You are on page 1of 77

GRUPO EDUCACIONAL KROTON UNIVERSIDADE DE CUIABÁ- UNIC Disciplina: Metodologia Científica

NORMAS DE TRABALHOS ACADÊMICOS ESTRUTURA E ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

Profª Ma. Fabiana Rocha

2012

TRABALHOS ACADÊMICOS
O que é um trabalho acadêmico?

•Documento que apresenta resultados de estudo; •Expressão conhecimento de assunto escolhido; •Obrigatoriamente emanado de disciplina, módulo, estudo independente, curso, programa, e outros ministrados; •Desenvolvido sob a coordenação de um orientador.

Por que normatizar? •Padronizar; •Tornar elegante; •Reduzir erros; •Melhorar a compreensão.

ESTRUTURA E FORMATO DE TRABALHOS ACADÊMICOS
Definir a disposição e o aspecto de caracteres, campos, texto, imagens de um documento.

1. (latim structura, -ae, adaptação, ajuste, construção, edifício, ordem, estrutura). 2. Modo como as diferentes partes de um todo estão dispostas. = Constituição, Disposição, Organização.

ESTRUTURA DOS TRABALHOS ACADÊMICOS Parte Externa Capa Lombada (opcional) X Folha de rosto Errata (opcional) X Folha de aprovação Dedicatória (opcional) X Agradecimentos (opcional) X Epígrafe (opcional) X Resumo na língua vernácula Resumo em língua estrangeira Lista de ilustrações (opcional) X Lista de tabelas (opcional) X Lista de abreviaturas e siglas (opcional) X Lista de símbolos (opcional) X Sumário Introdução Desenvolvimento Conclusão Referência Glossário X Apêndice(s) X Anexo (s) X Índice X Elementos pré-textuais Parte Interna Elementos textuais Elementos pós-textuais .

•Proteção.CAPA .TRABALHO IMPRESSO UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE DIREITO É um elemento obrigatório e tem basicamente duas funções: A PROTEÇÃO DAS EXPRESSÕES INTELECTUAIS NA NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS: Propriedade intelectual e as leis autorais • Identificação. ISABELA GOMES DE PAIVA Cuiabá 2000/1 .

nome da instituição a que é submetido. Maria Laura Faria Natureza e objetivo do trabalho. Orientador(a): Profª. Orientador Cuiabá 2000/1 Local Ano/Semestre final . área de concentração. para obtenção do título de Bacharel em Direito. MSc.TRABALHO ENTREGUE EM ARQUIVO DIGITAL A capa externa do CD também obedece padrões definidos! Logomarca da Unic UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE DIREITO Nome da Universidade Nome da Faculdade A PROTEÇÃO DAS EXPRESSÕES INTELECTUAIS NA NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS: Propriedade intelectual e as leis autorais ISABELA GOMES DE PAIVA Título do trabalho Autor do trabalho Monografia apresentada à Faculdade de Direito da Universidade de Cuiabá.

negrito. centralizado. negrito. negrito. iniciais em maiúsculo. iniciais em maiúsculo. . Fonte 8. centralizado Autor: Fonte 8. centralizado A PROTEÇÃO DAS EXPRESSÕES INTELECTUAIS NA NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS: Propriedade intelectual e as leis autorais ISABELA GOMES DE PAIVA Título: Fonte 8. maiúsculo. negrito.TRABALHO ENTREGUE EM ARQUIVO DIGITAL A capa interna do CD também obedece padrões definidos! UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE DIREITO Trabalho de Conclusão de Curso Bacharelado em Direito 2000/1 Logomarca da Unic Nome da Faculdade. fonte 8. centralizado. Ano/semestre de apresentação.

para obtenção do título de Bacharel em Direito. sob a orientação da Profª. •Deve conter os mesmos elementos da capa mais a nota sobre a natureza e objetivo do trabalho. Maria Laura Faria •Elemento obrigatório. MSc.ISABELA GOMES DE PAIVA Folha RostoAnverso: A PROTEÇÃO DAS EXPRESSÕES INTELECTUAIS NA NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS: Propriedade intelectual e as leis autorais Monografia apresentada à Faculdade de Direito da Universidade de Cuiabá. Cuiabá 2000/1 .

obrigatório TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA PUBLICAÇÃO ELETRÔNICA de TCC NO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL UNIC Autorizo a reprodução.610/98 de 10/02/1998.Folha Rosto-Verso: UNIVERSIDADE DE CUIABÁ Reitor Profº. _____/ ______/ _______ E-mail: _____________________ • Texto conforme o padrão ao lado. Simone Cristina Castro Wojcicki Coordenador do Curso de Direito Prof. •Deve conter o termo de autorização para publicação. • Fonte 12. • Espacejamento simples. tipo Arial ou Times New Roman. Willians Xavier de Oliveira •Elemento . publicação e divulgação do referido TCC nos Repositórios Institucionais da UNIC impressos ou com acesso on-line pela Internet. e com objetivo de divulgação da produção acadêmica gerada pela Instituição. do artigo 5º da Lei 9. Cuiabá. a obra acima citada. sem que me seja devido pagamento de Direito Autorais. entendendo-se os termos reproduzir e publicar conforme definições do Inciso VI e I respectivamente. . sem fins comerciais. Rui Fava Pró-Reitoria Acadêmica Profª. M. desde que a publicação tenha a finalidade exclusiva de uso acima mencionados.Sc.

•Corrige erros após a conclusão do trabalho. Universidade de Cuiabá. •Impressa em folha avulso e inserida como encarte. I. Faculdade de Direito. •Formada pela referência e pelo texto errata. A proteção das expressões intelectuais na nova lei de direitos autorais: Propriedade intelectual e as leis autorais.G. ERRATA Folha 18 22 Linha 5 3 Onde se lê Criações genéticas Estritamente Leia-se Criações genuínas restritivamente Errata •Elemento opcional. . •Deve ficar após a folha de rosto. Cuiabá. 56 f. 2010.PAIVA. Monografia.

•Abaixo. MSc.Folha de Aprovação: •Elemento Pré-textual Obrigatório. •À direita da folha grafar em caixa alta e em negrito a expressão “COMISSÃO EXAMINADORA” ou “BANCA EXAMINADORA”. Maria Laura Faria •Abaixo das assinaturas deve constar o local. •O professor deve ocupar a primeira posição. A PROTEÇÃO DAS EXPRESSÕES INTELECTUAIS NA NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS: Propriedade intelectual e as leis autorais Monografia apresentada à Faculdade de Direito da Universidade de Cuiabá. Cuiabá. deve-se deixar espaço para as assinaturas dos membros da banca examinadora. ISABELA GOMES DE PAIVA •Deve ficar após a folha de rosto. data da defesa e a Nota final. MSc. para obtenção do título de Bacharel em Direito. BANCA EXAMINADORA __________________________________ Profª. _____de _____________de 2010. Maria Laura Faria Orientadora __________________________________ Prof. Orientador(a): Profª. __________________________________ Prof. a dois espaços duplos entrelinhas imprimir três linhas. •Deve ficar após a defesa e será datada e assinada pelos membros da Banca Examinadora. Nota final: _________________________ .

