DIFERENTES PRINCÍPIOS DE MEDIÇÃO DE DENSIDADE

Karen Baio Endress+Hauser Controle e Automação Ltda. Gerente de Contas karen.baio@br.endress.com Introdução A cada dia o consumidor final está se tornando mais exigente em relação aos produtos consumidos, essa exigência faz com que as empresas especialistas em tecnologia industrial desenvolvam equipamentos capazes de garantir qualidade e uniformidade ao produto consumido. Isso não se observa apenas no segmento alimentício e farmacêutico, podemos incluir também as químicas, petroquímicas, celulose, biocombustíveis e mineração. Uma das características de processo capaz de detectar se o produto final sairá conforme esperado é através da medição de densidade do fluido. Hoje já é possível fazer medição de densidade online, em processo. O objetivo deste trabalho é mostrar diferentes tecnologias para fazer essa medição, cada uma com a sua importância e particularidade. Medidores Coriolis O princípio de medição de um medidor Coriolis se apóia na geração controlada de forças Coriolis. Estas forças estão sempre presentes quando ocorrem simultaneamente um movimento translacional (linha reta) e um movimento rotacional.

FC = 2 · Δm (v · ω)
Onde: fc = Força Coriolis Δm = massa movimentada ω = velocidade angular v = velocidade radial no sistema rotacional ou oscilatório A amplitude da força Coriolis depende da massa móvel, de sua velocidade no sistema e, portanto, de sua vazão mássica. Para os medidores mássicos com tubos duplos, esses tubos estão em paralelos e nestes contêm fluido que oscilam em antifase, agindo como um diapasão. As forças Coriolis produzidas no tubo medidor causam uma mudança de fase nas oscilações do tubo, conforme figura abaixo:

numa relação quadrática. Sensores eletrodinâmicos registram as oscilações na entrada e saída dos tubos. os tubos de medição funcionam como um conjunto massa molar. Esse princípio de medição funciona independente de temperatura. ou seja. ou seja.Fig. 1: Princípio de funcionamento do medidor Coriolis Quando a vazão é zero. viscosidade. Quanto maior a densidade do fluido. A frequência de ressonância de um sistema massa molar é determinada pela elasticidade da mola e pela massa em questão. o medidor Coriolis é capaz de medir a concentração do fluido como: oINPM. quando o fluido está estático os tubos oscilam em fase (1). Para medir a densidade. A diferença de fases (A-B) aumenta com o aumento da vazão mássica. vazão mássica e temperatura. condutividade e características do fluxo. BAUMÉ etc. A vazão mássica causa uma desaceleração da oscilação na entrada do tubo (2) e uma aceleração em sua saída (3). menor será a frequência de ressonância. conforme figura 01. oPLATO. e a frequência de excitação do medidor será automaticamente reajustada para essa nova freqüência. do tubo e do fluido contido nele Se a massa do fluido mudar a frequência de ressonância também mudará. pressão. Além de densidade. oBRIX. Podemos verificar essa relação através da seguinte equação: f = 1/ (2π) * (( K / m ) ½) Onde: f = freqüência natural (de ressonância) K = constante que representa a rigidez (elasticidade) do tubo medidor m = massa do sistema. todas essas informações .

como: alta pressão. Em termos de segurança. Mesmo utilizando fontes radioativas para a medição. alguns fabricantes oferecem uma calibração de densidade em um amplo range de densidade e temperatura. A medição é sem contato e não invasiva. abrasão. Para a medição de densidade. mesmo em condições de processo. na tabela abaixo podemos comparar as doses de radiação que sofremos em diferentes situações: Radiação Natural 0. totalmente online. trata-se de uma medição segura. Um feixe de radiação é transmitido a partir da fonte chegando até o detector. Para garantir a precisão da medição de densidade.05 µSv/h Detector (Cintilador) 0. A fonte é instalada em uma das laterais da tubulação. evitando assim que variações do processo afetem a medição de densidade ou concentração. toxidade e instalação. ou seja. detecção de limite e nível de interface. alta temperatura. os medidores radiométricos são constituídos de: fonte radioativa blindada (137Cs ou 60Co) e um detector de cintilação.1 µSv/h Ao redor da fonte <= 7. conforme figura 2. é fixada externamente a parede de tanques e tubulações.0005 g/cm3 Não requer condições de instalação especial Medidores radiométricos O medidor de radiométrico é utilizado principalmente quando os outros métodos não podem ser utilizados. sem a necessidade de fazer o cálculo externo.5 µSv/h Em um vôo ~ 6 µSv/h Raio X >=100 µSv Tabela 01: Comparação de radiação Além de densidade. Vantagens: Não possui parte móveis Precisão de até 0. Dependendo da densidade o número de raios que chegam ao detector será maior ou menor. o medidor radiométrico é capaz de medir nível contínuo. quanto maior a densidade do . com o detector do lado oposto da fonte. viscosidade.diretamente no display do equipamento. confiável e de fácil instalação. devido à extremas condições de processo.

