You are on page 1of 13

Escola Técnica Estadual de Diadema

NOME DO PROFESSOR: JULIANA DE SOUZA RAMOS COORDENADOR DE ENSINO MÉDIO: SONIA MARIA

INTRODUÇÃO A FILOSOFIA

Aluno ___________________________________ Nº ___Turma ____ Habilitação _________

1

a palavra filosofia é a composição de dois termos gregos: filo + Sofia: FILO SOFIA Filo decorre de philía e o significado deste termo é A palavra Sophia significava. a embarcação chegou na ilha de Serifo. em um primeiro momento. Na história do pensamento ocidental. perseguir para encontrar. quando algumas pessoas denominaram a si mesmas como filósofas. prudente. dentro de uma embarcação. do que. mas não filosoficamente. ouvindo a previsão de que seria morto e destronado pelo próprio neto. 2 .Escola Técnica Estadual de Diadema FILOSOFIA: O QUE É ISSO? 1 . E mais: na verdade. significou um conhecimento teórico. para que esta levasse os dois para bem longe. que casouse com a mãe de Perseu. ao seu modo. de nome Perseu. nas colônias gregas da Ásia Menor. Nada disso significa que. há o verbo philéo. também que significa sentir amizade por alguém. algumas pessoas passaram a amar a sabedoria. em algum momento da Antigüidade. antes. amor. elas davam respostas às questões que se impunham. Por fim. buscar. prudência.C. esta palavra grega surge no ano de 600 a. amizade. procurar. tratar como era aplicada à idéia de sabedoria moral.. onde foi encontrada pelo príncipe da cidade. você mesmo. Vejamos alguns exemplos nos mitos de Aracne e de Perseu. elas recorriam aos mitos. Dânae. você pode estar se fazendo. O verbo sophízo significava tornar hábil. Protegida por Zeus. em poucas palavras. Assim. sensatez. amigo. significa Philosophía: Isto é. agora mesmo. uma espécie de habilidade manual. O mito de Perseu O rei Acrísio consultou um oráculo quando seu neto nasceu. sábio[1]. resolveu colocá-lo junto com a mãe em uma caixa. as pessoas não tinham vontade de conhecer as coisas. faça a composição. a filosofar. pai da criança. Na língua grega. Em seguida.A FILOSOFIA E OS MITOS O que é Filosofia? Para quê serve isso? E estas são perguntas que.

certa vez. disse a todos: Não aprendi minha arte com a deusa e como prova disso convido-a a competir comigo. O mito de Aracne Aracne era a melhor tecelã da região da Lídia e sua arte era tal que as pessoas diziam que sua mestra havia sido Palas Atena. além disso. Assim. A família de Andrômeda ficou maravilhada com o feito de Perseu. Com as ninfas. Perseu participou de uma competição esportiva e. Fugindo das irmãs da Medusa. armado. que a maré subisse e derrotou o monstro. Arrancou-lhe a cabeça e colocou-a na bolsa sem olhá-la nos olhos para que ele não fosse transformado em pedra. alternadamente. seres de um só olho e uma só dente e que conseguiam usá-los. Mas Aracne não gostava desta história e. Perseu avistou uma mortal acorrentada em uma pedra à beira da praia. Este. Perseu teve autorização de seu padrasto para aventurar-se pelo mundo. a deusa da sabedoria. ajudado pela deusa Atena. na prova de arremesso de discos. fazendo um lançamento desastroso. Cansado. 3 . Perseu conseguiu sapatos alados. conhecida como Medusa. até hoje. Perseu ouviu que ela estava ali porque os deuses puniram sua família e que o reino de Cefeu só não seria inundado se a princesa fosse colocada em sacrifício a um monstro marinho. Lá. criaturas conhecidas por ajudar pretendes a heróis. viajou pelo Oceano até a morada das górgonas. em gratidão. transformou seu reino em pedra ao apontar a cabeça da Medusa em todas as direções. mas foi mal recebido e desrespeitado. aceitarei qualquer punição. escolheu a górgona imortal. Perseu prometeulhe trazer a cabeça de uma das três górgonas como presente. pediu abrigo ao rei Atlas para descansar. Perseu passou pela morada das grisalhas. Perseu rouboulhes os olhos e dentes. que se casou com Andrômeda após derrotar um antigo pretendente dela. Conversando com ela. Continuando a viagem. enfurecido. dizendo que só devolveria se elas dissessem onde moravam as ninfas. o rei expulsou Perseu. cumpriu-se a previsão oracular. esta região tem muitas cobras. Hermes o presenteou com uma foice de bronze e. Perseu voou sobre o deserto da Líbia. Perseu aguardou. caso ela vença. acertou seu avô sem saber que ele estava ali. para golpear.Escola Técnica Estadual de Diadema Crescido. as gostas de sangue que caiam da cabeça da Medusa transformaram-se em serpentes ao tocarem o chão e. então. salvando a princesa Andrômeda e a pedindo em casamento. A chantagem deu certo e foi para lá que Perseu se dirigiu. Conduzido pelos deuses. ademais. apenas. Morando agora nas terras de um rei estrangeiro. uma bolsa e um capacete que o tornava invisível.

