You are on page 1of 11

A origem dos números

Com a História da Matemática, podemos compreender toda a ordem cronológica no que diz respeito as idéias da matemática, assim como, saber um pouco mais historicamente sobre os nossos antepassados e geograficamente o meio em que viviam. Estudiosos tentam comprovar que há 30.000 anos, os homens da caverna possuíam um método de contagem. Eles utilizavam ossos, onde faziam marcas que simbolizavam alguma data espiritual, fazes da lua, ou seja, algum ciclo de tempo. No decorrer da história deixaram de ser nômades e se tornaram sedentários, passando assim, a produzir o seu próprio alimento com as plantações e criações de animais. Podemos dizer que os fatores que deram início a civilização, também deram início aos números. Os homens começaram a ter posses e viram a necessidade de se ter um maior controle sobre os seus pertences. Para se fazer a contagem de algo eles começaram a usar pedrinhas, conchas, grãos ou sementes e até mesmo nós em cordões como faziam os Incas. E foram criando uma relação numérica entre o que possuíam e montinhos daquilo que simbolizava seus pertences.Com o passar dos tempos algumas civilizações começaram a utilizar os dedos e outras como fazem até hoje, as falanges dos dedos. A agricultura e o pastoreio modificaram profundamente a vida dos homens: deram origem às primeira aldeias, que lentamente transformaram-se nas primeiras cidades. Uma das mais antiga é a dos egípcios, datada de 5.500 anos . Desde as primeiras civilizações, a agricultura se tornou fundamental para a alimentação das pessoas. Assim, já naquele tempo, foi preciso dispor de calendários bem feitos para saber a época certa do plantio e da colheita. E com o comércio começou a crescer e precisavam medir e pesar produtos, pagar e receber troco. Eles realmente precisavam dos números. Os números foram essenciais para as primeiras civilizações. Em cada uma delas inventouse um sistema de numeração, ou seja, uma maneira de escrever e nomear os números. Além disso, em todas elas foi criada uma língua escrita para registro de fatos e informações. Elas se organizaram e se desenvolveram em grande parte graças à língua escrita e aos sistemas de numéricos que inventaram. Da civilização egípcia, restaram vários monumentos com inscrições, além de documentos em papiros. Essas fontes permitiram que os arqueólogos decifrassem o sistema de numeração egípcio. Na escrita dos números os egípcios formavam grupos de dez do mesmo modo que fazemos hoje. Nas escavações arqueológicas realizadas na região onde foram edificadas as cidades da Mesopotâmia, encontram-se placas de barro que continham inscrições. Usando um bastonete, os escribas da Mesopotâmia escreveram sobre essas placas quando o barro ainda estava mole. eles usavam um sistema de numeração de base sessenta. Na longa história da civilização chinesa, houve mais de um sistema numérico. Eles utilizavam símbolos que ainda hoje são conhecidos tanto na China como no Japão. Entretanto, para fazer cálculos, todos usam o mesmo sistema de numeração que nós. As civilizações mencionadas não foram as únicas de sua época, mas foram as maiores. Depois delas, destacaram-se, na Europa, as civilizações grega e romana e, na Ásia, o Império Persa. A numeração grega, não consegui influenciar outros povos, apesar de sua cultura fazer parte da base da civilização ocidental.Eles utilizavam as letras do seu alfabeto para representar os números. Por sua vez, o sistema numérico romano não desapareceu por completo. Em nosso cotidiano, podemos ver os seus sinais em relógios ou nas fachadas de prédios antigos em que há a data da construção. Na Antigüidade, a numeração romana tinha menos regras. Entretanto, como ela continuou a ser usada na Europa por séculos e séculos, mesmo depois do fim do Império Romano, as pessoas tentaram melhorá-la. Ou complicá-la, dependendo da opinião de cada um. Na América central tínhamos os Maias como único povo que no tempo antigo utilizavam o zero, o qual era representado pelo desenho de uma concha, em sua numeração. Eles criaram um sistema de escrita bastante evoluído e também calendários muito precisos.

