You are on page 1of 11

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 1ª VARA CÍVEL E DE FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE MACAPÁ

Ref. Proc. n° 0006408-92.2013.8.03.0001 (Distribuição direcionada)

CASTRO E MACHADO LTDA – EPP , pessoa jurídica de direito privado regularmente inscrita no CNPJ/MF sob o nº 13.139.901/0001-00, com sede sito na Rua Janary Gentil Nunes, nº 1345, bairro Infraero I, em Macapá-AP, CEP: 68.908876, neste ato representada por seu sócio administrador, RAIMUNDO JORGE DOS SANTOS MACHADO, brasileiro, inscrito RG 108.065/AP sob o n° 210 e regularmente inscrito no CPF/MF sob o n° 823.815.182-15, podendo ser encontrado na Rua Janary Gentil Nunes, nº 1345, bairro Infraero I, em Macapá-AP, CEP: 68.908-876, por intermédio de seu patrono in fine assinado, ut documento de procuração que segue encartado, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência, nos termos do art. arts. 475-I, § 1º e 475–O, do Código de Processo Civil, requerer EXECUÇÃO PROVISÓRIA DA SENTENÇA COM PEDIDO LIMINAR em desfavor de SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA – DELEGACIA REGIONAL DO AMAPÁ – SESI DR AP, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CGC sob o nº 03.775.620/0001-90, com sede na Rua Padre Júlio Maria Lombaerd, nº 2000, Bairro Santa Rita, Macapá/AP, e FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO AMAPÁ - FIEAP , pessoa jurídica de direito privado, com sede na Rua Padre Júlio Maria Lombaerd, nº 2000, Bairro Santa Rita, Macapá/AP, tudo conforme consta da r. sentença que segue acostada, fazendo-o nos termos a seguir declinados:
Endereço: Av. Iracema Carvão Nunes, 584, altos - Centro, Macapá, Amapá – CEP: 68.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson.montoril@uol.com.br e evandrosjr@gmail.com

1

031. ou seja. Macapá. altos . do livre convencimento motivado que formo. Iracema Carvão Nunes. desde o mês que se obrigou ao pagamento. sessenta e quatro centavos) a título de serviços realizados em adicionamento e complementação quantitativa e qualitativa de acordo com planilha de especificação de serviços e custos. ou seja. posteriormente. De conseqüência CONVERTO o mandado de pagamento em MANDADO EXECUTIVO. desde FEVEREIRO DE 2013.° 000059. JULGO IMPROCEDENTES os presentes embargos monitórios pelos fundamentos fáticos e jurídicos expostos. trinta e um reais.03.64 (setenta e sete mil. ou seja. por decorrência de expressa previsão contratual deverá ser acrescida de multa de 2% (dois por cento) sobre o valor total devido. originário deste Juízo e que ora aguarda apresentação de eventual Apelação Cível por parte da Executada e. FEVEREIRO DE 2013. Amapá – CEP: 68.br e evandrosjr@gmail. desde o mês que se obrigou ao pagamento.375.com 2 .900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. Eis o teor do dispositivo: “Pelo exposto. desde FEVEREIRO DE 2013. por decorrência de expressa previsão contratual deverá ser acrescida de multa de 2% (dois por cento) sobre o valor total devido.232/05 . além de juros de mora contratuais de 1% (um por cento) ao mês. I do CPC.° 000058. com fundamento no art. até o efetivo Endereço: Av. conferindo aos documentos que instruem a inicial. DOS FATOS No processo n° 0006408-92. Sobre este valor. do conjunto probatório carreado aos autos e de tudo o mais que consta.com.8. Sobre estes valores devem incidir ainda correção monetária desde o eventodanoso. o valor de R$ 77.Centro. treze centavos) referentes à nota fiscal n. 2) Pagamento pelas requeridas dos valores devidos referentes à nota fiscal n. trezentos e setenta e cinco reais.2013.0001. 269. além de juros de mora contratuais de 1% (um por cento) ao mês.13 (trezentos e dez mil.montoril@uol. quanto ao crédito reclamado abaixo especificado e discriminado. Contrarrazões da Exeqüente. pelo índice do INPC. 584. Sobre este valor. impondo às requeridas a obrigação SUBSIDIARIA da obrigação. até o efetivo pagamento. devendo o feito seguir o rito criado pela Lei Federal nº 11.CUMPRIMENTO DE SENTENÇA. Assim. natureza jurídica de título executivo judicial. foi proferida sentença (que segue acostada) reconhecendo o direito da Exeqüente em receber todos os valores pendentes de contrato de construção civil celebrado entre as partes.1. no valor inicial de R$ 310. resta como título executivo judicial os seguintes direitos à autora: 1) Pagamento pelas requeridas dos valores devidos a título da última medição.