Abaixo da linha de assinatura. Indicativo: Banca Examinadora Destaque para o orientador. BANCA EXAMINADORA __________________________________ Profª. nome e titulação. _____de _____________de 2010. para obtenção do título de Bacharel em Direito. __________________________________ Prof. Linhas para assinaturas dos membros da Banca. abaixo da linha. MSc. Nota final de aprovação.Autor ISABELA GOMES DE PAIVA Título e subtítulo A PROTEÇÃO DAS EXPRESSÕES INTELECTUAIS NA NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS: Propriedade intelectual e as leis autorais Nota sobre a natureza e objetivo do trabalho Espaço simples. Data da aprovação. Cuiabá. com seus nomes e titulação. Maria Laura Faria Orientadora __________________________________ Prof. Monografia apresentada à Faculdade de Direito da Universidade de Cuiabá. margem direita. Nota final: _________________________ .

• Sugere-se que seja discreta. deve figurar em página ímpar. alguma coisa útil para a sua vida profissional trabalho. margem justificada. dedicados à organização sistemática e à disseminação do conhecimento. sem título e sem indicativo numérico. Para os TCC-UNIC. filhos. com este trabalho. com tipo de fonte e espacejamento simples . mães . • Localizada após a folha de aprovação. A quem puder aprender. • Dedicatória do autor a pessoas . colaboradores na construção de uma sociedade com direito de acesso à informação. cônjuges. etc) pode ser grafada em manuscrito em um exemplar do Aos profissionais da Informação. • Quando é feita a dedicatória a familiares(pais.Dedicatória • Elemento pré-textual opcional.

centralizado. .Agradecimentos AGRADECIMENTOS • Elemento pré-textual opcional. • Sugere-se que seja discreto. Desejo apresentar meus carinhosos agradecimentos à Equipe do Comitê de Ética da Universidade de Cuiabá com quem aprendi a prática e a verdade do dia a dia do trabalho. com sabedoria me conduziram no caminho da pesquisa científica e na aplicação do conhecimento a melhoria da vida das pessoas. Maria Laura Faria. deve conter a expressão “AGRADECIMENTOS”. O tipo e o tamanho da fonte utilizada devem ser os mesmos do texto do trabalho em espacejamento simples. • Agradecimentos do autor a pessoas e instituições. Aos meus mestres. iniciando folha. doutores na arte da compreensão e da paciência que me dedicaram seu tempo e. em maiúsculas. • Localizada após a folha de aprovação ou dedicatória (se houver). orientadora dedicada que com sabedoria soube dirigir-me os passos e os pensamentos para o alcance de meus objetivos. Para os TCC-UNIC. Dedico especial agradecimento a Profª. MSc. • Limitado a uma página.

" (THOMAS JEFFERSON) Para os TCC-UNIC. “Eu acredito demais na sorte. sem título e sem indicativo numérico. • Verificar NBR 10520 (citações). • Sugere-se que seja discreta. quanto mais eu trabalho mais sorte eu tenho. com mesmo tipode tipo de fonte do texto e espacejamento simples . • Pode também constar na abertura de seções primárias. • Onde o autor apresenta uma citação (deve ser indicada a autoria) relacionada com a matéria tratada no corpo do trabalho. deve estar ao fim da página. E tenho constatado que.Epígrafe • Elemento pré-textual opcional. • Localizada após a folha de agradecimentos(se houver). margem justificada.

de tal forma que este possa. resultados e conclusões do documento. metodologia. Tipos: Resumo crítico: Resumo redigido por especialistas com análise crítica de um documento. Também chamado de Também chamado de resenha. inclusive. De modo geral. . dispensar a consulta ao original. Resumo informativo: Informa ao leitor finalidades. não apresentando dados qualitativos.RESUMO Definição: Apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento. não dispensa a consulta ao original. Resumo indicativo: Indica apenas os pontos principais do documento. quantitativos etc. denominase recensão. Quando analisa apenas uma determinada edição entre várias.

Tecnologia . Faculdade de Direito. quadros. intelectual.G. fórmulas. • • Palavras-chave: Propriedade digitais. ilustrações. Segundo o estudo. • • • • Texto que resume o trabalho em número determinado de palavras .Resumo PAIVA. disponibilizados on-line. constatou-se que a defesa dos direitos autorais não poderá ser aplicada em plenitude. Não utilizar parágrafos. A proteção das expressões intelectuais na nova lei de direitos autorais: Propriedade intelectual e as leis autorais. figuras e citações. . Incluir. Internet. Universidade de Cuiabá. da referência do trabalho e sucedido pelas Palavras chave. O objetivo da elaboração do trabalho é compreender até que ponto existe legalidade e legitimidade na digitalização de livros protegidos. Localizado após a folha de aprovação ou epígrafe(se houver). Cuiabá. O tipo e o tamanho da fonte utilizada devem ser os mesmos do texto do trabalho em espacejamento simples. Monografia. 2010. NBR 14724/2005. 56 f. pois se volta para a proteção dos interesses privados comerciais. símbolos .centralizado. I. RESUMO Partindo da nova lei de direitos autorais. procurou-se avaliar como as novas normas podem proteger as obras intelectuais no contexto digital. frases negativas. conter a expressão “RESUMO”. abaixo. Verificar NBR 6028/2003. equações. Redigido na língua vernácula e pelo próprio autor. tomando como exemplo o caso “Google Book Search”. as Palavras chave referentes ao assunto tratado no trabalho. tabelas. deve conter entre 150 e 500 palavras. • Elemento pré-textual obrigatório. livros Para os TCC-UNIC.

RESUMO Partindo da nova lei de direitos autorais.PAIVA. Sem parágrafos. procurou-se avaliar como as novas normas podem proteger as obras intelectuais no contexto digital. Monografia. A proteção das expressões intelectuais na nova lei de direitos autorais: Propriedade intelectual e as leis autorais. Palavras-chave: Propriedade digitais. disponibilizados on-line. Segundo o estudo. 56 f. Cuiabá. Referência do trabalho. 2010. Internet. Faculdade de Direito. RESUMO em língua vernácula Espaço simples. pois se volta para a proteção dos interesses privados comerciais. intelectual. Universidade de Cuiabá. constatou-se que a defesa dos direitos autorais não poderá ser aplicada em plenitude. Tamanho da fonte igual que a do texto. tomando como exemplo o caso “Google Book Search”.G. . Tecnologia . livros Indicação das Palavras-chave: separadas por ponto ( . O objetivo da elaboração do trabalho é compreender até que ponto existe legalidade e legitimidade na digitalização de livros protegidos. I.) e constituídas por palavras que não estão no título.

.. “neste trabalho. • Evite expressões tais como: “O autor descreve.. • Deve-se usar o verbo na voz ativa e na terceira pessoa do singular. • Escolha bem as palavras chave.. o autor expõe.. “o objetivo deste trabalho foi. diagramas etc. discussões e citações. .”. • Evite o uso de símbolos e contrações que não sejam de uso corrente e fórmulas.RESUMO Dicas importantes: • Examine as NBR 6028 e NBR 14724.”. em períodos curtos e com palavras acessíveis a qualquer leitor potencialmente interessado. • Redija de preferência... pois elas indexam o trabalho.”.. • Evitar demonstração de dados. equações.

I. porém em língua estrangeira. Monografia. 2010. no caso. • Texto que resume o trabalho em número determinado de palavras . Universidade de Cuiabá. • Localizado após o resumo. The protection of intellectual expressions in the new copyright law: Intellectual property and copyright laws. available online. Keywords: Intellectual Technology.Abstract PAIVA. • É o próprio resumo . inglês. RESUMO Starting with the new copyright law. The objective of this study is to understand the extent to which there is legality and legitimacy in the digitization of books protected. it was found that the protection of copyright can not be applied fully. • Redigido pelo próprio autor. property. Faculdade de Direito. .G. digital books. taking the example "Google Book Search. 56 f. that it focuses on the protection of private commercial interests." According to the study. Internet. sought to evaluate how the new standards can protect intellectual works in the digital context. Cuiabá. • Elemento pré-textual obrigatório.