ou ainda uma hipérbole. astrônomo e matemático. não se encontram ao serem prolongadas indefinidamente". Mesmo tendo Arquimedes obtido fama por suas invenções mecânicas. resultará uma circunferência de círculo ou uma elipse. Ele tinha o hábito de mandar o texto de seus últimos teoremas. e de tal modo foi difundida que chegou a sobrepujar o seu autor. se negar a existência física de Euclides. Ele obteve este resultado circunscrevendo e inscrevendo um círculo com polígonos regulares com 96 lados! Tales de Mileto. Apolônio. Como exemplo temos o “Teorema de Tales”. Arquimedes tomou um dos navios da frota do rei . de onde se originou o termo latino algorismus. movendo o navio em linha reta suavemente. Aparentemente alguém em Alexandria estava roubando os resultados de Arquimedes e afirmando que eram seus. ou uma parábola. a ponto de.C. sendo este último considerado uma das maiores personagens da Antiguidade. era nativo de Siracusa. era filósofo. também colaboraram para que sua fama se perpetuasse.que não podia ser movido a não ser por muitos homens . Dependendo da maneira como cortamos o cone. Entre as descobertas sobre a matemática atribuídas aos . ele acreditava que a Matemática em sua forma mais pura era a única coisa que valia a pena. Arquimedes.O sistema de numeração que conhecemos hoje foi criado pelos hindus no século VI. Outras invenções de Arquimedes. No prefácio de Sobre espirais Arquimedes nos conta uma história curiosa acerca de seus amigos em Alexandria. enviou dois resultados falsos. A razão desta denominação é que tais curvas resultam de um corte conveniente do cone. Na filosofia pitagórica afirmava-se que Tudo é número. Daí o nome algarismo. mas não produzem provas de suas afirmações. filho do astrônomo Fídeas. como a polia composta. àqueles que afirmam descobrir tudo. Arquimedes inventou máquinas para serem usadas na guerra. dedicou-se principalmente ao estudo de uma família de curvas denominadas de — cônicas. liderados por Marcelo. mas sem as demonstrações.carregou-o com muitos passageiros e lotou-o de carga. São estes números criados pelos matemáticos da Índia e divulgados para outros povos pelo árabe al-Khowarizmi que constituem o nosso sistema de numeração decimal conhecidos como algarismo indo-arábicos. na Idade Média. Depois de Euclides. e seu mérito reside na elaboração dedutiva de teoremas sobre geometria plana.. podem estar enganados fingindo descobrir o impossível. constituída de unidades indivisíveis separadas por um intervalo. na Sicília. Os símbolos – 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 – ficaram conhecidos como a notação de al-Khowarizmi. Em Medidas do círculo Arquimedes mostra que o valor exato de Pi situa-se entre 310/71 e 31/7. Arquimedes colocou-se a distância e puxou as polias. que continham definições como: "Ponto é aquilo que não tem partes" "Reta é o comprimento sem espessura" "Superfície é o que tem unicamente comprimento e largura" "Retas paralelas são aquela que. estando em um mesmo plano. Na última vez que fez isso. dois matemáticos de gabarito apareceram em Alexandria: Apolônio e Arquimedes.. ou seja. a extensão era descontínua. História da Geometria A ciência dos Gregos Euclides viveu em Bizâncio entre os anos de 485 a 410 a. A partir do dia de seu aparecimento "Os Elementos" se tornou a obra clássica da Geometria. como se estivesse no mar. Estas armas foram particularmente eficientes na defesa de Siracusa contra os Romanos. Foi responsável pela imortal obra “Os Elementos”. na concepção cosmogônica dos primeiros pitagóricos.

