleito passar& automaticamente no ato da diploma0"o para a inatividade.ercício de mandato considerada vida pre)ressa do candidato e a normalidade e le)itimidade das elei06es contra a in!lu7ncia do poder econ2mico ou o abuso do e. K P@ % 1"o inele)íveis no territ>rio de 4urisdi0"o do titular o c2n4u)e e os parentes consan)Míneos ou a!ins at9 o se)undo )rau ou por ado0"o do Presidente da República de <overnador de #stado ou Territ>rio do Distrito Federal de Pre!eito ou de -uem os *a4a substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito salvo se 4& titular de mandato eletivo e candidato : reelei0"o. K 11 % A a0"o de impu)na0"o de mandato tramitar& em se)redo de 4usti0a respondendo o autor na !orma da lei se temer&ria ou de mani!esta m&%!9.K I@ O Presidente da República os <overnadores de #stado e do Distrito Federal os Pre!eitos e -uem os *ouver sucedido ou substituído no curso dos mandatos poder"o ser reeleitos para um único período subse-Mente. .

onera0"o( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD III % o pra5o de validade do concurso público ser& de at9 dois anos prorro)&vel uma ve5 por i)ual período( I+ % durante o pra5o improrro)&vel previsto no edital de convoca0"o a-uele aprovado em concurso público de provas ou de provas e títulos ser& convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir car)o ou empre)o na carreira( + % os car)os em comiss"o e as !un06es de con!ian0a ser"o e. 37.idade do car)o ou empre)o na !orma prevista em lei ressalvadas as nomea06es para car)o em comiss"o declarado em lei de livre nomea0"o e e.ercidos pre!erencialmente por servidores ocupantes de car)o de carreira t9cnica ou pro!issional nos casos e condi06es previstos em lei( + % as !un06es de con!ian0a e.clusivamente por servidores ocupantes de car)o e!etivo e os car)os em comiss"o a serem preenc*idos por servidores de carreira nos casos condi06es e percentuais mínimos previstos em lei destinam%se apenas :s atribui06es de dire0"o c*e!ia e assessoramento(?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD +I % 9 )arantido ao servidor público civil o direito : livre associa0"o sindical( .Art. A administra0"o pública direta e indireta de -ual-uer dos Poderes da Uni"o dos #stados do Distrito Federal e dos $unicípios obedecer& aos princípios de le)alidade impessoalidade moralidade publicidade e e!ici7ncia e tamb9m ao se)uinte' ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD I % os car)os empre)os e !un06es públicas s"o acessíveis aos brasileiros -ue preenc*am os re-uisitos estabelecidos em lei assim como aos estran)eiros na !orma da lei( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD II % a investidura em car)o ou empre)o público depende de aprova0"o pr9via em concurso público de provas ou de provas e títulos de acordo com a nature5a e a comple.ercidas e.

HHG de 1AABD 8I % a remunera0"o e o subsídio dos ocupantes de car)os !un06es e empre)os públicos da administra0"o direta aut&r-uica e !undacional dos membros de -ual-uer dos Poderes da Uni"o dos #stados do Distrito Federal e dos $unicípios dos detentores de mandato eletivo e dos demais a)entes políticos e os proventos pens6es ou outra esp9cie remunerat>ria percebidos cumulativamente ou n"o incluídas as .imos e no Embito dos respectivos poderes os valores percebidos como remunera0"o em esp9cie a -ual-uer título por membros do /on)resso =acional $inistros de #stado e $inistros do 1upremo Tribunal Federal e seus correspondentes nos #stados no Distrito Federal e nos Territ>rios e nos $unicípios os valores percebidos como remunera0"o em esp9cie pelo Pre!eito( ?+ide Lei n@ G.ados ou alterados por lei especí!ica observada a iniciativa privativa em cada caso asse)urada revis"o )eral anual sempre na mesma data e sem distin0"o de índices( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD ?Re)ulamentoD 8I % a lei !i.ercido nos termos e nos limites de!inidos em lei especí!ica( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD +III % a lei reservar& percentual dos car)os e empre)os públicos para as pessoas portadoras de de!ici7ncia e de!inir& os crit9rios de sua admiss"o( I8 % a lei estabelecer& os casos de contrata0"o por tempo determinado para atender a necessidade tempor&ria de e. LA somente poder"o ser !i.imo e a rela0"o de valores entre a maior e a menor remunera0"o dos servidores públicos observados como limites m&.+II % o direito de )reve ser& e.ar& o limite m&.cepcional interesse público( 8 % a revis"o )eral da remunera0"o dos servidores públicos sem distin0"o de índices entre servidores públicos civis e militares !ar%se%& sempre na mesma data( 8 % a remunera0"o dos servidores públicos e o subsídio de -ue trata o K H@ do art.ercido nos termos e nos limites de!inidos em lei complementar( +II % o direito de )reve ser& e.