Assim. em virtude de terem sucumbido em sua totalidade aos pedidos formulados na inicial. diante da sucumbência total das requeridas.Centro. onde o art. não há necessidade de se aguardar. 20. DA EXECUÇÃO PROVISÓRIA A fase de cumprimento das sentenças no processo de Conhecimento sofreu alteração com o advento da Lei nº 11. pelo índice do INPC. FEVEREIRO DE 2013. ou seja. 475-I. Registre-se e Intimem-se”. a interposição dos recursos extraordinário e especial. as requeridas a arcar com as custas processuais totais. Publique-se. Macapá. de honorários sucumbenciais destas ao patrono da autora. § 3° do Código de Processo Civil. 3) Ao pagamento. concretizados.com 3 .br e evandrosjr@gmail. arts. por conta da fundamentação esposada. desde logo.232/05. seus regulares efeitos e a forma pela qual estes efeitos poderão ser sentidos. a execução provisória do acórdão desde sua regular intimação parece ser um bom mecanismo para a tão desejada “aceleração” da prestação jurisdicional. não têm efeito suspensivo os recursos extraordinário e especial (CPC. todo o acórdão.pagamento. hoje Endereço: Av. § 1º estabeleceu que “É definitiva a execução de sentença transitada em julgado e provisória quando se tratar de sentença impugnada mediante recurso ao qual não foi atribuído efeito suspensivo”. é a execução provisória. Amapá – CEP: 68. a qual restou por revogar dispositivos relacionados à execução fundada em título judicial. altos . Condeno ainda. 584. 497 e 542. Para o sistema processual civil brasileiro. por não terem efeito suspensivo. a resposta e a admissibilidade de um recurso extraordinário ou especial pode levar alguns meses. que.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. Assim. Sobre estes valores devem incidir ainda correção monetária desde o evento danoso. sequer a interposição do recurso ou o transcurso do prazo para sua interposição. não inviabiliza a promoção da execução provisória. Em tempos em que a interposição. 2. 4) Declaro finalmente que a responsabilidade das requeridas é subsidiária da segunda em relação a primeira. Também aqui. não obstante questionado por um recurso extraordinário e especial tem aptidão de produzir. § 2º).com. Iracema Carvão Nunes.montoril@uol. atenta ao determinado no art. fixo em 10% (dez por cento) do valor total da condenação.

como bem aponta o aresto: Número Acórdão: 11610 Relator: Desembargador CARMO ANTÔNIO Secretaria: CÂMARA ÚNICA Ementa: EMENTA PROCESSUAL CIVIL. §3º. inciso VI. c) procurações outorgadas pelas partes. NA FORMA DO ART. 3) A impugnação via recursos especial e extraordinário. e d) outras peças processuais que a Exeqüente entende como necessárias para a lide. não desautoriza o deferimento da execução provisória pleiteada. AGRAVO DE INSTRUMENTO. do mesmo diploma legal.Centro. Macapá. 475-O DO CPC. DA AUTENTICAÇÃO DAS CÓPIAS DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS O precedente legal do art. por si só. pelas procuradorias. AÇÃO DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE.º 4129 na(s) página(s) 17 em 12/11/2007) 3. DECISÃO PENDENTE DE RECURSO. 584. CPC. b) certidão de interposição do recurso especial não dotado de efeito suspensivo. (Publicado no DOE N. 1) A execução provisória de sentença é possível e desenvolve-se da mesma forma que a definitiva. quando juntados aos autos pelos órgãos da Justiça e seus auxiliares. altos . Preenchidos tais requisitos. que responde pelos prejuízos que vier causar ao executado. 2) Instruída a petição com os documentos que a autorizam (art. § 3. cabe ao juiz deferir o pedido . haverá de ser recebida a presente petição e despachada com as anotações de estilo. a petição segue instruída com a) acórdão exeqüendo. Amapá – CEP: 68.com.º. deferindo o pleito executório. 4) Agravo a que se nega provimento. e não constituindo uma faculdade seu deferimento frente aos requisitos objetivos já mencionados.montoril@uol. inciso IV. EXECUÇÃO PROVISÓRIA DE SENTENÇA. público e particular.com 4 . caso o título venha a ser modificado ou cassado. de que as “as cópias reprográficas de peças do próprio processo judicial declaradas autênticas pelo próprio advogado sob sua responsabilidade pessoal” . E sem necessidade de alteração de nenhum texto de direito positivo! No caso concreto e em obediência ao disposto no art. 475-O. 365. bem como a constante no mesmo artigo. Iracema Carvão Nunes.estampada com todas as letras no inciso LXXVIII do art. de que as reproduções digitalizadas de qualquer documento. 5º da Constituição Federal. do CPC).900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson.br e evandrosjr@gmail. pelo Ministério Público e seus auxiliares. correndo por conta e risco do credor. quando recebidos apenas no seu efeito devolutivo (regra). pelas repartições públicas em geral e por advogados públicos ou Endereço: Av. 475-O.