C. de uso geral. pares e ímpares. De todo o conhecimento atribuído aos pitagóricos. O sistema de numeração utilizado pelos egípcios era o sistema de agrupamento simples com base 10. Desta. Essas imensas estruturas foram construídas como túmulos reais. como é o caso de Alexandria. a escrita demótica. onde morreu em 490 A. o mais importante foi decorrente do teorema de Pitágoras. foi chamada hieroglífica. no vale do rio Nilo. Eles escreviam usando cunhas em tabulas de argila cozida. no vale dos rios Eufrates e Tigre. freqüentemente. o máximo divisor comum e o mínimo múltiplo comum. A grande pirâmide é a maior das três pirâmides situadas no deserto. desde aproximadamente o ano 3200 a. mais tarde. que absorveram a cultura local. se um polígono tem n lados. Dois papiros são as fontes principais de informações referentes à matemática egípcia antiga. Este fato causou uma crise filosófica na irmandade. assim como novas cidades foram fundadas. O papiro Rhind descreve os métodos de multiplicação e divisão dos egípcios. que a soma dos ângulos internos de um triângulo é igual a dois ângulos retos. levando-os a descoberta da incomensurabilidade. onde trabalhou como professor e pesquisador. Ao longo do tempo. A mais antiga. em Gizé. Através deste teorema. onde se criou a escola de matemática de Alexandria. As antigas civilizações que habitavam a Mesopotâmia são chamadas. muito embora um estudo minucioso do assunto só seria realizado por Euclides séculos mais tarde. Pitágoras se refugiou em Metaponto. o emprego da regra da falsa posição. nas proximidades da atual Cairo. A multiplicação e a divisão dos egípcios eram efetuadas por uma sucessão de duplicações. Como exemplo de multiplicação achemos o produto de 12 por 27. A matemática na Babilônia A Mesopotâmia é uma região situada no Oriente Médio. História da matemática no Egito A cultura egípcia se desenvolveu no noroeste da África. dando origem a um tipo de caracteres chamados cuneiformes. usada pelos sacerdotes em monumentos e tumbas. deriva uma forma cursiva. . Os egípcios desenvolveram três formas de escrita. Pitágoras observou que nem toda soma de números quadrados resultaria em hipotenusas mensuráveis. chamada hierática da qual resulta. amigos. usada nos papiros. porém com menor freqüência. grandes revoluções aconteceram no mundo da matemática. até os primeiros séculos da era cristã. possivelmente fundada por Euclides. Após Pitágoras.C. E cinqüenta anos depois a escola Pitagórica foi censurada e alguns discípulos continuaram seus estudos. O papiro Golonishev ou de Moscou. Notamos na construção das pirâmides. a solução para o problema da determinação da área de um círculo e muitas aplicações da matemática a problemas práticos. no golfo de Tarento.pitagóricos podemos citar: a classificação dos números em: primos e compostos. de Babilônios. uma perícia profunda na arte da engenharia. o uso que faziam das frações unitárias. nordeste da Itália. esta região foi invadida por diversos grupos humanos. A multiplicação é efetuada duplicando 12 até que a soma das duplicações exceda 27. perfeitos e figurados.4) ângulos retos. então a soma dos ângulos internos do polígono é igual a (2n . Através da observação da inundação do rio Nilo os egípcios estabeleceram um bom calendário solar feito de doze meses de trinta dias cada um e mais cinco dias de festa no final do ano.