ceder o subsídio mensal em esp9cie dos $inistros do 1upremo Tribunal Federal aplicando%se como li%mite nos $unicípios o subsídio do Pre!eito e nos #stados e no Distrito Federal o subsídio mensal do <overnador no Embito do Poder #. LA K 1@ ( 8I+ % os acr9scimos pecuni&rios percebidos por servidor público n"o ser"o computados nem acumulados para !ins de concess"o de acr9scimos ulteriores sob o mesmo título ou id7ntico !undamento( 8+ % os vencimentos dos servidores públicos s"o irredutíveis e a remunera0"o observar& o -ue disp6em os arts.ecutivo( 8III % 9 vedada a vincula0"o ou e-uipara0"o de vencimentos para o e!eito de remunera0"o de pessoal do servi0o público ressalvado o disposto no inciso anterior e no art.ecutivo o subsídio dos Deputados #staduais e Distritais no Embito do Poder Le)islativo e o sub%sídio dos Desembar)adores do Tribunal de 3usti0a limitado a noventa inteiros e vinte e cinco cent9simos por cento do subsídio mensal em esp9cie dos $inistros do 1upremo Tri% bunal Federal no Embito do Poder 3udici&rio aplic&vel este limite aos membros do $inist9rio Público aos Procuradores e aos De!ensores Públicos( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ H1 1A.1B. LP 8I e 8II 1IJ II 1IL III e K B@ I(?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1G 1AAGD 8+I % 9 vedada a acumula0"o remunerada de car)os públicos e.BJJLD 8II % os vencimentos dos car)os do Poder Le)islativo e do Poder 3udici&rio n"o poder"o ser superiores aos pa)os pelo Poder #.ceder o subsídio mensal em esp9cie dos $inistros do 1upremo Tribunal Federal(?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD ?+ide #menda /onstitucional n@ BJ de 1AAGD 8I % a remunera0"o e o subsídio dos ocupantes de car)os !un06es e empre)os públicos da administra0"o direta aut&r-uica e !undacional dos membros de -ual-uer dos Poderes da Uni"o dos #stados do Distrito Federal e dos $unicípios dos detentores de mandato eletivo e dos demais a)entes políticos e os proventos pens6es ou outra esp9cie remunerat>ria percebidos cumulativamente ou n"o incluídas as vanta)ens pessoais ou de -ual-uer outra nature5a n"o poder"o e.ceto -uando *ouver compatibilidade de *or&rios' aD a de dois car)os de pro!essor( bD a de um car)o de pro!essor com outro t9cnico ou cientí!ico( .vanta)ens pessoais ou de -ual-uer outra nature5a n"o poder"o e.

LA K H@ 1IJ II 1IL III e 1IL K B@ I( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD 8+I % 9 vedada a acumula0"o remunerada de car)os públicos e.cD a de dois car)os privativos de m9dico( 8+II % a proibi0"o de acumular estende%se a empre)os e !un06es e abran)e autar-uias empresas públicas sociedades de economia mista e !unda06es mantidas pelo Poder Público( 8III % 9 vedada a vincula0"o ou e-uipara0"o de -uais-uer esp9cies remunerat>rias para o e!eito de remunera0"o de pessoal do servi0o público( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD 8I+ % os acr9scimos pecuni&rios percebidos por servidor público n"o ser"o computados nem acumulados para !ins de concess"o de acr9scimos ulteriores( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD 8+ % o subsídio e os vencimentos dos ocupantes de car)os e empre)os públicos s"o irredutíveis ressalvado o disposto nos incisos 8I e 8I+ deste arti)o e nos arts.ceto -uando *ouver compatibilidade de *or&rios observado em -ual-uer caso o disposto no inciso 8I' ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD aD a de dois car)os de pro!essor( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD bD a de um car)o de pro!essor com outro t9cnico ou cientí!ico( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD cD a de dois car)os privativos de m9dico( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD cD a de dois car)os ou empre)os privativos de pro!issionais de saúde com pro!iss6es re)ulamentadas( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ LH de BJJ1D .