mýthos opõe-se a lógos. lugar que ela conquistou após uma luta com Posídon. o convite já havia sido feito. mentira. deu origem à oliveira na terra infértil. narrar. Quando Atena viu o tapete de Aracne. retirou o disfarce e disse a Aracne que a competição para ver quem tecia o tapete mais belo deveria começar imediatamente. narrativa. armada de escudo e lança. desonrara Zeus no seu tapete: desenhou-o transformado em touro. Ambas colocaram-se a tecer. golpeou-a com um ódio terrível e a perfurou três vezes na testa com a agulha de tecer. teceu também a luta entre ela. nomear. Platão e Aristóteles. Atena fez os cabelos. tradição. a mãe dos pigmeus transformada em garça. cisne. MÝTHOS: Mito. Além de desenhar sua vitória. lenda. Já Aracne. conversar. Atena teceu no seu tapete a imagem do penhasco da acrópole de Atenas. O significado da palavra Filosofia. 1. mýthos passa a significar o lendário e irreal. discurso. Pouco a pouco. Segundo do mito. mensagem. Atena colocou em cada um dos quatro cantos do tapete. palavra proferida. retratado empunhando seu tridente. imagens que simbolizavam a arrogância humana: Hemo e Ródope que chamavam-se de Zeus e Hera e foram transformados em montanhas. Cíniras chorando por suas orgulhosas filhas. o nariz e os ouvidos de Aracne desaparecerem. e depois transformada em cegonha. VAMOS FILOSOFAR. sátiro. deliberar em si mesmo.Escola Técnica Estadual de Diadema A deusa não gostou e disfarçou-se de uma velhinha para aproximar-se de Aracne.. com Posídon. contar. designar. Antígona com serpentes na cabeça que não paravam de mordê-la. deus dos mares. relato não histórico. eis Aracne: origem dos aracnídeos. O verbo mythéomai significa: dizer. fez seu corpo diminuir bastante de tamanho e condenou-a a praticar sua antiga arte eternamente. portanto. Furiosa. 4 . que quando tocou a terra. puxou conversa e disse que a mortal deveria demonstrar humildade com os deuses e pedir perdão a Atena. além disso. porém.. com o sentido de fábula. águia. fogo e chuva de ouro. Nessa acepção. O que significa a palavra Filosofia? 2. tecendo fios como uma aranha. notícia que se espalha. Aracne chamou a velhinha de louca e disse-lhe que se Atena quisesse dizer-lhe algo. dizer a si mesmo. anunciar (um oráculo). que você encontra no seu dicionário. rumor. O historiador Heródoto emprega a palavra mýthos para referir-se a relatos confirmados por testemunhas. prescrição. empregam mýthos para referir-se a narrativas ou relatos fabulosos. é parecido com o significado de quando a palavra foi formada? Explique. a deusa da sabedoria teve sua paciência esgotada. conselho. já que ela comparara-se a Hera.