resolveu as quárticas.Muitos processos aritméticos eram efetuados com a ajuda de tábuas: de multiplicação.. cálculo de raízes quadradas e cúbicas. porém enunciadas em linguagem geométrica. dividiram a circunferência em 360 partes iguais e conheciam o Teorema de Pitágoras. O início da trigonometria O desenvolvimento da trigonometria está bastante ligado à astronomia. Leonardo de Pisa também conhecido como Fibonacci. tanto pelo método de falsa posição como por processos algébricos. Em “Os elementos”. obtiveram várias informações que foram transmitidas para os gregos. As tábuas de inversos eram usadas para reduzir a divisão à multiplicação. no qual apresenta as resoluções de equações de terceiro e quarto grau. Também parece ter sido Hiparco o primeiro a dividir o círculo em 360° na sua tábua de cordas.C. Talvez ele tenha tomado a idéia de Hipsicles que dividiu o dia em 360 partes (inspirado na astronomia babilônica). publicou em 1545 em latim um tratado intitulado de Ars Magna. obra de Euclides é possível encontrar as leis do cosseno para ângulos obtusos e agudos. Girolamo Cardano. de inversos multiplicativos. e sim um tratado muito completo sobre os métodos e problemas algébricos em que o uso de numerais indo-arábicos é fortemente recomendado. de quadrados e cubos e de exponenciais. nas Proposições II. Esta prova esta no tratado intitulado Flos. Publicou o Liber Abaci que não é um livro apenas sobre o ábaco. que um ângulo inscrito numa semi-circunferência é reto. centro comercial importante na Itália. O primeiro registro das equações polinomiais do 2. Porém a mais influente e significativa obra trigonométrica da antigüidade foi a Syntaxis matemática. mas somente no século dezesseis seu uso tornou-se comum. por designação da lingua. resolução de equações lineares e quadráticas. Explica métodos de cálculo com inteiros e frações com estes.C. discípulo de Cardano. Pisa foi uma matemático excepcional e sua exposição da numeração indo-arábico foi importante no processo de transmissão destes. Os astrônomos babilônicos dos séculos IV e V a. Este tratado é famoso por sua compacidade e elegância. e a partir de então a obra é conhecida por esse nome. Hiparco de Nicéia ganhou o direito de ser chamado "o pai da trigonometria" pois na segunda metade do século II a.13. Nicolo Tartaglia foi quem resolveu as equações cúbicas e Ludovico Ferrari. O estudo de raízes negativas foi feito a partir do século XVIII. Mais tarde na Arábia o chamaram Almagesto. e para distingui-lo de outros foi associado a ele o superlativo magiste ou "o maior". mas não foi o descobridor original destas. Esta publicação é considerada um marco do início do período moderno da matemática. fez um tratado em doze livros que se ocupa da construção do que deve ter sido a primeira tabela trigonométrica para o uso em sua astronomia.o grau foi feita pelos babilônios. obra escrita por Ptolomeu que contém 13 livros. Cardano publicou as resoluções de equações cúbicas e quárticas em seu tratado. respectivamente. Eles tinham uma álgebra bem desenvolvida e resolviam equações de segundo grau por métodos semelhantes aos atuais ou pelo método de completar quadrados. . Sabiam que os lados correspondentes de dois triângulos retângulos semelhantes são proporcionais.12 e II. Como as resoluções dos problemas eram interpretados geometricamente não fazia sentido falar em raízes negativas. nasceu em Pisa. foi essa astronomia primitiva que deu origem à trigonometria esférica. Fibonacci tentou provar que nenhuma raiz pode ser construída com régua e compasso.

