You are on page 1of 80

Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia

Patologias da coluna vertebral
Prof. Marcelo Bragança dos Reis

Introdução
• Escoliose idiopática • Dorso curvo

• Cervicobraquialgia
• Lombalgia e lombociatalgia • Estenose do canal vertebral • Espondilolistese

Escoliose
Definição • Deformidade vertebral • Desvio no plano frontal >10º • Alterações no plano sagital e axial tridimensional da coluna

Escoliose
Definição • Desvia a coluna da linha média no plano frontal • Maior rotação está no ápice da curva • Rotação ocorre em direção à convexidade da curva

lordose cervical: 20º .40º .60º .Escoliose Definição • Desvios normais da coluna vertebral .lordose lombar: 40º .plano frontal: <10º .cifose torácica: 20º .40º .

Escoliose Classificação .

Escoliose Exame físico .

Escoliose Exame físico .

Escoliose Radiografias .

Escoliose Radiografias .

Escoliose Radiografias • Risser .

potencial de crescimento .Escoliose Radiografias • Risser .

8 : 1 .4 : 1 .> 40º .> 20º .Escoliose Escoliose idiopática do adolescente • Forma mais comum de escoliose • Mais frequente em meninas .

magnitude da curva .estirão do crescimento .torácica > lombar .sexo feminino .Escoliose Escoliose idiopática do adolescente • Fatores de risco de progressão .

20º a 40º Risser < 3 .< 20º • Colete .Escoliose Tratamento conservador • Expectante .

Milwaukee .Boston .OTLS .Escoliose Tratamento conservador • Coletes .

Milwaukee .Escoliose Tratamento conservador • Coletes .

Milwaukee .Escoliose Tratamento conservador • Coletes .

Escoliose Tratamento conservador • Coletes .Boston .

Escoliose Tratamento conservador • Coletes .OTLS .

OTLS .Escoliose Tratamento conservador • Coletes .

Escoliose Tratamento cirúrgico • Artrodeses .

Escoliose Tratamento cirúrgico • Artrodeses .

Dorso Curvo Definição • Doença de Scheuermann • Aumento da cifose torácica • Cifose torácica ou tóraco-lombar rígida que acomete adolescentes .

Dorso Curvo Quadro clínico .

Dorso Curvo Critérios de Sorenson • Cifose torácica > 45º • Encunhamento > 5º em 3 corpos vertebrais consecutivos .

Dorso Curvo Critérios de Sorenson .

Dorso Curvo Diagnóstico diferencial Scheuermann Postural .

paravertebrais torácicos .conscientização postural .postural ou deformidade discreta <50º . flexores do quadril. peitorais e paravertebrais lombares . glúteos.alongamento muscular: isquiotibiais.Dorso Curvo Tratamento conservador • Fisioterapia .fortalecimento dos músculos abdominais.

gessado: curvas < 80º .Dorso Curvo Tratamento conservador • Colete .Milwaukee: curvas <70º em pacientes com potencial de crescimento .

abordagem anterior e posterior .indicação: curvas rígidas >80º .Dorso Curvo Tratamento cirúrgico • Artrodese .

Cervicobraquialgia Causas • Traumática • Degenerativa • Inflamatória • Infeciosa • Tumoral .

Cervicobraquialgia Síndromes • Dor cervical • Radiculopatia • Mielopatia .

ligamentos .músculos .disco intervertebral .Cervicobraquialgia Dor cervical • Principais causas .artrose das facetas .

compressão da raiz nervosa por hérnia de disco e osteófitos .Cervicobraquialgia Radiculopatia • Principais causas .

Cervicobraquialgia Radiculopatia .

Cervicobraquialgia Radiculopatia .

Cervicobraquialgia Radiculopatia .

Cervicobraquialgia Tratamento • Conservador • Cirúrgico .

respiratório) • 70% das pessoas apresentam dor lombar em algum momento da vida .Lombalgia Relevância • Causa mais frequente de limitação das atividades da vida diária nos adultos jovens • 2ª maior causa de consultas médicas e afastamento do trabalho ( 1ª ap.

.muito mais comuns . espondiloartrose..Lombalgia Etiologia • Inespecíficas: 80% .. estenose do canal . espondilolistese.não é possível definir a etiologia • Específicas: 20% hérnias discais.