São sumários independentes. abreviaturas. Localizam-se antes do Sumário. Verificar NBR 6029/2006. . O uso é recomendado quando o trabalho apresentar 5 (cinco) ou mais ilustrações e/ou tabelas.Listas de Ilustração. • • A construção gráfica é idêntica a do sumário.) é designado por seu nome específico. • • • Cada lista deve ficar em página separada. tabelas. abreviatura. ilustração. etc. inclusive podendo-se separar siglas de abreviaturas. acompanhado do respectivo número da página. siglas e símbolos • • • Elementos pré-textuais Opcionais. Cada item (tabela. em páginas próprias e seus itens devem ser relacionados na ordem em que aparecem no texto(exceto Lista de abreviaturas e de Siglas que seguem a ordem alfabética).

. • É a enumeração das divisões. na mesma ordem e grafia em que a matéria nele se sucede. isso tornará o desenvolvimento do seu trabalho mais fácil e ágil.Sumário • Elementos pré-textual Obrigatório. • Elabore bem e corretamente o sumário preliminar. • Montar conforme ABNT NBR 6027. • Tem a finalidade de dar uma visão geral de conjunto e facilitar a localização das diferentes partes que compõem o texto. • Localiza-se após o resumos (língua vernácula e estrangeira) e listas (se houver). seções e outras partes de uma publicação.

em ordem alfabética. etc.. acontecimentos. 1998). . seções e outras partes de uma publicação. nomes geográficos. Índice ≠ É uma enumeração detalhada.Sumário Enumeração das divisões. 1998). dos nomes de pessoas. na mesma ordem e grafia em que a matéria nele se sucede (MONTEIRO. com a indicação de sua localização no texto (MONTEIRO.

TIPOS DE SUMÁRIO Com numeração progressiva Sem numeração progressiva .

Regular . Caixa alta. a paginação deve ser apresentar somente número da primeira página (exemplo: 14). Negrito. Negrito. Tamanho da fonte igual que a do texto. Tamanho da fonte igual que a do texto. Caixa baixa. SEÇÃO SECUNDÁRIA: Alinhada a esquerda. Caixa alta.ESTRUTURA DO SUMÁRIO Com numeração progressiva TÍTULO: Centralizado. Tamanho da fonte igual que a do texto. Tamanho da fonte igual que a do texto. Regular. Título da Subseção Indicativo numérico Seção terciária: Alinhada a esquerda. SEÇÃO PRIMÁRIA: Alinhada a esquerda. . Paginação: Nos trabalhos acadêmicos. Caixa alta.

Observe que não há sinal algum entre indicativo numérico e o título da seção! .

cada tipo de seção tem um recuo diferente! . Caixa alta. Caixa alta. Seção terciária: Alinhada a esquerda. Regular . Observe que neste caso. Tamanho da fonte igual que a do texto.Sumário–Sem numeração progressiva Formatação SEÇÃO PRIMÁRIA: Alinhada a esquerda. Tamanho da fonte igual que a do texto. SEÇÃO SECUNDÁRIA: Alinhada a esquerda. Regular . Caixa baixa. Negrito. Tamanho da fonte igual que a do texto.

se utilizada numeração progressiva.5.. a paginação deve ser apresentar somente número da primeira página (exemplo: 14). os títulos das seções primárias são mais gerais e os das seções secundárias serão subordinações dos conteúdos tratados nas seções primárias. Espacejamento entre linhas deve ser de 1. O indicativo numérico de cada capítulo ou seção e subseções (se utilizar numeração progressiva) e os respectivos títulos. os números indicativos deverão estar todos na margem esquerda. devem ser interligados por linhas pontilhadas ao número das páginas . Nos trabalhos acadêmicos. O sumário deve mostrar exatamente as mesmas divisões do texto. • • • • • • .Sumário – Formatação • Os assuntos devem ser organizados por hierarquia e tratados do geral para o específico. o indicativo numérico da seção deve estar alinhado à esquerda e separado do título da seção por um espaço de caractere. Os elementos pré-textuais não devem constar no sumário. Se houver.

com hierarquia e subordinação dos assuntos ou sub-temas desenvolvidos. CONCLUSÃO DESENVOLVIMENTO INTRODUÇÃO O elementos textuais são introdução.Elementos Textuais: É o trabalho propriamente dito e deve ser elaborado de acordo com a divisão dada no tratamento do tema. coerentemente com o assunto. ou tema geral do trabalho. desenvolvimento e a conclusão .

Porque devo entrar? O que será que há aí dentro? . 2001).Introdução Parte inicial do trabalho. onde devem constar a delimitação do assunto tratado. os objetivos e outros elementos necessários para situar o leitor acerca do que se vai tratar (SEVERINO.

• A introdução deve mostrar a relevância do problema ou assunto a ser tratado e o objetivo do trabalho ou pesquisa proposta pelo autor. • A introdução normalmente tem uma página. • É aconselhável construí-la após toda a confecção do trabalho. • Quando o trabalho é dividido em capítulos pode haver uma introdução geral e uma introdução no início de cada capítulo. meio e fim. coloque-se sempre na posição do leitor. que precisa ter começo. • Planejamento da redação. A introdução deve responder as seguintes questões: • Como o problema ou assunto é entendido hoje? • Ele é relevante do ponto de vista científico? • Quais são os objetivos e as hipóteses do trabalho apresentado? . mas pode ser representada em até 10% da extensão do desenvolvimento. • Inicie mostrando a relevancia do tema e finalize mostrando o objetivo a ser alcançado. • Construa períodos curtos e diretos. quando efetivamente se está mais familiarizado com o trabalho.Dicas para construir uma introdução: • Ao redigir. que inclui a estrutura do fluxo de ideias.

daremos alguns exemplos de INTRODUÇÃO! O primeiro foi extraído da referência acima.X ENCONTRO DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA. . 7p. 2007. A seguir. 2007. Anais. João Pessoa: UFPB. João Pessoa.

que tinha como objetivos: contribuir para a capacitação discente através do aprofundamento do conhecimento sociológico da educação em seus aspectos teórico metodológicos. e. leitura e fichamento de obras clássicas. posteriormente. pesquisa em rede. aplicação de questionário e análise de dados. identificar a contribuição da Sociologia da Educação (SE) na formação dos educadores sob a ótica dos alunos e de professores. pois o período está muito longo e confuso! Inadequado. análise de documentos oficiais. pois preocupa-se em mostrar o que será tratado! Saldo final: Confuso e sem planejamento das idéias. Para tanto. objetivo misturado a muitas idéias! Inadequado. Inadequado. pois a introdução não é indicada para descrever métodos usados! Correto. descreverá e analisará os resultados da pesquisa realizada junto aos alunos ingressantes e pré concluintes do curso de Pedagogia da UFPB e junto aos professores da disciplina Sociologia da Educação e de outras disciplinas do curso. Introdução Este texto é fruto das reflexões do projeto de Monitoria: A contribuição da Sociologia da Educação na formação de educadores no curso de Pedagogia da UFPB. utilizamos os seguintes recursos: pesquisa bibliográfica.1. . O texto discutirá inicialmente a discussão sobre a importância da Sociologia da Educação e de seus teóricos para a formação docente.