que tratou extensivamente da análise matemática da dinâmica newtoniana pela primeira vez. chega-se às raízes quadradas de números negativos. Sua curta vida terminou em Paris em 1662. ministro protestante. em 1629. Fermat partia de uma equação e então estudava o lugar correspondente. Pascal construiu seu "triângulo aritmético". La Hire e Johann Bernoulli também deram a sua contribuição para a geometria analítica. A invenção do carrinho de mão de uma roda e a idéia do ônibus também são atribuidas a Pascal. Descartes e Pascal estavam descobrindo a geometria projetiva. Em 1730. mas só foi publicado em 1665. Depois Euler prosseguiu com o assunto. um deles. Euler publicou seu livro Mechanica. Euler tornou-se professor de Física da Academia. que publicou em 1653 no seu Tratado do equilíbrio dos líquidos. deixando como resultado o Princípio de Pascal sobre a lei das pressões num líquido. onde qualquer elemento é a soma de todos os elementos da linha anterior situados exatamente acima ou à esquerda do elemento desejado. que ele ocupava desde 1727. Seu pai o introduziu nos primeiros estudos de matemática. filho de Paul Euler. Considerado como a maior das "promessas" na história da matemática. através do seu trabalho de restauração de obras se propôs a reconstruir o Lugares planos de Apolônio e obteve um subproduto desse esforço: em 1636 descobriu o principio fundamental da geometria analítica. Pascal também escreveu Cartas a um Provincial e Pensamentos que hoje são considerados obras-primas da literatura francesa. Enquanto Descartes partia de um lugar geométrico e então encontrava sua equação. Este trabalho era acompanhado por três apêndices. São esses os dois aspectos recíprocos do princípio fundamental da geometria analítica. Descartes aplicou seus novos métodos ao problema das três e quatro retas de Papus e resolveu-o sem dificuldade. Por volta de 1628. que é a única publicação matemática de Descartes. Blaise Pascal nasceu na província francesa de Auvergne em 19 de junho de 1623 e foi um prodígio matemático. o famoso La géométrie. fato que o permitiu abandonar o posto de lugar-tenente da marinha Russa. magnetismo. e Margaret Brucker. Ao nos referirmos a Leonhard Euler . assim Cardano descobriu uma nova espécie de números que chamou de numeri ficti (que vieram a ser conhecidos como números imaginários). Segundo parece. Mais tarde. Ele desenvolveu uma série de projetos acerca de cartografia. Em 1736-37. máquinas e construção naval. e lá foi criado. Também é devido a Fermat a descoberta das curvas que ainda hoje são conhecidas como hipérboles.Ao resolver as equações cúbicas pela fórmula de Tartaglia-Cardano. mudou-se para Riehen com um ano de idade. Leonhard Euler. O Traité du Triangle Arithmétique de Pascal foi escrito em 1653. Mais tarde Jan De Witt. a idéia do sistema de coordenadas polares foi introduzida em 1691 por Jakob Bernoulli. Fermat. parábolas e espirais de Pascal. Se interessou pelo trabalho de Torricelli sobre pressão atmosférica. Pascal poderia ter produzido uma obra muito maior se não sofresse de padecimentos físicos e não fosse levado a participar das controvérsias religiosas de sua época. A matemática e os matemáticos Enquanto Fermat concebia a idéia da geometria analítica moderna. Em 1731 Antoine Parent foi o primeiro a escrever analiticamente sobre curvas não-planas no espaço. no auge de sua capacidade. ele escreveu um tratado filosófico sobre a ciência universal sob o título de Discours de la Méthode pour Bien Conduire as Raison et Chercher la Vérité dans les Sciences (Discurso do Método para Bem Conduzir a Razão e Procurar a Verdade nas Ciências). então os pontos de intersecção dos três pares de lados opostos são colineares e reciprocamente. Criou o teorema do hexagrama místico: se um hexágono esta inscrito numa cônica. motores a combustão.

teria feito avançar o progresso da Matemática em mais de 50 anos. Em 1849 ganhou a cadeira de matemática no Queens College em Cork. Se Gauss tivesse publicado todos os seus resultados. Willian Rowan Hamilton revolucionou com a descoberta dos quatérnios. mas aos 16 anos já era um professor assistente. E isso deu inicio a álgebra da lógica conhecida como Álgebra Booleana. Um destes foi a quarta prova do teorema fundamental da álgebra que ele realizou na época de seu doutorado (1849). onde começou a freqüentar a escola. 