br e evandrosjr@gmail. pois dizer que o causídico não produz prova. § 3º. 584. Percebe-se uma evolução no sistema processual no sentido de responsabilizar o advogado pelas peças que produz como prova. a impossibilidade de retirada dos autos para proceder autenticação via cartório notarial. Dr. instruir a petição com peças do processo de conhecimento por ele mesmo autenticadas (art. as encaminha. valoriza o advogado como indispensável à administração da justiça. eis que Endereço: Av. 475-O. Poderá o advogado.com.Centro. não consiste mais uma prática daquela Secretaria autenticar cópias de processos. E mais: segundo informes colhidos com o Diretor de Subsecretaria da Câmara Única do Egrégio TJAP.montoril@uol. 544 do CPC. UBIRATAN ROGÉRIO RODRIGUES DOS SANTOS. mas. de certo modo. Se o advogado é indispensável à administração da justiça. Amapá – CEP: 68. e considerando. como se lhe poderia negar a responsabilidade de fazer prova com cópias digitalizadas se até um auxiliar da Justiça ou do Ministério Público pode fazê-lo. Iracema Carvão Nunes. Com efeito. A par da responsabilização do advogado pela autenticidade do documento.com 5 . sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão. também. como que reiterando a fé publica do advogado dispôs que “as cópias das peças do processo (do agravo de instrumento) poderão ser declaradas autênticas pelo próprio advogado” . fé pública. o § 1º do art. sim. não pode mais tão-somente acostar documentos aos autos. ao requerer a execução provisória. como advogado privado.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. não fizessem a mesma prova que os originais. o equipara a todos aqueles que diretamente intervêm nos serviços da justiça. Observe-se que a possibilidade de autenticar as peças não está restrita à cognição. Já não vale. assumir a responsabilidade pela licitude da prova documental. público e particular por ele acostados aos autos. Ao contrário. visto que ao requerer a juntada aos autos. altos . está declarando que os documentos digitalizados fazem prova como os originais porque são cópias verdadeiras. Macapá. o advogado pelo fato de a lei lhe haver outorgado.privados fazem a mesma prova que os originais . CPC). sim. mas. visto que quando juntados por auxiliares da justiça alcançam essa finalidade. Seria um desrespeito ao advogado se cópias reprográficas de partes do processo principal ou de documentos digitalizados.