5. p. CARVALHO. 2011. Esta é a referência do nosso próximo exemplo! . Rio de Janeiro. n. vol.87. OLIVEIRA. Patrícia de Moraes Mello.BOCCOLINI. O papel do aleitamento materno na redução das hospitalizações por pneumonia em crianças brasileiras menores de 1 ano. Cristiano Siqueira. Jornal de Pediatria. Márcia Lazaro de. 399-404. Maria Inês Couto de e BOCCOLINI.

o que representa cerca de 30% da mortalidade pós-neonatal e 50% da mortalidade neonatal evitável por infecções respiratórias agudas na América Latina2. Estima-se que a amamentação possa ser responsável pela redução de 9.000 mortes no mundo por infecções respiratórias baixas agudas. e. torna-se fundamental o estudo da relação entre o aleitamento materno e as internações por pneumonia nessas cidades. Por outro lado. respectivamente)3. podendo evitar mais de 600. contribuir para identificar e mensurar o efeito médio que as práticas do aleitamento materno observadas nas capitais brasileiras e no Distrito Federal possam ter sobre as taxas médias de internação hospitalar por pneumonia na população de crianças com menos de 1 ano de vida nessas cidades. podendo evitar mais de 600. assim. a prevalência do aleitamento materno e do aleitamento materno exclusivo entre crianças com menos de 6 meses aumentou nas capitais brasileiras de forma significativa nas últimas décadas. permanecendo.1. sendo a principal causa de internação hospitalar e de óbito pós-neonatal. com isso. diferenças importantes entre as cidades estudadas6. conforme estudo realizado na Grande São Paulo1. no entanto. Espera-se. conforme estudo realizado na Grande São Paulo1. conforme estudo realizado em cidades do estado de São Paulo1. Introdução Estima-se que a amamentação possa ser responsável pela redução de 9. em especial nos primeiros 3 meses de vida.7 e 3.1% do coeficiente de mortalidade infantil. O aleitamento materno exclusivo também possui um efeito protetor sobre a internação por pneumonia.6 por 100 crianças por ano. . como evidenciado por estudo realizado no sul do Brasil5. As taxas de internações por pneumonia em crianças com menos de 1 ano de vida têm se mantido constantes entre 1998 e 2008 (3.1% do coeficiente de mortalidade infantil. • Mostra uma estatística e a referencia. o aleitamento materno pode reduzir as internações hospitalares por infecções respiratórias baixas agudas4. contribuir para o fortalecimento de ações promotoras da saúde pública. Tendo em vista as diferenças nos padrões de aleitamento materno existentes entre as capitais e a importância da redução da morbimortalidade infantil por causas evitáveis. o que representa cerca de 30% da mortalidade pós-neonatal e 50% da mortalidade neonatal evitável por infecções respiratórias agudas na América Latina2. Nos primeiros anos de vida.000 mortes no mundo por infecções respiratórias baixas agudas. Correto: • Apresenta a contextualização do problema.

no entanto. em especial nos primeiros 3 meses de vida. conforme estudo realizado na Grande São Paulo1. podendo evitar mais de 600. diferenças importantes entre as cidades estudadas6. torna-se fundamental o estudo da relação entre o aleitamento materno e as internações por pneumonia nessas cidades. contribuir para identificar e mensurar o efeito médio que as práticas do aleitamento materno observadas nas capitais brasileiras 3 e no Distrito Federal possam ter sobre as taxas médias de internação hospitalar por pneumonia na população de crianças com menos de 1 ano de vida nessas cidades. permanecendo. contribuir para o fortalecimento de ações promotoras da saúde pública. o aleitamento materno pode reduzir as internações hospitalares por infecções respiratórias baixas agudas4. Espera-se. Nos primeiros anos de vida.1% do coeficiente de mortalidade infantil. Tendo em vista as diferenças nos padrões de aleitamento materno existentes entre as capitais e a importância da redução da morbimortalidade infantil por causas evitáveis. assim. a prevalência do aleitamento materno e do aleitamento materno exclusivo entre crianças com menos de 6 meses aumentou nas capitais brasileiras de forma significativa nas últimas décadas. As taxas de internações por pneumonia em crianças com menos de 1 ano de vida têm se mantido constantes entre 1998 e 2008 (3. .6 por 100 crianças por ano. conforme estudo realizado em cidades do estado de São Paulo1.1.7 e 3. como evidenciado por estudo realizado no sul do Brasil5.7 e 3. com isso. Por outro lado.000 mortes no mundo por infecções respiratórias baixas agudas. respectivamente)3. conforme estudo realizado em cidades do estado de São Paulo1. sendo a principal causa de internação hospitalar e de óbito pós-neonatal. sendo a principal causa de internação hospitalar e de óbito pós-neonatal. O aleitamento materno exclusivo também possui um efeito protetor sobre a internação por pneumonia. Introdução Estima-se que a amamentação possa ser responsável pela redução de 9. o que representa cerca de 30% da mortalidade pós-neonatal e 50% da mortalidade neonatal evitável por infecções respiratórias agudas na América Latina2. e. Correto: Usa uma citação para ilustrar a relevancia do tema. As taxas de internações por pneumonia em crianças com menos de 1 ano de vida têm se mantido constantes entre 1998 e 2008 (3.6 por 100 crianças por ano. respectivamente) .

no entanto. contribuir para o fortalecimento de ações promotoras da saúde pública. conforme estudo causas torna-se fundamental o estudo da relação realizado evitáveis. nessas cidades.000 mortes no mundo por infecções respiratórias baixas agudas. contribuir para identificar e mensurar o efeito médio que as práticas do aleitamento materno observadas nas capitais brasileiras e no Distrito Federal possam ter sobre as taxas médias de internação hospitalar por pneumonia na população de crianças com menos de 1 ano de vida nessas cidades. respectivamente)3. a prevalência do aleitamento materno e do aleitamento materno exclusivo entre crianças com menos de 6 meses aumentou nas capitais brasileiras de forma significativa nas últimas décadas.6 por 100 crianças por ano. e. O aleitamento materno exclusivo também possui um efeito protetor sobre a internação por pneumonia. torna-se fundamental o estudo da relação entre o aleitamento materno e as internações por pneumonia nessas cidades. podendo evitar mais de 600. em especial nos primeiros 3 meses de vida. assim. o aleitamento materno pode reduzir as internações hospitalares por infecções respiratórias baixas agudas4. Correto: Mais argumentação para ilustrar a relevancia do tema. permanecendo. Por outro lado. Tendo em vista as diferenças nos padrões de aleitamento materno existentes entre as capitais e a importância da redução da morbimortalidade infantil por causas evitáveis. porque estudar o assunto. Espera-se. diferenças importantes entre as cidades estudadas6. conforme estudo realizado em cidades do estado de São Paulo1.1% do coeficiente de mortalidade infantil. As taxas de internações por pneumonia em crianças com 1 2 menos de 1 ano de vida têm se mantido constantes entre 1998 e 2008 (3. sendo a principal causa de internação hospitalar e de óbito pós-neonatal. como evidenciado por estudo realizado no sul do Brasil5. o que representa entre o aleitamento materno e as internações por pneumonia cerca de 30% da mortalidade pós-neonatal e 50% da mortalidade neonatal evitável por infecções respiratórias agudas na América Latina .Tendo em vista as diferenças nos padrões de Introdução aleitamento materno existentes entre as capitais e a importância da que redução da morbimortalidade infantil por Estima-se a amamentação possa ser responsável pela redução de 9. na Grande São Paulo .7 e 3. . Nos primeiros anos de vida. ou seja. com isso.

