You are on page 1of 9

Química A - Aula 2 Modelos Atômicos

O Modelo Atômico de Bohr
Com o objetivo de solucionar estas limitaçãoes do modelo de Ruthrford entra em cena um cientista chamado Niels Bohr. Niels Bohr: em 1913, propôs que o átomo é constituído por um núcleo positivo, onde se concentra praticamente toda massa do átomo, e por elétrons que giram ao seu redor em órbitas circulars bem definidas, formando camadas, designadas pelas letras .

Figura 28.1: O modelo Atômico de Bohr. Através de processos experimentais Bohr, concluiu que:

  

Um elétron só pode ter certas energias específicas, e cada uma destas energias corresponde a uma órbita particular. Quanto mais afastado do núcleo maior a energia do elétron; Se o elétron receber energia ele pula para uma órbita mais afastada do núcleo; Como esta órbita não é natural ele tende a retornar para sua órbita de maior estabilidade, assim sendo, ocorre liberação de energia; Para calcular a energia emitida pelo elétron, Max Planck estabeleceu que a energia se propaga em ``pacotes" de quantidades mínimas e descontínuas. A essa quantidade mínima chamou de fóton ou quantum. O valor do quantum é proporcional a frequência da onda , cuja magnitude pode ser calculada por

onde

é a famosa constante de Planck, que tem valor de

.

conhecendo sua posição e velociade. o elétron. A mecânica clássica prevê. sua trajetória. É importante notar que a intensidade da radiação é uma indicação do número de pacotes de energia gerados. estabeleceu o Príncipio da Incerteza. O quadrado do módulo da função de onda instante a determinada partícula. O Modelo Atômico Atual Louis de Broglie: em 1924. a posição e a quantidadade de movimento de um elétronbegintex2html_deferred Tudo que nós podemos conhecer sobre o movimento de um sistema de partículas se reduz a uma função complexa de coordenadas das partículas e do tempo . não se descreve perfeitamente o átomo. A mecânica quântica. que trata do universo microscópico das partículas. no caso. criada por Schrödinger (1927). enquanto é a medida de energia de cada pacote. Heisenberg: em 1927. ao mesmo tempo. Esta função é chamada Função de Onda. representa a probabilidade de se encontrar no . Sommerfeld: em 1916. segundo o qual ``não é possível predizer. foi quem lançou as as bases de uma nova mecânica chamada ondulatória ou quântica. Figura 28. para cada corpo.2: Modelo Atômico de Sommerfeld. radiação de frequência será detectada. estabeleceu que os elétrons descrevem órbitas circulares e elípticas em torno do núcleo.Se os átomos oscilantes transferem uma energia para a vizinhança. tem associado a si uma onda". através do Princípio da Dualidade matéria-onda para o elétron: ``Toda partícula em movimento.

Schrödinger deduziu matematicamente regiões com probabilidades de se encontrar o elétron. Figura 28. Orbital é a região.Na concepção clássica. . Pela mecânica quântica nós só podemos conhecer a probabilidade de encontrar a partícula no ponto considerado. com maior probabilidade de se encontrar o elétron. O átomo possui núcleo denso com elétrons em orbitais. Isótonos e Isoeletrônicos Isótopos: são átomos de um mesmo elemento químico que apresentam diferentes número de massa e diferentes número de nêutrons. Isótopos. Sommerfeld. em torno do núcleo. O elétron move-se em torno do núcleo. Isóbaros. de Broglie e Schrödinger formaram a Mecânica Quântica. que nos levou ao modelo atômico atual.3: Representação Atômica. uma partícula se encontra ou não num determinado instante em um dado ponto do espaço. simplificadas por meio de modelos geométricos que chamamos de orbitais. ou seja são átomos de mesmo número atômico e diferentes número de massa.

mas com mesmo numero de nêutrons. representadas pelos números denominados de números quânticos principais e representados pela letra O número máximo de elétrons em cada camada é calculado pela equação . . Isoeletrônicos: são átomos ou íons que apresentam o mesmo número de elétrons. São as camadas . Níveis e Subníveis de Energia A eletrosfera do átomo está dividida em 7 regiões denominadas de níveis de energia ou camadas eletrônicas. Isótonos: são átomos de elementos químicos diferentes.Isóbaros: são átomos de elementos químicos diferentes mas com mesmo número de massa.