2011. Cópia integral do acórdão que negou provimento aos Embargos de Declaração dos ora Executados (fls. consoante as originais. Cópia de certidão de publicação do acórdão (fls. 172). na própria petição em que requer o início da execução provisória. altos .ainda se aguarda eventual recurso especial de um dos Executados. por sua inteira responsabilidade. por se tratar de cópias simples e digitalizadas de peças do processo n° 0032804-72.Embargos de Declaração de CLÍNICA DE CIRURGIA CARDIOVASCULAR DO AMAPÁ (fls. 157) e da petição . 8. 6. 2.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. Iracema Carvão Nunes. DA DESNECESSIDADE DE CAUÇÃO NO CASO CONCRETO Endereço: Av. Cópia integral do acórdão que proveu parcialmente a apelação cível interposta pela ora Exeqüente (fls. 167 usque 171).br e evandrosjr@gmail. Cópia de juntada de Embargos de Declaração (fls. claro está que a parte Exeqüente estaria de mãos amarradas. São Paulo: Saraiva.Embargos de Declaração de MARCOS ROBERTO LIMA DE CARVALHO SANTOS (fls. Cópia de certidão de julgamento (fls. havendo permissivo legal para tanto. v. declara o signatário desta petição. Cópia de certidão de interposição de recurso especial por CLÍNICA DE CIRURGIA CARDIOVASCULAR DO AMAPÁ (fls. 7. 158 usque 161). Assim. que as peças são autenticas.com. 4. Cópia de certidão de publicação do acórdão (fls. 9. Macapá. 2006. isto é. Juízo o reconhecimento de sua procedência.com 6 . Certidão de que o recurso especial foi recebido em seu efeito devolutivo. 1. A nova etapa da reforma do código de processo civil. 3. impondo-se ao r.montoril@uol. p. 156). Ei-los: 1. 11. Amapá – CEP: 68. identificando-as". 149 usque 155). 10. 160) cita o seguinte: "penso que basta que o advogado declare. a autenticidade integral de todo o acervo probatório . impedida de exercer legítimo direito se prosperasse a tese de que cópias simples ou digitalizadas não podem instruir pedido de execução provisória. 163 usque 164). Cópia de procurações das partes. 166). Cópia do despacho solicitando inclusão do feito em pauta (fls. Cópia de juntada de Embargos de Declaração (fls. 584.Centro.03.0001).8. BUENO (BUENO. 165). 173). A propósito. 4. Cássio S. 162) e da petição . com relação aos documentos abaixo descritos e que seguem acostados. 5.

o exeqüente não precisa de plano prestar a caução.com. trata tão somente da retomada de um bem que já pertence ao patrimônio da Exequente. 584. Estabelece o Legislador. da decisão que está sendo executada. a caução deverá ser prestada em situações específicas do procedimento da execução provisória. Macapá. do CPC: “o levantamento de depósito em dinheiro e a prática de atos que importem alienação de propriedade ou dos quais possa resultar grave dano ao executado dependem de caução suficiente e idônea. repita-se. Significa dizer: ao requerer a execução provisória. Amapá – CEP: 68. a caução deverá ser prestada. A presente execução provisória. NOTE-SE CAUÇÃO ATÉ A FASE SATISFATIVA. Pois bem. a caução deverá ser prestada. havendo reforma. ora peticionante que os pretende ter de volta e cuja propriedade já fora reconhecida pelo Egrégio TJAP. Dispõe o art. o levantamento de depósito em dinheiro. 475-O. igualmente. o que transparece de imediato a inexistência de qualquer ato que importe em alienação de bens do devedor. altos . muito pelo contrário. III. por exemplo.com QUE HÁ A POSSIBILIDADE DE O PROCEDIMENTO DA EXECUÇÃO PROVISÓRIA TRAMITAR SEM A PRESTAÇÃO DE 7 .Centro. a venda de bens do patrimônio do executado.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. Primeiramente. em sede recursal.montoril@uol. a possibilidade de o magistrado exigir a caução do Exeqüente quando for requerida a prática de ato Endereço: Av. oriundos da execução provisória. Não há no presente caso atos de alienação de domínio de bens do devedor.br e evandrosjr@gmail. Quando o credor requerer. ou seja. arbitrada de plano pelo juiz e prestada nos próprios autos”. se o exeqüente requerer ao juiz a prática de atos de alienação de domínio de bens do devedor. deve-se destacar que a caução não deve ser prestada quando do requerimento de execução provisória. Da mesma forma. Iracema Carvão Nunes. os bens são da empresa. Na verdade.A caução é destinada a garantir os prejuízos que o executado possa sofrer.