como evidenciado por estudo realizado no sul do Brasil5. O aleitamento materno exclusivo também possui um efeito protetor sobre a internação por pneumonia.000 mortes no mundo por infecções respiratórias baixas agudas. assim. o que de representa possam ter sobre as taxas médias internação hospitalar por cerca de 30% da mortalidade pós-neonatal e 50% da mortalidade neonatal evitável por infecções na respiratórias agudas na América . permanecendo. o aleitamento materno pode reduzir as internações hospitalares por infecções respiratórias baixas agudas4.1%observadas do coeficiente de mortalidade infantil.7 para o fortalecimento e 3. e. Espera-se. o trecho deixa claro o objetivo do estudo.Introdução Espera-se. objetivo claro. torna-se fundamental o estudo da relação entre o aleitamento materno e as internações por pneumonia nessas cidades. Correto: A pesar do período muito longo. Nos primeiros anos de vida. com isso. com isso. a prevalência do aleitamento materno e do aleitamento materno exclusivo entre crianças com menos de 6 meses aumentou nas capitais brasileiras de forma significativa nas últimas décadas. sendo a principal causa de ações hospitalar promotoras saúde conforme pública . . respectivamente) . contribuir para o fortalecimento de ações promotoras da saúde pública. no entanto.6 por 100 crianças por ano. em especial nos primeiros 3 meses de vida. estudo 1 2 3 realizado em cidades do estado de São Paulo1. diferenças importantes entre as cidades estudadas6. podendo evitar mais de 600. e. pneumonia população de Latina crianças com menos de 1 ano de As taxas de internações por pneumonia em crianças com vida nessas cidades. contribuir menos de 1 ano de vida têm se mantido constantes entre 1998 e 2008 (3. relevancia do tema destacada. assim. Por outro lado. contribuir para identificar e mensurar o efeito médio que as práticas do aleitamento Estima-se que a amamentação possa ser responsável pela redução de 9. contribuir para identificar e mensurar o efeito médio que as práticas do aleitamento materno observadas nas capitais brasileiras e no Distrito Federal possam ter sobre as taxas médias de internação hospitalar por pneumonia na população de crianças com menos de 1 ano de vida nessas cidades. conforme estudo materno nas capitais brasileiras e no Distrito Federal realizado na Grande São Paulo . de internação e de óbitoda pós-neonatal. Saldo final: Bem contextualizado. Tendo em vista as diferenças nos padrões de aleitamento materno existentes entre as capitais e a importância da redução da morbimortalidade infantil por causas evitáveis.

Avaliação microbiológica de carnes de frangos de corte comercializadas em granjas produtoras no município de Patos PB. Alexandro Veras Barreto de.Oliveira. 2010. 81 f. Campina Grande. 2011. Esta é a referência do nosso próximo exemplo! . Universidade Federal de Campina Grande. Dissertação (Mestrado em Zootecnia).

A qualidade de um produto pode ser avaliada mediante testes que a qualifiquem para que possíveis erros produtivos possam ser encontrados e corrigidos. A carne é uma fonte de proteínas. no caso de produções de pequeno porte há carência dessa presença de órgãos fiscalizadores. Atualmente. É justificável a preocupação com relação à qualidade dos produtos e mais que isso. • O uso de períodos curtos facilita a compreensão. por meio de análises criteriosas e sistemáticas. que sirva de ferramenta para atestar a qualidade. Órgãos governamentais são responsáveis pela fiscalização da qualidade de produtos industrializados. entre outras preocupações relacionadas à qualidade do produto. como são alimentados. por meio de cartilhas educativas para o consumidor e o produtor de carne de frango da cidade de Patos –PB. há por parte dos consumidores. uma maior exigência tanto na qualidade quanto na inocuidade dos produtos de origem animal que consomem. encontrar possíveis falhas e apontar a soluções mais adequadas na produção. sejam eles nacionais ou importados. há também uma preocupação na forma como estes animais são abatidos. há por parte dos consumidores. Além disso. vitaminas e minerais que influem na nutrição do homem. como são alimentados.1. no sentido de que. Além disso. o monitoramento periódico de tal qualidade por meio de testes específicos que possam detectar qualquer anormalidade. espera-se afetar os setores de produção de frango de corte industrial em pequena escala. seja possível a criação de um banco de dados. INTRODUÇÃO Atualmente. lipídios. tornando tais atividades insalubres e sem perspectivas de competir com qualidade no mercado consumidor. mas. Propõe-se que tais testes sejam objetos de um estudo onde serão dissertados os resultados encontrados por meio de análises com critério científico e estatístico. há também uma preocupação na forma como estes animais são abatidos. entre outras preocupações relacionadas à qualidade do produto. sejam eles nacionais ou importados. . porém perece facilmente. Com esse estudo. uma maior exigência tanto na qualidade quanto na inocuidade dos produtos de origem animal que consomem. Correto: • O autor inicia procurando contextualizar a relevancia do tema a ser tratado.

1. INTRODUÇÃO

Atualmente, há por parte dos consumidores, uma maior exigência tanto na qualidade quanto na inocuidade dos produtos de origem animal que consomem, sejam eles nacionais ou importados. Além disso, há também uma preocupação na forma como estes animais são abatidos, como são alimentados, entre outras preocupações relacionadas à qualidade do produto. A carne é uma fonte de proteínas, lipídios, vitaminas e minerais que influem na nutrição do homem, porém perece facilmente. É justificável a preocupação com relação à qualidade dos produtos e mais que isso, o monitoramento periódico de tal qualidade por meio de testes específicos que possam detectar qualquer anormalidade. Órgãos governamentais são responsáveis pela fiscalização da qualidade de produtos industrializados, mas, no caso de produções de pequeno porte há carência dessa presença de órgãos fiscalizadores, tornando tais atividades insalubres e sem perspectivas de competir com qualidade no mercado consumidor. A qualidade de um produto pode ser avaliada mediante testes que a qualifiquem para que possíveis erros produtivos possam ser encontrados e corrigidos. Propõe-se que tais testes sejam objetos de um estudo onde serão dissertados os resultados encontrados por meio de análises com critério científico e estatístico. Com esse estudo, espera-se afetar os setores de produção de frango de corte industrial em pequena escala, no sentido de que, por meio de análises criteriosas e sistemáticas, seja possível a criação de um banco de dados, que sirva de ferramenta para atestar a qualidade, encontrar possíveis falhas e apontar a soluções mais adequadas na produção, por meio de cartilhas educativas para o consumidor e o produtor de carne de frango da cidade de Patos –PB.

Correto: • O autor usa o segundo e terceiro parágrafo para enfatizar ainda mais a relevancia do tema; • Novamente, o uso de períodos curtos facilita a compreensão.

A carne é uma fonte de proteínas, lipídios, vitaminas e minerais que influem na nutrição do homem, porém perece facilmente. [...] tornando tais atividades insalubres e sem perspectivas de competir com qualidade no mercado consumidor.