15 anos depois da publicação de sua primeira prova. a qual ele resolveu introduzindo as funções de mesmo nome. em Cambridge. posteriormente Hamilton. etc. Em 1827 foi nomeado professor de matemática no recém fundado University College de Londres. fatores integrantes. a prova da reciprocidade quadrática na teoria dos números. em 1823. George Boole nasceu em 2 de novembro de 1815 em Lincoln. com 16 anos. A matemática gaussiana. as regras de operação permaneciam as mesmas. e seus campos de interesse excederam os de ambos. onde passou o resto de sua vida ensinando.serviu de ponto de partida para muitas das principais áreas de pesquisa da matemática moderna.estamos falando do escritor de matemática mais produtivo de todos os tempos. Boole não teve formação acadêmica. Carl Friedrich Gauss nasceu em 1777 e viveu até 1855. para a álgebra dupla dos complexos. isto é. equações de segunda ordem com coeficientes variáveis. Ele percebeu que indo da álgebra simples do sistema numérico. Entretanto. De Morgan sabia da existência de álgebras diferentes da álgebra ordinária e contribuiu para o desenvolvimento da álgebra abstrata. mostrou que De Morgan estava errado. O impacto desta descoberta no mundo matemático foi enorme e muitos autores se dedicaram à procura de novas álgebras não comutativas. Ele deduziu a fórmula da soma dos n primeiros termos de uma progressão aritmética. Descobriu o teorema fundamental de Cauchy da análise complexa 14 antes. Inglaterra. chegou à equação de Bessel. Peacock e Whewell foram seus professores e amigos. Gauss teve a estatura de Arquimedes e de Newton. quinto filho de John De Morgan. como construir com o compasso e o esquadro. 30 anos antes de Bolyai e Lobachevsky. Problemas em física levaram Euler a estudar equações diferenciais. Dentre suas descobertas nos tempos de estudante as mais significativas são a do método dos mínimos quadrados. Boole em 1847 publicou uma obra curta chamada The Mathematical Analysis Logic. Ele acreditava que essas duas formas esgotavam os possíveis tipos de álgebras e que seria impossível desenvolver uma álgebra tripla ou quádrupla. e muitos outros tópicos. É considerado um dos maiores matemáticos de todos os tempos. que é muito aplicada na computação . um pequeno livro que marcou época. Abel e Jacobi.. Neste novo conjunto de "números" a multiplicação não é comutativa. passando a estudar matemática. perdeu a visão do olho direito logo após o nascimento. soluções de equações diferenciais em séries de potências. Augustus De Morgan. Boole viu a lógica de um modo novo e chegou a uma álgebra mais simples. As contribuições de Euler para o conhecimento ainda abrangeram muitas outras áreas. Em 1835 abriu uma escola e mudou o seu interesse. Durante os últimos 20 anos de sua vida Gauss publicou artigos de grande interesse para a matemática. As anotações de Gauss mostraram posteriormente que ele antecipou a geometria não-Euclidiana. um tenente-coronel em serviço na Índia. Euler foi o primeiro a tratar seno e cosseno como funções. a ordem dos fatores altera o produto. De Morgan ingressou no Trinity College. Observando membranas vibrantes. Descobriu os quaternios antes de Hamilton e antecipou muitos dos mais importantes trabalhos de Legendre. Ele fez uma analogia entre os símbolos algébricos e os que representavam a lógica. Seus trabalhos abrangeram equações lineares com coeficientes constantes. Resultou assim evidentemente que não existem as restrições impostas pelas "leis fundamentais" sugeridas pelos sistemas até então conhecidos e que pareciam solidamente estabelecidos.