Lombalgia Fatores de risco • Idade > 55 anos • Obesidade • Hábito de dirigir por longos períodos • Trabalho braçal • Jornada de trabalho na posição em pé ou sentada .

início de diversas alterações na coluna que vão levar à compensação e dor .Lombalgia Fisiopatologia • Disco intervertebral .uma das principais fontes de dor • Degeneração discal .

Lombalgia Fisiopatologia • Hérnia discal ruptura do ânulo fibroso mais frequentemente próximo à sua inserção no corpo vertebral .

Lombalgia Fisiopatologia • Hérnia discal .

Lombalgia Classificação • Normal • Protrusão • Extrusão • Sequestro .

Lombalgia Classificação • Normal • Protrusão • Extrusão • Sequestro .

Lombalgia Classificação • Central • Centro-lateral • Foraminal • Extraforaminal .

exame físico .Lombalgia Quadro clínico • Hérnia discal .

Lombalgia Quadro clínico • Hérnia discal .exame físico .

RM .Lombalgia Exames complementares • Hérnia discal .

Lombalgia
Exames complementares • Hérnia discal - RM

Lombalgia
Tratamento conservador • Repouso - absoluto: contra-indicado - reltivo: 2 a 4 dias nos casos leves 10 dias na compressão radicular

Lombalgia
Tratamento conservador • Medicamentos - analgésicos - AINH - corticoides

Lombalgia
Tratamento conservador • FST - estabilização do tronco - fortalecimento e alongamento da musculatura paravertebral, abdominal isquiotibiais, glúteos e reto

síndrome da cauda equina .Lombalgia Tratamento cirúrgico • Indicação .falha do tratamento conservador .défict neurológico progressivo .

Lombalgia Tratamento cirúrgico • Discectomia associada à laminotomia ou discectomia parcial • Artrodese deve ser associada em casos que ocorre instabilidade .

no centro do canal vertebral. nos forames intervertebrais .Estenose do canal Estenose do canal vertebral • Estreitamento de seu diâmetro que pode causar compressão medular. ou das raízes nervosas.

Estenose do canal Estenose do canal vertebral .

Estenose do canal Etiologia • Congênita .degeneração discal e óssea – espondilolistese .pós-traumática.acondroplasia • Adquirida . metabólica . iatrogênica.idiopática .

degenerativa desidratação do disco redução da altura do disco hipermobilidade espondiloartrose .Estenose do canal Etiologia • Principal causa .

Estenose do canal Exames complementares • Radiografias • TC • RM • ENMG .

Estenose do canal Tratamento conservador • Redução das atividades • Redução do peso • Repouso durante fase aguda .

fase aguda: métodos analgésicos .exercícios para equilíbrio muscular após a fase aguda .não há comprovação científica do efeito benéfico de técnicas manipuladoras .Estenose do canal Tratamento conservador • FST .

AINH .analgésicos .corticoides .Estenose do canal Tratamento conservador • Medicamentos .

piora progressiva dos sintomas e qualidade de vida .Estenose do canal Tratamento cirúrgico • Indicação .síndrome da cauda equina .défict neurológico progressivo .falha do tratamento conservador .

síndrome da cauda equina aguda .Estenose do canal Tratamento cirúrgico • Urgência .

estabilização da coluna vertebral no local da descompressão quando necessário .Estenose do canal Tratamento cirúrgico • Princípios .descompressão completa da medula espinhal e das raízes nervosas .

Estenose do canal Tratamento cirúrgico .

Espondilolistese Definição • Escorregamento de um segmento da coluna vertebral .

Displásica .Espondilolistese Classificação I .

Espondilolistese Classificação I .Displásica .

Espondilolistese Classificação II .Ístimica .

Degenerativa .Espondilolistese Classificação III .

Espondilolistese Classificação IV .Traumática .

Espondilolistese Classificação V – Patológica .

Espondilolistese Grau de escorregamento .

< 25% II – 25 a 50% III – 50 a 75% IV – 75 a 100% V – ptose vertebral .Espondilolistese Grau de escorregamento • Meyerding I .

Espondilolistese Tratamento • Conservador • Cirúrgico .

Espondilolistese Tratamento cirúrgico .