Com esse estudo, espera-se afetar os setores de produção de frango de corte industrial em pequena escala, no Atualmente, há por parte dos consumidores, uma maior exigência tanto na sentido que, por meio de análises criteriosas e sistemáticas, qualidade de quanto na inocuidade dos produtos de origem animal que consomem, sejam eles nacionais ou importados. Além disso, há também seja possível a criação de um banco de dados, que sirva de uma preocupação na forma como estes animais são abatidos, como são alimentados, entre outras preocupações relacionadas à qualidade do ferramenta para atestar a qualidade, encontrar possíveis falhas produto. A carne é uma fonte de proteínas, lipídios, vitaminas e apontar a soluções mais adequadas na e produção, por meio minerais que influem na nutrição do homem, porém perece facilmente. É de justificável cartilhas educativas para o consumidor e o produtor de carne a preocupação com relação à qualidade dos produtos e mais que isso, o monitoramento periódico de tal qualidade por meio de testes de específicos frango da cidade de Patos –PB. que possam detectar qualquer anormalidade.
INTRODUÇÃO Órgãos governamentais são responsáveis pela fiscalização da qualidade de produtos industrializados, mas, no caso de produções de pequeno porte há carência dessa presença de órgãos fiscalizadores, tornando tais atividades insalubres e sem perspectivas de competir com qualidade no mercado consumidor. A qualidade de um produto pode ser avaliada mediante testes que a qualifiquem para que possíveis erros produtivos possam ser encontrados e corrigidos. Propõe-se que tais testes sejam objetos de um estudo onde serão dissertados os resultados encontrados por meio de análises com critério científico e estatístico. Com esse estudo, espera-se afetar os setores de produção de frango de corte industrial em pequena escala, no sentido de que, por meio de análises criteriosas e sistemáticas, seja possível a criação de um banco de dados, que sirva de ferramenta para atestar a qualidade, encontrar possíveis falhas e apontar a soluções mais adequadas na produção, por meio de cartilhas educativas para o consumidor e o produtor de carne de frango da cidade de Patos –PB.

Correto:
• O autor termina expondo o objetivo do trabalho e os possíveis ganhos para a sociedade;

Saldo final: Bem contextualizado, relevancia do tema destacada, objetivo claro.

INTRODUÇÃO-FORMATAÇÃO
1 INTRODUÇÃO 7

TÍTULO: • Quando se usa numeração progressiva a introdução é a seção 1; • O título “INTRODUÇÃO” deve estar alinhada a esquerda, em negrito e com fonte de tamanho 12. • Entre o título e o início do primeiro parágrado deixa se dois espaços entre linha; • O espacejamento entre linhas deve ser de 1,5; • É indicado que seja construída em uma página; • A introdução é a primeira página a ser numerada. • A paginação deve ficar no canto superior direito, obedecendo aos limites das margens.

Atualmente, há por parte dos consumidores, uma maior exigência tanto na qualidade quanto na inocuidade dos produtos de origem animal que consomem, sejam eles nacionais ou importados. Além disso, há também uma preocupação na forma como estes animais são abatidos, como são alimentados, entre outras preocupações relacionadas à qualidade do produto. A carne é uma fonte de proteínas, lipídios, vitaminas e minerais que influem na nutrição do homem, porém perece facilmente. É justificável a preocupação com relação à qualidade dos produtos e mais que isso, o monitoramento periódico de tal qualidade por meio de testes específicos que possam detectar qualquer anormalidade. Órgãos governamentais são responsáveis pela fiscalização da qualidade de produtos industrializados, mas, no caso de produções de pequeno porte há carência dessa presença de órgãos fiscalizadores, tornando tais atividades insalubres e sem perspectivas de competir com qualidade no mercado consumidor. A qualidade de um produto pode ser avaliada mediante testes que a qualifiquem para que possíveis erros produtivos possam ser encontrados e corrigidos. Propõe-se que tais testes sejam objetos de um estudo onde serão dissertados os resultados encontrados por meio de análises com critério científico e estatístico. Com esse estudo, espera-se afetar os setores de produção de frango de corte industrial em pequena escala, no sentido de que, por meio de análises criteriosas e sistemáticas, seja possível a criação de um banco de dados, que sirva de ferramenta para atestar a qualidade, encontrar possíveis falhas e apontar a soluções mais adequadas na produção, por meio de cartilhas educativas para o consumidor e o produtor de carne de frango da cidade de Patos –PB.

ordenado e pormenorizadamente o assunto. É onde é exposto. os títulos das seções ou partes em que se dividiu o trabalho. Não deve conter como título a palavra “Desenvolvimento” e sim.Desenvolvimento Desenvolvimento é a parte principal do trabalho ou texto. .

o Material e Métodos ou Metodologia*. o e utilizar Numeração Progressiva para apresentar as divisões do trabalho. . cada um deles representará uma seção do trabalho. o Na UNIC indica-se que tenha entre 10 e 15 páginas. o Resultados e Discussão*. clara e objetiva.Desenvolvimento-Pontos importantes O texto deve expor um raciocínio lógico. o desenvolvimento pode ser dividido nas seguintes partes: o Revisão bibliográfica. o Dependendo do tipo de TCC. seguir a mesma sequência numérica adotada no sumário. Quando estão presentes. o * Partes somente adotadas para TCC-Trabalhos de Conclusão de Curso que envolvem pesquisa. o Verifique as normas ABNT para a elaboração e apresentação de referências e citações. ser bem estruturado. com o uso de uma linguagem simples.

. Toda ilustração deve conter a fonte. fotografia. figura. em algarismos arábicos. retrato.Uso de ilustrações (gráficos. centralizadas e abaixo da imagem. travessão e do respectivo título . figuras. usar espaço simples. as mesmas poderão ser reunidas em um anexo. fluxograma. centralizadas e acima da Tabela. etc) o o o o o o o o Qualquer que seja o tipo de ilustração. Quando houver mais de cinco ilustrações é indicado a elaboração de uma lista para elas. A ilustração deve ser citada no texto e inserida o mais próximo possível do trecho a que se refere. gráfico. Toda ilustração deve ser citada e contextualizada ao desenvolvimento do texto. planta. quadro. organograma. Em legendas das Tabelas.Desenvolvimento. entre outros). Em legendas ilustrações e gráficos. mapa. salvo se são de própria autoria. esquema. usar espaço simples. seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto. antes do sumário. imagem. Dependendo do volume de ilustrações a serem apresentadas. sua identificação deve ser precedida da palavra designativa (desenho. tabelas.

que respondente aos objetivos ou hipóteses... Cada autor cria sua própria conclusão.]é o regresso à introdução. . "[. 2007). e a personalidade do autor lhe imprime sua particularidade” (LEITE apud UNIC. sua beleza lógica.Conclusão A Conclusão é a parte final do texto no qual se apresentam a interpretação final. a circularidade do trabalho monográfico.

Conclusão-Pontos Importantes Não se faz citação na Conclusão. o Semelhante a introdução. a conclusão é uma seção a parte. o Deve ser curta. não é adequado inserir resultados ou dados obtidos. o Quando se usa numeração progressiva. o título debe ser acompanhado do indicativo numérico. o A conclusão precisa responder ao objetivo proposto no início do trabalho (presente no resumo e introdução). não devendo ser expressa como um subtítulo. breve. o texto é totalmente do autor do trabalho. o . o O autor pode finalizar fazendo apontamentos para futuros trabalhos com o mesmo tema. concisa e não ultrapassar a 10% do total de páginas do trabalho. o Na conclusão. o A conclusão deve ser coerente com os resultados obtidos.

daremos alguns exemplos de CONCLUSÃO! Para isso. usaremos as conclusões de dois dos trabalhos que citamos nos exemplos de introdução.A seguir. . Verifique principalmente se o objetivo proposto na INTRODUÇÃO é retomado na conclusão.