5. Você pensa que é possível explicar a origem do mundo sem recorrer a nenhum mito? Explique. Pesquise um mito e demonstre o que ele tenta explicar. O que há em comum entre os mitos de Perseu e de Aracne? Explique. 6.Escola Técnica Estadual de Diadema 3. 4. Como as pessoas explicavam o mundo antes da formação pela Filosofia pelos gregos? Explique. 5 .

há uma revolução monetária na Grécia. e advêm a ela inovações científicas. 6 .) foi um filósofo da escola jônica. Sobre a natureza. Anaximandro (+ ou .(+ ou . e resultava na multiplicidade. Foi geógrafo. o infinito. Pitágoras (século VI a. A partir do século VII a. O número perfeito é o dez. a água e a terra e por último pedra. Foi Pitágoras que inventou a palavra filosofia . infinita e indestrutível. Muito pouco de suas obras está disponível. Escreveu um livro. Afirmou que a origem de todas as coisas seria o apeíron. matemático. natural de Mileto e discípulo de Tales. Os números constituem a essência de todas as coisas segundo sua doutrina. adotando uma forma científica de pensar. Romperam com a visão mítica e religiosa da natureza que prevalecia na época. pois investigaram questões pertinentes a esta. como de que é feito o mundo.. É considerado autor de um mapa do mundo habitado e iniciador da astronomia. restando apenas fragmentos.) Conhece-se muito pouco sobre a vida desse filósofo. a matemática. da sua rarefação. O ar tinha o eterno elemento.640-548 a. por causa do triângulo místico. O um é o ponto. em diversos graus. Refutando a teoria da água de Tales. São chamados de filósofos da natureza. O primeiro filósofo em que temos uma obra sistemática e com livros completos é Platão.588-524 a. e é difícil distinguir o que é verdade e o que é mentira. Anaxímenes ensinava que essa substância era o ar infinito.(+ ou. o vento. ou condensação. mais racional. Seus principais representantes foram: Tales de Mileto. os quatro elementos. e são a verdade eterna. Isso colaborou com uma nova forma de pensar. que tem como característica básica explicar a origem do universo ou arché a partir de uma substância única fundamental.C. pneuma ápeiron. O alimento de toda a coisa é úmido. pois foi uma figura legendária. Acreditava na divindade do número. C) Tales é considerado o pai da filosofia grega. C) é um filósofo da escola jônica. É de Tales a frase de que á água é a origem de todas as coisas. o fogo. que se perdeu. depois Aristóteles. Os astros são harmônicos.Escola Técnica Estadual de Diadema Os PRÉ-SOCRÁTICOS Os pré-socráticos foram filósofos que viveram na Grécia Antiga e nas suas colônias. Tudo seria alteração da água. Assim são chamados pois são os que vieram antes de Sócrates. Ele foi o primeiro a atribuir uma causa material para a origem do universo. Alguns se propuseram a explicar as transformações da natureza. a nuvem. considerado um divisor de águas na filosofia.610-547 a. O apeíron é eterno e indivisível. e do ápeiron de Anaximandro.C.(amizade ao saber).C. Anaxímenes. o primeiro homem sábio. o três gera a superfície e o quatro produz o volume. Esse era o processo por qual passava uma substância primordial. astrônomo e político. Pitágoras postulou como via de salvação em vez desse deus. O universo resultaria das transformações do ar. o dois determina a linha.

5. Explique a teoria de Anaxímenes sobre o Ar. Como era formado o universo e os seres vivos na visão de Anaximandro? 4. Em quais elementos buscam respostas para os mistérios do universo? 3. Por que a água era considerada fundamental para Tales? Dê exemplos e explique-os.Escola Técnica Estadual de Diadema 1. O que significa pré-socrático? 2. 7 .

