You are on page 1of 11

O Teatro

:

Introdução: .

Na escolha de este tema tive em conta alguns motivos como o meu interesse por este género literário. a oportunidade em alargar os meus conhecimentos sobre o teatro. A História do Teatro: . bem como o facto de ser um conteúdo programático que iremos abordar posteriormente.Na minha apresentação oral vou falar sobre o teatro.

onde se assiste a uma representação.Esta arte surge associada aos rituais religiosos e às festas e o Teatro como o conhecemos hoje nasceu na Grécia Antiga por volta do séc.C. Teatro como local . o teatro espetáculo existe apenas no momento em que é representado.evolui desde os anfiteatros gregos. O teatro representado – irrepetível e único. O texto dramático . o teatro representado e o teatro escrito ou texto dramático.documento que fixa as falas das personagens e as indicações cénicas. . Ao falar de teatro devemos ter em conta o teatro como local. V a. ao ar livre até às salas dos dias de hoje. Aos poucos transforma-se num espetáculo de representação autónomo que existe para o público e por causa dele.

A mais célebre destas construções foi o Coliseu. Alguns dramaturgos mais importantes foram: Sófocles. A comédia nova desenvolveu-se a partir da morte de Alexandre Magnum. tendo surgido provavelmente em meados do século VI antes de Cristo. Plauto e Terêncio. sendo raras as tragédias que se debruçavam sobre assuntos da época. A politica já não era um dos temas explorados preferindo enredos (histórias) que giravam à volta de identidades falsas. Na comédia. o coro assumia uma importância maior do que na tragedia e a interactividade era também maior pois os atores dialogavam com o público. A maioria das tragédias retrata a queda de um herói. Tragédia: A tragédia é o género mais antigo. Tal como os gregos. Apenas os homens eram atores e usavam máscaras. Da comédia antiga apenas sobreviveram os trabalhos de Aristófanes que se inspiram na vida de Atenas e que se caracterizam pela crítica aos governantes. Alguns dramaturgos latinos mais importantes foram: Séneca. Os seus temas eram originários da religião ou das sagas dos heróis. Eurípides e Aristófanes. . muitas vezes atribuída à sua arrogância. também os romanos construíram enormes e imponentes teatros. Comédia: A comédia passou a fazer parte das grandes Dionísias (festas). intrigas familiares e amorosas.De início havia só dois grandes géneros teatrais: a tragédia e a comédia. em 488 antes de Cristo e portanto teve um reconhecimento meio século depois sobre a tragédia.

Teatro de sátira social. antes de tudo. a Floresta de Enganos. surge um dos maiores vultos do Teatro Nacional. o desenvolvimento do teatro foi um pouco retardado. contudo Gil Vicente. autor do Auto da Barca do Inferno. data relativa à sua última representação. O teatro de Gil Vicente caracteriza-se. . rudimentar e popular. fidalguia ou clero. Cabe perguntar: antes de Gil Vicente houve teatro em Portugal? É possível que sim. encenou para a ocasião das festas de Natal uma outra peça. Alguns atores identificam -no como um famoso ourives daquela época e por isso sabe-se que terá nascido por volta de 1460. “O monólogo do vaqueiro” em 1502. concomitantemente com suas outras funções junto à Corte. visto como o "pai" do teatro português começou de certa forma a história do teatro nacional no século XVI. sobretudo a classe alta. Gil Vicente: a criação do teatro português A vida de Gil Vicente é praticamente desconhecida. até 1536. Em Portugal. daí por diante Gil Vicente dedica-se a escrever e representar teatro para o entretenimento da realeza e da fidalguia. por ser primitivo. Foi já no século XX que o teatro chegou às massas através do Teatro de Revista. O teatro cativou o público. mas não subsistem provas documentais. Como o êxito não fosse menor. XVI. “Auto pastoril castelhano”. para servir de entretenimento aos animados serões oferecidos pelo Rei. Encenou a sua primeira peça.Teatro em Portugal: Antes de Gil Vicente houve teatro? Durante a Idade Média houve representações figurativas de caráter religioso e profano – os jograis com os seus recitais e danças teriam sido os nossos primeiros atores – mas não houve teatro. Em Portugal. Gil Vicente. a sua peça mais conhecida. Leva suas peças em Lisboa e Santarém. não perdoa qualquer classe. Sendo muito bem acolhida esta peça. em consonância com o que ia no resto da Europa. no séc. povo. muito embora tenha surgido e se tenha desenvolvido no ambiente da Corte.