Além disso. na organização e análise dos dados.. pela criticidade e pelo desejo de transformação social/educacional. Além disso.5. a prática de pensar e elaborar planos de aula. a elaboração dos instrumentos de coleta de dados da pesquisa. O objetivo na INTRODUÇÃO era: “contribuir para a capacitação discente através do aprofundamento do conhecimento sociológico da educação[. a associação entre a teoria e a prática do professor. a prática de pensar e elaborar planos de aula. a vivência de participar de uma pesquisa. poderia ser todo descartado. a elaboração dos instrumentos de coleta de dados da pesquisa. vivenciando os percalços e dificuldades para se produzir. Note que não faria falta! A união entre ensino e pesquisa foi bastante inovadora e contribuiu para melhorar o ensino da disciplina Sociologia da Educação.. CONCLUSÃO A união entre ensino e pesquisa foi bastante inovadora e contribuiu para melhorar o ensino da disciplina Sociologia da Educação.] identificar a contribuição da Sociologia da Educação (SE) na formação dos educadores ” Esse trecho. a vivência de participar de uma pesquisa. Destacamos também a importância desse projeto pela experiência de acompanhar de perto as rotinas da prática educativa do ensino superior. na aplicação. Destacamos também a importância desse projeto pela experiência de acompanhar de perto as rotinas da prática educativa do ensino superior. vivenciando os percalços e dificuldades para se produzir. na organização e análise dos dados. Os resultados da pesquisa evidenciam a importância e a decorrente necessidade indispensável das discussões teórico metodológicas promovidas pela disciplina Sociologia da Educação no currículo do Curso de Pedagogia com a finalidade de condicionar a formação de profissionais da educação movidos pelo inconformismo. desde a leitura de textos que fundamentam a temática em estudo. desde a leitura de textos que fundamentam a temática em estudo. na aplicação. . a associação entre a teoria e a prática do professor.

a elaboração dos instrumentos de coleta de dados da pesquisa. na organização e análise dos dados.] identificar a contribuição da Sociologia da Educação (SE) na formação dos educadores ” Note que. CORRETO! Os resultados da pesquisa evidenciam a importância e a decorrente necessidade indispensável das discussões teórico metodológicas promovidas pela disciplina Sociologia da Educação no currículo do Curso de Pedagogia com a finalidade de condicionar a formação de profissionais da educação movidos pelo inconformismo. desde a leitura de textos que fundamentam a temática em estudo. . pela criticidade e pelo desejo de transformação social/educacional. pela criticidade e pelo desejo de transformação social/educacional.. na aplicação. O objetivo na INTRODUÇÃO era: “contribuir para a capacitação discente através do aprofundamento do conhecimento sociológico da educação[.. embora muito longo e confuso. a associação entre a teoria e a prática do professor. vivenciando os percalços e dificuldades para se produzir. o parágrafo retoma e responde ao objetivo. a prática de pensar e elaborar planos de aula. Destacamos também a importância desse projeto pela experiência de acompanhar de perto as rotinas da prática educativa do ensino superior. Além disso. a vivência de participar de uma pesquisa. CONCLUSÃO A união entre ensino e pesquisa foi bastante inovadora e contribuiu para melhorar o ensino da disciplina Sociologia da Educação. Os resultados da pesquisa evidenciam a importância e a decorrente necessidade indispensável das discussões teórico metodológicas promovidas pela disciplina Sociologia da Educação no currículo do Curso de Pedagogia com a finalidade de condicionar a formação de profissionais da educação movidos pelo inconformismo.5.

PRÓXIMO EXEMPLO… .

] sobre as taxas médias de internação hospitalar por pneumonia na população de crianças com menos de 1 ano.5. CONCLUSÃO [... Nós suprimimos a primeira parte do texto apenas para não ficar repetitivo. O objetivo na introdução é: “identificar e mensurar o efeito médio que as práticas do aleitamento materno [.” CORRETO! Responde perfeitamente ao objetivo proposto.] a promoção do aleitamento materno entre a população e o aumento da sua prevalência podem implicar na redução das internações hospitalares e dos gastos em saúde pública no âmbito do SUS. ...

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS .

ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS – Complementares e de Apoio     Referências (obrigatório) Glossário (opcional) Apêndice(s) (opcional) Anexos (opcional) .

Referências Conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento que foi consultado e/ou citado no trabalho e permite a identificação individual da fonte utilizada na elaboração do trabalho. .

então as referências das obras dos autores citados irão para a Lista de Referências. artigo. separando-se uma referência da outra por dois espaços simples. ao final do trabalho. cada tipo de obra (livro. não se utilizando notas de rodapé para indicações bibliográficas. Fique atento. • Para os TCC-UNIC utilizaremos o sistema alfabético. deve ficar centralizado a esquerda.Pontos Importantes       Verifique a ABNT NBR 6023 que inclui as prescrições para elaboração de todos os tipos de referências. 2005). pois. Quando precedido de indicativo numérico. Atente para a ordem. Se não é precedido de indicativo numérico fica alinha ao centro(NBR 14724. pontuação e destaque de cada elemento que compõe a referência. . Na digitação deve-se usar espaço simples. CD. A lista de referências deve ser apresentada ao final do trabalho e em ordem alfabética.Referências . etc) pode apresentar uma regra de formatação diferente. com continuação de dados alinhados à esquerda abaixo da primeira letra da entrada de autoria.

GLOSSÁRIO Termo Abecip Abecs Abel Descrição Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços Associação Brasileira das Empresas de Leasing Adiantamento sobre Contratos de Câmbio. A grande maioria desses adiantamentos é decorrente de contratos de câmbio de exportação. O ACC é concedido antes do embarque da mercadoria ou da prestação do serviço. acompanhados das respectivas definições. Um acordo que estabelece os termos e condições padronizadas aplicáveis a todas as operações ou a um subconjunto definido destas que as partes podem subscrever de tempo em tempo. São certificados representativos de ações ou de outros valores mobiliários que representam direitos e ações. A principal diferença é que o ACE é concedido após o embarque da mercadoria ou da prestação do serviço. Associação Européia de Livre Comércio Dependência de instituições financeiras e demais instituições. GLOSSÁRIO É um elemento pós-textual opcional ACC ACE Acordo mestre (master agreement) que deve ser utilizado sempre que necessário relacionar. em ordem alfabética. Adiantamento sobre Cambiais Entregues.6. ADR Aelc Agência Agência de fomento . autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. American Depositary Receipts. empregados no texto. Constitui antecipação semelhante ao ACC. palavras de uso restrito. para entrega em momento futuro pelo cliente. emitidos no exterior por instituição denominada "depositária". incluindo os termos e condições para a compensação de encerramento. Tem como objeto social a concessão de financiamento de capital fixo e de giro associado a projetos na Unidade da Federação onde tenha sede. pouco usual ou desconhecidos. Constitui a antecipação parcial ou total do contravalor em moeda nacional da moeda estrangeira comprada por instituição autorizada a operar no mercado de câmbio. servindo para elucidar o significado de palavras ou expressões regionais ou em outras línguas ou termos técnicos. com lastro em valores mobiliários de emissão de empresas brasileiras depositados em custódia específica no Brasil. destinada à prática das atividades para as quais a instituição esteja regularmente habilitada.

com numeração sequencial.... . Exemplo: No texto: Realizado em Parintins1 Na Nota de rodapé: Parintins é uma ilha do Estado do Amazonas onde se realiza a Festa. pode-se utilizar notas de rodapé para esclarecer termos usados no texto. remetendo deste para a Nota de rodapé.Glossário  Quando são poucas palavras ou termos.

antes da Bibliografia e fará parte do sumário. deve ficar centralizado a esquerda.  . Se não é precedido de indicativo numérico fica alinha ao centro(NBR 14724. 2005).   Quando precedido de indicativo numérico.GLOSSÁRIO-Pontos Importantes Quando presente. deve ser apresentado no final do trabalho. Sua formatação segue o padrão estabelecido para o texto. antes dos apêndices ou anexos.