ele notou. já que havia se acostumado a olhar para a verdadeira luz. caminhariam para fora da caverna e teriam a vista ofuscada. Das trevas à luz: Platão e a alegoria da caverna “Os males não cessarão para os homens antes que a raça dos puros e autênticos filósofos chegue ao poder. já que lá alguns caminham conversando com outros – os prisioneiros pensam. um sentido cosmológico. ele retornou à caverna. Da luz que vem de fora e que se projeta no fundo da caverna. até de prever as próximas sombras que passariam. amarradas pelas pernas e pelo pescoço. Os outros prisioneiros. veriam a lua e as estrelas. então. de fato.Escola Técnica Estadual de Diadema A LIBERDADE ENTRE A RAZÃO E OS INSTINTOS O período pré-socrático foi denominado. defenderam-se daquele que tentou tirar-lhes de lá e até o mataram. pouco a pouco se acostumariam com a luz e conseguiriam ver as imagens deles mesmos projetados na água. caracterizada pelo interesse no próprio homem e nas relações do homem com a sociedade. Era a busca de explicações racionais para o universo manifestada na procura de um princípio primordial para todas as coisas existentes. há algumas pessoas que estão lá desde crianças. estas pessoas vêem as sombras de outras pessoas que passavam carregando toda espécie de objetos fora da caverna. Se fossem libertados. por fim. Ocorreu que um destes prisioneiros soltou-se e caminhou até a entrada da caverna. contando tudo o que havia visto. que a realidade é a sombra que vêem e o eco que ouvem. impedidas de saírem dali. compreendendo enfim que ele seria o autor das projeções que haviam no fundo da caverna. conseguiriam voltar os olhos ao sol e o veriam. Seguiu-se a esse período uma nova fase filosófica. o que havia de real no mundo. pela investigação da natureza. e tinha muita dificuldade em distinguir as sombras (seria preciso mais tempo para ele se acostumar com as trevas novamente). Essa investigação era como vimos na aula anterior. estes prisioneiros ainda ouvem o eco dos barulhos que vêm lá de fora.” Platão Platão (427-347 a.) formulou uma história conhecida como alegoria da caverna. aos que conseguiam primeiramente notar quais delas passavam e quais delas passavam acompanhadas de outras e. 8 . Ele sentiu as trevas em seus olhos. em grande parte. os prisioneiros continuariam a pensar que as sombras eram. porém. então. Encantado com o que viu. consideraram que não valia à pena sair da caverna. Já acostumados. já que sentiu enorme piedade dos seus companheiros de cárcere. Nela. portanto. veriam os próprios objetos. de costas para a entrada da caverna.C. que aquelas imagens vistas lá embaixo não passavam das sombras das coisas que estavam fora da caverna e que estas eram a realidade. Estes prisioneiros faziam até concursos e concediam prêmios aos que distinguiam da melhor forma as sombras que eram observadas.

mas sombra. não há uma pretensão mitológica de verdade na narrativa. O que fez Sócrates foi iluminar seu espírito com uma sabedoria que o retirou das trevas. o filme Matrix. 1. da convenção. mas continua. Reflita sobre a alegoria da caverna e escreva: a) A caverna é o mundo em que vivemos? Explique. b) Quem seria o prisioneiro que se liberta e sai da caverna? Explique. o personagem Neo (novo em grego) desconfia que algo está errado. ilusão. enquanto reúne provas e forças que lhe possibilitem uma ação.Escola Técnica Estadual de Diadema Para Platão.C. Sócrates (470-399 a. Viu o que cada sombra representava melhor que ninguém porque viu. quem retirou a alma da escuridão e a iluminou para. Tanto que a primeira ordem que dá no livro VII da República é o de "imaginem". menos o filósofo que consegue romper as amarras e ascender até a visualização da Idéia. seu grande mestre. a viver o mundo das aparências. vejamos como é possível alcançar a luz! Uma alegoria é igualmente uma narrativa que busca ilustrar um ponto de vista segundo artifícios linguístico. também. retornar à caverna e dizer que tudo que ali havia não era real.). Na versão mais recente dessa alegoria. o que revela uma tendência ao messianismo que é contrária à problemática grega. na versão que você preferir. Neo tem que se livrar das amarras físicas e sociais. Em Platão todos os homens são escravos. Tanto que o "programador" no final tenta convencer Neo a ficar no que restou do mundo dos humanos como se fosse uma espécie de Deus falando a seu filho. Não há nenhum deus nem tampouco uma ação como a entendida pela divina providência. em uma história em quadrinhos. em seguida. Fica claro para quem lê o livro que Sócrates usa esse recurso para ilustrar a Teoria das Idéias. foi quem viu a luz. Faça em casa e entregue na próxima aula: Resuma a alegoria da caverna. Mas o contexto é bem diferente do de Platão. 2. ou seja. e já teve evidências para isso. 9 . O filósofo depois de conseguir a ascese dialética tem a obrigação política de voltar à caverna e alertar os demais companheiros. a sua verdadeira forma fora da caverna e voltou para dizer aos prisioneiros qual era a essência daquilo que eles viam. para buscar a verdade acerca da condição da sua existência.

