You are on page 1of 4

Deus nos traz algo relativo aos altos padrões exigidos por Deus para esta estação e assim

nos levar para os lugares mais altos (Ap 21:2), este é o "lugar padrão". A nova Jerusalém representa a igreja gloriosa (Ef 5:25-27) que Ele virá buscar. Esta igreja está nos altos lugares, pois o texto afirma que ela desce dos céus , da parte de Deus. Um lugar alto, um alto padrão. João precisa subir ao mais alto monte para conhecer e vislumbrar este padrão, esta igreja gloriosa, a Nova Jerusalém, a noiva ataviada. (Ap 21:10). Assim como o pai, treina, instrui e investe no filho, quando chega a maturidade o pai então libera, delega e o envia a níveis superiores de autoridade.....ampliando o seu poder e os seus raios de ação (nações). Deus está ampliando nossa visão para que através do único caminho seguro chamado "temor", possamos nos submeter ao peso da revelação e através desse caminho de temor possamos ser em Cristo e através de Cristo as portas que não se fecharão, nem de dia, nem de noite. Então os reis da terra trarão honra e glória das nações aos pés do cordeiro. Apenas a igreja gloriosa, uma igreja de altos padrões poderá ser a bússola para as nações a fim de que os reis da terra recorram a nós "igreja de um alto padrão" para trazer a Sua glória. (Ap 21:24-26) Esta igreja não é uma igreja qualquer. É a igreja gloriosa. A noiva que Ele virá buscar. Nela não haverá nada impuro.....nenhuma corrupção.....nenhuma complascência com outro padrão, que não seja o mais alto padrão.(Ap21:27) Posto isto, ficamos indesculpáveis diante dos meios, ferramentas e até subsidios utilizados por nós para a pavimentação deste caminho até o fim. Quais são os métodos e meios que temos utilizado para chegar ao fim? Apesar de parecer um contra senso esta afirmação, neste tempo, fazer “apenas” o que é certo......nem sempre é o certo a se fazer. Isto é apenas o mínimo requerido por Deus para qualquer filho neste tempo, e isto já não nos basta mais. Fazer apenas o que é certo, algumas vezes, pode até ser a armadilha que nos afasta dos padrões que inspirarão uma cultura superior de homens e mulheres nobres que andam em pureza, paixão, compaixão e que restaurarão os valores reais do Reino (sem holofotes). A igreja precisa implantar os valores e pensamentos do Pai, e de maneira natural pressionar os valores distorcidos do reino vigente do príncipe deste mundo. Este é o ponto, com que motivações construímos nosso relacionamento com o Pai??? (com nossos pais espirituais).

Com que motivações......com que bases......com que alicerces, nos relacionamos uns com os outros??? Quais são os meios utilizados......para chegarmos ao fim??? Deus nos ensina hoje que no Reino, os meios jamais justificarão os fins.....no Reino, o padrão requerido é: O fim......deve santificar os meios. Uma igreja luz para as nações.......deve revelar as qualidades reais porque são sacerdotes reais, filhos reais......porque??? ..........Porque são filhos do Rei dos Reis. Não podemos pensar e agir sem que de maneira natural revelemos as qualidades reais e padrões morais elevados para as gerações futuras. Para isto é imperativo......precisamos promover honra, humildade e cultivar confiança inabalável e amor irrestrito uns pelos outros. (Jo 17:21-26) Precisamos para além da Palavra viva em nós "Rhema", construir um caráter moral correto e alinhado "um alto padrão", para se chegar ao fim.Do contrário.....ainda que meu alvo seja louvável, se não tiver motivações nobres, reais e puras em meu coração, além de deixar um rastro de sangue, construirei um caminho escuro para alcançar o alvo. (Is 32:8) - Mas o nobre projeta coisas nobres; e nas coisas nobres persistirá. Os fariseus são o exemplo perfeito para ilustrar isto. Eles tinham o alvo correto, porém motivações questionáveis que por fim traduziam, meios incorretos. Eles eram incapazes de enxergar que a acusação e o “pecado” de Jesus curar ao sábado, era nada, perto da trama deles próprios para matarem Jesus no próprio sábado. Era errado curar ao sábado......mas não havia problema em tramarem a morte do mesmo, no próprio sábado. Quem tem a luz???......Estamos julgando a nós mesmos???......Estamos olhando para dentro ou para fora???......Quais são nossas motivações diante das questões da vida???.....Não basta fazer apenas o que é certo!!!.......Certo aos olhos de quem??? Em meio a uma sociedade corrompida, de valores corrompidos, em um ambiente onde jaz o malígno, nenhum padrão pode ser aceito, que não seja o único e mais alto padrão. A palavra viva, o Verbo Vivo manifesto em nós deve permear, cada atitude, pensamento e sobretudo intenção do meu coração. Precisamos ter motivações corretas, limpas, saudáveis e um caráter moral irrepreensível, para revelarmos a luz de Jesus. Nós somos os que carregam a "contra-cultura".......nós somos os que carregam a "revolução moral" que se traduzirá em "revolução territorial". Assim como Paulo e Silas, que revolucionavam e transtornavam os lugares por onde passavam, desde a cultura, passando pela economia até o confronto com os poderes