Fichas de entrevista ou questionários. . desde que produzidos pelo autor. são bons exemplos de Apêndices.Apêndice Apêndice é um texto ou documento elaborado pelo autor que serve para complementar ou justificar sua argumentação. que não é incluído no texto mas que não apresenta prejuízo para a unidade nuclear do trabalho.

aos quatro dias de evolução. APÊNDICE B – Avaliação de células musculares presentes nas caudas em regeneração. Se não é precedido de indicativo numérico fica alinhado ao centro(NBR 14724. b.Apêndice-Pontos Importantes  Os Apêndices devem ser identificados por Letras maiúsculas consecutivas seguidas por travessão e seus títulos.    Quando precedido de indicativo numérico. APÊNDICE A – Avaliação numérica de células inflamatórias totais. deve ficar centralizado a esquerda. Exemplo: a. . 2005). Atente para que a sequência de cada Apêndice seja a mesma do enunciado delas no desenvolvimento. O título “APÊNDICE” deve ser digitado todo em “Caixa alta”. Quando o título é precedido de indicativo numérico deve ter alinhamento a esquerda.

Atente para os detalhes! . fonte Arial de tamanho 12 e destacado em negrito. Escrito em “caixa alta”. escrito em “caixa alta”. alinhado a esquerda. alinhado a esquerda.Exemplo: Título da Seção: Precedido de indicativo numérico. fonte Arial de tamanho 12 e destacado em negrito.

Veja! Um resultado de exame é um bom exemplo de anexo. que serve de fundamentação.Anexo  ANEXO é um texto ou documento não elaborado pelo autor. comprovação e/ou ilustração do trabalho. .

  . deve ficar centralizado a esquerda. 2005).   Quando precedido de indicativo numérico. Atente para que a sequência de cada ANEXO seja a mesma do enunciado delas no desenvolvimento (NB 10719). tabelas. Assim como os outros elementos pós-textuais. fotos. Se não é precedido de indicativo numérico fica alinha ao centro(NBR 14724.) deve ser mencionado no desenvolvimento do trabalho.Anexo-Pontos Importantes  Todo anexo (figuras. rótulos. No caso de dúvidas consulte a NBR 6029 (2006). leis. manuais. deve ser paginado e aparecer no sumário. notas fiscais. etc. formulários. exames.

FORMATAÇÃO DO TEXTO DO TRABALHO FORMATO UNIC .

notas de rodapé. paginação e legenda/ de ilustrações e das tabelas. .FORMATAÇÃO Papel: tipo A4 (21cm x 29cm) Tipo de letra: Times New Roman ou Arial (Word) Tamanho de letra – fonte: é recomendado 12 e 10 para citações longas. Para as seções e subseções não se deve aumentar o tamanho da letra.

FORMATAÇÃO Cor: utilizar sempre a cor preta Margem devem ser: Margem esquerda: 3 cm Margem superior: 3 cm Margem direita: 2 cm Margem inferior: 2 cm .

Jamais numere as páginas dos elementos pré-textuais. suas páginas serão igualmente numeradas de maneira que dêem sequência à numeração das páginas do trabalho. no canto superior direito da folha. Sendo que a contagem (nº 1) inicia-se na folha de rosto. . obedecendo o limite das margens e com tamanho 10. • • • Se houver anexo ou apêndice.FORMATAÇÃO Paginação: • • A contagem e a numeração das páginas deve ser sequencial. Todas as páginas do trabalho devem ser contadas. A numeração é feita em algarismos arábicos. a numeração só passa a ser escrita a partir da Introdução. porém.

 Os títulos que recebem indicativos numéricos devem ficar alinhados à esquerda.FORMATAÇÃO Títulos:  Com relação aos títulos que não possuem indicativos numérico. a ABNT não faz nenhuma recomendação sobre a distância que devem manter da borda superior  Recomenda-se que deve centralizar – porém é comum usa 8 cm da margem superior ou se quiser 3 cm. Estes ficarão distantes 3cm da borda superior. . com o numeral separado por um único espaço.

isso significa que. • . a exemplo do restante do texto. • Entre parágrafos.5.5.5. inclusive os parágrafos devem ser separados uns dos outros por apenas um espaço 1. Portanto não se deixa linha em branco entre os parágrafos. a ABNT diz que todo texto deve ser digitado em espaço 1.FORMATAÇÃO Espacejamento de entrelinhas: O espacejamento padrão entre linhas do texto do corpo do trabalho é o espaço 1.

notas de rodapé. na nota sobre o objetivo e natureza do trabalho (na folha de rosto). nas referências. ou o equivalente a um toque na tecla TAB no computador. Esse distanciamento da margem não é rígido. o espaço deve ser simples. ilustrações e gráficos.5cm da margem esquerda.FORMATAÇÃO Espacejamento de entrelinhas: • Entre as linhas de citações longas. em legendas das tabelas. Cada parágrafo do texto deve ter seu início com uma entrada aproximada de 1. na ficha catalográfica. • . em resumos.

• Entre uma referência e outra: dois espaçamentos simples. .FORMATAÇÃO Espacejamento de entrelinhas nas Referências: • Nas referências: espaçamento simples de entrelinha.

.

.

OLIVEIRA. 2004. Rio de Janeiro. 2007. NBR 6028: Resumos: Apresentação. UNIC. 2009. ABNT. 2010. Cuiabá. 2011. Acta Cir. Sumário ou índice? Conceitos. Universidade Federal de Campina Grande.. V. M. ABNT. Bras. Avaliação microbiológica de carnes de frangos de corte comercializadas em granjas produtoras no município de Patos PB.REFERÊNCIAS ABNT. ABNT. Rio de Janeiro. K. 2002. D.G. NBR 6027: Sumário: procedimento. Comércio Cuiabano de banana (Musa sp): Origem. NBR 6023: Informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. NBR 6034: Preparação de índice de publicações: procedimento. ABNT. 1998. 2003. Normatização de Trabalhos Acadêmicos. ABNT. Demanda e Perdas. n. [online]. Delcolli. Rio de Janeiro. 2011. 2003. Preferência.2. definições e controvérsias. Rio de Janeiro. Monografia( Faculdade de Agronomia).13. NBR 6024: Numeração progressiva das seções de um documento escrito: Apresentação. ABNT. Campina Grande. Rio de Janeiro. 2002. 30 f. vol. PAIVA. Universidade de Cuiabá – UNIC. NBR 10520: Informação e documentação: apresentação de citações em documentos. 2009. Alexandro Veras Barreto de. NBR 14724: Informação e documentação: Trabalhos acadêmicos. 2003. 81 f. . Cuiabá.(Org). MONTEIRO. Dissertação (Mestrado em Zootecnia). G.

.Atenção!!! Para maiores detalhes de formatação consultar a NATA-UNIC.