Não seríamos dominados pelos mesmos impulsos irracionais que dominam os animais. Eis o caminho para a liberdade na Filosofia socrática: Conheça-te a ti mesmo: • • Quem sabe (usa a razão) o que é o bem. de fato. não fora. aonde buscá-la? A resposta era imediata: dentro de nós mesmos – “conheça-te a ti mesmo”. Porém. Sócrates ajudava as pessoas a lembrar do que já sabiam. realmente. eram. Era esta a mensagem também que Sócrates aconselhava às pessoas: ele gostaria que elas saíssem da caverna. é não usar a razão. tomaríamos ciência que a nossa alma racional seria um fator decisivo para a nossa felicidade: agindo de acordo com a razão. já que ele pensava que a sabedoria estava dentro de nós. Para agirmos como homens. por isso. “Conheça-te a ti mesmo”. temos de saber o que somos: se somos racionais. agiríamos de acordo com nosso ser – agiríamos como homens. O que você fez foi um bem a si mesmo ao tomar 10 . seria necessário. • A liberdade reside na ação racional: é a razão que nos livra do vício e nos conduz à felicidade. Sócrates(470-399 a. nossa conduta também precisa ser. e até irritante. um ser humano. racionalmente se refresca com um sorvete e sabe que ele faz bem para você justamente porque lhe refresca. é nãosaber. é agir racionalmente. buscá-la. não seríamos dominados pelas paixões e pelos sentidos.C. pratica-o. Um exemplo: supondo que esteja muito calor e você foi a uma sorveteria.)fazia perguntas: era um perguntador incansável.Escola Técnica Estadual de Diadema LIBERDADE E RAZÃO: SÓCRATES “Conheça-te a ti mesmo” Sócrates Sócrates e o poder da razão “Conheça-te a ti mesmo”: na entrada do templo de Apolo era esta a mensagem que estava escrita. aparências do que elas. como procuramos o bem. segundo ele. Quem pratica o bem. Com a continuidade do diálogo. da escuridão que havia em seus espíritos. aconselhava: “conheça-te a ti mesmo”. seríamos senhores de nós mesmos e não agiríamos de modo desregrado. não como animais. é. Dialogava com todos sobre os mais variados assuntos e faziam-nos perceber que o que elas sabiam sobre esses assuntos não passavam de sombras. viver sem se saber o que se quer. Conhecendo a nós mesmos. tentamos nos afastar do mal: viver escravo dos prazeres é para Sócrates. Para que as pessoas conhecessem a si mesmas. Para alcançarem a luz. é não agir como homem. é procurar o bem para si mesmo. Em suma. é saber o que se quer. Viver feliz e livre é viver senhor de nós mesmos.

sua atividade consistia em interrogá-las até que as idéias nascessem em suas mentes. 1. Qual era a mensagem que estava inscrita no templo de Apolo e que era dita por Sócrates aos cidadãos de Atenas? Por que ela é importante para sermos livres? 2. termo grego que significa “arte de trazer á luz”. 3. caso você aja desregradamente. deixou de agir como homem e tornou-se um escravo dos prazeres. Para Sócrates. Porém. E mais: libertou-se da sensação de calor. o prazer transforma-se em um problema para o seu estômago. tomando muitos sorvetes. Dê dois exemplos de ações livres. 11 . mas de idéias: como ele acreditava que elas estavam nas próprias pessoas. de acordo com a filosofia de Sócrates. Esta atividade genuinamente socrática ficou conhecida como maiêutica.Escola Técnica Estadual de Diadema um sorvete. A mãe de Sócrates era parteira e Sócrates também se considerava um parteiro. o que é preciso para fazer o bem para nós mesmos? Explique. O que você fez foi um mal para si mesmo: ao deixar de usar a razão.