Não se vislumbra qualquer ato praticado ou que se pretenda praticar pela Exeqüente que possa ser entendida como potencial causadora de “grave dano ao executado”. a expressão é por demais vaga. Deferido o pedido de reintegração de posse em sede de execução provisória. no caso específico da presente execução não se pleiteia o levantamento de valores. Macapá. in casu. nem se pretende a alienação de propriedade dos bens em posse do Executado. os Executados é que estão causando prejuízos aquela uma vez que está ocorrendo o desgaste natural do bem pelo seu uso. casuisticamente. É que. 584. Simplesmente não deseja mais que o que por direito lhe pertence continue sendo utilizado pelos Executados. possibilitando as mais diversas interpretações. Amapá – CEP: 68. que a prestação de garantia não deve inviabilizar o acesso à justiça.br e evandrosjr@gmail. Na verdade. de norma de encerramento. enquanto perdura o prejuízo que há tempos vem suportando. No Recurso Especial nº 1.montoril@uol. asseverou: “Advirta-se. entretanto. Não conceder a reintegração de posse pleiteada pela Exequente é prejudicar o legítimo proprietário do bem que tem o interesse de conservá-lo e preservá-lo em favor do devedor que o está desgastando naturalmente pelo uso que vem efetuando do mesmo. ao juiz que a dispense nos Endereço: Av. que auferem lucro com seu uso. ao tratar do tema.125. altos . Questão que ganha contorno mais relevante é aquela que se refere a prática de atos que possam “ resultar grave dano ao executado”. aberta.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. como dito em linhas volvidas.Centro. Decisões do STJ vêm se mostrando mais liberais no que se refere a não exigência da caução.582-MG (2009⁄0132008-9). podendo o magistrado nela adequar as diversas situações suscetíveis de causarem dano ao executado. DE ACONDICIONÁ-LOS EM LOCAL APROPRIADO PARA TANTO. ao utilizar o bem da Exequente. que consiste em uma cláusula aberta. Ministro LUIZ FUX.com 8 . AGUARDANDO A FINAL DECISÃO DO PROCESSO PRINCIPAL E. Trata-se. a EXEQÜENTE ADIANTA O COMPROMISSO DE NÃO RETIRAR OS EQUIPAMENTOS DE MACAPÁ MAS. o ilustre relator. ZELANDO POR SUA INTEGRIDADE. Ora. SIM. NO CASO DE REVERSÃO DO ACÓRDÃO (O QUE NÃO SE ACREDITA) DEVOLVENDO AO EXECUTADO NO MESMO ESTADO EM QUE RECEBEU (OU ATÉ MELHOR.processual do qual possa resultar grave dano ao executado. permitindo-se. Iracema Carvão Nunes. SE ALGUM REPARO NECESSITAR).com.

julgado em 8/3/2005.casos em que a sua exigibilidade obsta a promoção da execução. altos .180. a depender da situação fática. podendo iniciar-se o processo sem caução a garantia . entende o devedor que é indevida a ordem de levantamento. ed. É provisória a execução de título sentencial. SEGUNDA TURMA. A caução só é exigível Endereço: Av. a fim de não beneficiar o devedor que.EXECUÇAO PROVISÓRIA LIBERAÇAO DO VALOR DA DÍVIDA INDEPENDENTEMENTE DE CAUÇAO (ARTIGOS 587 E 588 CPC) 1.br e evandrosjr@gmail.680-RJ (2010/0029485-2) de hipótese muito mais complexa. mas exige-se caução do credor. pode procrastinar no cipoal de recursos permitidos em lei o pagamento de seu débito. 1281. Rel.grifo do original). O respectivo acórdão ficou assim ementado: PROCESSO CIVIL . Hipótese dos autos que justifica a dispensa da caução porque o levantamento diz respeito a valores incontroversos. (REsp 693.Centro. É o voto” (grifamos). 588. Assim. como visto acima. 3.698/RJ. não há necessidade da prestação de caução para dar-se início à execução provisória. Recurso especial improvido. Ademais. quando há pendência de recurso. Na execução provisória é possível o levantamento do valor da dívida depositada judicialmente. Rio de Janeiro: Forense. qual seja. 2. a caução reclama avaliação pelo juízo de eventuais e possíveis prejuízos com a reversão do julgado.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. muito embora parte dele seja incontroverso e imutável.(FUX. A insigne Ministra ELIANA CALMON. 584. Luiz. nos termos do art. I CPC. 4.montoril@uol. Macapá. valendo-me dos mesmos fundamentos. ao tratar nos auto do Recurso Especial nº 1.EMBARGOS DO DEVEDOR PENDENTE DE JULGAMENTO . levantamento de valores sem caução idônea . A regra acima indicada deve ser relativizada.com. nego provimento ao recurso especial. Ministra ELIANA CALMON. pág. possuidor de grande liquidez patrimonial. Amapá – CEP: 68. estando o julgado em testilha com o estabelecido no diploma processual. 2. DJ 9/5/2005) Com essas considerações.EXECUÇAO DE SENTENÇA . demonstrou o seguinte entendimento: “Como o credor não ofereceu garantia. Curso de direito processual Civil.com 9 . por isso que onde não houver risco não se impõe. como na hipótese dos autos . Entendo que a regra deve ser vista com temperamento. Iracema Carvão Nunes.

