Orientação sobre as Novas Senhas Por que mudou?

Com o intuito de aumentarmos ainda mais a segurança de nossos sistemas e também implementarmos novos serviços para nossos clientes, estamos mudando as SENHAS de acesso aos programas da Contmatic, unificando em um único arquivo para todos os sistemas da linha Phoenix. Por esta razão, todos os usuários e senhas usados atualmente serão substituídos, por uma nova senha da própria Contmatic, que permitirá aos responsáveis cadastrarem seus usuários novamente, definindo os acessos aos menus, sistemas e empresas. Reforçamos que tais mudanças são necessárias para que possamos disponibilizar as novidades que ocorrerão em nossos sistemas. Procedimentos: Ao acessar um dos sistemas pela primeira vez, após a implantação desta nova rotina de cadastro de usuários e senhas, o sistema informará o usuário e senha padrão do sistema que é USUÁRIO: Super e SENHA: 123 . Este usuário terá acesso total a todas a rotinas em todos os sistemas da Linha Phoenix que forem instalados dentro de um mesmo diretório.

Na tela de senhas existe um campo chamado Recuperar Senha Padrão, este campo deverá ser utilizado quando esquecermos a senhas Super Usuário, que da acesso ao controle de senhas, e não tivermos nenhuma outra para acessar essa rotina para cadastrar uma nova senha, ou fazer alterações nessa rotina.

como a Contmatic encaminhou pela primeira vez USUÁRIO: Super e SENHA: 123.O próprio sistema nos orienta que ao utilizarmos este processo o sistema voltará os dados do usuário padrão. Vale a pena lembrarmos que durante este procedimento a única alteração a ser feita será no Usuário Padrão do sistema. Para conseguirmos voltar com o Usuário Padrão deveremos informar o caminho onde se encontra o arquivo INSTALAR. os demais usuários cadastrados permanecerão sem alterações. .EXE do sistema.

Para cadastrarmos um novo usuário e definirmos as suas permissões de acesso a cada um dos sistemas. A senha pode ser igual entre os usuários já que é secreta e cada usuário pode escolher a sua. no campo senha informamos a senha que pode ser alfanumérica. devemos clicar no botão novo. . devemos informar o nome do usuário. Não será permitido mais que um usuário com a mesma descrição. o cursor vai para o campo usuário. Se o usuário não quiser utilizar senha. informamos o nome do mesmo. Mas não será permitido cadastrar o campo Usuário em branco. Dessa forma ele poderá acessar o sistema apenas informando o usuário sem senha.Veremos abaixo a tela de Cadastro de Usuários e Restrições do Sistema: Nesta tela veremos automaticamente o Usuário Super cadastrado. No campo nome de usuário. já constando todos os acessos pertinentes aos sistemas que estiverem instalados no mesmo diretório. pode deixar o campo senha em branco para esse usuário.

Ao marcarmos essa opção. Com o cursor na linha do sistema. e executar os processos permitidos na mesma. vamos permitir que esse usuário acesse a todas as Rotinas desse sistema. qualquer alteração inclusão ou exclusão que for feita nele por um dos sistemas. Como esta situação será temporária poderemos desmarcar o acesso de Super Usuário posteriormente que todas as rotinas restritas estarão lá preenchidas sem nenhum tipo de alteração. definimos quais sistemas o mesmo poderá acessar. Exemplo: Cadastro da Empresa (este cadastro é o mesmo em todos os sistemas. No lado direito da tela de Itens de módulo auxiliar. para fazer alterações de acessos. Dentro dos módulos as permissões estão distribuídas por itens do menu. para que possa ativá-las.Podemos verificar que não há check-box (quadrado de seleção) para permitir acesso ao item COMUM. refletirá em todos os outros). . na parte de baixo da tela vai aparecer os módulos do mesmo para serem definidos os acessos a cada um deles. temos a ficha empresa para podermos definir à quais empresas esse usuário terá acesso dentro desse sistema. Isso para facilitar as definições de permissões quando o usuário não for super usuário. clicando no box da coluna sistema. Cada um dos sistemas possuem um check-box para Super Usuários. seja a algum modulo do próprio sistema. sem a necessidade de definir individualmente os módulos do sistema e as empresas as quais terão acesso. Esse vínculo por empresa é individual por sistema. e todas as rotinas comuns a todos eles. Um recurso interessante deste cadastro é a possibilidade de podermos configurar temporariamente um Usuário de acesso restrito para Super Usuário. ou mesmo alterar as próprias permissões. e dentro de cada um deles no campo módulo auxiliar aparecerá os sub-itens dos menus. É obrigatório vincular o usuário comum às empresas as quais terá acesso. Isto acontece porque o mesmo armazena as Rotinas que são comuns a mais de um sistema da linha Phoenix. pois essa definição de acesso permite inclusive entrar no cadastro de usuários e senhas. Ao lado dos módulos. e em outro sistema tenha acesso a empresas diferentes. pois se o usuário não puder acessar alguma das rotinas comuns. temos os check-box para que possamos marcar e desmarcar todos os itens de uma vez. basta selecionarmos Super Usuário no sistema desejado. seja aos itens comuns. pois pode haver casos em que um mesmo usuário tenha acesso a algumas empresas em um sistema. No caso de cadastrarmos um usuário com restrições de acessos. não deverá ser liberado o acesso como super-usuário. IMPORTANTE: Devemos nos atentar a esse detalhe.