Seu pensamento influenciou a matemática.B) existe sempre um ponto da reta que separa as duas classes (A) e (B). com maior propriedade. Atraiu um grande número de colaboradores e discípulos pelo fato de evitar o uso de uma linguagem metafísica e de introduzir símbolos: tais como (pertence à classe de).Cantor formulou a caracterização da continuidade de uma maneira semelhante.muitos deles usados até hoje. Richard Dedekind. França. Em 1838 começou seus estudos no Trinity College em Cambridge onde se graduou em 1842. matemático alemão que em 1872 publicou uma obra intitulada Continuidade e Números Irracionais. De 1873 a 1875 estudou na Escola Politécnica e em 1875 ingressou na Escola Nacional Superior de Minas. Descobriu a álgebra das matrizes em 1857. Cayley ocupa o terceiro lugar entre os escritores de matemática mais prolíferos em toda história desta ciência. Poincaré publicou mais de 500 trabalhos. axioma da continuidade Dedekind-Cantor. definindo a idéia de operarmos as matrizes como na álgebra. perdendo apenas para Euler e Cauchy. que representava a tentativa de reduzir a aritmética comum a puro simbolismo formal. Em resumo Dedekind caracteriza a continuidade da reta por esta afirmação que é designada por axioma ou postulado da continuidade de Dedekind – todo o corte da reta é produzido por um e um só ponto dela. Os axiomas de Peano. dos quais dependem tantas construções rigorosas da álgebra e da análise. por isso a este enunciado se chama. além de suas notas de aula. . Em 1881 tornou-se professor na Universidade de Paris. assumindo a cadeira de física matemática. Em 1888. desde a teoria de funções e topologia. a física matemática e a filosofia. filho de uma família influente na sociedade da época. Durante toda sua vida. cujo nome é lembrado até hoje em conexão com os axiomas por ele introduzidos. (soma lógica ou união). introduziu a definição axiomática de espaço vetorial. Foi um dos primeiros matemáticos a estudar matrizes. Giuseppe Peano. (produto lógico ou intercessão) e (contém) . Em 1843 trabalhou fundamentalmente em álgebra. mas. dedicado ao estudo do problema: Todo o ponto da reta produz nela um corte. onde permaneceu até sua morte em 17 de julho de 1912. Peano foi um dos precursores do logicismo cuja expressão definitiva é a monumental obra Principia Mathematica de Whitchead e Russell. usando determinantes como elemento essencial. também trabalhou em geometrias não-euclideanas e geometria n-dimensional. Jules Henri Poincaré nasceu em 29 de abril de 1854. é um autor italiano. até um modo particular de pensar o mundo e sua lógica. chamando de sistemas lineares.Arthur Cayley nasceu em 16 de agosto de 1821 em Richmond na Inglaterra. foram formulados pela primeira vez em 1889 na Arithmetices Principia nova methodo exposita. isto é qualquer que seja o corte (A. em Nancy. entre livros e artigos. Quase na mesma altura o matemático alemão G. Em 1879 obteve seu doutorado em ciências matemáticas com uma tese sobre equações diferenciais.

já utilizavam conceitos do Cálculo para resolver vários problemas .História do Cálculo . O Cálculo Diferencial: alguns fatos históricos Desde a época dos Gregos antigos. O Cálculo pode ser dividido em duas partes: uma relacionada às derivadas ou Cálculo Diferencial e outra parte relacionada às integrais. utilizando as proposições de Euclides e as propriedades das cônicas de Apolônio para chegar a relações entre distância. prevalecendo a notação criada por Leibniz. que estava intimamente relacionado com as derivadas. ou seja. Para ele a velocidade horizontal e a velocidade vertical eram as fluxões de x e y associadas ao fluxo do tempo. elipses e hipérboles. aliada ao desenvolvimento e aperfeiçoamento das técnicas. Na realidade. Lagrange e Cauchy. Newton tenha-se perguntado porque as órbitas dos planetas eram curvas. Os fluents eram x e y.por exemplo. enquanto observava o movimento dos planetas. os matemáticos britânicos ficaram de certa forma alienados dos trabalhos do continente e o desenvolvimento da Matemática não conseguiu acompanhar o rápido progresso dos outros países da Europa ao longo do século XVIII. Fermat elaborou um método algébrico para determinar os pontos de máximo e os pontos de mínimo de uma função. Euler. Cavalieri. aconteceu com Newton e Leibniz que deram origem aos fundamentos mais importantes do Cálculo: as Derivadas e as Integrais.O Nascimento As contribuições dos matemáticos para o nascimento do Cálculo são inúmeras. devido a esse trabalho. O estudo do movimento dos corpos havia