1B.i)7ncias de -uali!ica0"o t9cnica e econ2mica indispens&veis : )arantia do cumprimento das obri)a06es. ?Re)ulamentoD 88II % as administra06es tribut&rias da Uni"o dos #stados do Distrito Federal e dos $unicípios atividades essenciais ao !uncionamento do #stado e. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ HB de 1A.8+II % a proibi0"o de acumular estende%se a empre)os e !un06es e abran)e autar-uias !unda06es empresas públicas sociedades de economia mista suas subsidi&rias e sociedades controladas direta ou indiretamente pelo poder público( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD 8+III % a administra0"o !a5end&ria e seus servidores !iscais ter"o dentro de suas &reas de compet7ncia e 4urisdi0"o preced7ncia sobre os demais setores administrativos na !orma da lei( 8I8 % somente por lei especí!ica poder"o ser criadas empresa pública sociedade de economia mista autar-uia ou !unda0"o pública( 8I8 % somente por lei especí!ica poder& ser criada autar-uia e autori5ada a institui0"o de empresa pública de sociedade de economia mista e de !unda0"o cabendo : lei complementar neste último caso de!inir as &reas de sua atua0"o( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD 88 % depende de autori5a0"o le)islativa em cada caso a cria0"o de subsidi&rias das entidades mencionadas no inciso anterior assim como a participa0"o de -ual-uer delas em empresa privada( 88I % ressalvados os casos especi!icados na le)isla0"o as obras servi0os compras e aliena06es ser"o contratados mediante processo de licita0"o pública -ue asse)ure i)ualdade de condi06es a todos os concorrentes com cl&usulas -ue estabele0am obri)a06es de pa)amento mantidas as condi06es e!etivas da proposta nos termos da lei o -ual somente permitir& as e.BJJLD .ercidas por servidores de carreiras especí!icas ter"o recursos priorit&rios para a reali5a0"o de suas atividades e atuar"o de !orma inte)rada inclusive com o compartil*amento de cadastros e de in!orma06es !iscais na !orma da lei ou conv7nio.

I@ 8 e 888III( ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD III % a disciplina da representa0"o contra o e. K C@ % As pessoas 4urídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de servi0os públicos responder"o pelos danos -ue seus a)entes nessa -ualidade .ercício ne)li)ente ou abusivo de car)o empre)o ou !un0"o na administra0"o pública. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K H@ % Os atos de improbidade administrativa importar"o a suspens"o dos direitos políticos a perda da !un0"o pública a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao er&rio na !orma e )rada0"o previstas em lei sem pre4uí5o da a0"o penal cabível. K B@ % A n"o observEncia do disposto nos incisos II e III implicar& a nulidade do ato e a puni0"o da autoridade respons&vel nos termos da lei.K 1@ % A publicidade dos atos pro)ramas obras servi0os e campan*as dos >r)"os públicos dever& ter car&ter educativo in!ormativo ou de orienta0"o social dela n"o podendo constar nomes símbolos ou ima)ens -ue caracteri5em promo0"o pessoal de autoridades ou servidores públicos. K I@ % A lei estabelecer& os pra5os de prescri0"o para ilícitos praticados por -ual-uer a)ente servidor ou n"o -ue causem pre4uí5os ao er&rio ressalvadas as respectivas a06es de ressarcimento. K L@ A lei disciplinar& as !ormas de participa0"o do usu&rio na administra0"o pública direta e indireta re)ulando especialmente' ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD I % as reclama06es relativas : presta0"o dos servi0os públicos em )eral asse)uradas a manuten0"o de servi0os de atendimento ao usu&rio e a avalia0"o peri>dica e. K L@ % As reclama06es relativas : presta0"o de servi0os públicos ser"o disciplinadas em lei.terna e interna da -ualidade dos servi0os( ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD II % o acesso dos usu&rios a re)istros administrativos e a in!orma06es sobre atos de )overno observado o disposto no art.