Já na Antigüidade. Nascido em Estagira. Basta isso. Há informações de que teria escrito mais de uma centena de obras. que passam a vida toda sem deixar se acostumar com as coisas. Decepcionado com o episódio deixou a Academia e partiu para Assos. Aristóteles (384 a. depois. Pouco tempo depois foi convidado por Felipe II. ARISTÓTELES. rei da Macedônia. mais você se admirava com as coisas e mais queria saber porque eram daquela forma. a formação do universo. situação que acompanhará sua forma de filosofar. que influenciou.Escola Técnica Estadual de Diadema Aristóteles: do nascimento da lógica à ordenação do Universo CAUSA DO FILOSOFAR O contexto social e histórico que permitiu às pessoas a invenção da Filosofia nós já analisamos.C. as fases da lua. por exemplo. deixando de se admirar com elas. o curso do sol e dos astros e. avançando passo a passo. tentavam explicar fenômenos maiores. acrescentando-lhe sua genial contribuição. segundo Aristóteles. 982 b13. deixou também de lado a atitude filosófica.C. Seu nome. na Macedônia. tendo uma atuação crescentemente expressiva. como. Mas o que falta verificar é o que motivava alguns a filosofarem. a destacada competência de Aristóteles o qualificava para assumir a direção da Academia. onde permaneceu até 354 a. Filósofos são aqueles que jamais perdem a admiração sobre os grandes ou pequenos segredos do mundo. Porém. na Mísia. Com a morte de Platão. . descobrimos que não sabemos e que sempre há algo a descobrir. entretanto. antes como agora. do contrário. não há Filosofia sem curiosidade. 12 . Procurar uma explicação e admirar-se é reconhecer-se ignorante”. se estamos acostumados com algo e não pensamos sobre ele.C. Aristóteles foi um dos mais importantes filósofos gregos da Antiguidade. E mais: veja como termina a citação acima. foi preterido por ser considerado estrangeiro pelos atenienses. é preciso estar admirado com algo. a causa pela qual os homens começaram a filosofar: a princípio. finalmente. onde permaneceu cerca de vinte anos. surpreendiam-se com as dificuldades mais comuns. O relacionamento de Aristóteles e Alexandre foi interrompido quando este assumiu a direção do Império Macedônico. Olhe para sua própria vida e perceba que quando você tinha menos idade.) pensara a respeito: “A admiração sempre foi. para ser professor de seu filho Alexandre. Metafísica. Para filosofar. em 340 a. na medida que você cresceu e acostumou-se com as coisas. a história do pensamento ocidental. sem admiração. como funcionavam. filho de um médico renomado. Desempenhou extraordinário papel na organização do saber grego. Ásia Menor. decisivamente. não há Filosofia.C. quando procuramos uma explicação sobre algo encontramo-nos “ignorantes”. Aos 18 anos foi para Atenas e ingressou na Academia de Platão.322 a.

Marilena. Rio de Janeiro: Edições de Ouro. Segundo Aristóteles. Porto Alegre: Editora Globo. Porto Alegre: Editora Globo. qual a sua causa.. Tradução de Jorge Paleikat. filosofe). São Paulo: Editora Siciliano.Escola Técnica Estadual de Diadema VAMOS FILOSOFAR. b) explique-o (escreva como ele é. Para a próxima aula – entregar: escolha algo que você admira e: a) desenhe-o. • CHAUI. Tradução de Mauro Gama. John. 3. 1. 1964. Metafísica. São Paulo: Companhia das Letras. Como nos reconhecemos quando procuramos a explicação sobre alguma coisa? Explique. Tradução de Franklin Leopoldo e Silva. Diálogos. O que leva à morte do filosofar? Explique. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: • ARISTÓTELES. • BURNET. São Paulo: Brasiliense. 13 .. Francis. Tradução de Leonel Vallandro. Sócrates: o sorriso da razão. • PLATÃO. 2ª edição. 4.. Enfim. como funciona. Introdução à História da Filosofia: dos pré-socráticos a Aristóteles. 1969. Tradução de Leonel Vallandro. • WOLFF.. 20002. pense no porquê de sua existência. • _____. se precisa de mudanças. 1982. 2. 1994. qual é a causa do filosofar? Explique. O despertar da Filosofia Grega. A República. s/d.