começado de maneira sistemática com Galileo. O desenvolvimento do Cálculo continuou com muitos outros matemáticos. o movimento era a base fundamental para o estudo das curvas e de outros tópicos relacionados ao Cálculo. Agnesi. Entretanto ele estudara o movimento geometricamente. como. Como conseqüência da infeliz disputa entre Newton e Leibniz. Muitos deles. Leibniz pensou nas variáveis x e y como grandezas que variavam por uma sucessão de valores infinitamente pequenos e introduziu dx e dy como a diferença entre esses valores sucessivos. Este simples. que. estudando problemas relacionados ao movimento. hoje em dia. entre outras coisas. pois se fossem formadas por segmentos de retas seriam muito mais fáceis de serem estudadas. d'Alembert. porém genial insight significou para Newton o começo de uma longa e frutífera produção científica que englobou. ou simplesmente x'(t) e seria analogamente a derivada de y com relação ao tempo ou ainda y'(t). Ele encontrava geometricamente os pontos onde a reta tangente ao gráfico tinha inclinação zero. Jacques Bernoulli. Tanto os nomes quanto as notações de Newton foram deixadas de lado ao longo dos anos. . Lagrange afirmou considerar Fermat o inventor do Cálculo. Barrow. Fermat e Kepler. seria a derivada de x com relação ao tempo. ou Cálculo Integral. Em linguagem moderna. para a determinação de tangentes a parábolas. mesmo que de forma imprecisa ou não rigorosa. que diferiam entre si. são aplicações básicas da derivada. velocidade e aceleração. por exemplo. Johann Bernoulli. MacLaurin. já se conhecia a reta tangente como sendo uma reta que intercepta uma curva em um único ponto. Acredita-se que um dia. A união das partes conhecidas e utilizadas até então. a essa altura. buscava os pontos em que o coeficiente angular da reta tangente era nulo. generalizando a situação observada no caso da circunferência. A introdução de símbolos algébricos como uma ferramenta para estudar a geometria das curvas também contribuiu para o desenvolvimento do conceito de derivada. Vários matemáticos estavam. Torricelli e Barrow consideraram o problema do movimento com velocidades variadas. Arquimedes e Apolônio utilizavam métodos geométricos. as integrais e toda a base da mecânica clássica. as derivadas. Para Newton.

ed. História da Matemática.Bibliografia: Básica: BOYER. A rainha das ciências: um passeio histórico pelo maravilhoso mundo da matemática. Matemática e mistério em Baker Street. 1987. Gilberto Garbi. São Paulo: Livraria da física.al. 3. Ubiratan. 496p.. I. História na educação matemática: propostas e desafios. IMEUSP. vol. Rio de Janeiro: Ciência Moderna. 198 p. MIORIM. História da matemática: em atividades didáticas. 267 p. ed. Antonio. 2004. v. Euclides Roxo e a modernização do ensino da matemática no Brasil. GARBI. Wagner Rodrigues (Org. 1996. Papirus. 2009. Antonio et. São Paulo: Edgard Blucher. 2004. Belo Horizonte: Autêntica. Brasília(DF): UnB. COUTINHO. Lázaro. Howard. Ed. 2. 1999. Polcino. Howard. 2ª ed. São Paulo: Livraria da Física. (Tendências em Educação Matemática) VALENTE.). 4. História da Geometria. 2008. Introdução à História da Matemática. 1997. Maria Ângela. São Paulo. e ampl. Campinas. Unicamp. Educação Matemática: Teoria e Prática. rev. 468 p. Carl B. 1997. MIGUEL. in Tópicos de Matematematica Elementar. MIGUEL. Complementar: EVES. César M. 2009.. São Paulo: Atual. A Gênese da Álgebra Abstrata. . Campinas. EVES. 319 p. D‘AMBRÓSIO.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ACRE CAMPUS DE CRUZEIRO DO SUL LEONARDO DE SOUZA LISBOA RESUMO DA APOSTILA “HISTÓRIA DA MATEMÁTICA” CRUZEIRO DO SUL 2013 .IFAC INSTITUTO DE EDUCAÇÃO.

elaborado pelo aluno Leonardo de Souza Lisboa. do 1º Período do curso de Licenciatura em Matemática.IFAC INSTITUTO DE EDUCAÇÃO. CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ACRE CAMPUS DE CRUZEIRO DO SUL LEONARDO DE SOUZA LISBOA RESUMO DA APOSTILA “HISTÓRIA DA MATEMÁTICA” Trabalho da disciplina História da matemática. CRUZEIRO DO SUL 2013 .