Mas para os 112 elementos existentes não são ocupados todos os subníveis de energia e sim somente quatro. seguindo as diagonais do diagrama de Pauling: 2. ordem energética. . ou seja. agrupando os subníveis em camadas: K 2 . cada subnível Configuração Eletrônica Diagrama de Linus Pauling K(2) L(8) M(18) N(32) O(32) P(18) Q(2) Representamos a distribuição eletrônica de duas formas: 1.Mas para os 112 elementos químicos existentes temos: Existem 7 subníveis de energia que estão dentro das camadas. ordem geométrica. que são representados pela letra números que vão de 0 a 3. comporta um número máximo de elétrons que significa número quântico secundário e são para os subníveis . .

esférica .L 8 M 18 N 32 O 32 P 18 Q 2 Orbitais Atômicos Como vimos.chamado orbital : . orbital é a região. em torno do núcleo. As formas dessas regiões são calculadas matematicamente e têm o núcleo localizado no ponto zero dos eixos e . As formas dos orbitais mais importantes são: 1. Figura 28.4: Coordenadas espaciais de um átomo. com máxima probabilidade de se encontrar elétrons.

Dois elétrons podem ocupar um mesmo orbital desde que possuam spins opostos. o que levou a se introduzir uma nova coordenada chamada spin. halter .chamado orbital : Figura 28. Cada subnível comporta um número máximo de elétrons (como visto anteriormente).5: Representação do Orbital . 3 orbit. Príncipio de Exclusão Certas experiências.6: Representação do Orbital .Figura 28. Os valores permitidos para a função de spin são e . temos então: Representação do Orbital 1 orbit. e são de spins opostos. de Wolfgang Pauli". mostram que as funções de onda construídas unicamente sobre as coordenadas de espaço não são aptas para explicar totalmente os fenômenos. Tratase de um coosdenada suplementar associada à rotação do elétron. Este enunciado é conhecido por ``Princípio de Exclusão. . 2. em particular a ação de um campo magnético. Se cada orbital comporta no máximo dois elétrons.

contém íons de cobalto e do . (ACAFE-99) A vitamina . Você sabe quais são os tipos de radiações existentes e quais as características particulares de cada uma? 2. . . Quais são os efeitos causados pelas radições? E quais as princípais aplicações das reações nucleares? Exercícios de Aplicação 1. b) 18 elétrons. Pense um Pouco! 1. (UDESC) Uma átomo com número atômico igual a 38. . apresentará em seu antepenúltimo nível: a) 8 elétrons. 7 orbit. anti-anêmica. Exercícios Complementares . c) 16 elétrons. e) 6 elérons. é: . . Dado: .5 orbit. d) 10 elétrons. A configuração eletrônica nos orbitais a) b) c) d) e) . 2.

. no estado fundamental. c) ( ) Ao saltar de uma órbita mais próxima do núcleo para outra órbita mais afastada. em ordem crescente dos níveis energéticos: a) [Ar] b) [Ar] c) [Ne] d) [Ar] e) [Ne] . há emissão de energia. Um átomo tem . 4. o elétron absorve energia. (FUVEST) De acordo com os postulados de Bohr é correto afirmar que: a) ( ) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas bem definidas. que são denominadas órbitas estacionárias. . . b) ( ) Movendo-se numa órbita estacionária. .3. necessariamente. o mesmo número: a) atômico. . (UEL) Átomos neutros e íons de um mesmo elemento químico tem. É sábido que são isótopos. e) ( ) No núcleo de um átomo existem prótons e nêutros. c) de oxidação. e) de isômeros. (CESGRARIO) Um átomo número de massa tem número atômico dado por e . b) de massa. Assinale a distribuição eletrônica de . d) de carga. o elétron não emite nem absorve energia. d) ( ) Quando o elétron de um átomo salta de uma camada mais externa para outra mais próxima do núcleo. 5.