religiosos locais constituídos. Leia-se potestades e principados locais. (At 17:6b - Estes que têm transtornado o mundo, chegaram também aqui) Deus nos mostra que nesta estação, muito mais do que boas ou más pregações......altas ou simples revelações......o que realmente fará diferença serão atitudes de homens e mulheres que sem palavra alguma revelarão um Cristo Vivo. Neste tempo......Deus está levantando uma geração.....com caráter moral muito acima da média, jovens homens e mulheres, que inspirarão uma cultura de pessoas nobres que andam em pureza, paixão e compaixão.(Is32:8). Os meios para chegarmos ao fim......sempre serão: o amor a Deus e ao próximo...... esta é a base, este é o alicerce seguro que determinará o tamanho e a força da nossa igreja. Nós somos a revolução moral na Terra e sobre a terra (sal da terra..... sal sobre os homens). São estes valores morais corretos, “alinhados” e “imersos” na Palavra de Deus que vão criar conexões......que construirão nossas relações vitais, desde aquilo que acontece dentro dos nossos lares, filhos e cônjuges....até nossas relações com homens de aliança, à milhares de km de distância daqui. Com o nosso crescimento......serão centenas de igrejas.......aqui e fora precisaremos ter......bases sólidas e resistentes.(Fl 4:7-9 - E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco.) A qualidade do nosso caráter moral vai sempre determinar e nos proteger em relação a como vamos abordar a vida e sobretudo como abordaremos uns aos outros. Nossa lealdade a Deus e uns aos outros jamais poderá passar por cima dos valores morais. Deus não exigirá mais nada de nós......e também não pode exigir nada menos do que isto. Creio que a urgência demandada pela estação em que vivemos (Rm 8:19)......pede que seja assim, sem temor à Deus e caráter moral ...... até homens nobres (Saulo de Tarso) podem se ocupar e fazer coisas sem valor diante de Deus. O perigo é nos dedicarmos a tarefas disfarçadas de piedade que no fundo podem ser apenas vaidade, travestida de um engano santo......ainda que as atitudes pareçam nobres.....podem não ter um significado real para Deus.

Seja o jovem rico, o bom escriba ou Pôncio Pilatos, todos querem saber para poder fazer. O que faço para herdar a vida eterna???......Foram as perguntas deles......Quem é o meu próximo???......O que é a verdade???......Ora, até mesmo aquele que não sabe nada da revelação de Deus......sejam convertidos ou não......por conta do temor à Deus e de uma consciência moral elevada, buscaram o que era bom e souberam qual era a vontade de Deus (ladrão da cruz, Cornélio, o centurião). Ora, quem quer que, em qualquer lugar no mundo tema à Deus e ame o próximo, este conhece a Deus, pois esta é a vontade do Pai. Todo homem e mulher......mesmo que sem revelação, sem nome, sem escola, sem diploma, sem instrução, sem filosofia, sem teologia, sem números, sem alcançar.....sem atingir o que o mundo julga essencial.......Este conhece a Deus.....mais do que os que julgam conhecer a Deus .....que se instruem, mais não crêem, que confessam.....mas não expressam.....nós não seremos uma igreja dos que “acumulam na cabeça”......mas não conduzem nada ao coração. Deus está nos preparando para um grande salto......chegou o tempo de ser ou não ser....... Precisamos construir, sem perder o coração!!! (Pv 4:23) Pr. Adriano Rente Referências: (Mt 23: 5-7, Is 32:8, Fl 4:7-9, Gl 5:6, Gl 5:14-15, Pv 4:23, Hb 10:24-25, Rm11:36, Rm)