quanto mais quando houve acórdão reformando a sentença. de modo que não inviabilize a prestação jurisdicional. se pode ser concedida liminar para a reintegração quando ainda não concluída a instrução. Acaso entenda Vossa Excelência por exigir caução.03. juntando a Exeqüente desde já as cópias previstas no § 3º do art. estando presente toda a documentação exigida. Logo. CPC. Amapá – CEP: 68. por não se tratar de procedimento cautelar mas. de antecipação dos efeitos da prestação jurisdicional. DOS PEDIDOS Ante o exposto. acórdão confirmando a sentença. ainda.com. 6. De mais a mais. altos .900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson.br e evandrosjr@gmail. repassando-os provisoriamente para a responsabilidade da Exeqüente até ulterior decisão nos autos n° 0032804-72.para o levantamento da importância depositada.montoril@uol. sentença. 584. e após a necessária dispensa da caução ante sua desnecessidade.0001. não havendo que se discutir a presença de fumus bonnis iuris ou periculum in mora.com 10 . para a prática de atos dos quais possa resultar grave dano ao executado. inciso IV. e tendo havido. com o trânsito em Endereço: Av. para a alienação do domínio ou. que em nosso entendimento já poderia ter sido concedido quando da discussão em 1º grau. requer abrandamento do valor a ser fixado.Centro. Acórdão reformador da r. mas também justificável e necessário. conforme dicção do art. requer liminarmente seja expedido mandado reintegratório com o fito de retirar da guarda dos Executados a posse direta dos bem móveis objetos da ação principal.8.2011. inclusive. Macapá. 365. 5. Iracema Carvão Nunes. dispensada a caução. instruída a presente execução provisória. DO PEDIDO LIMINAR Em se tratando de ação que visa a reintegração de posse. bem como considerando o v. No mérito requer a confirmação da liminar com a manutenção da reintegração de posse em favor da Exeqüente e. do que às escâncara não se trata. este Juízo há de reconhecer que o deferimento do pleito em caráter liminar é não apenas possível. em verdade. 475-O do Código de Processo Civil. declaradas autênticas por este signatário. o que em verdade não se espera por não configurar o caso concreto hipótese para tanto. não há que se obstar o deferimento do pedido liminar.

montoril@uol.julgado do v. a convolação da execução provisória para execução definitiva. apresentar embargos ou impugnação à presente execução provisória.565. em especial a prova documental. Macapá. Protesta provar o alegado por todos os meios de provas admitidas em direito. pessoalmente ou por intermédio de seus bastante procuradores.00 (duzentos e um mil e quinhentos e sessenta e cinco reais) Nestes termos.900-099 Telefones: (96) 3222-2596 / (96) 8121-7741 / (96) 8122-2866 E-mail: nilson. sejam os Executados condenados ao seus cumprimento. Dá-se à causa o valor de R$ 201. Acórdão do TJAP. Pede deferimento.Centro. Macapá. 584. requer desde já que o MM. altos . NILSON MONTORIL DE ARAÚJO JÚNIOR OAB/AP – nº 530 Endereço: Av. 29 de agosto de 2012.com 11 .com. Iracema Carvão Nunes.br e evandrosjr@gmail. sob pena de revelia quanto à matéria de fato. pagamento das custas processuais e demais cominações de direito incidentes sobre o caso. Juízo se digne em citar os Executados para se o quiserem. para que ao final. Amapá – CEP: 68. julgados procedentes os pedidos.