localização. vocativos. As informações apresentada em negrito. tom de voz. características físicas e psicológicas das personagens. etc. repetições. figurinos. tempo. hesitações. As didascálias contem indicações sobre: o cenário. muitas vezes emoções. movimentação. . Almeida Garrett empenha-se em ressuscitar o Teatro Nacional e é com essa intenção que escreve várias peças. som. O texto dramático pode dividir-se em atos ou em cenas. gestos e atitudes das personagens. luz. como Frei Luís de Sousa ou Falar a Verdade a Mentir.No século XIX. adereços. Texto Dramático – o que é? O texto dramático é um modo de fazer literatura que apresenta as falas das personagens em discurso direto e em muitos casos fornece informações que complementam a leitura e servem de suporte a uma possível apresentação. interjeições habituais na oralidade. O discurso dramático distingue-se pela vivacidade característica do discurso direto reproduzindo. pausas. itálico e entre parenteses chama-se indicações sénicas ou didascálias.

Cenário: elementos que decoram e delimitam o espaço sénico Dramaturgo: escritor de um texto dramático Encenador: pessoa que dirige a representação teatral Figurinista: Responsável pelo guarda roupa usado pelas personagens Luminotécnico: pessoa encarregue pela iluminação do espetáculo Sonoplasta: responsável pelos sons que acompanham o espetaculo . Ator/atriz: aquele(a) que representa uma personagem Adereços: objetos que fazem parte do cenário ou são usados pelas personagens Apartes: expressão. o local onde decorre a representação.Palavras e expressões do teatro: Ato: cada uma das partes principais de um peça de teatro. em voz alta do pensamento da personagem. pode significar o mesmo que palco. que é ouvido apenas pelo publico Cena: parte de uma peça teatral em que estão presentes as mesmas personagens. ou seja. Sempre que há entrada ou saída de personagens à mudança de cena.

Principais Teatros Portugueses TEATRO ACADÉMICO DE GIL VICENTE TEATRO AVEIRENSE TEATRO CAMÕES TEATRO MUNICIPAL SÃO LUIZ TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS TEATRO TIVOLI Teatro Nacional Dona Maria II Teatro Mário Viegas Teatro Politiema Teatro da Trindade Teatro Nacional de São João Teatro Municipal de Faro Teatro Municipal da Guarda Theatro Circo .

gostei muito de elaborar esta apresentação sobre esta temática. educando e divertindo. já que aprofundei os meus conhecimentos à cerca deste tema. Para perceber que o Teatro também pode ser divertido vou mostrar-vos um pequeno vídeo de uma peça muito famosa de forma a concluir a minha apresentação. O Teatro acaba por assumir uma grande importância. E não se esqueçam de ir ao Teatro. . No final desta apresentação sinto que posso estar melhor preparada para o estudo do texto dramático que iremos abordar mais tarde.Conclusão: A realização deste trabalho mostrou-se numa experiencia muito enriquecedora. Assim sendo.

29 DE MARÇO DE 2011 Teatros Portugueses Decidi fazer uma pesquisa sobre os teatros que temos no nosso país. Segue-se uma lista com alguns teatros portugueses.Principais Teatros Portugueses Este blogue Hiperligado a partir daqui A Web TERÇA-FEIRA. TEATRO ACADÉMICO DE GIL VICENTE .