?Incluído pela #menda /onstitucional n@ BJ de 1AAGD ?+ide #menda /onstitucional n@ BJ de 1AAGD K 11. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K G@ A autonomia )erencial or0ament&ria e !inanceira dos >r)"os e entidades da administra0"o direta e indireta poder& ser ampliada mediante contrato a ser !irmado entre seus administradores e o poder público -ue ten*a por ob4eto a !i.a0"o de metas de desempen*o para o >r)"o ou entidade cabendo : lei dispor sobre' ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD I % o pra5o de dura0"o do contrato( ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD II % os controles e crit9rios de avalia0"o de desempen*o direitos obri)a06es e responsabilidade dos diri)entes( ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD III % a remunera0"o do pessoal. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K 1J.onera0"o. K P@ A lei dispor& sobre os re-uisitos e as restri06es ao ocupante de car)o ou empre)o da administra0"o direta e indireta -ue possibilite o acesso a in!orma06es privile)iadas. HJ ou dos arts. ="o ser"o computadas para e!eito dos limites remunerat>rios de -ue trata o inciso 8I do caput deste arti)o as parcelas de car&ter indeni5at>rio previstas em lei. O vedada a percep0"o simultEnea de proventos de aposentadoria decorrentes do art.ar em seu Embito mediante emenda :s respectivas /onstitui06es e Lei Or )Enica como limite único o subsídio mensal dos Desembar)adores do respectivo Tribunal de 3usti0a limitado a noventa inteiros e vinte . ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K A@ O disposto no inciso 8I aplica%se :s empresas públicas e :s sociedades de economia mista e suas subsidi&rias -ue receberem recursos da Uni"o dos #stados do Distrito Federal ou dos $unicípios para pa)amento de despesas de pessoal ou de custeio em )eral. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ HP de BJJID K 1B.causarem a terceiros asse)urado o direito de re)resso contra o respons&vel nos casos de dolo ou culpa. Para os !ins do disposto no inciso 8I do caput deste arti)o !ica !acultado aos #stados e ao Distrito Federal !i. HB e 1HB com a remunera0"o de car)o empre)o ou !un0"o pública ressalvados os car)os acumul&veis na !orma desta /onstitui0"o os car)os eletivos e os car)os em comiss"o declarados em lei de livre nomea0"o e e.

?Incluído pela #menda /onstitucional n@ HP de BJJID Art.ercício os servidores nomeados para car)o de provimento e!etivo em virtude de concurso público.e cinco cent9simos por cento do subsídio mensal dos $inistros do 1upremo Tribunal Federal n"o se aplicando o disposto neste par&)ra!o aos subsídios dos Deputados #staduais e Distritais e dos +ereadores.tinto o car)o ou declarada a sua desnecessidade o servidor est&vel !icar& em disponibilidade com remunera0"o proporcional ao tempo de servi0o at9 seu ade-uado aproveitamento em outro car)o. ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K L@ #. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD . ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K B@ Invalidada por senten0a 4udicial a demiss"o do servidor est&vel ser& ele reinte)rado e o eventual ocupante da va)a se est&vel recondu5ido ao car)o de ori)em sem direito a indeni5a0"o aproveitado em outro car)o ou posto em disponibilidade com remunera0"o proporcional ao tempo de servi0o. ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K 1@ O servidor público est&vel s> perder& o car)o' ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD I % em virtude de senten0a 4udicial transitada em 4ul)ado( ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD II % mediante processo administrativo em -ue l*e se4a asse)urada ampla de!esa( ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD III % mediante procedimento de avalia0"o peri>dica de desempen*o na !orma de lei complementar asse)urada ampla de!esa. 41. ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K H@ /omo condi0"o para a a-uisi0"o da estabilidade 9 obri)at>ria a avalia0"o especial de desempen*o por comiss"o instituída para essa !inalidade. 1"o est&veis ap>s tr7s anos de e!etivo e.

Art.ercer as !un06es de polícia marítima a9rea e de !ronteiras( . 144. A se)uran0a pública dever do #stado direito e responsabilidade de todos 9 e. K 1@ % A polícia !ederal instituída por lei como >r)"o permanente estruturado em carreira destina%se a' K 1@ A polícia !ederal instituída por lei como >r)"o permanente or)ani5ado e mantido pela Uni"o e estruturado em carreira destina%se a'?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD I % apurar in!ra06es penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens servi0os e interesses da Uni"o ou de suas entidades aut&r-uicas e empresas públicas assim como outras in!ra06es cu4a pr&tica ten*a repercuss"o interestadual ou internacional e e.ercida para a preserva0"o da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrim2nio atrav9s dos se)uintes >r)"os' I % polícia !ederal( II % polícia rodovi&ria !ederal( III % polícia !errovi&ria !ederal( I+ % polícias civis( + % polícias militares e corpos de bombeiros militares.i4a repress"o uni!orme se)undo se dispuser em lei( II % prevenir e reprimir o tr&!ico ilícito de entorpecentes e dro)as a!ins o contrabando e o descamin*o sem pre4uí5o da a0"o !a5end&ria e de outros >r)"os públicos nas respectivas &reas de compet7ncia( III % e.

