You are on page 1of 3

Brasileirão Bota e Coxa dividem a liderança; veja resultados

Com a vitória obtida na noite deste domingo, o Vasco alcançou os dez pontos, saiu da zona de rebaixamento e deixou os rivais Fla-Flu um ponto atrás. Portal Correio
Reprodução/Internet

Juninho, o melhor em campo

Na vitória de 3 a 1 do Vasco sobre o Fluminense, neste domingo, no renovado Maracanã, Juninho reestreou com a camisa 8 da equipe cruzmaltina fez um gol, deu o passe para o segundo. Assim como na reestreia em sua segunda passagem pelo Vasco, Juninho marcou na primeira partida que disputou. Se em 2011, logo após a conquista da Copa do Brasil, a vítima foi o Corinthians, em sua primeira participação, agora na terceira chegada a São

Januário, quem se deu mal foi o mesmo Fluminense que já sofrera o primeiro gol do apoiador, no Maracanã, com a camisa vascaína, quando este chegou à Colina, em 1995. Com a vitória obtida na noite deste domingo, o Vasco alcançou os dez pontos, saiu da zona de rebaixamento e deixou os rivais Fla-Flu um ponto atrás. Para quem ainda duvidava, independentemente do lado em que sentamos no Maracanã, essa casa também é nossa. Tem gente que não tem uma sequer, nós temos duas. E Juninho mandou o recado: "A torcida do Vasco merecia ficar do lado em que sempre esteve". Como diz o samba, "palavra de rei não vola atrás." Atlético-PR empata com Corinthians Foram apenas alguns minutos de bom futebol. O duelo do Corinthians diante do Atlético-PR, no estádio Durival de Britto, em Curitiba-PR, pelo oitava rodada do Campeonato Brasileiro, foi extremamente prejudicado por conta do gramado encharcado e terminou no empate por 1 a 1. Marcelo fez o gol do time paranaense logo no início da partida, mas Alexandre Pato deixou tudo igual ainda no primeiro tempo. A chuva em Curitiba horas antes do jogo foi forte. Durante boa parte do jogo, uma garoa permaneceu e o confronto foi arrastado, com tremenda dificuldade de controle de bola, e muitos passes errados. O placar foi justo pela poucas oportunidades criadas pelos dois times. O Corinthians segue em apuros no Brasileiro na 12ª colocação, com apenas dez pontos. O Atlético se encontra em situação ainda pior, já que o time está na zona de rebaixamento, com sete pontos. O Atlético-PR tem compromisso já na quarta-feira, novamente na Vila Capanema, quando recebe o Paysandu pela copa do Brasil. Depois, no sábado, vai ao Estádio do Canindé enfrentar a Portuguesa, às 18h30, pela nona rodada do Brasileiro. O Corinthians, por sua vez, entra em campo somente no próximo domingo, às 16h, para mais um clássico no Pacaembu diante do São Paulo. Santos empata em casa com o Coxa O veterano Alex mais uma vez foi decisivo para o Coritiba no Campeonato Brasileiro. Domingo (21) , o camisa 10 marcou duas vezes na Vila Belmiro e ajudou o time paranaense a buscar, aos 42min do segundo tempo, um empate por 2 a 2 com o Santos, pela oitava rodada da competição. O resultado não foi o bastante para recolocar os comandados de Marquinhos Santos na liderança do torneio, mas manteve uma série invicta que, agora, alcança dez jogos na temporada.

O Coritiba, que não perde desde que levou 4 a 1 do Nacional-AM pela Copa do Brasil em 15 de maio, chegou aos 16 pontos no Brasileiro - mesma quantidade do Botafogo, que sustenta a primeira posição por ter uma vitória a mais. Já o Santos, que poderia colar no G4 se vencesse, colecionou seu 12º ponto e ficou em sétimo. O Santos, agora, fará duas partidas fora de casa: na quarta-feira, vai a Catalão, em Goiás, enfrentar o Crac, pela Copa do Brasil, e depois enfrenta a Ponte Preta em Campinas, às 21h de sábado, pela nona rodada do Brasileiro. O Coritiba só tem compromisso no próximo domingo, às 18h30, diante do Vitória no Couto Pereira. Vitória e Bahia não saem do 0 a 0 Vitória e Bahia fizeram um clássico que ficou no 0 a 0 neste domingo (21), mas o jogo poderia ter tido uma chuva de gols na Arena Fonte Nova. Os times fizeram um jogo aberto, criaram chances, mas erraram todas finalizações e seguem próximos na tabela - o Vitória com 14, e o Bahia com 13, ambos próximos do G-4. O time rubronegro só sai um pouco mais feliz porque manteve a invencibilidade contra o rival nesta temporada - em cinco jogos, foram três vitórias e dois empates até agora Internacional vence o Flamengo Sob a baixa temperatura de Caxias do Sul, e com uma arbitragem confusa, Flamengo e Internacional se enfrentaram na tarde de ontem, mas apenas a torcida colorada pode 'se esquentar'. O time gaúcho se mostrou melhor durante o segundo tempo e conseguiu marcar nos últimos minutos, com o zagueiro Juan, após confusão na área. O lance gerou muita reclamação dos jogadores rubro-negros, que alegaram ter acontecido uma falta no goleiro Felipe, o que fez a bola sobrar para Juan, sem marcação, abrir o placar. Cria do Flamengo, o zagueiro não comemorou o gol. Com o resultado, o Internacional foi a 15 pontos e entrou no G4. Já o time rubro-negro, permaneceu com nove e manteve o tabu de não vencer no Rio Grande do Sul em jogos pelo Brasileiro há 11 anos. Agora, o Colorado volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, contra o Náutico, na Arena Pernambuco. O Flamengo, por sua vez, tem o clássico com o Botafogo, também domingo, em jogo que marca a volta da equipe rubronegra ao Maracanã.