A alteração da pressão dependente da tensão de saída da ponte de whestone é medida e processada posteriormente. O número de pulsos do sensor cintilador é diretamente proporcional à intensidade de raios gama recebidos. como: alta temperatura. 2: Conjunto medidor radiométrico Esse princípio permite a medição em condições extremas. alta pressão. Quando a radiação atinge o detector.5% do valor medido Medidores de pressão A medição de densidade por pressão. . conforme figura 3.produto. Fonte radioativa Detector cintilador Fig. podemos utilizar um transmissor de pressão diferencial este transmissor utiliza dois sensores piezo-resistivos que funcionam da seguinte maneira: A pressão operacional altera a direção do diafragma de separação (3) e um fluido de preenchimento (4) transfere a pressão para uma ponte de medição resistiva (tecnologia de semicondutor). produtos voláteis e de risco biológicos. menor será o nível de radiação que atingirá o detector. produtos corrosivos. Estes pulsos são condicionados. contados e escalonados pelo transmissor dando assim o valor de densidade do processo. convertendo-os em pulsos. esta radiação se atenua e produz fótons de luz que serão detectados pelo foto multiplicador. Vantagens: Aplicável em condições extremas de processo Precisão de 0.

4: Transmissor de pressão em medição de densidade Quando o diferencial de pressão variar sabemos que a densidade que variou. veja na figura abaixo: Fig. 3: Célula de pressão 1 Elemento de leitura 2 Diafragma de silicone 3 Diafragma de separação 4 Óleo de enchimento 5 Proteção integrada para sobrecarga Para medirmos densidade com o transmissor de pressão.Fig. devemos considerar uma altura fixa (h) entre as duas tomadas de pressão. Neste processo qualquer mudança de temperatura fará com que a densidade do fluido se altere. Vantagens: . pois a altura (h) é fixa entre os sensores e a constante gravitacional (g) são valores constantes.

o sistema é composto por uma chave vibratória e um controlador de densidade. a frequência de ressonância da haste da chave de nível também mudará. Seu funcionamento baseia-se em um mecanismo piezoelétrico que excita as hastes vibrantes (garfos) da chave de nível em uma frequência de ressonância. como variável de uma malha de controle ou como especificação de qualidade do produto final. Pode ser utilizado apenas como indicação. A densidade do meio tem um impacto direto na freqüência de ressonância da chave de nível. Esse método é ideal para medição de densidade e concentração de líquidos em tanque ou tubulação. Um único controlador de densidade pode receber até 05 entradas para medição.Não possui parte móveis 3 Precisão de 0.005g/cm3 Não requer condições especiais para instalação Pode ser utilizado em tubulações e tanques . com a compensação de temperatura. Vantagens: Não possui parte móveis Precisão de até 0. Se a densidade do meio líquido muda. No controlador de densidade estão disponíveis módulos de software que podem calcular a densidade baseado na frequência de ressonância.01g/cm Medidor tipo chave vibratória – Inovação Tecnológica Essa é a mais nova tecnologia utilizada para medição de densidade.

faz com que o cliente tome a decisão correta e adequada ao seu processo. A orientação de uma engenharia especializada em todos os princípios de medição. os fatores determinantes para a escolha do equipamento mais adequado são: as condições de processo. sobretudo a precisão e repetibilidade requeridas. as condições de instalação.br/ . http://br. Delmeé 3ª.endress. Em alguns segmentos industriais as condições de processo são tão críticas que somente o princípio radiométrico pode ser aplicado.Conclusão: Embora estejam disponíveis vários princípios de medição de densidade.gov. Edição – Editora Edgard Blucher Ltda.com http://www.cnen. Referências: Manual de Medição de Vazão – Gerard J.