ercer com e.?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K L@ A polícia !errovi&ria !ederal >r)"o permanente or)ani5ado e mantido pela Uni"o e estruturado em carreira destina%se na !orma da lei ao patrul*amento ostensivo das !errovias !ederais.clusividade as !un06es de polícia 4udici&ria da Uni"o.ecu0"o de atividades de de!esa civil. K L@ % A polícia !errovi&ria !ederal >r)"o permanente estruturado em carreira destina%se na !orma da lei ao patrul*amento ostensivo das !errovias !ederais. K B@ A polícia rodovi&ria !ederal >r)"o permanente or)ani5ado e mantido pela Uni"o e estruturado em carreira destina%se na !orma da lei ao patrul*amento ostensivo das rodovias !ederais.iliares e reserva do #.9rcito subordinam%se 4untamente com as polícias civis aos <overnadores dos #stados do Distrito Federal e dos Territ>rios. ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD K H@ % :s polícias civis diri)idas por dele)ados de polícia de carreira incumbem ressalvada a compet7ncia da Uni"o as !un06es de polícia 4udici&ria e a apura0"o de in!ra06es penais e. ?Incluído pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD . LA. K B@ % A polícia rodovi&ria !ederal >r)"o permanente estruturado em carreira destina% se na !orma da lei ao patrul*amento ostensivo das rodovias !ederais.III % e. K C@ % As polícias militares e corpos de bombeiros militares !or0as au.ada na !orma do K H@ do art. K P@ % A lei disciplinar& a or)ani5a0"o e o !uncionamento dos >r)"os respons&veis pela se)uran0a pública de maneira a )arantir a e!ici7ncia de suas atividades. K A@ A remunera0"o dos servidores policiais inte)rantes dos >r)"os relacionados neste arti)o ser& !i.ercer as !un06es de polícia marítima aeroportu&ria e de !ronteiras( ?Reda0"o dada pela #menda /onstitucional n@ 1A de 1AAGD I+ % e. K G@ % Os $unicípios poder"o constituir )uardas municipais destinadas : prote0"o de seus bens servi0os e instala06es con!orme dispuser a lei. K I@ % :s polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preserva0"o da ordem pública( aos corpos de bombeiros militares al9m das atribui06es de!inidas em lei incumbe a e.ceto as militares.

prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins. § 1º . sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas áreas de competência. instituída por lei como órgão permanente. o contrabando e o descaminho.polícia ferroviária federal.apurar infrações penais contra a ordem política e social ou em detrimento de bens. V . segundo se dispuser em lei. assim como outras infrações cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional e exija repressão uniforme. destina-se a: § 1º A polícia federal. organizado e mantido pela União e estruturado em carreira. IV . dever do Estado. II . serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas. é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. destina-se a:(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19.polícia rodoviária federal. A segurança pública. II . direito e responsabilidade de todos. de 1998) I . 144. estruturado em carreira.A polícia federal.Art. através dos seguintes órgãos: I .polícias militares e corpos de bombeiros militares. instituída por lei como órgão permanente. III .polícias civis.polícia federal. .

organizado e mantido pela União e estruturado em carreira. ao patrulhamento ostensivo das rodovias federais. juntamente com as polícias civis. ressalvada a competência da União. com exclusividade. órgão permanente. do Distrito Federal e dos Territórios. órgão permanente. § 2º A polícia rodoviária federal. subordinam-se.A lei disciplinará a organização e o funcionamento dos órgãos responsáveis pela segurança pública. as funções de polícia judiciária da União. § 3º . destina-se. destina-se.às polícias civis. . incumbem. de 1998) IV . na forma da lei. na forma da lei. as funções de polícia judiciária e a apuração de infrações penais.III . ao patrulhamento ostensivo das ferrovias federais.A polícia ferroviária federal. na forma da lei.exercer. organizado e mantido pela União e estruturado em carreira. estruturado em carreira.(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19. de 1998) § 3º A polícia ferroviária federal. de 1998) § 4º . ao patrulhamento ostensivo das ferrovias federais. § 6º . (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19. ao patrulhamento ostensivo das rodovias federais. § 7º . aérea e de fronteiras.As polícias militares e corpos de bombeiros militares. além das atribuições definidas em lei. III . (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19. forças auxiliares e reserva do Exército. destina-se. incumbe a execução de atividades de defesa civil. destina-se. § 5º . órgão permanente.às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública. aos corpos de bombeiros militares. órgão permanente. de maneira a garantir a eficiência de suas atividades.exercer as funções de polícia marítima. na forma da lei. estruturado em carreira. exceto as militares.exercer as funções de polícia marítima. § 2º .A polícia rodoviária federal. aos Governadores dos Estados. aeroportuária e de fronteiras. dirigidas por delegados de polícia de carreira.

§ 8º . (Incluído pela Emenda Constitucional nº 19. de 1998) . § 9º A remuneração dos servidores policiais integrantes dos órgãos relacionados neste artigo será fixada na forma do § 4º do art. 39. serviços e instalações. conforme dispuser a lei.Os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens.